Saltar para o conteúdo

A regressão

18 Novembro, 2019

Três mortos na A42. GNR e condutor de reboque que respondiam a outro acidente entre as vítimas

A degradação do estado não está apenas nos hospitais que não funcionam, nos transportes que não andam ou nas escolas transformadas em fantochada.
Depois de anos e de diferentes governos terem encarado a sinistralidade rodoviária
como um problema, António Costa olha para o lado e os compagnons calam e consentem: estamos a regredir – em 2017 o número de mortos na estrada deixou de baixar como acontecia há anos e anos e em 2018 voltou a subir. 2019 ainda não acabou mas o número de acidentes está a aumentar. Longe vão os tempos em que a ACA-M – Associação de Cidadãos Auto-Mobilizados abria noticiários e o seu presidente, Manuel João Ramos, era ouvido dia sim dia sim. No pasa nada é a palavra de ordem.  Mas fora de Portugal a degradação das condições de segurança nas estradas portuguesas dá que falar e o retrato é este:

Las muertes en accidentes de tráfico aumentaron un 12 % en Portugal en 2018

e este

Las razones: escasa inversión en el mantenimiento de las carreteras, falta de educación vial en los colegios, falta de campañas públicas sobre los riesgos de la carretera, la eliminación de la policía de tráfico y la «impunidad» que siente el conductor.

 

11 comentários leave one →
  1. Luís Lavoura permalink
    18 Novembro, 2019 10:48

    Calma, nada de conclusões apressadas.
    Após muitos anos de progressiva melhoria, a sinistralidade rodoviária estabilizou. Se irá regredir ou não, ainda não sabemos; um ano ou dois de dados não são suficientes para fazer afirmações.

    Gostar

    • Jornaleca permalink
      18 Novembro, 2019 11:05

      Você fuma droga. Qual?

      Acalme-se, a UE já decidiu.

      A Black Box para todos os carros novos vem no futuro breve. Depois acabaram-se as suas mentiras, seu grande idiota.

      Liked by 1 person

  2. Jornaleca permalink
    18 Novembro, 2019 11:04

    Eia pá, cara Helena,

    se até os cabrões e as putas do “El País” criticam os seus irmãos políticos, aqui ao lado, um dos jornais mais reles e estúpidos do mundo, é porque eles “pensam”, que é a tal “extrema direita” que está a governar Portugal.

    Hahahahahhahahahahahahaha!!

    É que é um grande crime um bandido (socialista) criticar o outro bandido (socialista).

    Coitado da GNR e do condutor do reboque, se for verdade.
    Eles tinham a obrigação em saber do perigo enorme, nas estradas. E sobretudo numa auto-estrada. Triste. Os bons a morrerem.

    Numa auto-estrada com um limite de velocidade cretino.

    Limites de velocidade deviam ser proibidos. São um crime. Pelo menos nas auto-estradas.

    Agora os porcos do PAN deviam exigir um limite máximo de 40 quilómetros por hora, no máximo, em todas as auto-estradas.

    A nossa elite socialista porca é assim.

    Eu não compreendeo ainda bem, porque é que o PSD e o CDS não se aproveitam disto. Explicações tenho, mas não as aceito. Eu não consigo perdoar ao PSD e nem ao CDS estas coisas. E de não organizar manifestações, contra a RTP corrupta e puta e falsa, que encobre tudo isto.

    Se o Cavaco tivesse no poder, dariam-lhe toda a culpa, apesar de ele não ser culpado.

    As putas da esquerda são assim e nunca vão mudar.

    Liked by 1 person

  3. Manuel Dias permalink
    18 Novembro, 2019 11:07

    Nas estradas portuguesas está instalada a total falta de civismo que juntamente com o “chico-espertismo” se traduz neste flagelo. O hábito permanente de parar o carro em qualquer lado (normalmente em fila dupla, ou até tripla) e automaticamente ligar os 4 piscas, quer prejudique ou não o transito, o estar permanentemente agarrado ao telemóvel, raramente se dá pisca para sinalizar uma manobra, a falta de humildade em pedir desculpa quando inadvertidamente faz uma asneira, etc…. traduz o estado da crescente falta de seguranças nas nossas estradas. Como sempre, o (des)governo assobia para o lado assim como todos os antigos indignados de plantão do tempo da troika!

    Liked by 2 people

    • Jornaleca permalink
      18 Novembro, 2019 12:11

      Eu, que já há muitos anos, não uso qualquer auto-estrada, confirmo isto, citação:
      “[…] raramente se dá pisca para sinalizar uma manobra […]”.

      É muito perigoso.

      E ultrapassam como os doidos, sempre quando a estrada o permitir, em alta velocidade, desrespeitando assim a lei. Uma loucura.

      E, o mais importante, bom condutores sabem-o, não, ou raramente guardam a distância de segurança necessária, para evitar acidentes.

      Mas, respeitam sempre os burros no parlamento em Lisboa. No lugar de dar-lhes porrada aos porcos e traidores no Largo do Rato, e correr com eles, beijam-lhes os pés, o cu e muito mais.

      Uma parte do povo é doido.

      Liked by 1 person

      • Martim Moniz permalink
        18 Novembro, 2019 15:23

        Uma parte é doida,outra parte é imbecil,e depois há os chico espertos(incluindo os pulhiticos) que se aproveitam,há ainda os alienados(pelas várias distrações e “espectáculos” mediáticos ou não)descontando tudo isso sobra pouca gente capaz e decente.

        Gostar

  4. LTR permalink
    18 Novembro, 2019 12:12

    Tem havido áreas com mais de 150.000 habitantes na região do Grande Porto cobertas por um único carro patrulha à noite. E mais – quando aterram num lugar qualquer para onde foram chamados e o caso se prolonga porque é de violência doméstica ou outro que consome muito tempo, passam a zero e é preciso pedir a alguém de outro lado porque salvo casos muito excepcionais não podem abandonar o local, caso apareça outro problema. Há esquadras em estado de letargia nocturna onde o telefone toca e é atendido como se fossem eles a prestar o serviço de proximidade, mas depois vão a correr telefonar aos colegas, passando-lhes a morada para que tratem do assunto, porque ali não há muito mais para além de comunicações.

    “Portugal e Espanha estudam candidatura conjunta ao Mundial de 2030. A Federação Portuguesa de Futebol afirma que os Governos dos dois países estão a par do processo e que “serão cruciais nos próximos desenvolvimentos”.” (Lusa, Junho 2019)

    Daqui a pouco tempo vamos ouvir gente a dizer que tal como nos casos de sócrates, ninguém tinha reparado em nenhum sinal indicativo dos crimes de que viria a ser acusado.

    Gostar

  5. Miguel Martel permalink
    18 Novembro, 2019 12:16

    O principal motivo de tanto acidente, em meu entender e experiência, é a FALTA DE CIVISMO, o qual dveria ter começado em casa e desenvolvido nas escolas! O resto, é secundário ou conversa de treta. Esta explicação/razão, também justifica muitas outras situaçãos, caso dos incêndios, falências, corrupção e elevada incompetência governativa.

    Liked by 1 person

  6. Leviatã permalink
    18 Novembro, 2019 12:36

    Não há grande segredo nisto.
    Cada vez que a Esquerda está no poder, tudo o que é ratazana foge do esgoto, o civismo é lançado janela fora e a moral social esvai-se.
    Não só em Portugal, como em qualquer outro país do mundo.

    E o mesmo se aplica a regimes esquerdistas totalitários. Há vários estudos sociológicos, feitos depois da queda do Muro de Berlim, que investigaram a diferença entre a vida pessoal dos cidadãos da RDA e da RFA.
    Basicamente, na República “socialista e democrática” a corrupção, o deboche sexual e as vigarices do povinho eram muito superiores às dos seus vizinhos do outro lado do muro.

    Quem estiver interessado pode investigar. Mas não será fácil, visto que o actual clima de “progresso e justiça sociais global”, patrocinado pelos Soros e demais amigos já meteu muitos estudos destes no fundo das gavetas.

    Liked by 2 people

  7. Rão Arques permalink
    18 Novembro, 2019 16:12

    A PRÓPOSITO DA QUEIXA DO GOVERNO SOBRE BORBA
    O Ministério Público tem todas as condições para incluir o queixoso no objeto da queixa.
    Venha daí o Dr. Costa ou um qualquer membro sob a sua alçada dizer-me que o executivo não tem autoridade nem meios para dar uma solução apropriada e expedita.
    Pela omissão e transferência dos deveres que ardilosamente assumem devem ser também rebocados para a justiça sem quaisquer contemplações.

    Gostar

  8. Velho do Restelo permalink
    18 Novembro, 2019 23:06

    Foram aqui identificadas muitos dos factores de risco que potenciam acidentes, e que tardam a ser controlados por quem de direito !
    Mas para além desses, penso que houve mais qualquer coisa que falhou neste caso !
    Tratando-se duma auto-estrada (A42), não era suposto haver uma viatura da concessionária a sinalizar o acidente ? Estaria mesmo lá, e ainda assim a 3ª viatura fez aquele estrago todo ? Ou será que o condutor ia a jogar berlindes no télélé ?

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: