Saltar para o conteúdo

ainda está para vir

11 Janeiro, 2020
by

Ganhe quem ganhar, hoje, a eleição no PSD, o partido não sairá unido para enfrentar o PS e a frente de esquerda governamental. Está ainda para vir quem o conseguirá fazer.

12 comentários leave one →
  1. Miguel Dias permalink
    11 Janeiro, 2020 14:17

    Alguma vez na vida o PSD foi um Partido Unido? Nunca, nem com Francisco Sá Carneiro como líder, portanto é uma quimera tal desejo. Nunca será um Partido político unido, não o foi no passado – na origem – nem o será no futuro.

    Gostar

  2. 11 Janeiro, 2020 15:02

    O PS mantêm-se mais tempo no poder porque, quando lá está, costuma dar umas abébias a quem é de fora do partido.
    O PSD coze-se para dentro, por isso grande parte das franjas que concordam com suas políticas não votam PSD, ou até votam PS!!! Esta é a verdade.

    Gostar

  3. Rão Arques permalink
    11 Janeiro, 2020 16:10

    Unicidade politica não é o que se deseja.

    Gostar

  4. 11 Janeiro, 2020 16:33

    Já CHEGOU….

    Gostar

    • 11 Janeiro, 2020 17:54

      Pois chegou. Mas depois foi embora, mal tratado pelos ingratos do país e pelo divisionista que neste momento é o líder do partido.

      Gostar

  5. Procópio permalink
    11 Janeiro, 2020 17:06

    Estes partidos políticos ficam aquém das necessidades de um país em decadência acelerada. A reformulação vai passar por factores em parte imprevisíveis.
    Um deles tem que ver com a denúncia de programas de lavagem cerebral e a forma de lhes fazer face. Estão em curso, não são estes partidos que os neutralizam, alguns até servem-se deles para caçar votos a cada esquina..

    A vontade das pessoa está minada pelo medo. À frustração e a desmoralização seguem-se as ilusões propagadas pelos políticos nas mais diversas áreas: saúde, educação, cultura. Impostos sufocantes no meio de engenharias financeiras para tótós.
    Os reforços positivo são as festas, os jogos e os penaltis. Alimentam os fanatismos.
    Os reforços negativos são a droga, os sedativos, os anti depressivos, a pedofilia, a corrupção, a violência gratuita e as catástrofe ambientais, sempre culpa dos outros.
    Assim se vai criando o caos, perseguem-se os opositores com jornalistas comprados, as moderadoras e apresentadoras feitas meretrizes, abrindo caminho para uma sociedade da informação fascista sempre com a palavra democracia na boca.
    Estamos perante uma manipulação maciça da sociedade a través de redes sociais e uma autêntica tortura psicológica contra quem resiste à bandalheira.
    Os neoliberais e não sei quem mais.
    Apesar de todas as lavagens cerebrais,do caos, às vezes, surgem surpresas.
    Com a ajuda destes políticos nunca.
    O futuro continua nas nossas mãos.

    Liked by 2 people

  6. Luís Lavoura permalink
    11 Janeiro, 2020 17:25

    O PSD uni-se-á quando tiver ganhado; não se unirá antes de ganhar.
    Aquilo que une o PSD é ter a mesa do orçamento à sua frente para se banquetear.

    Liked by 2 people

  7. 11 Janeiro, 2020 18:22

    o que nos vale é o mov5.7 do vitô cunha…

    Gostar

  8. Leunam permalink
    11 Janeiro, 2020 21:41

    Esta é uma característica dos Portugueses:
    Quando em livre associação ou agrupamento, geralmente, em vez de se unirem e esbaterem as diferenças actuam como um saco de gatos.

    Gostar

  9. Arlindo da Costa permalink
    12 Janeiro, 2020 01:59

    Pois…. o problema psíquico dos portugueses é estarem sempre à espera dum D. Sebastião.

    Gente fatalista e messianista!

    Não vão longe com esses estados de alma.

    Gostar

  10. Leunam permalink
    12 Janeiro, 2020 18:20

    Pois não vão longe com esses estados de alma, Sr. Arlindo Costa!
    Não vão não!

    Sobretudo se estiverem à espera daqueles que:

    Tudo reivindicam, mesmo sabendo que pouco ou nada podem obter sem o prejuízo sério de outrem.

    Onde entram, semeiam a discórdia.

    Em muitos casos, não cumprem a Lei vigente.

    Não construíram nem constroem algo de verdadeiramente útil e duradouro para a sociedade onde vivem.

    Não criam nem nunca criaram um posto de trabalho, que dê pão a quem nele moureje.

    Invejam o que os mais bem sucedidos têm e, se possível, surripiam-lhes algo do que a eles pertença.

    Não agradecem o que outros fizeram para seu bem-estar.

    Apelidam de palavras feias, e geralmente imerecidas, todos quantos deles discordam.

    Insistem sempre no mesmo erro, ainda se que lhes demonstre, perante as mais cruas realidades, que estão errados.

    Com gente desta Portugal não irá longe, seguramente!

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: