Saltar para o conteúdo

O estilo adoptado na entrevista do Observador a André Ventura

5 Março, 2020

era mostrar aos indecisos em dar o seu voto ao líder do Chega que o podem fazer sem receio algum pois o homem é um modelo de auto-contenção? Na verdade não vejo outra explicação que não seja esta para o tom de “debate-vamos apanhar-te” adoptado na referida entrevista.

31 comentários leave one →
  1. Weltenbummler permalink
    5 Março, 2020 10:46

    se um Ventura incomoda muita gente …

    Liked by 2 people

  2. Ausente52 permalink
    5 Março, 2020 11:06

    aquilo foi uma nojeira de entrevista. Os entrevistadores nem souberam disfarçar a missão que era ridicularizar politicamente André Ventura.
    Os dois inquisidores não tiveram nem têm bagagem para André Ventura e acabaram por lhe prestar um excelente favor. O CHEGA mete medo a muitos parasitas.

    Liked by 3 people

  3. Chopin permalink
    5 Março, 2020 11:31

    O Observadeiro é um jornal cripto-socialista. Não se entende como há quem se deixe enredar em mais esta aldrabice.
    O viés de esquerda, a censura nas caixas de comentários, etc. Um pasquim socialista tão independente como o Polígrafo 🙂
    Esta entrevista foi ridícula. Três socialistas de dedo no ar, a tentar toscamente denegrir o convidado, sempre a desconversar. Mas, aquilo foi um frete tão primário, tão pueril, que vai ter o efeito contrário.
    Fez lembrar a entrevista ao prof. Cavaco nas primeiras presidenciais, protagonizada por aquela criatura empalhada, a meio do processo de mumificação, uma tal de Cunha e Sá.
    Todos estes militantes que substituíram os jornalistas nas redações, falam em circuito fechado e uns para os outros. Ainda não perceberam que as pessoas já estão a acordar da hibernação de 45 anos.

    Liked by 6 people

    • Filipe Bastos permalink
      5 Março, 2020 15:05

      “Fez lembrar a entrevista ao prof. Cavaco nas primeiras presidenciais, protagonizada por aquela criatura empalhada, a meio do processo de mumificação, uma tal de Cunha e Sá.”

      A Constança vai a meio; a Múmia Cavaca já nasceu mumificada. É um fenómeno mundial, até o Egipto nos inveja. Se lhe entalassem uma vassoura no rabo ninguém notava a diferença.

      Sobre o Polígrafo. Questão genuína: pode dar exemplos dessa parcialidade xuxa?

      Lembro-me de quando o Bosta quis bater a um velhote, na campanha eleitoral, o Polígrafo ter-se focado numa trivialidade qualquer. Mas não tinha ideia de ser assim tão xuxa.

      Liked by 1 person

      • A.Lopes permalink
        5 Março, 2020 17:15

        Ó fiilpe:ainda acredita no pai natal? Olhe com olhos de ver e oiça com ouvidos sãos!

        Liked by 1 person

  4. FreakOnALeash permalink
    5 Março, 2020 12:15

    É uma VERGONHA o que se está a passar no Observador. O Observador revelou-se, inicialmente, publicação isenta nas notícias, crónicas e artigos de opinião publicados e nada faciosa em termos de moderação nas caixas de comentários (até demais, porque os comentadores avençados, principalmente os de esquerda, são um atentado à racionalidade humana, insultuosos e…bestas mesmo). Agora temos lápis azul nas caixas de comentários que apaga principalmente o que vai contra a narrativa da publicação e do estado ou seja contra a esquerda!!!

    Liked by 3 people

    • 5 Março, 2020 19:24

      Money, money money… comanda tudo, e não há redação que resista.

      Eventualmente, se o André não tiver apoio sólido, acontecer-lhe-á o mesmo.

      É preciso que figuras públicas, que claramente o apoiam, saiam do conforto, esta é uma luta para todos e de todos (os não-socialistas): combater o socialismo.

      Pelo menos contribuir com a militância ao Chega. Não basta mandar “piopardos” nas redes sociais, há que agir e reagir.

      Contra o socialismo marchar, marchar.

      Liked by 1 person

    • Zé Manel Tonto permalink
      7 Março, 2020 12:57

      Apagam comentários, ou nem os permitem, sem sequer explicitarem o porquê.

      Comentários sem insultos ou palavras mal criadas, simplesmente desaparecem.

      Têm um logotipo azul, e um lápis também.

      Gostar

  5. Expatriado permalink
    5 Março, 2020 12:29

    Fizeram o mesmo aquando Assunção Cristãs foi entrevistada antes das últimas legislativas…

    Li algures que a gaga/tremeliqueira Constança da TVI foi despedida. Foi? Ainda acaba na SIC…

    Liked by 1 person

  6. 5 Março, 2020 13:52

    além de modelo de auto-contenção, eu acho que se pode incluir de auto-incoerência…

    Gostar

  7. procópio permalink
    5 Março, 2020 15:33

    Poderão até vir a ter saudades da moderação do André Ventura.
    Tudo está a mudar muito depressa

    Liked by 1 person

  8. A.Lopes permalink
    5 Março, 2020 17:19

    Houve uma altura em que subscrevi o Observador! Desisti! Aquilo stá mesmo transformado na nova Acção Socialista! O que me deixa embasbacado é que o director é uma pessoa sensata! Que raio de mistério aconteceu para que aquilo se tenha transformado num pasquim nojento e censurador?

    Liked by 1 person

  9. MJRB permalink
    5 Março, 2020 17:42

    O Rui Pinto ainda continua preso ?

    Liked by 1 person

  10. SRG permalink
    5 Março, 2020 17:52

    O pânico está instalado é um facto. Os jornaleiros do regime ainda não se aperceberam que, com esta atitude estão a ajudar o AV a ter o partido todo na Assembleia. Espero que isto seja um sinal de mudança, já que os tugas andam a hibernar há muitos anos.

    Liked by 1 person

  11. Mario Figueiredo permalink
    5 Março, 2020 18:18

    Já outros acima de mim disseram tudo. Não vou repetir.

    Gosto muito de a ler, Helena. Mas tenho pena que seja no Observador, onde já nem você, o Paulo Tunhas, a Maria João Avillez, o Eduardo Sá, a Cristina Miranda, ou o Alberto Gonçalves me fazem querer subscrever.

    Se o seu contracto o permitir, passe a colocar aqui na íntegra os seus textos da semana anterior. Se não o permitir, imploro-lhe que deixe de colaborar com esse jornal que de modo algum está do seu lado.

    Liked by 2 people

    • Mario Figueiredo permalink
      5 Março, 2020 18:28

      Para clarificar, por “não estar do seu lado” eu refiro-me ao facto de não representar os seus valores, Helena. Usa-se apenas de si e outros tantos para fazer passar uma imagem de imparcialidade, ética profissional e linha editorial centrista, que rapidamente cai por terra quando os seus leitores manifestam opiniões próprias.

      Nem tão pouco passa no teste to polígrafo, já que o Observador é ele também um frequente exemplo dos muitos casos que a Helena tem apontado de noticias sonegadas.

      Liked by 2 people

  12. lucklucky permalink
    5 Março, 2020 20:24

    A redacção do Observador é toda de esquerda ou extrema esquerda.

    Gostar

  13. Vasco permalink
    5 Março, 2020 22:38

    Eu até acho q os entrevistadores foram brandos. Quando o discurso sai dos temas habituais o homem mete os pés pelas mãos. Eu até acho que ele deve ir rapidamente para um cargo qualquer ministerial para lhe acontecer o “ efeito Santana Lopes “. Aquilo está tudo colado com cuspo.

    Gostar

    • FreakOnALeash permalink
      6 Março, 2020 10:27

      Nada contra o estilo agressivo da entrevista…mas quero vê-los a fazer o mesmo ao Costa, à Catarina e à Joacine…de outra forma não têm credibilidade nenhuma.

      Liked by 1 person

    • Tiradentes permalink
      6 Março, 2020 11:58

      Com cuspo está colado também todo o discurso trauliteiro populista da Trotsky Katryna e os jornaleiros fazem de conta que não sabem de nada e até lhe beijam os pés.

      Gostar

  14. Procópio permalink
    5 Março, 2020 23:49

    “Gosto muito de a ler, Helena. Mas tenho pena que seja no Observador, onde já nem você, o Paulo Tunhas, a Maria João Avillez, o Eduardo Sá, a Cristina Miranda, ou o Alberto Gonçalves me fazem querer subscrever”. Mário Figueiredo.
    O Observador, apesar de tudo é bastante diferente dos pasquins. Um jornal deve recusar o monolitismo dos jornaleiros que criticamos.
    Helena Matos, os jornalistas apontados acima, bem como José Manuel Fernandes, jamais pactuariam com orientações totalitárias.
    O tempo corre depressa, até 2021 o controlo vai fugir das garras dos geringonços, dos aventais. As falinhas mansas do principal responsável passarão a zumbir nos ouvidos.
    A crise vai abater-se brutalmente. Já se abrem rombos no edifício da mentira, de fachada democrática e interior totalitário. Foi habilmente construído ao longo de décadas com recursos escandalosamente roubados a largas faixas da população impreparada e e intoxicada por slogans. Tem sido apoiado por canalhas que habitam em Bruxelas e Berlim.
    O pilim vai acabar, seguem-se anos turbulentos. A década de 2020 marcará uma época em que a fantasias das engenharias financeiras dos sem tinos serão esmagadas pelas dívidas acumuladas facea bancos na ruína. Já se ouvem estoirar as bolhas, os especuladores serão denunciados, o dinheiro fácil evaporar- se. Traumas fiscais se seguirão. O passeio nacional da alegria terminará de forma imprevisível. Os principais culpados vão ter problemas.
    Vamos então rimar. “Guarde este conselho, como eu guardo para mim. Não há bem que sempre dure e nem mal que não tenha fim”.

    Liked by 1 person

  15. 6 Março, 2020 00:11

    que engraçado topar as pessoas. dizer mal do homem é encarado como ter um emblema na na lapela a dizer : ai , sou tão bom cidadão , tão contra o fascismo. -:)

    Liked by 2 people

  16. Arlindo da Costa permalink
    6 Março, 2020 01:49

    Mas o Ventura tem alguma credibilidade? 🙂 um comentador de bola de meia-tigela é agora o vosso ídolo? 🙂

    Lembro-vos que ele ele ao mandar a deputada Joacine para a «terra dela» ofendeu a mulher do amigo Pedro Passos Coelho que era de origem – também ela – guineense.

    Eu se fosse ao Pedro ia ao encontro daquele babosão e dava-lhe uma cacetada nos cornos.

    Liked by 1 person

    • Zé Manel Tonto permalink
      6 Março, 2020 07:08

      Não consta que a mulher de Passos Coelho andasse a insultar Portugal e os Portugueses a cada oportunidade.

      Se não percebes a diferença és mais bronco que o que pareces.

      Liked by 2 people

      • Tiradentes permalink
        6 Março, 2020 07:52

        Não só bronco. Bronco acaba por ser um elogio. É mais um dos racistas invertido pois negro só é bom quando fala mal dos brancos, dos europeus. A mulher do Passos Coelho era uma mulata “fássista submissa” ao “colonialismo racista europeu” pois não vilipendiava nem os valores nem a cultura da sociedade quem que se inseriu. O “uso do cadáver” é uma prática comum entre estes sociais-fascistas dialécticos. Entretanto o Arménio com um chuto no escurinho passa pela sombra destes racistas que não vêem ou não viram insultos à Joacine. Um verdadeiro social-fascista vê insultos racistas nos outros mas não consegue ver nos deles.

        Liked by 2 people

    • lucklucky permalink
      6 Março, 2020 07:57

      O Arlindo parece julgar as pessoas pela cor da pele, outros como Zé Manel Tonto parece julgar pelo carácter.
      Sabes quem é que defendeu semelhante coisa Arlindo? vê lá se descobres.

      Gostar

  17. Duarte de Aviz permalink
    6 Março, 2020 02:55

    Eu vejo a garrafa meia cheia… Acho que o AV vai rever esta entrevista muitas vezes para se preparar para o que aí vem. O jornalismo “campo de minas” é o que ele vai ter que enfrentar. Entrevistas agressivas não o devem incomodar. Os eleitores percebem a marosca.

    Liked by 2 people

  18. Lino permalink
    6 Março, 2020 08:49

    A entrevista pode ser útil para AV. Ele replicou com sucesso a todas as farpas e foi menos convincente na questão do Benfica. Pode ter que rever alguns aspectos do seu posicionamento neste âmbito.

    Gostar

  19. Beirão - RC permalink
    6 Março, 2020 09:27

    Ouvi a entrevista e aquilo, da parte de ambos os inquisidores da stasi, foi uma vergonha, a mim causou.me asco. A cachopa e o cachopo, coitados, dois tansos sem vergonha nem saberes, convenceram.se que iam esfolar André Ventura, fazendo juz á madrassa da cultura marxista onde tiraram o diplimazinho de aprendizes de jornalistas.
    Esta é a comunicação social que temos.
    O André Ventura, inteligente e competente, reduziu os energumenos inquisidores á sua insignificância, a merda.
    André Ventura ganhou o meu voto e o de muitos milhares de portugueses.
    Chega!

    Liked by 2 people

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: