Saltar para o conteúdo

Renovação de termos do contrato social

17 Março, 2020

Começa a discutir-se o problema do país – ou, mais propriamente, dos vários países – pararem durante um período de tempo tão alargado. É uma questão que merece ponderação, naturalmente, mas cuja situação se resume essencialmente a dois pontos:

  1. Quem vai sofrer o embate pela quebra económica são as gerações que estão agora no activo. Estão os mais velhos preparados para, em troca de protecção agora, abdicarem de redução significativa das pensões futuras?
  2. Está o estado disposto a que as gerações mais novas, doravante, possam optar por entregar parte significativa das suas prestações de protecção social a entidades privadas?

Mediante a resposta “sim” a ambas as questões ficam reunidas as condições necessárias para se poder lidar com o que aí vem após a epidemia, que será sempre mais sangue, suor e lágrimas.

7 comentários leave one →
  1. Weltenbummler permalink
    17 Março, 2020 16:37

    O Rio de Janeiro continua lindo
    Chacrinha continua
    Balançando a pança

    Gostar

  2. Expatriado permalink
    17 Março, 2020 17:58

    Isto vai ficar muito complicado mas ainda penso que o povoléu vai “deixar passar” quando lhes acenaram com os 10 euritos de aumento nas pensões. “Melhor que nada”, dizem-me.

    Quanto ao resto, melhor começarem a pensar nisto.

    Também já deviam de ter declarado uma emergência no fornecimento de medicamentos.

    https://video.foxnews.com/v/6142291269001?playlist_id=938973798001#sp=show-clips

    Isto é no que dá terem dado á China “os ovos e o cesto” do fabrico de medicamentos.

    NOTA: O Blasfemias continua a bloquear uma boa fonte de informação como o YouTube. No mínimo é muito lamentável!

    Liked by 1 person

  3. Velho do Restelo permalink
    17 Março, 2020 18:02

    Da minha parte, nem sangue, nem suor nem lágrimas! Só chumbo … muito chumbo no traseiro desses pulhas !

    Gostar

  4. Zé Manel Tonto permalink
    17 Março, 2020 20:33

    A resposta às duas perguntas é não, é imposta nas urnas pelo sufrágio universal, e o Estado mete-o na prisão se não pagar.

    Chama-se democracia, dizem…

    Gostar

  5. José Monteiro permalink
    17 Março, 2020 20:57

    Lamentei com o doente Sócrates, a redução dos abonos de família, em vez de admitir reduzir a minha pensão prateada.
    Diria que sim à primeira questão…esperando deixar de ver os desvios de milhões pessoais, de banca, empresas públicas ou empresas modelo PT, para offs em série.
    Em nome próprio como sinal de nada de anormal/corrupto como diz Mr Granadeiro? Então, porque fazer por evitar fisco & estimado público sobre tais milhões?
    Quanto à segunda… se com séria explicação ao estimado público, particularmente aos jovens: positivo versus negativo da opção.
    De qq modo, duas questões sérias que nenhum Partido irá apresentar a eleições.
    Economia de vento em popa.

    Gostar

  6. 17 Março, 2020 21:32

    Se depois da epidemia houver sangue, suor e lágrimas, já não será nada mau.

    Gostar

  7. JPT permalink
    18 Março, 2020 10:20

    Quanto à questão 1, é sabido que a maior parte das pessoas que integram esse grupo etário padece de grave perda de memória (e, infelizmente, também de outras capacidades intelectuais, desde logo pelas horas que passa a ver televisão e ler coisas no Facebook). Fiquei definitivamente esclarecido acerca disso com os resultados da PAF e do PS nas mesas de voto da Portela de Sacavém. Por isso, tire já o cavalinho da chuva.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: