Saltar para o conteúdo

A propósito de bestas

8 Abril, 2020

Tiago Dores: Este Stefan Löfven é uma besta. Na Suécia a estratégia de combate ao coronavírus resultou numa taxa de mortalidade escassas nove vezes superior à da vizinha Finlândia. Mas como Stefan Löfven não se chama Donald Trump…

A propósito de bestas este quadro coloca uma questão: porque não é Pedro Sanchez  uma besta? Imagine-se estes valores nos EUA ou no Brasil

Screenshot from 2020-04-08 13-08-18

44 comentários leave one →
  1. Filipe Bastos permalink
    8 Abril, 2020 13:58

    Ambos os lados querem fazer política com infectados e mortos. Isto não é política: é a velha pulhítica de sempre.

    A única conclusão a que querem chegar é também a de sempre: os ‘nossos’ são melhores que os ‘deles’. O benfica-sporting do costume.

    Quer os EUA tenham mais ou menos mortes, o sistema de saúde americano continuará a ser uma sórdida coutada de mamões. Uma vergonha.

    Quer a Europa tenha mais ou menos mortes, isto expôs a debilidade de um modelo de sociedade mais preocupado com PIBs, ‘mercados’ e bugigangas do que com a saúde da população. Ora vejam o artigo a seguir.

    Gostar

    • MJRB permalink
      8 Abril, 2020 17:13

      Exacto. Um SLBenfica-SCPortugal politicamente opinativo-e-já-tá.

      Tiago Dores, que não sei quem é mas bastou-me ler que tenta ilibar o Trump das suas decisões iniciais (e actuais) perante o C-19 comparando com o que é incomparável, fazer-me lembrar os putos que cometem erros e culpam outros ou, tentam disfarçar.
      Gostaria de ver certos tugas presididos, governados, por um trapalhão tipo Trump…Possivelmente sentir-se-iam incomodados, gozados, prejudicados, mas pateticamente, bovinamente e partidariamente apoiantes.

      Gostar

  2. Filipe Bastos permalink
    8 Abril, 2020 14:02

    Um artigo que os blasfemos vão adorar:
    https://unherd.com/2020/04/could-covid-19-vanquish-neoliberalism/

    Alguns highlights:

    The first and most obvious victim [of covid] is the idea that money is a scarce resource. In recent years, any proposal for economic redistribution has been met with the same smug question: “How are you going to pay for that?”.

    This crisis has revealed the austerity logic to be an utter sham: as modern monetary theory (MMT) has been saying for years, states that issue their own currency and issue debt in their own currency can never ‘run out of money’, because they can create money out of thin air [como faz a máfia banqueira!].

    According to OECD, Italy and Spain have today fewer hospital beds per inhabitant than China; France and Germany fewer than South Korea or Japan. Governments around the world are rushing to boost their hospital capacity, but for tens of thousands of people it is too late already.

    In other words, the crisis is exposing the neoliberal folly and injustice of extending a market- and profit-based logic to every domain of human life, including those, such as healthcare, which should be completely removed from the market.

    Moreover, it is showing that having a well-funded and rationally organised system of universal free care for all — which currency-issuing governments can totally afford in financial terms, as we have seen — isn’t just a matter of basic human decency but one of national security as well.

    There’s a reason why euro countries — like Italy and Spain — have been hit so hard: the EU remains the only economy where neoliberalism has been embedded into its very legal structure… they can’t ‘monetise’ the extra public funding needed to hire hospital staff and equipment, but instead have to go cap-in-hand to the ECB and the EU’s de facto leader, Germany, which have adopted a largely business-as-usual response, even as the bodies of the dead pile up in Spanish and Italian hospitals.

    Gostar

    • Olympus Mons permalink
      8 Abril, 2020 15:16

      Por falar em gente que gosta de fazer politica sobre os corpos dos velhinhos
      estamos conversados.

      Liked by 1 person

    • Zé Manel Tonto permalink
      8 Abril, 2020 22:33

      O Filipe, que não gosta de mamões, a defender o sonho dos mamões, imprimir papel, e quem vive do seu trabalho ou do que poupou paga com inflação. Maravilha.

      Porque os seus mamões metem o seu em activos que não desvalorizam dessa maneira.

      Essa de imprimir notas para pagar a má gestão resultou bem. O Zimbabwe e a Venezuela são só os exemplos mais espetaculares, mas há mais.

      Gostar

  3. Procópio permalink
    8 Abril, 2020 14:05

    O tempo do Pedrito está a chegar, pelas mesmas razões que coloquei no meu post
    “Portanto os chineses comem morcegos e pangolim e nós, no ocidente”

    Gostar

  4. A. R permalink
    8 Abril, 2020 14:34

    Afina na Europa os SNS não mostram ser mais capazes que os baseados em seguros.
    Afinal o desempenho dos EUA é francamente superior a´da ditadura espanhola. Há outros que está muito bem: socialista mas amado pela esquerdalha.

    https://www.periodistadigital.com/mundo/america-latina/20200408/the-economist-situacion-venezuela-terrorifica-noticia-689404289269/

    Liked by 1 person

    • Olympus Mons permalink
      8 Abril, 2020 14:56

      A R,
      Correcto. O desempenho dos EUA só tem paralelo na europa na …. Alemanha!
      Qual frança, qual Suíça, qual Reino Unido… Só a Alemanha consegue bater os EUA no ratio de sobrevivência e por pouco.

      Aliás entre o Medicare (para mais de 65 anos ou com deficiência) ou o Medicaid (baixos rendimentos) só os xuxas que não se enquadram nos grupos acima lá do burgo também não querem pagar para poder comprar um carro melhor ou gastar no cartão de crédito.

      Aliás, mesmo esses…

      On average, employers paid 82 percent of the premium, or $5,655 a year. Employees paid the remaining 18 percent, or $1,241 a year. For family coverage, the average policy totaled $19,616 a year with employers contributing, on average, 71 percent, or $13,927. Employees paid the remaining 29 percent or $5,689 a year…”

      Realmente 5,600 USD???…. Eu pago aqui 3,080 USD (2800EUR) ao ano e vivo em Portugal e ainda tenho que suportar o SNS. – Mas nem é essa a questão.
      Quanto paga em Portugal o tuga xuxa pelo pópó?

      Liked by 1 person

      • Olympus Mons permalink
        8 Abril, 2020 15:13

        e já agora…

        Correcto. O desempenho dos EUA só tem paralelo na europa na …. Alemanha!

        e mesmo com a alemanha, o que está a acontecer é que existe uma percentagem elevadissima de negros americanos que não estão a resistir ao COVID-19. Não fora esse facto e os EUA tinham um ratio ainda melhor que a própria Alemanha.

        Nao fora o facto de não haver cura, tratamento ou profilaxia cara ou diferenciada para o Covid e nao faltavam comunoXuxas a berrar que era porque os coitadinhos dos oprimidos negros nao estavam a ter acesso ao tratamento dos urricos”

        Gostar

  5. Bávaro permalink
    8 Abril, 2020 14:44

    porque não se toma doutras dores

    Gostar

  6. A. R permalink
    8 Abril, 2020 14:47

    Ali a toda socialista Espanha, onde o PODEMOS luta para silenciar a comunicação social, onde Iglesias tem um equipamento de cuidados intensivos no seu palacete de 600000 euros, onde os socialistas/comunistas vão para hospitais privados, onde o nº 4 do PSOE vai para um hospital da Opus os velhos morrem como cães vadios: muitos em casa e os números em Espanha são bem piores que os oficiais.

    Quem atacam os PODEMITAS? Amâncio Ortega: eles que se guindaram ao poder com as receitas em dólares da fome e da repressão em Venezuela e Irão dos sanguessugas comunistas e ayatollas.

    Imaginem o que seria se Esperanza Aguirre não tivesse construído e aumentado a capacidade do sistema de saúde em Madrid: vários hospitais, milhares de profissionais de saúde.

    Nesta Europa que gastou e gasta biliões para sustentar e a sustentar garimpeiros do nosso Estado Social – que recebem,não trabalham, nos agridem, nos odeiam- nesta Europa os velhos que descontaram para este Estado Social 35, 40 45 anos morrem à mingua da desgraçada Europa Socialista.

    Vai morrer esta Europa Marxista! Quando? Não sabemos… mas quanto mais cedo melhor.

    Liked by 2 people

    • Olympus Mons permalink
      8 Abril, 2020 19:38

      Quando alguém olhar retrospectivamente para o comportamento do governo nesta pandemia….agora é que os xuxa e podemos vão cair à séria…. VOX Espana!

      Gostar

  7. Expatriado permalink
    8 Abril, 2020 14:55

    Concordo com as palavras do Senador americano. Temos de nos libertar da dependência industrial da China, e não só.

    https://video.foxnews.com/v/6147879511001?playlist_id=6097749916001#sp=show-clips

    Por cá, e como se pode constatar diariamente nas “conferências de imprensa” da DGS, continuam a esperar pelas dicas da OMS para tomar qualquer decisão. Não querem a responsabilidade de tomar decisões que impliquem algum gasto (Centeno não deixa). Querem um exemplo? Uso generalizado de máscara pela população. Mais uma vez seguem desde o princípio o que a OMS dizia. Agora, e segundo ainda a OMS, já admitem, com relutância, que as máscaras têm valor positivo contra a propagação de doenças para quem as usa. Mas dizem que não há máscaras em número suficiente. Porquê? Porque não as compraram a tempo para não estragar “as contas” de Centeno/Costa/Marcelo… E como isso muitas outras coisas. Go figure it out.

    Chego a ter pena daquela gente nas tais “conferências de imprensa” da DGS. Ambiente gelado de quem se sente atirado para os cornos do touro com a cara que o povoléu vê e a quem vai apontar o dedo. Os outros estão na sombra a manobrar as três marionetes.
    Porreiro pah.

    Quando isto acabar não vai ser só a China que vai prestar contas. Por cá também terão de uma vez por todas assumir, e pagar, pelas acções e decisões que tomaram. Haja tomates para os julgar.

    Liked by 2 people

  8. Olympus Mons permalink
    8 Abril, 2020 15:00

    A R,
    Em Portugal só tem uma resposta – André Ventura.

    Liked by 1 person

    • MJRB permalink
      8 Abril, 2020 18:37

      “O grande líder” que pediu a demissão da presidência só porque houve uns contestatários nas redes sociais… Porra, nem o Tino de Rans faria isso.
      Se o AVentura é o adorado líder da Direita tuga, esta está muito mal em tudo, embora cresça eleitoralmente, tal o desespero… Desespero só para marcarem terreno.
      O oportunista Ventura (socialmente nada seria sem a visibilidade que o SLBenfica lhe deu via abominável CMTV) é um pau mandado, uma lebre na corrida. Um dia irá com o dono e abanará o rabo de contente.

      Gostar

      • Olympus Mons permalink
        8 Abril, 2020 20:06

        Sim… no momento em que pessoas do chega se insurgem com ele por não moderar o seu direitismos e por não se aproximar do centro, porque (correctamente) é ao centro que se chega ao poder e essas mesmas pessoas estão mortinhas por ser opçao de poder – Bandido esse ventura por não comprometer os seus principios. Não era ele que era um troca tintas?
        Eu do Ventura só quero uma coisa. Não se cale e chegue aos 10% dos votos. O regime xuxalista que substituiu o antigo regime treme.

        No dia em que os portugueses ouvirem os 10 ou 15 venturas que aí veem o regime xuxalista treme na base. Como está a acontecer em espanha, quando deixou de ser só o Abascal e passou a ser também Espinosa de los Monteros, Ortega Smith, Rócio Monasterio. O grande desafio do Ventura será arranjar pessoas de calibre que digam com diferente semantica, estilo e prosa o que ele diz. Mais nada.

        Gostar

  9. 8 Abril, 2020 17:53

    Agora vai começar o debate sobre, “os cus que eu gosto de lamber são mais limpos e saborosos que os cus que tu gostas de lamber”…

    Gostar

  10. Procópio permalink
    8 Abril, 2020 17:55

    Gostaria de lembrar que no presente momento, qualquer iniciativa liderada seja por quem for que ouse contestar o status quo é rapidamente anulada pela máquina de propaganda montada desde há muito pelos geringonços e generosamente financiada.
    Será necessário esperar por acontecimentos relacionados com o tombo que a economia mundial vai dar que vão levar á podridão da iberia. Só então será viável algum tipo de mudança que não vai deixar de ser dolorosa.
    Ele vai acontecer certamente, mas vai ter de esperar grandes transformações a nível das a super estruturas a que já me referi.

    Liked by 1 person

    • MJRB permalink
      8 Abril, 2020 18:25

      Provavelmente isso tudo, “cá” e “lá”.

      Também, ao que parece, culpa dos FDP do governo chinês, que durante dois meses ocultou a gravidade do vírus. Deveria haver uma espécie de Tribunal de Haia para os punir. E a outros, no futuro.

      Gostar

      • Albano Silva permalink
        8 Abril, 2020 18:51

        MJRB: Acho que seria difícil instituir um Tribunal para julgar o governo chinês pelo que tentou encobrir, o que se pode considerar um crime de proporções que ora se constatam. Que tal, em vez disso, recusar pagar por todo o material que hoje fornece a todo o mundo para combater a pandemia? Creio que era uma atitude perfeitamente justa, não?!

        Gostar

      • MJRB permalink
        8 Abril, 2020 19:36

        Albano Silva,
        De acordo.

        Uma coisa seria o governo chinês não ter dados suficientes sobre a gravidade emergente, ter tratado o caso pontualmente. Outra, o que está mais ou menos provado, tê-la omitido, negado, durante dois meses internamente e sem avisar países — um crime ! E os crimes são puníveis em tribunais.
        Pelo menos, espero que nas Assembleias Gerais das Nações Unidas, na OMSaúde e noutros meetings, surjam muitos países a questionarem duramente a China.

        Recusar pagar-lhes o material hospitalar ? Era o que eles queriam e aproveitariam politicamente. Os chineses politicamente sabem o que fazem, não se excitam, esperam, estudam o adversário como poucos.

        O Mundo está cada vez mais dependente de dois líderes: Putin e Xi. Se se aliarem para certas estratégias (não serão impossíveis…), o Ocidente está fodidinho.

        Gostar

      • Zé Manel Tonto permalink
        8 Abril, 2020 22:40

        Para tramar os chineses é só não hes comprar as bugigangas.
        Mas a malta gosta de tralha barata.

        Gostar

  11. Liberal de Bancada permalink
    8 Abril, 2020 18:44

    Helena, tenha atenção que há muitos bons portugueses que estão a começar a perceber que isto foi tudo muito exagerado. Você ainda vai na cantiga do número de mortos? Tem lido o que nos fala o Rodrigo Moita de Deus? Não viu que o sr. Salvini já pediu para reabrir as igrejas, e que o Vaticano infectado pela esquerda se recusa a fazê-lo?

    Gostar

  12. Velho do Restelo permalink
    8 Abril, 2020 18:54

    Sim é um facto, a Suécia tem os piores indicadores da Escandinávia!
    Sendo países semelhantes na localização, clima e situação económica é um caso interessante para estudo, sobretudo na comparação de resultados vs estratégia utilizada.
    Não percebi qual o interesse de destacar as colunas “New Cases” e “New Deaths” para comparar países com populações totalmente distintas, quando tem disponível “Deaths/1M pop”!
    Pior ainda, quando se está a falar da Suécia e ela nem está visível na tabela!
    Para análises deste tipo recomendo este sítio !
    A Finlândia tem um bom rácio de óbitos (0,0006% da população), mas fez apenas 3770 testes/Milhão de habit., na Noruega o mesmo rácio é 0,0013% (o dobro da Fin), mas fez 15570 testes /Mhab (4x Fin)!
    Então ninguém fala do Boris ? Isto é que são uns amigos … está o gajo todo entubado nos UCI, e nem um voto de melhoras ?
    Ou será que conhecendo a criatura, já toparam que ele foi lá só para experimentar o equipamento ?
    Ele guia camião, empilhador … e agora foi experimentar o ventilador 🙂

    Gostar

    • JPT permalink
      9 Abril, 2020 09:42

      Eu diria que, nos países com a capacidade de aguentar o pico de procura aos serviços de urgência, o “ratio” que interessa é o final. Numa opção política legítima, prescindiu-se da imunidade de grupo para evitar a sobrecarga desses serviços. O preço dessa opção, como é evidente, é a persistência da epidemia (e, portanto, do número de pessoas que sucumbem à mesma) durante muito mais tempo, pelo que haverá que ver – provavelmente no final do ano que vem, qual foi a política mais eficaz em termos de poupança de vidas (e note que, a política menos eficaz em termos de vida terá, mesmo assim, sido perfeitamente legítima, se os serviços de urgência não tinham capacidade para gerir os picos de procura).

      Gostar

      • Velho do Restelo permalink
        9 Abril, 2020 12:19

        Finalmente um comentário que denota algum conhecimento (apesar de ser de outra área de formação, penso eu 🙂 ).
        Totalmente de acordo, ressalvando apenas que há a considerar também que o esforço dos profissionais de saúde não será totalmente em vão !
        O nº de baixas (na população em geral) num cenário controlado, será certamente inferior do que no cenário “deixa andar”, onde as únicas mortes que se poderiam evitar seriam precisamente nos profissionais de saúde!

        Gostar

      • 13 Abril, 2020 17:56

        —>

        Gostar

  13. 8 Abril, 2020 19:16

    Uma pandemia que se preza deve ter repercussões visíveis nas estatísticas de óbitos. Isto, no período em que a pandemia esteve ativa (se for inferior a 1 ano) deve haver mais óbitos que na média dos 5 anos anteriores, considerando o mesmo intervalo de tempo em cada um desses anos.
    Em Portugal morrem, em média cerca de 100.000 pessoas por ano, média dos últimos 6 anos. Desvio padrão + ou – 2000 óbitos. Logo, se em 2021, quando forem divulgadas as estatísticas de óbitos referentes a 2020 disserem que morreram 102.000 pessoas, isso significa que não houve pandemia nenhuma… 2020 foi um ano normal.

    Números fictícios, mas próximos da realidade. Fonte: Portdata.

    Gostar

    • Velho do Restelo permalink
      8 Abril, 2020 19:40

      Vá dizer isso aos espanhóis ou aos italianos …
      Se isso acontecer por cá, vai ter de agradecer ao Costa e a quem o “empurrou”!
      De facto a Helena escolheu muito bem o título 🙂

      Gostar

    • MJRB permalink
      8 Abril, 2020 20:19

      Quantidades fictícias acredito que as haja na China.

      Não há pandemia ? 95% das fronteiras estão encerradas. Mais de metade da população mundial está confinada em casa — quando houve algo semelhante ?
      Mais a quantidade de assintomáticos, de contaminados em casa, hospitalizados e de óbitos.
      Todos os países sem resposta hospitalar para assistir doentes. Faltam médicos e enfermeiros, muitos desesperados, extenuados.
      Hospitais improvisados. Tendas militares (no caso português também do INEM) e da Cruz Vermelha instaladas às entradas dos hospitais, em parques. A China monta e apetrecha dois monumentais hospitais em três semanas. O maior navio-hospital norte-americano atracado de urgência em Nova Iorque.
      O caos. O medo. Etc.

      Gostar

      • Zé Manel Tonto permalink
        8 Abril, 2020 22:49

        “quando houve algo semelhante ?”

        Nunca, mas é por isto ser particularmente grave.

        Nunca houve nada semelhante, porque nunca a população foi tão mole, que achasse que era o fim do mundo se morresse 0,5% da população, nas piores previsões.

        “O caos. O medo.”

        Dantes não havia redes sociais. Agora o tolinho da aldeia pode falar para o Mundo inteiro, e toda a gente ficar em pânico.

        Gostar

      • 9 Abril, 2020 12:03

        @Zé Tonto, com a verdade me tentas enganar ! Só se aproveita o último parágrafo, que por sinal também funciona ao contrário :” Dantes não havia redes sociais. Agora o até o Zé Manel Tonto pode falar para o Mundo inteiro, e tentar enganar os outros tontos, negando as evidências”.
        Isto faz-me lembrar as regras de vida das formigas! Perante um curso de água, umas quantas sacrificam a vida para fazer pontes por onde as restantes passam, garantindo assim a sobrevivência do formigueiro !
        Estás nitidamente armado em “formiga líder”, a mandar os outros fazerem pontes, para tu poderes passar !
        Conheces o manguito do Bordalo ? Então toma lá .l.

        Gostar

      • Zé Manel Tonto permalink
        9 Abril, 2020 16:47

        Velho, esse tiro das redes sociais, a mim passa-me ao lado. Não tenho. Também não vejo tv. Talvez por isso não esteja em pânico.

        Mas que esta situação é única na História, é.

        O estudo alarmista do Imperial College falava em 200 mil mortos no Reino Unido se não fossem tomadas medidas nenhumas. Isso são menos de 0,4% da população.

        Não tenho conhecimento na História da Humanidade de nenhuma sociedade que arriscasse uma recessão brutal, percentagem elevada de desemprego, e dívida gigantesca para as próximas dezenas de anos, para impedir que 0,4% da população morra.

        Eu prefiro apanhar corona e morrer, que ter o Governo a ameaçar que manda a polícia prender-me se sair de casa. Há quem não tenha a mentalidade de escravo que o portuguesinho comum apresenta.

        Gostar

      • Velho do Restelo permalink
        10 Abril, 2020 15:22

        Zé Tonto, na volta acertei, mas vc ainda não deu conta !
        Eventualmente os “blogs” até podem não ser considerados na classe das “redes sociais” pelos gurus da coisa, mas deixando de parte esses “purismos” de linguagem, o que está em causa na sua frase :
        “Agora o tolinho da aldeia pode falar para o Mundo inteiro, e toda a gente ficar em pânico.”
        é o facto de qualquer “tolinho” poder falar (ou escrever), e ser ouvido (ou lido) em todo o mundo !
        Então aquilo que vc escreve aqui no Blas pode ou não ser lido em todo o mundo ?
        Se até vc se intitula de “Tonto”, a frase assenta-lhe na perfeição !
        Eu diria submarino ao fundo!

        Gostar

  14. Procópio permalink
    8 Abril, 2020 20:27

    A. Silva toca no ponto.
    “Que tal, em vez disso, recusar pagar por todo o material que hoje fornece a todo o mundo para combater a pandemia? Creio que era uma atitude perfeitamente justa, não”?!
    A super estrutura mais perversa levou anos a.transportar grande parte da indústria para o oriente. Ganharam milhões com mão de obra escrava, permitiram um desequilíbrio de poder e de dinheiro brutal, fingiram que a globalização era uma coisa muito boa para todos, desenvolveram esquemas ponzi e offshores, criaram dívidas monstruosas e par a par com os sócios chineses, tornando países totalmente dependentes das entidades poderosas.
    Não aprenderam nada com os Leman Brothers, qual quê!
    Chegaram depressa á conclusão de que não precisaram da direita para nada, por isso ela sumiu-se envergonhada e atraiçoada. Optaram pela esquerda demagógica, em deriva social fascista, com as suas belas causas desestruturantes, o feminazismo com o pano de fundo roto e colorido.
    Face às dívidas de triliões, hoje a ruína espreita por detrás do frenesi das rotativas, da corrupção endémica e do crime organizado nas suas variadas facetas.
    O covid 19 é apenas um gatilho “trigger”: É que não há “bem” que sempre dure.
    Os ratos preparam-se para fugir do navio. Os mais fartos serão os primeiros a abandoná-lo. Fiquemos na praia a rezar para que as águas revoltas não propiciem maus encontros.

    Gostar

    • Velho do Restelo permalink
      9 Abril, 2020 12:32

      Sempre a terceira pessoa do plural : Eles permitiram, eles não aprenderam, eles ganharam milhões … mas que porra do caraças ! Afinal quem são eles ?
      E essa do “não pagamos …” não será demasiado esquerdistóide para aqui ?

      Gostar

  15. Cacim Bado permalink
    8 Abril, 2020 20:48

    Será que o politicamente correto avança a par do virus maligno, em nome da corrosiva agenda da emissão de opinião fora dos eixos?

    Gostar

  16. Pedro Grangeio permalink
    8 Abril, 2020 22:20

    As pessoas nascem, crescem e morrem sempre a ouvir o discurso do politicamente correcto. É como uma lavagem cerebral Não percebem que há outra opções, até porque não são divulgadas, não passam na Comunicação Social, SÃO CENSURADAS. E depois dizem que há liberdade de expressão. Deixem-me rir!!!!!!!!!

    Gostar

  17. 9 Abril, 2020 14:56

    os brasileiros nem sequer chegam à idade em que espanhóis estão a morrer( esperança de vida Brasil 75 anos / mortos Espanha maioritariamente + de 80 anos ) e o mesmo vale para os USA.

    Gostar

    • 9 Abril, 2020 15:00

      ahahaha Essa agora foi digna do gozo do Swift

      Portanto, as idades das pessoas que têm morrido e que são públicas têm de ser aferidas pela “esperança de vida dos povos”.

      Inteligente, essa boutade.
      Aposto que a esperança estatística também tem alto RO e já apanhaste esse vírus.

      Gostar

      • 9 Abril, 2020 15:09

        Toma lá o Swift… quando li isto lembrei-me logo de ti 🙂

        https://www.lavanguardia.com/opinion/20200329/48146994569/coronavirus-covid-19-pandemia.html

        Gostar

      • 9 Abril, 2020 18:47

        Ninguém, no Ocidente, considera ser-se velho aos 60 anos, da mesma maneira que aos 80 e tantos.

        Por outro lado, não se trata de fazer as contas a que idade se pode morrer deste vírus mas dos efeitos mais gerais da rapidez da sua propagação, tal como dos efeitos e lesões da doença.

        E aí, sim, entra tudo- até jovens a precisarem de tratamento para mim e uma coisas, incluindo acidentes e sem o poderem fazer.

        Gostar

    • 9 Abril, 2020 15:03

      Quanto muito, poderias dizer que em África as mortes tenderão a ser poucas.

      Mas isso é tendência antes, não são os factos dos que já morreram e que nem podem ser aferidas em termos de população geral, dado rondarem uma ínfima percentagem por milhão de habitantes.

      Liked by 1 person

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: