Saltar para o conteúdo

sobre a direita

12 Julho, 2020
by

O futuro pregresso da Direita, no Observador.

21 comentários leave one →
  1. Mario Figueiredo permalink
    12 Julho, 2020 12:59

    E a falta que fazia…

    A decadência da nossa jovem democracia nas mãos de uma tribo socialista já nem se esconde.

    Quando um ex-ministro de Estado transita directamente para o Banco de Portugal e diz em reunião aberta que a sua independência é para ser demonstrada e não outorgada, se nem sequer há alguém naquele parlamento que lhe explique que não é assim que funciona a democracia, muito menos podemos esperar que haja alguém que questione o sentido de estado e de dever público de quem ser dá à arrogância de defender este pensamento e ainda concorrer ao lugar cimeiro de um banco central.

    O desastre e completo descalabro da direita Portuguesa é tão maior pela forma como a esquerda se passeia no poder em Portugal.

    Liked by 3 people

    • Jornaleca permalink
      13 Julho, 2020 00:02

      Citação:
      “O desastre e completo descalabro da direita Portuguesa é tão maior pela forma como a esquerda se passeia no poder em Portugal.”

      Não concordo. Pensamento errado e perverso.

      Liked by 1 person

  2. 12 Julho, 2020 14:17

    A esquerda tomou o poder, não com boas maneiras e claras doutrinas, mas com pregões e acicatando ódios.
    E agora que ‘se passeia no poder’ não desarmou nem deixou de conservar e acirrar os seus cães.

    Não serão os ‘think tanks’ que, sendo necessários, os desalojarão.

    Liked by 1 person

    • rui a. permalink*
      12 Julho, 2020 14:54

      A esquerda tomou o poder porque, à falta de melhor, o eleitorado acreditou no que diziam. De resto, para quem conheça um bocadinho do que são os partidos político do poder, na Europa e na América, nenhum lá chegou sem fortes think tanks a prepararem o caminho.

      Liked by 1 person

      • LTR permalink
        12 Julho, 2020 15:35

        Por falar em acreditar no que dizem, veja “Dr Diogo Cabrita acusa os políticos de terem dado cabo do SNS” no YouTube (TQ5SxTEBypg). O Blasfémias faria um grande serviço ao país em publicá-lo aqui, porque ilustra muito bem a coincidência entre o que portugueses vêem e o que o “sistema” quer que se veja, não se veja, ou se veja conforme o momento (os swaps desparecereram repentinamente da face do país há anos). Só que neste caso correu muito mal porque se reuniu um médico no terreno e um endeusado ministro da saúde do PS e este foi incinerado ao vivo, como de resto se pode constatar pela cara dele e pelo copo de água. E isto é a ponta do iceberg. Migalhas à beira do que se passa nos submundos das paróquias locais, onde o conluio entre os poderes dos vários grupos do arco-íris se casam em farras, silêncios e pactos de Zurique que até custa acreditar serem possíveis.

        Liked by 1 person

      • Jornaleca permalink
        13 Julho, 2020 00:27

        O eleitorado acreditou? Ai sim?

        Então porque é que a esquerda totalitária está, desrespeitando as leis democráticas, a convidar para cá, estrangeiros a eito, que odeiam os nossos valores?

        Quem é que os financia?
        Quem é que dá o dinheiro?

        E porque é que fazem isso?
        Não é para encontrar novo eleitorado e alargar o poder no estado?

        O que é que fazem na Califórnia (EUA)? A única motivação é assegurar o poder para sempre, jogando falso. Porque eles sabem, que a maior parte dos ilegais vão votar nos socialistas, lá e cá vai ser na mesma.

        Quem é que começou a aumentar o peso do estado?
        Não foram os socialistas a comprar os eleitores como o dinheiro de todos?

        Que culpa tem a direita? Nenhuma.

        Gostar

  3. AntónioF permalink
    12 Julho, 2020 15:00

    Concordo com o seu texto, que gostei de ler e com parte da sua conclusão: “Hoje, em Portugal, a direita livre e democrática, defensora dos grandes valores do Humanismo e do Individualismo Liberal, não existe. Em bom rigor, nunca existiu. Estamos, por isso, condenados, tal como no passado, ao socialismo.”
    Isso deve-se unicamente a ela, à “direita livre e democrática, defensora dos grandes valores do Humanismo e do Individualismo Liberal”, que nunca se soube afirmar e sempre ficou refém de uma outra direita mais ligada a valores opostos aos do Humanismo e do Individualismo Liberal e profundamente ressabiada das liberdades conquistadas com o 25 de Abril e reafirmadas com o 25 de Novembro.
    Quanto à sua profecia “estamos, por isso, condenados, tal como no passado, ao socialismo”… isso, em democracia, é a escolha do povo.

    Liked by 1 person

    • Mario Figueiredo permalink
      12 Julho, 2020 17:57

      Não há escolha alguma quando não se oferecem opções distintas. Existe apenas a ilusão de uma escolha. Ilusão essa que é imagem de marca desta nossa IIIª República; a democracia ao serviço da oligarquia.

      Já em resposta ao seu comentário, diz que gostou do texto mas claramente não o leu com a atenção devida. E muito menos percebeu o desenvolvimento histórico que nos trouxe aqui. Quando pretende definir a direita portuguesa como “ressabiada das liberdades conquistadas com o 25 de Abril”, você revela pouca capacidade de interpretação e uma predilecção especial por slogans comunistas primários. Sugiro que se candidate a curador no museu da Rita Rita.

      Liked by 1 person

      • AntónioF permalink
        12 Julho, 2020 18:49

        Meu caro, fique o meu amigo com os “slogans comunistas primários” e com a candidatura “a curador no museu da Rita Rita” (quem é esta?). Se não percebeu o que escrevi, leia-o, p.f., novamente…
        Muito obrigado!

        Gostar

  4. MJRB permalink
    12 Julho, 2020 19:32

    Rui A.,

    A Direita em Portugal tem de convencer-se que neste e nos próximos anos não está, esqueça, sociologica, cultural e politicamente antes do 25 de Abril, no combate ao PREC, no MDLP, no ELP, no PDC, no CDS e no CDS-PP. Nem no PPD e muito menos no PSD. As pessoas são outras, os eleitorados diferentes, as redes de comunicação muito mais céleres, actualizadas e rebatíveis, as causas diferentes, as gerações no 25 de Abril com trinta, quarenta, cinquenta anos já não existem ou autoextinguiram-se interventivamente e os seus etariamente mais novos acomodaram-se. Com a agravante das jotas agirem anestesiadas, oportunistas, com a única ambição de um tacho, qualquer tacho.
    A actual Direita terá de trilhar um árduo, longo e novo caminho ideológico, social e cultural. Conversar-se, debater-se. À margem dos actuais partidos e nunca órfã de demagogos, oportunistas, intelectual e politicamente fatelas, rasuráveis e politicamente ocos. Se se contentar com eventuaos e só ocasionais apoios, não evoluirá nem, afina, se consolidará.
    A Direita tuga tem de ser inteligente, cultivar, demonstrar, evidenciar, propor inteligência e um moderno –não saudosista– patriotismo.
    Mais: essa Direita inteligente deve dispensar os raciocínios e conclusões da populaça e dos manjares-comícios das febras.
    Creio que não “vai lá” só com um , mas necessariamente com dois líderes. Encontrem-nos.
    Repito, está muito mal certa Direita tuga que, órfã, se revê no trauliteirismo, oportunismo e fatelice do gajo que sem a visibilidade que o SLBenfica lhe deu via TV, não seria convocado pelo seu chefe, pelos seus mentores.

    Gostar

    • MJRB permalink
      12 Julho, 2020 19:38

      Esqueci-me: o André Ventura está para a Direita, como, por exemplo o Jorge Coelho para a Esquerda-P”S”. Inaudíveis, insuportáveis, demagogos, oportunistas, atentados à inteligência.

      Gostar

      • Jornaleca permalink
        13 Julho, 2020 00:20

        Idiota, cretino.
        Donde vem tanta maldade e tantos erros, @MJRB?

        Gostar

    • Jornaleca permalink
      13 Julho, 2020 00:37

      @MJRB, por favor. Cale-se.

      Não fale da direita, porque a direita ri-se de si, dos seus valores. Você enfiou-se numa, e agora não sabe como sair dela, das redes socialistas e marxistas, mas arroga-se a insistir ter o controlo sobre tudo, o que não é verdade.

      Dar conselhos a quem sabe melhor do que você, faz algum sentido?

      Um elemento como o André Ventura já basta para dar cabo de você, intelectualmente.

      Vá semear batatas, primeiro.

      Gostar

  5. Leunam permalink
    12 Julho, 2020 22:26

    O País está, há mais de quatro décadas, entregue a incompetentes, aventureiros e sugadores do Erário.
    As direitas e as esquerdas são os dois membros da mesma figura execrável que, sob a capa duma democracia quimérica, só vive para sacar, e não para melhorar a GREI.
    Nada de bom se pode esperar desta chusma de energúmenos desonestos que, se fazem alguma coisa, é sempre a pensar nos seus próprios interesses e vaidades, pagando o que eventualmente façam com o dinheiro de empréstimos, não autorizados pelo Povo mas. obviamente, todos ao seu total encargo.
    Uma Nação completamente entregue a ratos, ratazanas e ratoneiros, chupistas, agora também chamados de MAMÕES.
    “Mal por mal, antes Pombal!”

    Liked by 1 person

    • Jornaleca permalink
      13 Julho, 2020 00:19

      Citação:
      “As direitas e as esquerdas são os dois membros da mesma figura execrável […]”

      Há aqui um grande problema intelectual. Nada pode ser mais errado.
      É um problema de má comunicação, de definir erradamente.

      A esquerda foi salvada pelo estrangeiro várias vezes, porque precisam deles. Por isso, os porcos puderam continuar com a má governação. Mas isso vai acabar no futuro breve.

      Você não compreendeu o que é que significa ser da direita. Senão não falava assim.

      A sua direita é na verdade também esquerda. Areia para os olhos.

      Gostar

  6. 13 Julho, 2020 00:05

    Muito bom texto. Grande reflexão. Parabéns!

    Uma provocação:
    no nosso país temos o pior de dois mundos: o pior do liberalismo e o pior do socialismo.

    O nosso povo, na verdade, bandeia-se entre o ódio e a inveja à burguesia, que é de direita.
    A nossa burguesia fala ‘à Cascais’ mal toca no bastão do poder. No fundo preferiam ser aristocratas a descendentes do avô carroceiro que os envergonha e da tia beata que arrota no final das refeições.
    A nossa aristocracia não aprendeu nada com o Ericeira, nem com o Pombal. Arruina-se ou ‘emprega-se’, amparada na rede de influências (pois, que isto sempre de herda alguma coisa).
    O Clero já não é o que era, agora, sempre que algum dos seus membros fala em nome dos pobres chamam-llhe comuna. Pronto.

    SE calhar valia a pena começar tudo de novo…

    Gostar

  7. Jornaleca permalink
    13 Julho, 2020 00:12

    Notícias dos EUA, para aprender!!

    Os estados socialistas e marxistas e ambientalistas Califórnia e Minnesota (onde faleceu o tal Floyd, sem a culpa do polícia) estão à beira da falência.

    A Califórnia quer cinquenta e tal mil milhões, para salvar o socialismo e o ambientalismo lá.
    Minnesota pede 500 milhões para salvar o marxismo.

    Agora andam a pedir dinheiro ao homem que tanto odeiam.
    Trump já deu a entender, que Minnesota não recebe nem um tostão. Zero!!
    E à Califórnia vai ser na mesma, se as leis o permitirem.

    Os que espalham ódio contra a direita, a pedir agora com total e a maior arrogância o dinheiro daqueles, que andam a combater, como se o dinheiro fosse deles e eles tivessem direito a ele. O que não têm. Heheheheh.

    A Califórnia é tão mal governada, que muitos aqui não sabem. No lugar de aprender a governar bem, não, não querem, querem é chular aqueles que sabem trabalhar e poupam.

    E em Minnesota tal igual.

    FUCK CALIFORNIA
    FUCK MINNESOTA

    A direita em Portugal está de parabens. Não inculpem os bons pelas misérias da puta da esquerda. Eles que aprendem ou desistem.

    Burros a odiar o capitalismo, mas quando se afundam, vêm pedir a quem? Ao capitalista.

    É dar malha nos porcos marxistas.

    Gostar

  8. Jornaleca permalink
    13 Julho, 2020 00:51

    E depois, este estilo provinciano, é demais.

    Falar da direita? O PSD não é da direita mais. O CDS também não.

    A maior parte dos comentadores nem sequer sabe definir correctamente, segundo a ciência.

    O PSD não é da direita, porque não defende os valores da direita. Ponto final. O que é que há mais a discutir? O CDS na mesma. Aquela parva que andou a vender o produto do comunismo verde, (Green New Deal) ao eleitor, uma total burra, que não domina o tema. Que não sabe até hoje, que o New Deal após a segunda guerra ou assim, foi um total fracasso, totalmente inútil, que retardou a a retoma da economia, ao contrário o que a esquerda burra e corrupta conta. Que não sabe, que o ambiente ri-se dela e de todos os tolos. Tantas vezes avisaram que o fim do mundo estava perto e sempre enganaram-se e a parva do CDS vem vender isso como se fosse matéria da direita? Ai sim?

    Andaram sempre a enaltecer burros em Portugal. O que é que a esquerda sabe? Nada de relevância. Sabem mamar do capitalismo, viver à custa dele, dar dinheiro a todo o pessoal, que votarem neles, instalarem-se no poder, enganar a todos que querem ser enganados e nunca mais sair de lá, só mortos.

    E agora vêm aqui inculpara a direita? Devem andar loucos. Ou continuam a ser ignorantes ou drogados. Dominar a matéria é que não dominam.

    A direita ganha sempre a esses chulos. É preciso é encontrar pessoal que queiram aplicar os valores da direita. Coisa que a esquerda odeia e vai combater a todo o custo, com força!!

    Quantos aqui é que estão dispostos em dar a vida pela pátria, se for preciso?

    Quem é que sabe, que a atrasada mental, Angela Merkel, já manipulou as eleições na Áustria, em Itália, pelo menos? E que se intrometeu também este fim de semana na Polónia? Isto são crimes da maior relevância.

    Quem é que financiou e ajudou a fundar o PS? Foram as putas alemãs.

    Há mais para dizer.

    Gostar

  9. lucklucky permalink
    13 Julho, 2020 07:58

    O texto é bom resumo mas o Rui A. não percebe o essencial.
    A Democracia só existe se os dois lados forem capazes de fazerem violência.

    Democracia acabou em Portugal porque só uma lado faz violência.
    Violência de Esquerda que é defendida pelo jornalismo Marxista.

    Nunca em Portugal um partido de direita com maioria dos votos poderá implementar a sua política enquanto este estado de coisas se mantiver.

    Gostar

    • Zé Manel Tonto permalink
      13 Julho, 2020 16:48

      “A Democracia só existe se os dois lados forem capazes de fazerem violência.”

      Quando aos dois lados for permitido o mesmo grau de violência.
      Eu prefiro que a polícia e os tribunais não permitam violência a nenhum dos lados.

      Mas se permitirem uns antifa andarem na rua à pedrada sem serem incomodados, que não vão chatear quando houver um grupo a retribuir na mesma moeda.

      Gostar

      • lucklucky permalink
        14 Julho, 2020 16:55

        Precisamente.

        “Eu prefiro que a polícia e os tribunais não permitam violência a nenhum dos lados.”

        É isso que não acontece.
        Você tem a GNR a permitir a destruição de plantações a PSP a tolerar a violência política Marxista nas cidades desde os protestos contra o G7 , à violência quando o Passos Coelho foi PM, às guerras quando estas estão a correr mal à Esquerda.

        Um país em que os Marxistas podem fazer manifestações com COVID mas o resto da população é perseguida e proibida ao mudar de concelho é um país onde a Neutralidade do Estado acabou.

        Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: