Saltar para o conteúdo

Eugenia artística

12 Agosto, 2020

O Olavo Bilac é hoje um de nós. Não faço ideia do que pensa politicamente, pouco me importa se se identifica com as coisas que Ventura diz ou se acredita que uma sociedade ideal seria aquela em que andaríamos todos com arado a lavrar a reforma agrária necessária para expropriar os latifundiários. É um cantor, vive de cantar, e respeito qualquer trabalho honesto que não consiste em amigar um balofo “presidente da junta” das novas regiões a serem criadas sob a barba de todos.

Lamento que tenha pedido desculpa por aparecer no evento do Chega. Compreendo porque o fez: neste regime, os pecados são expiados em público e a absolvição só pode ser concedida pelo além depois da turba de bestas se ofender em nome do grande deus do Politicamente Correcto.

Que companheiros de banda decidam usar esta oportunidade para se aliarem ao inimigo, só mostra o quão idiotas são. O inimigo é a liberdade. A liberdade de pensar, agir, trabalhar e ignorar o vasto contentor de energúmenos que decidem a admissibilidade de qualquer acto laboral.

Caro André Ventura: não tenho satisfações a dar a ninguém se gosto do dizes ou se me desagrada o que podes representar; se me contratares para carregar baldes de areia, é o que farei, não um acto político de obscuro significado maçónico de construção de um mundo melhor.

Caro Olavo Bilac: quando tudo é política, nada é política. De ti só tenho a julgar se gosto ou não do que cantas e, no caso em que conclua que não gosto, deixar-te em paz para que possas entreter os que gostam. Contudo, porque os meus gostos são indiferentes para o caso, deixa lá dar-te um abraço e pedir desculpa pelo que os idiotas dos meus concidadãos te estão a fazer.

22 comentários leave one →
  1. 12 Agosto, 2020 13:12

    Pelo que os idiotas da esquerda dona disto tudo, te estão a fazer e como alerta para muitos mais.
    Eles estão sempre prontos para “partir os dentes à Reacção”

    Liked by 2 people

    • 12 Agosto, 2020 16:04

      … e nós prontos para “esfrangalhar a fuça” à comunada desde o MDLP!

      Liked by 1 person

      • jppch permalink
        13 Agosto, 2020 14:03

        Apesar das férias vou-me mantendo actualizado e faço um zapping pela imprensa e pelos blogues que aprecio, como é o caso deste e de certos bloguers como é o seu caso… mas calma… uma aprofundada leitura dos registos históricos da época e dos jornais, constata-se que também o PS se inseriu e apoiou o MDLP… mas como este foi posteriormente mandado para o inferno e como ainda está muita gente viva, por enquanto vai-se esquecendo, na investigação jornalística e académica… até ao dia

        Liked by 1 person

  2. 12 Agosto, 2020 13:13

    E não é eugenia artística. É ditadura ideológica em toda a parte.

    Liked by 4 people

    • chipamanine permalink
      12 Agosto, 2020 17:33

      Do jornaleirismo também não é eugenia. Da Chique (SIC) vem dois exemplos seguidos.
      O primeiro é a retransmissão do “editorial” (opinião) daquela cadeia de tv ( a Globo que tem 20% da SIC) que depois de ter apoiado a ditadura militar brasileira, na democracia está do lado dos ladrões esquerdistas porque devem triliões em impostos, culpando o presidente por 100 mil mortos covid sabendo que o STF o proibiu de tomar medidas dando totais poderes aos governadores dos estados.
      O segundo é o “debate” sobre a suposta vacina para o covid em que a preocupação da jornalista é o Trump entrar na “corrida” e as vacinas não serem seguras. Não viu nem um problema no anúncio do Putin, nem sequer na declaração do Instituto Alemão de que a mesma poderia estar pronta no Outono.
      É mesmo ditadura ideológica, já entranhada naquelas mentes maconheiras

      Liked by 6 people

  3. 12 Agosto, 2020 14:38

    Vítor, neste assunto penso exatamente como você.
    Quanto à gestão que o Olavo Bilac fez desta situação, já me parece que o caminho deveria ser outro.

    Já agora, recordar, mais uma vez, este poema do esquerdista O’Neill que está cada vez mais atual:

    O POEMA POUCO ORIGINAL DO MEDO

    O medo vai ter tudo
    pernas
    ambulâncias
    e o luxo blindado
    de alguns automóveis

    Vai ter olhos onde ninguém os veja
    mãozinhas cautelosas
    enredos quase inocentes
    ouvidos não só nas paredes
    mas também no chão
    no tecto
    no murmúrio dos esgotos
    e talvez até (cautela!)
    ouvidos nos teus ouvidos

    O medo vai ter tudo
    fantasmas na ópera
    sessões contínuas de espiritismo
    milagres
    cortejos
    frases corajosas
    meninas exemplares
    seguras casas de penhor
    maliciosas casas de passe
    conferências várias
    congressos muitos
    óptimos empregos
    poemas originais
    e poemas como este
    projectos altamente porcos
    heróis
    (o medo vai ter heróis!)
    costureiras reais e irreais
    operários
    (assim assim)
    escriturários
    (muitos)
    intelectuais
    (o que se sabe)
    a tua voz talvez
    talvez a minha
    com certeza a deles

    Vai ter capitais
    países
    suspeitas como toda a gente
    muitíssimos amigos
    beijos
    namorados esverdeados
    amantes silenciosos
    ardentes
    e angustiados

    Ah o medo vai ter tudo
    tudo

    (Penso no que o medo vai ter
    e tenho medo
    que é justamente
    o que o medo quer)

    *

    O medo vai ter tudo
    quase tudo
    e cada um por seu caminho
    havemos todos de chegar
    quase todos
    a ratos

    Sim
    a ratos

    Alexandre O’Neill, in ‘Abandono Viciado’

    Liked by 2 people

  4. Desalinhado permalink
    12 Agosto, 2020 16:31

    Já em compensação, o rapazola do Joe Biden nomeou para vice dos democratas a negrinha Kamala Harris, não por medo dele próprio mas para respeitar as quotas impostas pela carneirada da inclusão.
    E até fica dispensado de vir pedir desculpa aos americanos como fez agora o Olavo Bilac em relação aos negros da seita do Mamadou Ba.
    Nem tão pouco Isabel dos Santos tem de pedir desculpa por ser negra e ser corrupta e ser filha de quem é, que isso é problema dos angolanos e só a eles diz respeito, mas a hipocrisia que vai pelo mundo por causa do racismo da cor da pele, dos direitos dos animais, das causas ambientais, dos ataques desenfreados ao plástico, é tudo para estar na ordem do dia, para que um dia percamos a paciência e os metemos todos na ordem.
    Já agora, provavelmente ainda não se lembraram, inventem qualquer coisa como o dia mundial do negro e institucionalizem-no como feriado global, para que nesse dia seja expressamente proibido comer peixe-espada preto, fatias de presunto de porco pata negra, mousse de chocolate preto ou doce de amoras pretas.
    Haja paciência para tanta ignorância.

    Liked by 6 people

  5. 12 Agosto, 2020 17:50

    «…Mas percebo que errei.»

    Quatro palavras a mais para uma queda honrosa, as mão do esterco asqueroso,

    Liked by 3 people

  6. Olympus Mons permalink
    12 Agosto, 2020 19:03

    “…Lamento que tenha pedido desculpa por aparecer no evento do Chega. Compreendo porque o fez: neste regime, os pecados são expiados em público e a absolvição só pode ser concedida pelo além depois da turba de bestas se ofender em nome do grande deus do Politicamente Correcto.”

    O que os exemplos nos USA nos mostram é que não adianta pedir desculpas. Eles não vão parar por aí. Olavo bilac vai pagar por muito tempo, especialmente porque foi parvo o suficiente em pedir desculpa! – Idiota, redenção é coisa cristã de direita, porque reside na assunção da culpa (guilt) e ser culpado de algo não é ser intrinsecamente algo… esquerda não sabe o que isso é porque para esquerdalhada tudo é vergonha (shame) e vergonha é expiação por algo que se é, que não tem cura ou redençao!

    A esquerdalhada é mesmo, mesmo……………….má!

    Liked by 2 people

    • Zé Manel Tonto permalink
      12 Agosto, 2020 20:11

      É por essas e por outras que eu tiro o chapéu ao Trump.
      Em vez de pedir desculpa e dar a patinha como um cachorrinho, dobra a parada.

      Liked by 1 person

      • 12 Agosto, 2020 21:49

        Eles não têm adversários- têm apenas inimigos. A começar pelos seus. Perseguem por fora e fazem purgas por dentro.

        Aquela louca que o Tavares convidou para o Parlamento pelo partido da papoila mandou matar um renegado e foi morto a tiro, da janela de um carro do carrasco deles.

        Liked by 2 people

    • 12 Agosto, 2020 21:47

      O mea culpa maoista e toda a martiriologia tem muito de religioso às avessas. É o que o Nietzsche dizia- és livre para seres culpado.

      E não largam- perseguem porque são fariseus. Para poderem dar o show da superioridade moral e acharem que têm direito a recompensa superior ao que é perseguido, por não ser tão boa pessoa quanto o tratante do ressabiado inquisidor.

      Liked by 2 people

  7. carlos rosa permalink
    12 Agosto, 2020 23:58

    Uns açoites bem assentes nas fussas da esquerdalha são como um copo de água em jejum; não fazem mal nenhum.

    Liked by 2 people

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: