Saltar para o conteúdo

Não é uma excepção. É um padrão

25 Agosto, 2020

Rodrigo Saraiva : As irritações do novo “animal feroz”

Não via António Costa assim irritado desde as perguntas que lhe fez uma jornalista da SIC junto ao pavilhão Atlântico, em 2015.

Não. Desde que recusou a decisão da Comissão de Acesso aos Documentos Administrativos para tornar público um relatório sobre obras públicas municipais, em 2013 quando era presidente da Câmara Municipal de Lisboa.

Não. Desde 2011 quando o jornal Público, amparado pela lei, pediu para ter acesso a esse mesmo relatório.

Não. Desde que não gostou de algumas perguntas do jornalista Vítor Gonçalves numa entrevista na RTP, também em 2015.

Não. Desde que à entrada de uma reunião da Comissão Nacional do PS, em Novembro 2016, se irritou ao ser questionado por jornalistas sobre a potencial saída de Centeno do governo.

Não. Desde esse mesmo dia, quando questionado sobre se a não entrega de declarações de rendimentos de António Domingues terá sido uma condição deste para aceitar o lugar de presidente da Caixa Geral de Depósitos.

Não. Desde os incêndios de Pedrógão, em 2017, quando várias vozes lhe perguntaram porque não pedia desculpa aos portugueses.

Não. Desde que mandou terminar uma entrevista à Rádio Renascença no seu carro porque não gostou de uma pergunta, em Setembro de 2017.

Não. Desde aquele embate com Assunção Cristas no Parlamento. Qual deles? Perdi a conta. Foram vários.

Não. Desde a patética cena de Tancos, ao ser questionado se tinha conhecimento dos gravíssimos factos ali ocorridos.

(…)

20 comentários leave one →
  1. 25 Agosto, 2020 17:52

    Tal e qual como o ‘Ronaldo das Finanças’ – aquando da garantia que deu a António Domingues na nomeação deste p/ presidente da CGD, e depois negada desta forma…:
    – “foi um erro de percepção mútuo” . . .
    Agora o ‘Repugnante’ repete:
    – “Um mal-entendido” . . .
    • Costa: “Está tudo Esclarecido!” – “Caso Encerrado!” . . .

    Liked by 2 people

    • carlos rosa permalink
      27 Agosto, 2020 15:06

      O Bocage era um barra.
      O Costa é um burro.

      Havendo um baile de gala, às tantas uma senhoraça descuidou-se e, lá vai, sai uma bufa.
      E toda a gente se apercebeu.
      Vai daí, atrapalhada, lembrou-se da presença do Bocage.
      Por favor Bocage, salva-me desta vergonha.
      E lá vai o Bocage ao palco anunciar:
      -Minhas Senhoras e meus Senhores, a pedido de sua Excelência Senhora fulana tal, venho aqui declarar que a bufa que ela aqui deu, não foi ela, fui eu.

      Foi a atitude do Sr Costa que me fez lembrar aquela passagem da vida do nosso grande Bocage. Mas o Costa é um manhoso bronco e aldrabão.
      Servindo-se da reunião com o bastonário da OM para tentar apagar a bacorada que tinha dado, deu outra. Na reunião com o bastonário retratou-se do que tinha dito. Cobarde. Cá fora, a falar para a comunicação social tentou fazer o papel de bocage a branquear a bacorada que tinha mandado aos médicos.

      Enfim, o Bocage era uma barra.
      O Costa repugna.

      Liked by 2 people

    • 27 Agosto, 2020 19:20

      O Costa até foi muito explícito quando na cerimónia “do enterrar os machados”, continuou a falar em “árvores e floresta” ! Dava para perceber que continuava na dele, e por isso o bastonário teve a coragem de agora vir a público mostrar que “nem tudo está esclarecido”.
      Mas é bom que o bastonário não se meta a fazer auditorias “não solicitadas” … a avaliar pelas notícias, teria muitos, mesmo muitos lares para auditar … e depois quem paga o serviço ?

      Liked by 1 person

  2. Maria José Melo permalink
    25 Agosto, 2020 20:25

    Não. Desde quando quase batia num velho perante uma pergunta sobre as suas férias na altura dos incêndios de Pedrógão.

    Liked by 2 people

  3. LTR permalink
    25 Agosto, 2020 22:35

    E a resposta violenta àquela frase de Seguro quando no debate de 2015 este lhe disse que ele representava os intereses dos negócios no PS? E o alegado velhote “do CDS” a quem quase se abraçou para logo a seguir por pouco não chegar a vias de facto ao ponto de os seguranças o barrarem espantados? Não tinham reparado, querem ver?

    Liked by 2 people

  4. Arlindo da Costa permalink
    26 Agosto, 2020 04:16

    António Costa não está para brincadeiras e muito menos tem tempo de aturar as vossas paneleirices. Deixem o homem trabalhar! Vocês nem trabalham para a água que bebem!

    Gostar

    • António Castro permalink
      26 Agosto, 2020 04:58

      Deixem-me trabalhar. Onde é que eu já ouvi isto?

      Liked by 1 person

      • chipamanine permalink
        26 Agosto, 2020 06:27

        Frase velha do fascismo usada pelo Cavaco. É engraçado ver socialistas a usar a terminologia fascizante . Engraçado e sintomático

        Liked by 1 person

    • Ausente52 permalink
      26 Agosto, 2020 09:13

      o teu paizinho (aquele que a tua mae diz que eh teu pai ) eh que gostava de paneleirices.

      Liked by 1 person

  5. chipamanine permalink
    26 Agosto, 2020 06:29

    Valia também lembrar a frase de que não estava importado com a Constituição e as interpretações que faziam dela. Um verdadeiro democrata

    Liked by 2 people

  6. marão permalink
    26 Agosto, 2020 07:11

    SIM.
    Costa merece um rasgado elogio.
    É preciso ter muita competência manhosa para ir saltitando sobre as brasas que alimenta, como passar sem se encharcar entre os pingos das fortes chuvadas que desencadeia.
    Tudo isto sem que ninguém provoque um trovão ou lhe meta travão a fundo, que o faça abanar até ao desamparo, sem ter onde se esconder ou agarrar por muito que grite.

    Liked by 2 people

  7. lucklucky permalink
    26 Agosto, 2020 07:19

    Já estive com ele em publico e a sensação que se fica é que está permanentemente chateado, aborrecido. Que está num filme do qual não quer fazer parte.

    Liked by 1 person

  8. Andre Miguel permalink
    26 Agosto, 2020 08:54

    Deixem Costa arder em lume brando… Para que querem oposição? O povo gosta e o homem vai destravado. Deixem-no espalhar-se ao comprido.

    Liked by 2 people

  9. Expatriado permalink
    26 Agosto, 2020 11:34

    Ainda há quem tenha pensamento independente

    Gostar

  10. Leunam permalink
    26 Agosto, 2020 11:42

    Um País governado por NÓDOAS há mais de quarenta e seis anos.
    NÃO HOUVE, NEM HÁ UM que se aproveitasse ou se aproveite.

    A qualidade dos governantes mede-se pelos resultados que obtêm:

    Três bancarrotas, três.

    “Em 36 anos desapareceram 483.426,42 kg de ouro das reservas do BdP, o que dá uma média consumo de 13.428,5 kg por ano, ou seja, qualquer coisa como mais de 13 toneladas de ouro alienadas por ano!”

    Uma dívida que representa 150% do PIB (ou mais)

    Escolas transformadas em madrassas.
    Indústria débil
    Agricultura débil.
    Comércio na mão de dois ou três.
    Jornalismo VENDIDO e sem coluna vertical.
    Emigração de qualidade, “às paletes”.
    Território e Imóveis já em grande parte nas mãos de estrangeiros.
    Impostos como nunca se viu.
    Um Povo anestesiado, abúlico, capado, cego pela ignorância e em grande parte a comer à Mesa do Orçamento.

    Eis o retrato da democracia de demo-ratos, tão apregoada por cá pelos oportunistas há mais de 70 anos.

    Liked by 2 people

    • Andre Miguel permalink
      26 Agosto, 2020 12:49

      A culpa é da UE que vai no conto do vigário e alimenta a mama. Devíamos ter entrado em incumprimento em 2011 para que este país de otários abrisse os olhos. Temos o que merecemos.

      Liked by 1 person

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: