Saltar para o conteúdo

Nas próximas eleições os candidatos devem ser confrontados com isto

9 Setembro, 2020

Concorda com a eleição indireta dos presidentes e vice-presidentes das Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR)?

A alteração da orgânica das CCDR que estabelece   a forma de designação do presidente e dos vice-presidentes das cinco CCDR – Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo e Algarve -, que até agora eram nomeados pelo Governo é um passo que se pode tornar irreversível para uma regionalização que os portugueses rejeitaram em referendo.

Portanto os candidatos devem ser confrontados com a questão da regionalização: concordam ou não concordam? O que pensam da convocatória de um novo referendo? E desta via da secretaria para  aregionalização?

Esta é a terceira pergunta. Mais uma a juntar a

1. Concorda que as expressões pai e mãe sejam substituídas na documentação oficial por Progenitor 1 e Progenitor 2?

2. É a favor ou  contra da divulgação da lista de devedores ao novo banco?

3. Concordam ou não concorda com a regionalização? O que pensa da convocatória de um novo referendo? E da  regionalização na secretaria como acontece com a  eleição indireta dos presidentes e vice-presidentes das Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR)??

2 comentários leave one →
  1. castanheira permalink
    9 Setembro, 2020 15:03

    Pergunta nº1 : Pai e mãe são únicos e insubstituíveis sem perdas de nível . A pergunta é estúpida e só revela quão alucinada e fora da realidade a onda mediatica se encontra domidada pelo marxismo moderno (Gramski ,escola de francfurt).
    Pergunta nº 2 :Sendo o povo portugues a pagar a má/fraudulenta gestão deste banco é logico que este saiba quem o está a sugar/roubar.
    Pergunta nº3 : O poder deve ser diluido no máximo possivel, sendo o cidadão “o monarca” no maximo possivel. Assim sendo , as CCDR deverão ser eleitas imprescindivelmente pelos habitantes dessas regioes. Estas CCDR deverão decidir , aplicar e receber todos e quaisquer impostos ou taxas directas . O governo central não deve ir além dos impostos indirectos e ainda assim com limites.

    Gostar

  2. João Brandão permalink
    9 Setembro, 2020 16:28

    Os cidadãos, ideologicamente livres, deste país deveriam organizar-se para questionarem publicamente os candidatos à PR. Seria uma evolução da organização política desta sociedade. Isto apesar de estar convicto de que isso nunca irá acontecer.

    Quanto à regionalização, se se pudesse encarar o assunto com seriedade, o que entendo pouco provável, seria interessante tentar perceber: 1) em que medida iria melhorar o desempenho da administração pública; 2) que custos envolveria e que benefícios proporcionaria; 3) que competências seria atribuídas e de onde viriam, isto é, que ficaria sem competências, os municípios ou o estado central; 4) de quantos ministros e/ou autarcas nos veríamos livres se por acaso este disparate se concretizasse.

    Se estas questões não forem esclarecidas, esta ‘empreitada’ será mais um embuste ruinoso que a celestial democracia post 25A vai impingir a esta bovínica sociedade que irá atribuir as próprias culpas por mais este desastre a uma entidade qualquer passada, ou o PCOelho, ou o Cavaco ou até o Salazar …

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: