Saltar para o conteúdo

Infelizmente não

15 Outubro, 2020

Não, a regionalização não é um facto consumado. Infelizmente.

É que nem sequer os 5 presidentes das CCDR’s foram eleitos. Foram designados pelo bloco central de Costa e Rio com o beneplácito do Marcelo. A nova troika que nos governa.

Poderia haver cena mais centralista e menos regionalista do que dois lideres encartados decidirem sózinhos quem serão os presidentes das CCDR’s, mandarem os seus apaniguados votarem onde eles dizem e ainda fazerem um discurso de que agora há «descentralização» após a «eleição« dos seus paus-mandados?

Alguém acredita que o eixo Lisboeta-que-tudo-suga , no momento em que dizem que vem milhares de milhões iria deixar de lhes deitar a mão e permitir alguma autonomia regional e local? Só a sonhar. A cena das CCDR’s que se passou foi apenas mais um entretém ridículo do centrão.

3 comentários leave one →
  1. BandoDeCorruptos permalink
    15 Outubro, 2020 15:58

    O aventalado Gabriel aparece sempre a desviar as atenções nestas questões importantes para a quadrilha.
    A posta insinua a regionalização como uma forma de aproximar os eleitores das decisões do poder político. Como se para isso fosse preciso criar mais uma camada de parasitas pulhíticos. Como se não houvesse já disso em excesso. Como se não bastasse transferir competências dum lado para o outro. Como se isso não tivesse sido chumbado em referendo. Como se os canalhas que desde o referendo até hoje têm tentado subverter o seu resultado fossem respeitar a opinião dos eleitores nos outros assuntos. Como se a regionalização não fosse apenas mais uma forma da estrutura pulhítica administrativa consolidar mais poder através de mais lambe-cús à espera de melhores lugares no estado, pagos com o dinheiro dos impostos de quem quer trabalhar e ser independente. Como se não andassem já a replicar nas autarquias o depotismo do estado central e não o fossem fazer numa nova camada intermédia. Como se estes canalhas todos não tivessem jurado obediência aos outros canalhas da quadrilha, sob pena de morte, e essa obediência não servisse todos os dias para subverter o estado de direito.
    Vai para as festas da quadrilha!

    Liked by 1 person

  2. Maria José Melo permalink
    15 Outubro, 2020 17:35

    CCDR ou CCDRs
    Não se usa o apóstrofo.

    Gostar

  3. José Monteiro permalink
    15 Outubro, 2020 19:56

    «permitir alguma autonomia regional e local?»-Erro, Gabriel Silva.
    Então não teve o nosso Premier, em viagem pelo IP2, em intervalo para eleições, uma visão iluminante?
    Aproveitar e criar mais um ministério, da Coesão Territorial?*
    Tal qual para ‘satisfazer’ os passeantes antigos combatentes das redes, criar mais uma secretaria de Estado no MDN?
    E, no deserto dos cérebros ministeriais e ajudamentais, detectado o engenheiro poeta de Todos os Desenvolvimentos?
    * A par da falta de Tesão Ministerial no sector da Saúde, quando apenas agora, vem Sexa o Exmo PR alertar para uma visão de conjunto, quando tal devia ter sido equacionado aí por Fevereiro/Março?

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: