Saltar para o conteúdo

Calma aí com as acusações, pá

29 Janeiro, 2021

Dou de barato que o presidente ache que o país pode parar até ao início da Primavera. Também daria de barato que o presidente parasse, ele próprio, até à Primavera, apesar de saber que isso não vai acontecer. Até consigo perceber a ideia de fechar o país ao estrangeiro, por mais que não seja para poupar estrangeiros ao circo. O que não se consegue compreender é que o presidente eleito “de todos nós” decida tratar toda e qualquer pessoa que não vive de um salário público como “negacionista”.

Bem vistas as coisas, negacionista é o senhor presidente, que não faz a mínima ideia do que é a vida dos súbditos. Que comam brioches, não é?

32 comentários leave one →
  1. voza0db permalink
    29 Janeiro, 2021 10:44

    MANADA DE BOÇAIS E MANSOS só têm o que MERECEM.

    Gostar

  2. André Silva permalink
    29 Janeiro, 2021 10:52

    E isso mesmo, “se não têm pão, que comam brioches!”. Ou façam br0ches, depende dos gostos e tendências de cada um…

    Liked by 1 person

  3. 29 Janeiro, 2021 11:52

    O vírus só existe nas pessoas. Não é pássaro nem acontecimento atmosférico.
    Se os que passaram o tempo todo o negligenciar o perigo e a inventarem patranhas para as pessoas não se precaverem, talvez não estivéssemos assim.

    Os porcos são responsáveis pelo aumento da epidemia e pelo sofrimento de tanta gente.

    Só é pena não haver justiça e não apanharem também e depois aí, a ganirem, que negassem tudo e recusassem tratamento.

    Liked by 2 people

    • 29 Janeiro, 2021 12:00

      Aquela besta que passa a vida chamar boçais a toda a gente é um que a quem não faria mal nenhum experimentar uma estadia de 24 horas em ambulância~
      O grande cabrão.

      Gostar

      • voza0db permalink
        29 Janeiro, 2021 13:40

        Ah Ah Ah… Essa foi engraçada. Até para uma boçal mansa e degenerada como tu.

        Eu, ao contrário de ti, SOU RESPONSÁVEL PELO MEU ORGANISMO, e como tal não são FALSAS PANDEMIAS criadas por Bilionários que me assustam…

        Quanto aos hospitais… boçais e mansos como tu e teus familiares e amigos merecem de facto morrer nas ambulâncias ou, ainda mais divertido, morrerem após serem infectados com a milagrosa vacina!

        Dá-lhe, grande cabra.

        Gostar

  4. 29 Janeiro, 2021 11:59

    Uma coisa é o que este Governo fez, outra a realidade mundial desta epidemia.
    E no presente não vejo alternativa a fecharem fronteiras e usarem do poder e da lei para obrigarem as pessoas a fazerem o que tem de ser feito para neutralizar o bicho.

    Fora isso seria preciso grandes equipas de detecção e testagem mas isto aqui não são ilhas como na Grécia, nem arquipélagos como no Japão e, muito menos temo o sentido do colectivo e do civismo que têm os orientais.

    Estamos entregues à bicharada e à vista para todo o mundo a mediocridade a que chegou Portugal, pobre e sem capacidade de tratamento, tal e qual como um país do terceiro-mundo.
    E não é por excesso de Estado ou falta de Estado, é por serem frouxos.
    Um país que entrega uma epidemia a duas toscas, é um país de toscos iguais.

    A Esquerda não sabe mandar. Só sabe intrometer-se sem Ordem nem Autoridade.
    E não temos direita para o fazer, porque a imbecilidade política que por aí anda à solta, tipo neotontos de IL ainda é pior.
    Para esses era deixar morrer tudo porque o problema é sempre com cada um. Só é colectivo quando se lembram de dar forcinha nas causas maltuhsianas e engenharias sociais de eugenia com a boa da eutanásia.

    Liked by 2 people

  5. Atento permalink
    29 Janeiro, 2021 14:20

    Admitamos que a histeria covideira se justifica; que tem de se fechar tudo; que não há outro remédio e que o mundo inteiro tem de aguentar isto por mais uns meses, ou anos, ninguém sabe; que convertidos como a Zazie têm razão no seu dedo em riste e no seu tom de professor um bocadinho ordinário.

    Então como ficam os milhões de pessoas que precisam de sair ou de abrir portas para ganhar a vida? De que vivem? De onde vem o dinheiro?

    Ou vamos todos viver do Estado, ou de vender coisas uns aos outros online?

    Em que momento vamos admitir que este capitalismo não serve, que as regras actuais não servem? Que é preciso redistribuição e novas regras, com ou sem Gamespot? Será que a histeria covideira chega a tal milagre?

    Gostar

    • 29 Janeiro, 2021 14:46

      ò caralho. tapa a boca com uma máscara, larga o computador e vai limpar latrinas nos hospitais!

      Gostar

    • 29 Janeiro, 2021 14:47

      Há muito trabalho a ser feito por v.s os grandes destemidos que só temem que percam o 12º mês e a vida dos outros ou a doença que se dane, porque se acham feitos de outra matéria- tal e qual como dizia o Estaline- um comunista é feito de matéria diferente.
      Eu também acho e nota-se pelo fedor.

      Gostar

    • Atento permalink
      29 Janeiro, 2021 15:12

      Pronto, Zazie, pronto: não é um bocadinho ordinária, é muito.

      Quer então um país que pense e aja no colectivo, impondo restrições e coacções na melhor tradição comunista, mas que se mantenha capitalista e individualista e assim.

      Comuna para o covid, liberal para o resto. Maravilha.

      Então e o dinheiro Zazie, não respondeu. A massa vem de onde?

      Gostar

      • voza0db permalink
        29 Janeiro, 2021 15:34

        Coitada da zazie… Não dá para mais que aquilo.

        Gostar

      • 29 Janeiro, 2021 16:19

        Eu trabalho, pascácio de merda.
        Mas nunca me leste a desvalorizar esta porcaria.
        Por isso sempre usei máscara, ainda andavam para aí a dizer que dava uma falsa sensação de protecção.

        Não se pode é ter chuva na eira e sol no nabal. E v.s querem fingir que pretendem as duas coisas quando na prática são uns merdas cobardes incapazes de assumirem a eugenia nazi.

        Gostar

      • 29 Janeiro, 2021 16:20

        Ou sol na eira e chuva no nabal. Para o caso tanto faz.
        O que não faz é a hipocrisia dos fanáticos ideológicos que só sabem fazer onde política e no resto são umas bestas a defender o indefensável.

        Gostar

    • 29 Janeiro, 2021 16:22

      Não é este país que põe restrições por causa de uma treta que v-s dizem que é ainda mais leve e inofensiva que a gripe.

      É o mundo todo por causa de um vírus que saiu de laboratório chinês!

      Topas a diferença, ó desatento?
      Não topas porque esse é o detalhe que os politicamente correctos querem encobrir.

      Gostar

    • Atento permalink
      29 Janeiro, 2021 17:05

      Ou a Zazie ainda não percebeu, ou está a evitar a pergunta.

      Comecei por dar de barato que seja como v. diz: que o covidas é quase o fim do mundo. Que tudo tem de fechar sine die.

      Mas como ficam então as pessoas, os largos milhões de pessoas, que precisam de sair ou de abrir ao público para ganhar a vida?

      Como fica um sistema económico que só inventa dinheiro do ar para encher mamões e para o casino dos ‘mercados’, onde dar dinheiro às pessoas ou redistribuí-lo é sacrilégio?

      Como fica uma sociedade onde é subitamente proibido ganhar a vida, excepto para funcionários públicos e negócios online?

      Gostar

      • Albano Silva permalink
        29 Janeiro, 2021 19:57

        Concordo plenamente com Atento. E respeito outros comentários trocados mesmo que transpirem incompreensão, ou zero vontade, para responder à pergunta concreta “Mas como ficam então as pessoas, ….”, que Atento repete. Eu creio que as respostas dos autores seria, nas circunstâncias: “que se desimerdem!”
        Pois que outra alternativa têm?

        Gostar

      • Velho do Restelo permalink
        30 Janeiro, 2021 12:56

        Ainda há outra resposta possível: Tivessem poupado!
        Bem sei que não será válida para a totalidade (nem nenhuma resposta seria), mas as notícias referem que “a poupança aumentou com a pandemia” !
        Serão “fake-news” ? Talvez sim, talvez não !
        Afinal a pandemia entre outras coisas, fez o país “regredir” em alguns aspectos ao tempo “Salazar” ; sim refiro-me às férias exóticas, e ao consumismo exacerbado que leva os frouxos a gastarem a mesada toda e a viver do cartão de crédito; quando a “engrenagem” encrava ficam na m3rd4!
        Claro que cada caso é um caso, somos todos diferentes com algumas semelhanças, e não é possível aqui tratar com seriedade assunto tão complexo!

        Liked by 3 people

  6. Bávaro permalink
    29 Janeiro, 2021 14:21

    mas que espectáculo é este?

    Gostar

  7. Cristóvão permalink
    29 Janeiro, 2021 15:45

    E que tal cada um fazer o que bem entender? Quem tem medo, que se proteja. Quem não tem, que faça o seu quotidiano como fazia antes. Mas é mais fácil impor o medo aos outros com a arma do Estado. Especialmente quando não tem que responder pelas imposições irracionais que faz aos outros…

    Mas parece que gente crescida só é independente, responsável e de confiança para votar e decidir o destino do país. Para fazer o seu dia-a-dia, já não. Ai de quem viva sem medo. Gulag com essas pessoas.

    “Fiquem em casa”, dizem as abéculas enquanto anuem o decreto governamental de que é seguro sair de casa para votar. Felizmente sabemos quando o vírus tira folga: em dias de eleições.

    Gostar

  8. castanheira permalink
    29 Janeiro, 2021 15:46

    1º O conhecimento cientifico sobre o vírus é muito baixo
    2º As medidas tomadas são baseadas em suposições e estados de espírito.
    3º As prioridades e analise custo benefício não são competentemente estudadas
    4º Os testes PCR não são fiaveis mas decide-se como se fossem
    5º Aposta-se tudo, o carro , a casa e até a mulher , nas vacinas das quais não se conhecem
    o tipo de efeitos e eficacia temporaria , definitiva ou até ausencia dela.
    6º Ignoram-se terapeuticas que milhares de profissionais por todo o mundo juram terem
    resultado com medicações baratas , há muitos anos aprovadas pela FDA para outras
    patologias
    7º Ignora-se o papel do sistema imunitario das pessoas e a incrementação da sua
    capacidade.
    8º Os “merdia” promovem o pensamento único e uniforme , impedindo o esclarecimento dos
    problemas e o escrutínio dos poderes com responsabilidades que se revelam altamente
    incompetentes , irresponsaveis e até mentirosos , navegando ao sabor da corrente.

    Liked by 1 person

  9. marão permalink
    29 Janeiro, 2021 15:57

    O ALGODÃO NUNCA ME ENGANOU
    Não vale a pena esconder a realidade, fazer de conta, iludir a situação.
    Porque esta situação é mesmo a pior que vivemos desde Março do ano passado.»
    Que não vale a pena CONTINUAR a esconder a realidade, e em vez de PREVENIR, fazer de conta e iludir a situação, alguém terá que dizer de frente a Sua Excelência, para não poupar nas palavras que o possam ensaboar.
    Lembrar-lhe que fez até ao momento da sua reeleição o papel de patrono de todas as desvalorizações, medidas desajustadas e tardias aos bochechos, sendo mesmo o proponente de tantos e variados faz de conta num PANTANAL DE ILUSÕES.

    Gostar

  10. chipamanine permalink
    29 Janeiro, 2021 17:36

    Bastava ver a diminuição de testes de despiste a partir do dia/ de Dezembro para perceber que tudo se estava a fazer para diminuir a percepção do perigo. Justificou o governo naquela modelo que passa vestidos caríssimos diferentes em cada aparição com os feriados natalicios para a diminuição. A partir do dia 15?
    Depois veio o populismo Kostista marcelista com a “liberdade natalícia” que os tugas (que sempre foram muitos “espertos e cultos”) entenderam muito bem e foram para a desbunda, continuando com ela no Ano Novo apesar de algumas restrições.
    As intenções de voto dispararam no PS e o Martelo picareta falante assegurou a reeleição.
    Na contagem de votos para não ficarem para trás todos os partidos concordaram com essa desbunda. É que se não concordassem seriam “fásssssistas”
    Disseram-me no início da pandemia na Europa em Março ( um epidemiologista e um virulogista com colaboração nas mais instâncias do medicamento e outras) para que estivesse atento, as declarações politicas e em situações cruciais de procedimentos de protecção fizesse exactamente o contrário do que os politicos dissessem.
    E foi assim que em Março comecei a usar a máscara FFP3. Vários dias depois os avençados da DGS/ministra vieram dizer (já se sabe a razão) que dava falsa sensação de segurança. Não me furtei a alguns olhares mais “agressivos” da saloiada e qualquer pedido de distanciamento era tipo como muito antipático.
    A partir daí coube-me só ficar atento às políticas . Quando elas começam a desenhar um determinado percurso, mesmo que eu não consiga determinar qual é a esconsa intenção dela ajo em contrário.
    E foi assim que fui um “fássista natalício” porque na casa tenho dois velhos que cuido e nem à porta fisica da casa deixei chegar ninguém. No portão sim com eles do lado de fora.
    Mas não adianta muito pois já espalharam o virus que se tornou uma questão de sorte não o apanhar. Qualquer objecto, qualquer superficie pode ser o seu carrasco
    “Sejem felizes” e não se indignem com a pobreza das imagens de filas de ambulâncias e do colapso total do SNS, sistemáticamente disfarçado pela CS que há 15 dias vem repetindo que está à beira do colapso. Se há 15 dias estava por mais que criem mais condições como a procura é muito maior que a capacidade de criar condições ele já colapsou faz tempo.
    Mas o Kosta e o Martelo não estiveram sós atrás disto. Muita gente colaborou como se pode ver pelas sondagens e até pelo resultado eleitoral

    Gostar

    • Zé Manel Tonto permalink
      29 Janeiro, 2021 21:43

      Se faz o contrário do que os políticos dizem, significa isso que agora anda sem máscara, e dá jantaradas em casa com a família?

      Se faz o contrário do que os políticos dizem, vai mandá-los pastar quando quiserem que tome a vacina?

      Tantas questões…

      Gostar

  11. Velho do Restelo permalink
    30 Janeiro, 2021 13:11

    Em Dezembro o Costa fez o que estes palermas reclamavam há tanto tempo!
    Deviam estar gratos, agradecer ao Celito por lhes ter “salvo” o Natal (e a economia), mas afinal continuam a criticar !
    Dá para ver que não se trata duma análise séria, mas sim duma “embirração”.
    Eu também não gosto da parelha Costa & Celito, mas não é por isso que vou andar por aí a bater com a cabeça nas paredes, ou pior dizer aos outros para o fazer!
    O v/ problema é falta de futebol! Devia haver uma metadona para isso …
    Enquanto isso, eles subvertem as pp regras, e andam a vacinar-se com a vacina mais cara, e os plebeus esperam que pelas vacinas baratuchas (se vierem) !
    Pfizer para plebeus, era dar amêndoas a suínos!
    O caso Celito / vacina da gripe, era só o preview do filme!

    Liked by 1 person

    • 30 Janeiro, 2021 13:24

      Pois é isso mesmo. Andaram a defender esta merda e agora passam-se para o outro lado e atacam o Costa por ter feito o mesmo que eles queriam.

      Gostar

    • Velho do Restelo permalink
      30 Janeiro, 2021 15:57

      Andámos 40 anos sem direita que se visse!
      Quando finalmente começa a ganhar coragem de vir a jogo, gera-se uma embrulhada de ideias que faz lembrar as conversas dos trotskistas com os comunistas no verão quente de 75!
      Eu que me habituei a pensar que “direita” era ordem e disciplina, só vejo duas explicações para o que aqui se passa :
      » há um deficit de inteligência (e experiência) nesta direita. Querem atacar os xuxas, mas fazem-no sem método. Atiram para o ar, e metade cai-lhe em cima.
      » anda por aqui muito xuxa disfarçado a espalhar confusão.

      Liked by 2 people

  12. 30 Janeiro, 2021 13:16

    Eu sou um “negacionista”!
    https://lifetidesblog.wordpress.com/2020/09/06/negacionista/

    Gostar

    • Velho do Restelo permalink
      30 Janeiro, 2021 16:33

      Sic:”Os médicos, virologistas e epidemiologistas que questionam as medidas impostas (em nome do combate a um vírus tão ou menos letal que a gripe sazonal), não negam que o vírus existe.”

      Resumindo e clarificando :
      a) Alguns médicos … questionam as medidas impostas, não negam a existência do vírus.
      b) (em nome do combate a um vírus tão ou menos letal que a gripe sazonal).

      Quanto ao que é dito em a) só tenho a dizer que estão no seu direito, pois questionem à vontade, e quando tiverem respostas, partilhem para ficarmos esclarecidos.
      Manda a prudência que enquanto não conheces o “bicho”, conta com o pior.
      De qualquer modo, e sem que por si só signifique grande coisa, estamos a falar de quantos médicos com dúvidas ? Ou seja qual a percentagem (+/-) ?

      Em b) é que a p0rca torce o rabo ! Afinal quem é o autor do entre () ? São os tais médicos com dúvidas, ou é um negacionista cobardolas tipo Bolsonaro que já dá o dito por não dito ?
      Onde estão as evidências para fazer essa afirmação ?
      Essa técnica de “embrulhar” uma aldrabice, para a fazer passar por dúvida, cheira a Costa !
      Quando é que a gripe sazonal causou tamanha confusão em tanto hospital em simultâneo ?
      Quando é que um hospital em Pt precisou de upgrade à morgue ?
      A gripe até “poderia” matar mais que o COVID se não houvesse vacina, mas há, e temos que viver com a realidade e não com os “se’s” dos filósofos desocupados …

      Não admira que haja por aqui quem nos queira convencer a não ver notícias na TV.

      Liked by 1 person

      • 2 Fevereiro, 2021 11:57

        É exactamente por causa dessa obsessão com o “risco 0”; essa convicção que “estamos esclarecidos” com informação mono-temática e unilateral (O Goebbels não faria melhor); essa anuência (exigência) com as regras que violam direitos humanos num país que se diz “desenvolvido” (para estarmos todos mais protegidos, claro)… que estamos a ficar mais acríticos, mais obedientes, mais fracos, mais mansos (por incrível que pareça) e mais doentes.

        Iremos ver as consequências na saúde mental geral devido às medidas que foram IMPOSTAS por ideólogos incompetentes.

        Será que o desemprego, fome, alcoolismo, uso de drogas (principalmente das legais), violência doméstica, desespero e suicídio irão aumentar? 

        Certamente que não! Mas se por acaso aumentarem, a culpa será certamente do vírus… perdão, será TUA porque és um “mau cidadão”, anti-patriótico; um egoísta irresponsável desobediente, que põe a minha família em risco por escolheres exercer o teu direito de trabalhar abrindo as portas do seu restaurante, ou por te sentares num banco de jardim quando devias estar na sala dentro do teu escafandro.

        A única certeza que tenho é que vou morrer, tu vais morrer e toda a gente que conhecemos vai morrer, o resto é um jogo de probabilidades, em que cada um de nós (quais filósofos de “se’s”) joga consoante a sua relação com o risco.

        A tua saúde não é da minha responsabilidade.

        P.S. quanto ao b), sugiro que faças o teu trabalho de casa e procures quantos mortos são causados por A ou B (gripe e pneumonia são um bom começo). 
E já agora, procura também quantas pessoas é que morreram nos últimos 10 meses por causas não-covid, em excesso da média dos últimos 10 anos – sim, eu sei que parece mentira, mas há bem mais do que UMA causa de morte…
        eu diria que a maior é a obediência acrítica, mas és gajo para negar isso.

        Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: