Saltar para o conteúdo

Comentário ao discurso de Marcelo Rebelo de Sousa

26 Abril, 2021

Marcelo percebeu que existe uma forte possibilidade de Pedro Nuno Santos suceder a António Costa

10 comentários leave one →
  1. Weltenbummler permalink
    26 Abril, 2021 09:41

    o confinamento foi um sucesso
    o país está cada vez mais rico
    a bazuca dá para comprar hortaliça

    Liked by 2 people

  2. João Brandão permalink
    26 Abril, 2021 09:53

    Este continua escarafunchar no passado, para agradar ao peixe podre socialista.

    Como o futuro é sempre um problema para esta gentalha, querem impingir a todo o custo, o passado aos papalvos.

    A ‘gloriosa’ defunta e auto-aniquilada união soviética, em 1989, ainda passava filmes da guerra de 1945!

    Depois, foi o que se viu …

    Liked by 2 people

  3. marão permalink
    26 Abril, 2021 10:54

    Quando escrever as memórias não se vai lembrar que se baldou à tropa no tempo em que as balas cheiravam a quente.

    Liked by 2 people

    • Mário Marques permalink
      26 Abril, 2021 12:42

      Como esse há muitos anti-fascistas da treta que viraram heróis pós 25/04.

      Uma pergunta que eu fiz a mim mesmo e que poderá ter resposta de alguém que saiba, qual a verdadeira razão do Salgueiro Maia não ter sido promovido e ter direito à “fatia de bolo” pós traição, como muito dos oportunistas dessa altura?:

      Será porque ele percebeu que cometeu um acto de alta traição, depois de o cometer;
      Será por modéstia (como a nova história o quer fazer crer) que não o aceitou;
      Será porque o acto dele *) no 25/04 foi condenado pelos restantes oficiais que tinham poder pós 25/04.

      *) Segundo consta (poderei mais tarde dizer o nome do autor, que foi um oficial superior do Exército Português) o Salgueiro Maia no dia 25/04 aprisionou um oficial que resistia ao golpe de estado, amarrou-o à frente ao veículo militar onde estava, e com o sequestrado como fosse escudo humano enfrentou a guarda republicana, até obter a rendição desta. Um acto vil desprestigiante de um oficial, que é altamente condenável pelo camaradas dele e de qualquer cidadão honesto.

      Gostar

      • Mário Marques permalink
        26 Abril, 2021 14:56

        Aproveito esta nota para indicar os elementos em falta e as devidas correcções.

        O livro em questão tem o título “Duas Crises”, autor: coronel Viana de Lemos, o episódio é nos relatado nas página 102-105, aconteceu na Av. Ribeira das Naus, os sequestrados pelo Salgueiro Maia (já não me lembrava correctamente do episódio) foram o coronel Lemos Fontoura e o tenente-coronel Serra Gomes.

        Transcrevo aqui uma pequena parte desse episódio ” que se encontravam à paisana, foram colocados à frente dos blindados” (dos insurrectos) “para provocar a rendição dos que lhes faziam frente ou para evitarem se atacados. Pelos conceitos que ainda prevalecem em qualquer Exército civilizado, tratou-se de uma acção indigna e desprezível”.

        E aqui está uma pequena parte das “acções heroicas” que essa rapaziada traidora da pátria cometeu, mas que não aparecem nos filmes e nos livros do actual regime, é comemorada pela maioria dos “idiotas úteis” que votam neste regime.

        Gostar

      • 26 Abril, 2021 19:37

        Detesto ter o papel de defesa aqui, mas se a utilização dos oficiais impediu uma carnificina, posso dizer o que digo sempre a brincar cada vez que meto a pata na poça, mas desta vez a sério: ninguém morreu.

        Gostar

      • Mário Marques permalink
        26 Abril, 2021 22:58

        Francisco Colaço, a sério, ninguém morreu?. Não sei que idade o amigo tem, mas, ou tem estado muito desatento, ou caso não tenha vivido nessa época, não lhe contaram a parte dos milhares de mortes que depois desse dia houve, cá e nas antigas províncias ultramarinas.

        Repare, se os GNRs tivessem disparado (note-se que o armamento dos GNR era bastante superior aos insurrectos), morriam os dois oficiais sequestrados e mais uma dúzia de golpistas, era uma pena mas poupava-se muitas vidas, e agora não estávamos como estamos numa ditadura, com tretas como o covid, e proibições de sair de casa, de trabalhar no local de trabalho, de circular para fora do concelho, mas agora você diz-me, pois mas actualmente não se paga licença de isqueiro como no regime anterior, eu aí dou-lhe razão. Não gozem com o povo sff.

        Gostar

  4. Weltenbummler permalink
    26 Abril, 2021 16:11

    Puzzo in Omertà
    « a gratidão é a menos duradoura das virtudes e que as dádivas têm de ser constantemente renovadas

    Gostar

  5. LDM permalink
    26 Abril, 2021 16:16

    Pedro Nuno Santos! Duas ou três TAPs e o país entra na bancarrota…

    Gostar

  6. 26 Abril, 2021 18:35

    Menino do pós 25 da desgraça, que não sabe o que é trabalhar a sério mas perito a gastar o dinheiro dos outros. Malandro!

    Liked by 3 people

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: