Saltar para o conteúdo

José Rentes de Carvalho

12 Novembro, 2021

A convite da Oficina da Liberdade, José Rentes de Carvalho escreve hoje no Observador com a sua habitual deliciosa prosa.

Um excerto:

Resumindo para melhor explicar: Salazar manteve e acarinhou as elites do seu tempo, dando-lhes regalias desde que não esquecessem que era ele quem mandava. Com a Revolução dos Cravos apanharam um susto, mas escassos anos depois já as novas elites se lhes tinham juntado, e no começo da década de oitenta retomavam as festas da alta.

Lenta, mas efectiva, a partir dessa data constata-se como que uma osmose entre a elite do salazarismo e a dos recém-chegados mandantes, ambas conscientes da necessidade de cooperação e, sobretudo, da importância das aparências, criando facções contrárias, supostos conflitos, divergências de rumo ideológico, todo um bazar político mantido para inglês ver, já que no fundo toda essa gente se conhece e cumprimenta, se encontra, almoça, combina, arranja, tem à mão os contactos e os números de telemóvel, ao primeiro sinal de perigo ou distúrbio a rede funciona com empeço mínimo, nada mau para cinquenta anos de empreendimento.

O texto completo é de leitura imperdível e pode ser encontrado aqui com o título “Hillary em Cascais“.

31 comentários leave one →
  1. 12 Novembro, 2021 13:07

    Belo texto! a provar que, ao contrário do que aqui se afirma muitas vezes, o PS não é um partido socialista.

    Gostar

    • 13 Novembro, 2021 10:29

      Há um certo abastardamento da cultura,da educação,da civilização. Disse o sr Manuel Triste em entrevista ao jornal Sol

      Gostar

    • lucklucky permalink
      13 Novembro, 2021 20:13

      Qual o nivel de impostos e poder do estado para você considerar o PS socialista?

      Deve ser só com “Tudo Dentro do Estado Nada Fora do Estado” não é?

      Gostar

  2. chipamanine permalink
    12 Novembro, 2021 16:35

    E mais uma vez se prova que o PSD não é de direita . É tão situacionista como o PS. Ao contrario do que aqui se afirma.
    Socialismo só da esquerda radical extremista assassina stalinista ou trotskysta que propõem as ditaduras “povoados” sempre com gente de bem muito mediática pois a CS está cheio deles e os promovem. Exemplo disso é o Anacleto Louçã também ele filho de um almirante salazarista e que nunca renegou a herança feita durante o fascismo.
    Mais uma vez se prova que socialista (PS) se chama de socialista para ir ao pote onde escorre o mel
    Já os socialistas extremistas que se chamam a si próprios de “democráticos”
    querem é sangue
    Melhor exemplo de socialismo do PS se poderia dar com a longa e “produtiva” do DDT Ricardo Salgado. Trazido de volta pelo “pai da democracia socialista” Mon amie Marocas, financiado por mon amie Miterrand e que despachava com José o Grego e que deixou o rasto do BES. Que aliás todos querem fazer de conta que assim não foi.
    Agora (há uns anos-6) sim os socialistas (PS) estão a tentar aproximar do verdadeiro socialismo extremista com o Kosta e o Pedrocas N. Santos (outro vindo da riqueza da familia de meseratis) na sua luta interna de tentarem ser verdadeiramente socialistas tipo Maduro, Noriega quiçá Fidel.
    Na governação no entanto são verdadeiros socialistas. Conseguem sempre levar o país à falência, chamam o FMI ou a troika e atiram as culpas para os outros.

    Liked by 2 people

    • 12 Novembro, 2021 16:51

      a esquerda radical extremista assassina stalinista ou trotskysta… Ena que maus

      Gostar

      • chipamanine permalink
        12 Novembro, 2021 16:59

        Não são maus, sempre foram e são assim mesmo. Porquê? Stalin e Trotsky foram dois rapazes meiguinhos? É por isso que são as referencia deles. Estão no mesmo nível do nazismo….se puderem claro.

        Gostar

      • 12 Novembro, 2021 18:04

        E você também não é mau ?

        Gostar

      • 12 Novembro, 2021 18:45

        Quem se mete com o PS, leva! não esquecer!

        Gostar

      • chipamanine permalink
        12 Novembro, 2021 19:33

        Eu não pratiquei genocídios. Eu não apoio ditaduras. Eu sou eu, tão bom quanto mau, mas nunca a esse nível e muito menos relativizo quem o faz.
        Isso é bom para meninos sentados, apaparicados a teorizarem sobre o que nunca viveram na carne. Tal como fazem com bolas de pastilha elástica ou um charro recreativo.

        Gostar

      • 12 Novembro, 2021 20:12

        Vamos ver se não apoia e não relativiza então. Fale-me da bombas atómicas atiradas em hiroshima e nagasaki .

        Gostar

      • chipamanine permalink
        12 Novembro, 2021 22:06

        Saltador de partes das frases tipo pulga saltitona. No hemisfério só entra o que ele quer. Já não é um defeito orgânico mas muita fdp

        Gostar

      • 13 Novembro, 2021 17:08

        Sabe, quando você está sempre a tropeçar nos próprios pé, a culpa não é do piso.

        Gostar

      • chipamanine permalink
        14 Novembro, 2021 07:59

        Quando vc tropeça no seu próprio cérebro já o danificou o suficiente e irreversivelmente fala dos tropeços dos outros como se fossem dele próprio.

        Gostar

    • chipamanine permalink
      12 Novembro, 2021 20:18

      Falo nada pq o que vc quer é conversa para boi dormir. Compre outro hax que esse com que se anda a recrear está estragado. Quando falar de uma coisa dessas é para lembrar que depois delas e quando já estavam derrotados o Stalin atacou os japas, com quem até então tinha um acordo de não agressão, (amiguinho deles como do Hitler né?) e matou cerca de 4 milhões , dez vezes mais do que as duas bombas juntas..

      Gostar

      • 12 Novembro, 2021 21:03

        “Eu sou eu, tão bom quanto mau, mas nunca a esse nível e MUITO MENOS RELATIVIZO QUEM O FAZ.”

        Chama-se a isto a tremenda capacidade de conceptualização de dominio bi-hemisferial…

        Gostar

      • chipamanine permalink
        13 Novembro, 2021 09:44

        Só pulgas saltitonas hemisféricas cerebrais são capazes de transmitir a doença de não ser capaz de ler e depois saltar sobre as frases para transmitir a doença.
        Chama-se fdp

        Gostar

  3. 12 Novembro, 2021 16:36

    Ena, então resumidamente é quase como se estivessem-nos a dizer que as supostas elites que referem, agem e reagem como uma Classe contra as outras mais baixas, sempre que sentem ameaçadas a sua posição social e a manutenção do seu poder ? Assim como de fossem uma espécie de Burguesia ?

    Gostar

  4. José permalink
    12 Novembro, 2021 18:03

    Discordo do entendimento do autor. Gostava de saber que regalias é que Salazar outorgou a tais “elites” e afinal quem fazia parte das mesmas. Sem factos e elementos concretos a fantasia é livre.

    Gostar

  5. José permalink
    12 Novembro, 2021 19:09

    O que era o condicionamento tão badalado? Assim até parece que toda a gente percebe o que seria…
    E não, não era a protecção a certos industriais nem a certas indústrias só porque eram afectos. Era uma protecção que outros países também adoptavam e em nome de um interesse nacional e não das tais elites.
    O Champalimaud deixou descendentes? Os Mellos que existem hoje comparam-se aos daquela geração? E os Espírito Santo? O actual Ricardo merece sequer ser comparado ao avô?

    Liked by 1 person

    • 12 Novembro, 2021 19:55

      Certos industriais, sempre os mesmos, certas indústrias desses industriais…

      Gostar

    • 12 Novembro, 2021 20:22

      E foi apenas por um acaso que o pcp ganhou tanta força no Alentejo.

      Gostar

  6. José permalink
    12 Novembro, 2021 19:25

    Algumas ideias sobre o tal mito do condicionamento industrial, vindas de 1969:

    https://portadaloja.blogspot.com/2014/01/o-condicionalismo-industrial-explicado.html

    Gostar

  7. José permalink
    12 Novembro, 2021 21:53

    “Certos industriais, sempre os mesmos, certas indústrias desses industriais…”. Sim e era os que tínhamos.Não havia mais e por isso nem concorrência havia. Agora nem isso. Esse é o problema.
    O Belmiro começou na indústria e acabou na distribuição. O da Jerónimo Martins, idem. O da cortiça, esse é uma excepção. E o que aconteceu ao “condicionamento industrial e comercial” depois do 25 de Abril?

    Houve tempos em que a Volvo e a Renault eram preferidas por cá, nos carros oficiais. Não vai há muito tempo e a preferência descarada era dos socialistas que achavam que deviam ajudar os amigos socialistas. Isso para ser benigno no comentário.

    Gostar

  8. José permalink
    12 Novembro, 2021 21:56

    O PCP ganhou votos no Alentejo por causa dos “agrários”. Os Columbanos que foram assassinados e em julgamento popular acabaram como autores do próprio homicídio de que foram vítimas.

    Depois foi o que se viu: as comprativas e os “instrumentos” nacionalizados, nossos acabaram todas em bancarrota.
    Enfim quem acredita nesta balela é melhor nem discutir isto.

    Gostar

    • 12 Novembro, 2021 23:12

      Imagine ter que discutir criticamente um regime com um idólatra dele .

      Gostar

  9. marão permalink
    13 Novembro, 2021 07:41

    Garotada ranhosa

    Gostar

  10. José permalink
    13 Novembro, 2021 10:09

    Idolatrar é adorar. Manipular palavras para atingir um determinado efeito que de outro modo não se consegue é ser desonesto…

    Gostar

    • chipamanine permalink
      13 Novembro, 2021 15:47

      desonesto de má fé enraizada, como pode ver anteriormente.

      Gostar

  11. Arlindo da Costa permalink
    14 Novembro, 2021 04:04

    Não sei porquê mas quando falam nos Países Baixos só me vem à memória pedófilos, pederastas e panascas.
    O que é que isto tem a ver com o post? Não sei….

    Gostar

  12. Expatriado permalink
    14 Novembro, 2021 11:45

    O futuro português virá de fora.

    https://www.foxnews.com/us/connecticut-police-investigate-daylight-grocery-carts-theft

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: