Skip to content

Fim das reformas antecipadas

10 Abril, 2012

Falei ontem na TVI. Mas aqui percebe-se melhor.

About these ads
25 Comentários leave one →
  1. piscoiso permalink
    10 Abril, 2012 11:16

    CAA costuma dizer que vai falar.
    helenafmatos diz que falou!

  2. Zé Carioca permalink
    10 Abril, 2012 12:15

    FINALMENTE acabaram!!!!!

  3. Zé da Póvoa permalink
    10 Abril, 2012 13:19

    Falou, mas como é hábito não disse nada. Só tralha retirada dos panfletos do
    amigalhaço que é empregado do grande merceeiro holandês!

  4. 10 Abril, 2012 13:45

    Sem ovos não se fazem omoletes. Por isso, pedir outros pratos ao almoço, como sugere o governo, é boa ideia. Mas devia-se também fazer alguma coisa quanto aos ladrões de ovos e, principalmente, tentar aumentar o número de galinhas poedeiras.
    Metáforas…

  5. e-ko permalink
    10 Abril, 2012 13:54

    há vários casos de figura, nessa questão das reformas “antecipadas”, mas o secretismo se é revelador do estado das contas da SS ainda é mais revelador dos métodos que o governo não hesita em utilizar para reduzir a despesa pública… como dizia a MFerreira Leite, seria bom que se suspendesse a democracia para por as contas em dia, não se fala do acréscimo de despesa que vão originar as reformas da banca já este ano, com aquela operação extraordinária da “aquisição” (sabe-se lá a que preço) do fundo de pensões da banca, que serviu para maquilhar as contas públicas de 2011… era só lucro, diziam, está-se a ver!… assim como a subida constante e preocupante do desemprego que leva a uma redução importante das receitas da SS, para não falar das receitas do fisco, que estão a minguar a olhos vistos também por outras razões… com esta não contavam eles ou fingiram não ver e o resultado está a ultrapassar as contas feitas e mal feitas, mais uma vez, umas omissões (traduza-se por mentiras) e umas medidas avulsas, para disfarçar a incompetência!…
    .
    há, no entanto, nos casos de figura das reformas antecipadas, pessoas que começaram a trabalhar aos 14 e 15 anos e que já descontaram mais do que o necessário para pedirem essas reformas ditas antecipadas, mas que na realidade de antecipadas não têm nada.
    .
    fico muito agradada com o facto de dizer que as pessoas não devem morrer de fome nas ruas… embora já há quem passe fome dentro de suas próprias casas, mas isso levar-nos-ia a um longo debate!…
    .
    o vídeo está aqui:
    .

    http://www.tvi24.iol.pt/videos/video/13607946/2

    .

  6. aremandus permalink
    10 Abril, 2012 14:07

    congelar reformas antecipadas é de «interesse nacional», diz o BANDALHO do Cavaco.
    não poderia dizer de modo diferente desde que lhe congelaram as dele -o ressabiado!

  7. 10 Abril, 2012 14:39

    “Debater este assunto a sério”, diz a Helena e diz bem. E debatê-lo a sério, obriga a ter em conta vários outros fatores para além das constatações estatísticas. Por exemplo:
    .
    1º) Vivemos a época em que se alcançou maior esperança média de vida, mas também aquela em que se atingiu maior desenvolvimento tecnológico.
    .
    2º) Esse desenvolvimento tecnológico será inevitavelmente integrado no processo produtivo, dispensando, como em nenhuma outra época, a mão de obra.
    .
    3º)Enfrentar esta nova situação (que já estamos a conhecer um pouco com a reconversão de alguns setores como os têxteis e o calçado), obriga a uma reorganização completa do trabalho disponível e a uma alteração do próprio conceito de trabalho. Não o fazer, obrigará a empurrar grande parte da população para os apoios sociais.
    .
    4º) No imediato e tendo em conta estes aspetos, não seria mau que se começasse a debater a reorganização de carreiras (quer dos serviços públicos, quer dos privados), assunto de que os sindicatos têm fugido (numa lógica defensiva que me parece errada) e as associações patronais nem querem ouvir falar.
    .
    5º) Este último aspeto devia ter sido o ponto de partida para uma alteração da idade da reforma, embora tenha a certeza que, nalguns casos, bastaria acabar com o “limite de idade”.
    .
    6º) Ignorar estes aspetos, empurra-nos para medidas imediatistas e anacrónicas (como as que o governo está a tomar), que dão a entender que já não se encara o aumento da esperança média de vida como uma conquista civilizacional e que, em última análise, vai substituir o desemprego jovem por outro não menos grave, apesar de menos jovem.
    .
    7º) Quando se fala em decréscimo da natalidade, aumento da esperança média de vida e suas consequências nas prestações sociais, ignora-se que o modelo intergeracional da segurança social não é o único possível; que sera um problema muito sério se conciliássemos esse aumento da esperança média de vida com uma natalidade como a do “baby boom”.

  8. RCAS permalink
    10 Abril, 2012 14:49

    Helena minha adorável gatinha anti-Sócratica! como eu me lembro dos teus orgasmos mentais, quando tu e outros se auto- promoviam nas TVs, à conta do Sócratico… o homem era prezo por ter cão e prezo por o não ter!
    Vi-te na TVI. Gosto de mulheres bonitas com charme e tu és uma delas! Mas olha lá, o que leva tanta gente a querer a reforma antecipada mesmo sendo fortemente penalizada?
    Diz lá de tua justiça!
    Minha cassandrazinha, estranho ( ou não…) o teu sepulcral silêncio, perante o empobrecimento que os teus adorados mafarricos andam a fazer deste País!
    Já viste ? nos STATES o Obama, quer levar imagina só oito anos (até 2020) para diminuir o defice de 5,3 para creio 3,3!
    E ainda por cima diz que a colossal divida não é para diminuir drasticamente, é para ir diminuindo! Não é que aquele parvo quer dar prioridade total ao investimento, á economia, e ao desemprego? vou-lhe mandar um email a aconselhá-lo a consultar o “Alemão” do teu querido Vitinho, e uma entrevista contigo, para ver se aprende!
    Entretanto como andas muito esquecida ( será do queijinho?) Vê lá quem é que dizia isto para assaltar o pote!…

    -Já ouvi o primeiro-ministro dizer que o PSD quer acabar com o 13.º mês, mas nós nunca falámos disso e é um disparate.”
    -“O PSD chumbou o PEC 4 porque tem de se dizer basta: a austeridade não pode incidir sempre no aumento de impostos e no corte de rendimento
    -“Como é possível manter um governo em que um primeiro-ministro mente?”
    -“A ideia que se foi gerando de que o PSD vai aumentar o IVA não tem fundamento.”
    -“Vamos ter de cortar em gorduras e poupar. O Estado vai ter de fazer austeridade, basta de aplicá-la só aos cidadãos.”
    -“Ninguém nos verá impor sacrifícios aos que mais precisam. Os que têm mais terão que ajudar os que têm menos.”
    -“Queremos transferir parte dos sacrifícios que se exigem às famílias e às empresas para o Estado.”
    -“Já estamos fartos de um Governo que nunca sabe o que diz e nunca sabe o que assina em nome de Portugal.”
    -“O Governo está-se a refugiar em desculpas para não dizer como é que tenciona concretizar a baixa da TSU com que se comprometeu no memorando.”
    -“Para salvaguardar a coesão social prefiro onerar escalões mais elevados de IRS de modo a desonerar a classe média e baixa.” ETC ETC ETC…. tenho mais é só pedir!
    Creio que o fantasma de Paris deve andar irónico: ” E o aldrabão sou eu?…”
    Minha cassandrazinha mentirosa com simpatia aqui vai…

  9. 10 Abril, 2012 14:57

    Penso que este seria mais relevante (o que interessa para a questão da solvabilidade das reformas não é a esperança média de vida à nascença, mas a esperança média de vida à idade usual da reforma).

    http://www.pordata.pt/Portugal/Esperanca+de+vida+aos+65+anos+total+e+por+sexo-419

  10. 10 Abril, 2012 15:15

    Jornalista que nasce torta tarde ou nunca se endireita.

  11. aremandus permalink
    10 Abril, 2012 16:45

    deve ter comenda prometida pelo Papa-Reformas-Mor,ou promessa do mel do pote por parte do Papa-Preta de Massamá.

  12. 10 Abril, 2012 16:55

    “CAA costuma dizer que vai falar.
    helenafmatos diz que falou!”
    .
    O Piscoiso nunca mais se cala!…

  13. 10 Abril, 2012 16:58

    “Jornalista que nasce torta tarde ou nunca se endireita.”
    .
    O josegcmonteiro está todo retorcido. Deve ser de nascença.

  14. piscoiso permalink
    10 Abril, 2012 17:36

    … e Pi-Errre virou comentador de comentadores!
    Quando alguém aponta, ele olha para o dedo.

  15. JDGF permalink
    10 Abril, 2012 18:20

    Independentemente das justificações inerentes ao problema daantecipação de reformas, do aumento da esperança de vida e/ou da sustentabilidade da Segurança Social (não esquecer que o programa governamental e da troika defendem a redução da TSU!) o que está em causa é o estatuto de menoridade conferido aos cidadãos quando o GGoverno tratou deste assunto por debaixo da mesa. Política é transparência. O segredo (fora dos a ssuntos de Estado classificados)) acaba por transformar a política num negócio. Num negócio sem alma (democrática).
    Finalmente, uma pergunta:
    – porque não negociou esta questão em sede de concertação social?
    Ninguém acredita que há dois meses o Governo não estivesse consciente dos problemas de sustentabilidade da SS.
    A imagem que os portugueses captam é que estamos a navegar à deriva. O “xico-espertismo” exibido por PPC em Moçambique, acerca deste assunto, foi confrangedor.

  16. ADzivo permalink
    10 Abril, 2012 19:18

    Chamar os bois pelos nomes!
    Recebi uma carta-circular do BPN-BancoBIC assinada pelo CEO, Luis Mira Amaral.
    Este senhor. com actividade mais que declarada e descarada, depois de dezoito meses de actividade na CGD, retirou-se, desta instituição, com uma pensão mensal de 18.000€!!! Somem a este montante o restante de pensões por governo e deputado e tem mais de 1.000 pensões de refomados de 303€.
    Acabem com esta merda! É altura de falarem sem medo destas roubalheiras. Denota actividade cortem com as reformas/Pensões sem hipótese de escolherem as mais rentáveis.

  17. Fincapé permalink
    10 Abril, 2012 21:21

    Ainda não ouvi a helenafmatos, mas vou ouvir. Também vou ver. Já tenho gostado dos vestidos. Quanto ao que diz, parece-me que tem mais cuidado com a isenção do que aqui no blogue, o que é natural.
    Estou chateado com o RCAS, porque me despertou um pouco de ciúmes. Mas isto passa.
    Depois de ouvir, aqui virei dar a minha modesta opinião que, certamente, porá a Helena a correr para a caixa de comentários. Espero que não seja para apagar! ;) ;) ;)

  18. ADzivo permalink
    10 Abril, 2012 22:02

    FINCAPÉ: “Também vou ver. Já tenho gostado dos vestidos. ”
    O vestido preto?

  19. Fincapé permalink
    10 Abril, 2012 22:17

    O prometido é devido e vou começar pelo… princípio: não era um vestido!
    A seguir vou comentar os comentários. Entre outras coisas, a Helena disse: “o Estado Social não morreu, tem de se adaptar”; ” Estado Social só funciona se houver confiança… medidas avulsas que só geram instabilidade” (leia-se, se as decisões do governo derem confiança aos cidadãos, ao contrário do que tem acontecido). Como vê, é quase possível (quase) gostar do que diz.
    Agora, um conselho (uma ideia, sugestão, pensamento, raciocínio ou outra coisa qualquer): não acredite nas idiotices que dizem os economistas do regime. Nem dos portugueses, nem dos outros. Eles não percebem nada destas coisas. Saem apenas umas fórmulas, os que sabem, e no resto são uma espécie de bruxas de aldeia. Repare nalguns dados que apresentou e nos meus comentários :
    1. Em 1979 a perspetiva de vida era de 67 anos, em 2009 era de 79 anos. Já pensou na quantidade de trabalho que as máquinas fazem desde 1970 e na produção que acrestntaram à economia desde essa altura? Que as terras eram amanhadas à enxada e grande parte das fábricas eram pouco mais do que artesanais? Que uma máquina faz o trabalho de milhares de homens, nalguns casos de dezenas de milhar?
    2. Em 1970 havia 100 jovens para 74 idosos e em 2009 havia 100 jovens para 118 idosos. Para além das resposta anterior, pergunto: quer dizer com isto que todos os jovens têm emprego e que ainda faltam muitos jovens para os empregos que existem?
    3. Em 1986 havia três trabalhadores para um reformado, hoje há 1,7 trabalhadores para um reformado. Aqui proponho-lhe a leitura das duas respostas anteriores. Já agora, pergunto-lhe se o facto de as mulheres terem uma perspetiva de vida muito superior, se também se devem reformar cinco ou seis anos mais tarde do que os homens.
    Agora, questões que os economistas do regime nunca colocam, penso que por total incapacidade de compreenderem seja o que for na sociedade em que se inserem. Os pensadores foram completamente afastados do processo de decisões em todo o lado. Foram varridos. O mundo desenvolvido tem neste momento falta de quê? De chatos para se coçar? Não tem produção suficiente? Não será apenas um problema de má distribuição da riqueza? Se for necessário aumentar a produção, são necessárias pessoas para quê (excetuando uns pouquitos para sustentar os processos produtivos)?
    Imagine, por exemplo extremo, que um dia destes é possível pôr o planeta a trabalhar, regulando-o da lua com um telecomando (à beira de uma piscina com uma miúdas giras, ainda por cima sem estarem sujeitas a grande gravidade, para melhorar a coisa). Na terra, todas as máquinas fazem o seu trabalho. A produção é enorme. Acha, então, que todos deveremos morrer de fome, sem roupa, apenas porque o mundo tecnológico, que tudo produz, não nos pode dar a parte a que temos direito?
    Cara Helena, voltando à terra com um exemplo muito simples. Cada máquina multibanco substituiu dezenas de funcionários bancários. Acha mesmo que toda a rendibilidade (gosto mais de rentabilidade, mas há gente com pruridos) da máquina deverá ir para o capitalismo predador e os trabalhadores substituídos devem morrer à fome?
    Com simpatia. Cumprimentos.

  20. Fincapé permalink
    10 Abril, 2012 22:24

    ADzivo,
    Espero que a Helena não fique zangada, mas, sim o preto ficava-lhe a matar. É claro que a economia nos está a deprimir, mas um homem não é de ferro. :)

  21. ADzivo permalink
    10 Abril, 2012 22:39

    FINCAPÉ: “…Cada máquina multibanco substituiu dezenas de funcionários bancários. Acha mesmo que toda a rendibilidade (gosto mais de rentabilidade, mas há gente com pruridos) da máquina deverá ir para o capitalismo predador e os trabalhadores substituídos devem morrer à fome?”
    … a terceira “revolução” industrial aka ” *.libelarismo”

  22. ADzivo permalink
    10 Abril, 2012 22:45

    oppp … ” *.liberalismo”

  23. JCA permalink
    11 Abril, 2012 00:04

    .
    Tanta trapalhada, psyop Informativa e oratória de ‘cátedra’ sobre a SUSTENTABILIDADE do Serviço Nacional de Saúde Gratuito versus tentativa de destruição deste avanço civilizacional irreversivel:
    .
    basta BAIXAR OS CUSTOS, criar uma ‘low-cost’ aérea para Tailandia e Países similares em Saúde, e eis os preços que fariam a Saúde em Portugal muito mais barata para os Impostos dos Portugueses, sustentavel e com Hotelaria 7 estrelas associada a tecnologia de topo sem a comprarmos por milhões.
    .
    Aqui vai, aproveitem até para umas Plásticas …..
    .
    -Seven reasons to seek medical care overseas (including one surprise)

    http://www.sovereignman.com/expat/seven-reasons-to-seek-medical-care-overseas-including-one-surprise/?a_aid=CRX

    .
    .
    EXEMPLOS:
    .
    -Preços (7 estrelas):
    .

    http://www.bumrungrad.com/en/realcost-thailand-surgery/procedures-surgery-cost-pricing

    .

    http://www.bumrungrad.com/en/services-and-facilities/bumrungrad-hotels-accommodation

    -Plasticas com preços:
    .

    http://www.bangkokhospital.com/packages/Plastic-Surgery-Packages-2012/

    .
    -Cirurgia com ultra-sons combinada com ressonancia magnetica, sem bisturi:
    .

    .
    É só fazer contas e complementar o Serviço Nacional de Saúde com estas ‘tools’ globais. Amigos o MUNDO MUDOU e continua a MUDAR vertiginosamente.
    .
    O que ontem era verdade hoje é mentira, o que era solução ontem hoje é disparate. E quem teima governar com as verdades e as soluções de ontem e pior teima impor as soluções e verdades de anteontem como O NOVO, apenas sugere estar anquilosado para governar seja mais jovem ou mais velho. A anquilosidade e a paragem ou retrocesso no Tempo é um grupo transversal a todas as faixas etárias.
    .
    Apenas por hoje.
    .

  24. ADzivo permalink
    12 Abril, 2012 19:01

    UPDATE ao 10.04.2012
    “A lista dos órgãos sociais proposta para ser aprovada na próxima assembleia geral, para o triénio 2012-2014, mantém todos os administradores actuais da tecnológica.”
    … entre eles… Luís Fernando de Mira Amaral!!! (pensionista de 18.000€ da CGD)

  25. ADzivo permalink
    12 Abril, 2012 19:02

    desculpem, mas não é da admin do BCI; é da NOVABASE.

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 34.876 outros seguidores

%d bloggers like this: