Skip to content

Mestria

9 Maio, 2008
by

Todas as histórias que toda a gente conhece, mesmo aqueles que preferem desvalorizá-las, todas as evidências que as escutas telefónicas publicadas tornaram tão óbvias e tão evidentes, os anos de quinhentinhos, os chocolatinhos e tantas outras frutas, as casas de meninas, os jornalistas e políticos agredidos, as classificações manipuladas que promoviam os homens do apito que semana a semana serviam o esquema, toda esta maneira de estar bas-fond que não olha a meios e que durante anos manchou o futebol português, tudo isto sai ainda mais barato que o insignificante caso Meyong. O Belenenses, que apenas fez jogar um atleta cuja inscrição tinha sido aceite pela Liga, perdeu o lugar na Europa. O Porto não perde nada. Absolutamente nada. Foi absolutamente fantástica, a gestão deste caso pelo FCP. Só fica a mancha. Essa já não sai. 

E não, não são todos iguais. Felizmente.

Anúncios
42 comentários leave one →
  1. Anónimo permalink
    9 Maio, 2008 23:31

    Ainda aparece alguém a querer defenestrar o papa…

    Gostar

  2. 9 Maio, 2008 23:53

    Meu caro JCD, depois disto embarcas nas lendas encarnadas?
    Nunca te ocorreu que o Porto teve sempre as melhores equipas nas últimas décadas?
    A muita, muita, distância dos outros clubes que se julgam grandes?
    E isso, quer na época de Mourinho quer em muitas outras, antes e depois?
    O facto dos adversários do FCP nos brindarem com caricaturas de equipas e com treinadores de ritmo circense, não terá alguma relação com as suas vitórias?

    Acreditas mesmo, ainda que imerso nas cataratas lógicas de quem já não vê depois de tanto tempo sem querer ver, que o FCP irá deixar de ser o melhor clube de futebol desta choldra?
    Achas que a tua e a agremiação encarnada ficam em melhor posição depois desta ópera bufa???

    Gostar

  3. 9 Maio, 2008 23:54

    Doute muita razão

    Gostar

  4. Anonimo permalink
    10 Maio, 2008 00:00

    Eu não sou portista, mas neste caso, e por muito que me custe, terei de concordar com o CAA. O que se apurou nas escutas telefónicas indicia muita coisa; mas o direito probatório não se pode fazer apenas de indícios. Depois de ler o acordão do CD a única conclusão possível é que se tratou de uma golpada judicial. E por muito que gostemos dos resultados, talvez existam coisas mais importantes…

    Já a comparação com o caso Meyong revela instintos estalinistas por parte do autor. O Belenenses perdeu 6 pontos porque era essa a pena prevista para o ilícito. Idem para o Porto. Queria que fosse decidida uma pena contrária à positivada? Caminhos perigosos…

    Gostar

  5. portela menos um permalink
    10 Maio, 2008 00:02

    por que motivo, quanto ás escutas telefónicas como parte da base da acusação, os implicados não contestam o CONTEÚDO e se limitam a dizer que FORMALMENTE não podem ser aceites (blá, blá, blá…o código, a tipificação da pena, etc…blá, blá, blá) ?

    Gostar

  6. Mialgia de Esforço permalink
    10 Maio, 2008 00:04

    Muito urgente!!!

    Eh pá, alguém que avise o Ricardo da Liga que tem que alterar os regulamentos de disciplina, com efeitos rectroativos, porque o jcd não quer que isto fique assim. O FCP tem que devolver os títulos. E mai nada!

    Gostar

  7. 10 Maio, 2008 00:06

    Acaso acredita que o prestígio internacional do FCP, vai ser minimamente manchado, por “tentativa de corrupção para ganhar ao Beira-Mar e Estrela da Amadora” num ano em que foi campeão da Europa e do mundo ?
    Balha-nos deus !

    Gostar

  8. Anónimo permalink
    10 Maio, 2008 00:06

    Fica a mancha?
    Onde?
    Então afinal o culpado de tudo não é o tal Ricardo Costa?

    Gostar

  9. Em Carnado permalink
    10 Maio, 2008 00:08

    Eu até nem sou do Porto, mas posso assegurar que o Senhor Jorge Nuno Pinto da Costa seria incapaz da mais pequena batota para favorecer o seu clube.
    E digo-o eu, que até sou do Benfica!

    Gostar

  10. Anonimo permalink
    10 Maio, 2008 00:09

    “por que motivo, quanto ás escutas telefónicas como parte da base da acusação, os implicados não contestam o CONTEÚDO e se limitam a dizer que FORMALMENTE não podem ser aceites (blá, blá, blá…o código, a tipificação da pena, etc…blá, blá, blá) ?”

    Por acaso pensei que isto fosse verdade (e, se o fosse, não deveria ser desconsiderado; os formalismos são essenciais à existência do estado de Direito) – tantas vezes o vi referido na imprensa – até ler o acordão da CD da Liga. Mas não é. A interpretação das escutas foi, de facto, contestada e refutada. O que me assustou neste julgamento foi o óbvio desequilíbrio de quem julgou na apreciação dessa contestação. Espero que se um dia for acusado de algo, o julgador não se recuse a considerar o que eu possa arguir em minha defesa. Ou seja, espero que este tribunal desportivo não faça escola.

    Gostar

  11. Em Carnado permalink
    10 Maio, 2008 00:10

    O Senhor Jorge Nuno Pinto da Costa vai ser santificado e até foi recebido pelo Papa muito antes do casal McCann.

    Gostar

  12. 10 Maio, 2008 00:12

    “E não, não são todos iguais.”

    Pois não: a uns fazem escutas e investigações, a outros não.

    E mesmo esses a quem não fazem, quando têm o azar de apanhar conversas dúbias porque estão a falar com os “escutados”, esquecem.

    Tem toda a razão.

    Gostar

  13. 10 Maio, 2008 00:20

    Ainda bem que não mataram ninguém no campo senão ainda levavam 8 pontos de castigo…

    Gostar

  14. 10 Maio, 2008 00:22

    CAA,

    Tinham as melhores equipas??? Isso já não sabemos, aquilo que sabemos é que recorriam à batota. Se calhar essa da melhor equipa é só consequência…

    Gostar

  15. simon permalink
    10 Maio, 2008 00:26

    Ó mãe, já só tamos a binte pontos do Porto.

    Tá bem, já sei, filhinho. Bá, não sejas mais imbejoso e come agora a sopinha.

    Gostar

  16. José Barros permalink
    10 Maio, 2008 00:30

    Vamos com calma:

    O que se apurou afinal com este famoso processo?

    1) Na Comissão Disciplinar – e, em geral, nos órgãos de disciplina desportivos- não há uma separação entre quem acusa e quem decide. Isto tem implicações evidentes. Quem acusa – pela natureza das suas funções – está animado pela convicção da culpabilidade de quem é acusado. Quando o acusador é simultaneamente juiz da sua acusação – ou seja, julga em causa própria-, o resultado final é a inevitável condenação de quem é acusado.

    2) A Comissão disciplinar usa factos apurados em processos investigados pelo MP para conduzir a sua própria investigação. No caso do Boavista, o clube foi investigado por factos que o Ministério Público considerou não consubstanciarem qualquer ilícito criminal, facto que conduziu ao arquivamento dos respectivos processos. Isso não impediu a Comissão Disciplinar de condenar o clube à descida de divisão. Quem merece mais crédito? A Comissão disciplinar? Mas por que raio?

    3) Foram utilizadas escutas telefónicas feitas na investigação conduzida pelo Ministério Público. Ora tais escutas não foram valoradas como relevantes pelo MP e tanto não foram que os respectivos inquéritos foram arquivados. A Constituição é bastante clara ao declarar – por razões evidentes – que as escutas só podem ser utilizadas no processo penal. Mesmo que se entenda – como Vital Moreira – que elas também podem ser utilizadas em processos disciplinares tal opinião pressupôe obviamente que nos respectivos processos penais tais escutas tenham levado à condenação dos arguidos. Doutro modo, a sua utilização pressuporia – mais uma vez – um sério risco de contrariedade de casos julgados, considerando-se as escutas incriminadoras no processo disciplinar, mas não no processo penal, ou seja, no único em que as mesmas podem ocorrer.

    4) Os Regulamentos da Liga têm normas humorísticas. Traduzido em míudos: um clube compra o árbitro, mas é punido por tentativa de corrupção no caso do árbitro corrompido não o beneficiar no jogo em questão. Já o árbitro, mesmo que nesse jogo faça uma arbitragem isenta, é punido por corrupção passiva (consumada). A punição do clube pelo crime consumado fica dependente de factos aleatórios: é que o árbitro até pode querer ajudar, mas ser vesgo e não ver o fora de jogo que resultou no golo do adversário.:)
    Por outro lado, o clube que tenta coagir, não pode tentar. Ao tentar, já está a coagir. O crime só existe consumado. Alguém percebe estas diferenças? Descansem, os gajos da Liga também não.

    Por isso, faz a festa quem quer. Mas quando me falarem das injustiças da verdadeira justiça portuguesa e não desta farsa, estamos conversados: como o outro, saco da pistola.:)

    Ps: declaração de interesses – sou boavisteiro. Como o Gabriel Silva, preocupo-me é com a situação de insolvência em que o clube se encontra e com a responsabilização criminal dos Loureiros pelos desfalques que terão cometido. A descida de divisão é o menor dos problemas do clube.

    Gostar

  17. 10 Maio, 2008 00:32

    CAA,

    Tinham as melhores equipas??? Isso já não sabemos, aquilo que sabemos é que recorriam à batota.”

    Sabe? Eu não sei.

    Mas sim, certamente que foram campeões europeus recorrendo à batota.

    Gostar

  18. simon permalink
    10 Maio, 2008 00:36

    “E não, não são todos iguais.”

    Pois não, uns são mais
    imbejosos, carago, bufos,
    ai, e mais despeitados que os outros
    a quem se tira pontos, à força,
    que ainda ganham, mais fortes,
    e até chateia.

    Mas bale pela bingança.

    E temos por nós as escutas, a presunção da força de Lisboa, com a sede da polícia e dos tribunais e dos media. E bale pela bingança.

    Gostar

  19. 10 Maio, 2008 00:37

    FE,

    Batoteiros. Essa é que é essa. Agora, eram só batoteiros cá? Não sei…

    Gostar

  20. simon permalink
    10 Maio, 2008 00:38

    E bence
    a capital
    da imbeija.

    Gostar

  21. 10 Maio, 2008 00:42

    “Batoteiros. Essa é que é essa.”

    Porquê? Porque a Comissão Disciplinar da Liga diz?

    Gostar

  22. 10 Maio, 2008 00:42

    4) Os Regulamentos da Liga têm normas humorísticas.”
    do pantera Zé Barros, tá do melhor.

    Gostar

  23. dançacomigo permalink
    10 Maio, 2008 00:52

    eheheheheeh,
    O CAA ficou sem argumentos e chateou-se com o JCD..
    Deverias ter ouvido, durante esta tarde, o senhor Dias da Cunha.. e olha, o tipo não ficou nada satisfeito com o resultado e até voltou a falar no manifesto..
    Ainda,
    acho espantoso como pessoas lúcidas são capazes de se “auto-destruir” por “adorarem” um corrupto como o Pinto da Costa..enfim.

    Gostar

  24. Luis permalink
    10 Maio, 2008 00:53

    “A interpretação das escutas foi, de facto, contestada e refutada. ”

    Foi. E a contestação era risível. Afinal, a “fruta para dormir” era o dinheiro do pagamento da comissão de não sei quê.
    E o árbitro também foi a casa do PC, sem mais nem menos, porque lhe apeteceu. Não era hábito, não foi lá fazer nada, conversa de circunstância, bla bla bla.
    E nós somos todos crentes e engolimos essa. Yeah, right.

    Gostar

  25. Luis permalink
    10 Maio, 2008 00:57

    “Batoteiros. Essa é que é essa.”

    “Porquê? Porque a Comissão Disciplinar da Liga diz?”

    Está a gozar, de certeza. Independentemente da qualidade da prova produzida, da legitimidade das escutas, o conteúdo está lá – e as tentativas de refutação foram patéticas. E sim, como diz jcd, a mancha fica. É algo que todos ficámos a saber.

    Gostar

  26. Luis permalink
    10 Maio, 2008 01:00

    “Mas sim, certamente que foram campeões europeus recorrendo à batota.”

    Sabe certamente que (com excepção desta época), as equipas que disputam as competições internas até ao final, não costumam chegar ás meias-finais da Champions ? Porque será ?

    Gostar

  27. 10 Maio, 2008 01:01

    “E o árbitro também foi a casa do PC, sem mais nem menos, porque lhe apeteceu. Não era hábito, não foi lá fazer nada, conversa de circunstância, bla bla bla.
    E nós somos todos crentes e engolimos essa. Yeah, right.”

    Então, acredita em quem?

    “E sim, como diz jcd, a mancha fica. É algo que todos ficámos a saber.”

    Todos quem? Eu fiquei a saber – via escutas – que o presidente do Benfica combinou o árbitro de uma final da Taça de POrtugal com o Presidente do Conselho de arbitragem. Você não?

    Gostar

  28. 10 Maio, 2008 01:04

    LFV – O João… Pode vir o João. Agora o que eu queria… (…) Disseram que era o Paulo Paraty o árbitro… O Paulo Paraty! Agora, dizem-me a mim, que não tenho preferência de ninguém (…) à última hora, vêm-me dizer que já não pode ser o Paulo Paraty, por causa do Belenenses.
    Pinto de Sousa – A única coisa que eu tinha dito ao João Rodrigues é o seguinte… É pá, há quinze [dias] ou três semanas, ele perguntou-me: “Quem é que você está a pensar para a Taça?”… Eu disse: “Estou a pensar no Paraty”…

    Gostar

  29. Cãocio permalink
    10 Maio, 2008 01:20

    e o agapito dourado que o sousa cintra ofereceu ao jorge aziado ainda apita ou já enferrujou?

    Gostar

  30. pvl permalink
    10 Maio, 2008 01:23

    “Sabe certamente que (com excepção desta época), as equipas que disputam as competições internas até ao final, não costumam chegar ás meias-finais da Champions ? Porque será ?”

    Quase sempre o FCP foi a equipa portuguesa que mais longe foi na champions. Ou também ganhou lá fora com batota, ou não bate certo essa teoria que ganhou internamente pela batota.

    Gostar

  31. Cãocio permalink
    10 Maio, 2008 01:45

    Quase sempre o FCP foi a equipa portuguesa que mais longe foi na champions. Ou também ganhou lá fora com batota, ou não bate certo essa teoria que ganhou internamente pela batota

    sabe como é, no tempo em que o unidos do garrafao controlava tudo e todos nunca conseguiu ganhar uma competiçao europeia e um campeonato na mesma epoca desportiva. ora sendo eles os “máiores do mundo e arredores”, não podem admitir que um clube como o FCP seja capaz de fazê-lo em 2 epocas consecutivas!

    Gostar

  32. 10 Maio, 2008 07:38

    Acaso acredita que o prestígio internacional do FCP, vai ser minimamente manchado, por “tentativa de corrupção para ganhar ao Beira-Mar e Estrela da Amadora” num ano em que foi campeão da Europa e do mundo ?

    The Sun. CNN. Herald Tribune. Sky Sports Football.Fr. 7Sur7.
    Dá para fazer uma lista do tamanho de algumas escutas telefónicas.

    Gostar

  33. 10 Maio, 2008 10:04

    OK jcd.
    É uma mancha do caraças.
    A venda de Bosingwa por um balúrdio ao Chelsea serve de detergente.

    Gostar

  34. 10 Maio, 2008 11:16

    «Tonibler Diz:
    10 Maio, 2008 às 12:22 am
    CAA,
    Tinham as melhores equipas??? Isso já não sabemos…»

    Santíssima ignorância.

    Gostar

  35. O Silva permalink
    10 Maio, 2008 12:20

    Já agora, também houve batota na Liga dos Campeões, na Taça UEFA…. o os outros nunca fizeram batota??! Lembrem-se que até nas camadas jovens ha corrupção!

    Gostar

  36. 10 Maio, 2008 16:21

    CAA,

    A única razão pela qual dizes que o Porto tinha as melhores equipas é porque ganhava os jogos e os outros perdiam. Foi provado que, afinal, isso não se devia a ter as melhores equipas mas sim por serem BATOTEIROS!

    Gostar

  37. 10 Maio, 2008 16:41

    pois eu acho incrivel que tenham recorrido à batota com uma boa equipa, fará o que terá acontecido nos outros anos.

    é incrível que ninguem se demarque deste tipo de comportamentos, realmente quando se fala de futebol neste país há muito gente com uma irracionalidade mais que religiosa.

    Gostar

  38. 10 Maio, 2008 21:11

    O CAA tem razão. A Equipa do Porto era melhor. Aliás era mais numerosa, costumavam jogar 14 contra 11. Foi cada roubalheira que até custa a acreditar…

    Gostar

  39. Diogo permalink
    10 Maio, 2008 21:24

    Contributo para a compreensao do conceito de corrupçao segundo a Comissao DIsciplinar da Liga:

    No futebol, é considerado corrupçao o acto que vise aliciar o árbitro a manipular o resultado de um jogo. Mas caso o árbitro decida fazer uma arbitragem isenta, mesmo aceitando a oferta ilícita do clube, nesse caso passa a haver apenas tentativa de corrupçao, uma vez que a oferta do clube nao produziu os efeitos pretendidos.

    Ou seja, para esta gente, o que determina a gravidade da conduta do sujeito que corrompe é a conduta do sujeito corrompido. O clube até pode ter oferecido “fruta” ao árbitro, mas como ele aceitou a “fruta” e nao beneficiou o clube, a corrupçao deste passa só a tentativa e o árbitro é um corrupto descarado que merece descer de divisao.
    Segundo esta perspectiva, a meu ver o fcp devia recorrer da decisao e exigir um castigo maior; entao anda o reinaldo teles a incomodar-se com fruta da época para o gajo ainda prejudicar o porto?!

    No fim disto tudo, Portugal fica a saber com provas que o porto compra árbitros mas que nem sempre eles cumprem o acordado. Isto porque para a CDLiga, o acto de subornar nao é independente e nao pode ser julgado de forma autónoma; depende do efeito que produz e só no caso de resultar num benefício ilítico é que se pode falar de corrupçao consumada, caso contrário é só tentativa de corrupçao.

    A pergunta que nos pomos a seguir é: Neste caso em que o arbitro aceita o suborno mas nao beneficía o porto, quem é mais culpado e quais devem ser as penas?
    A Liga explica que neste caso, o clube, agente de corrupçao activa, caso tivesse sido beneficiado, teria de ser condenado a corrupçao consumada e a descer de divisao, mas como o árbitro foi isento apesar de ter aceitado a “fruta”, isso constitui uma atenuante e altera a categoria do crime, que passa assim a tentativa de corrupçao.

    Ou seja, a CDL reconhece que a actuaçao isenta do arbitro contribuiu para a diminuiçao da gravidade do crime de corrupçao, que de consumada passou a tentativa, mas ainda assim nao tem qualquer vergonha em condenar o agente activo à perda de pontos e o agente passivo, que até acabou por atenuar a pena do clube, à descida de escalao.

    Nao tenho duvidas de que esta decisao estava tomada à partida porque nao ha nem coragem nem seriedade para tomar decisoes dificeis mas previstas para quem desrespeita as regras e é desonesto.
    Mas fazendo de conta que acreditamos na imparcialidade da CDL, face às provas e aos argumentos apresentados, a conclusao a que se chega é que esta gente é idiota. O objectivo de um suborno na véspera de um jogo nao tem necessariamente de ser a manipulaçao do resultado desse mesmo encontro: pode ser o do encontro seguinte, ou o do seguinte, ou o do seguinte, ou inclusive o das equipas rivais. Só por interesse voluntário ou limitaçao mental é que esta hipótese pode ser descartada. Como disse, prefiro acreditar que é pelo primeiro motivo.

    Gostar

  40. dragão azul permalink
    11 Maio, 2008 00:04

    Dizer mal do FCP e ter um palco relevante para se fazer ouvir ( ou ler ) é a panaceia dos nossos dias em Portugal, para se fazer carreira. Caro JCD, apesar de os seus argumentos já serem um bocado batidos, tipo K7 do PCP, penso que é capaz de ter futuro na política, ou até na jurisprudência. Imagine-se o capital de fama com que o Sr. Ricardo Costa vai passar a ser encarado agora que conseguiu pôr o “malandro” do PC na ordem. Aposto que até vai ter muitas juízas giraças a fazerem-se a umas sessões noturnas de direito desportivo.

    Gostar

  41. JJoao permalink
    12 Maio, 2008 18:13

    O impressionante disto tudo é que os maiores portistas (como o CAA) não conseguem dizer nada sobre os actos de corrupção (que aliás, o FCP, nao recorrendo,reconhece)em si, mas tentam atirar-nos poeira para os olhos, dizendo que tinham uma grande equipa, o melhor treinador, etc.

    Digam-me: o que é que isso importa para o caso em questão?

    O FCP corrompeu, está provado aquilo que TODOS já sabiamos. Mesmo o CAA, embora lhe custe falar disto. Por vergonha, claro. Eu também teria. E, se fosse no meu clube – o Benfica – exigiria a imediata demissão do responsável. Mas cada qual…

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: