Saltar para o conteúdo

A realidade não mora aqui

14 Janeiro, 2009

O rating da divida da República portuguesa corre o risco de ser reduzido. O Jornal de Negócios sugere que o crescimento económico até 2018 não ultrapassará 1% ao ano. O Fórum da TSF foi sobre o Mundial de Futebol de 2018. Informações para emigrar para a Austrália aqui.

24 comentários leave one →
  1. Acção Directa permalink
    14 Janeiro, 2009 12:06

    Obrigado. A sério. Fui.

    Gostar

  2. honni soit qui mal y pense permalink
    14 Janeiro, 2009 12:13

    A TSF sempre em cima do acontecimento.

    Gostar

  3. Fomos permalink
    14 Janeiro, 2009 12:16

    Haha excelente!

    Mas 1% ao ano… nao e’ isso que portugal tem tido nos ultimos 10 ou 15 anos? Preocupacao constante com o futebol nao e’ tambem recorrente nos ultimos 30 anos?

    Nada muda portanto.

    Gostar

  4. 14 Janeiro, 2009 12:20

    Futebol Fado e Fátima… Futebol,Futebol, Futebol.
    E TGV’s.

    Gostar

  5. hora-porra permalink
    14 Janeiro, 2009 12:33

    a bola distrai uns milhões de mal alimentados e mal vestidos
    a maltrapilhagem vai ficar brevemente desiludida porque os clubes estão tão falidos como a republica nacional-socialista do largo dos ratos
    a bufaria anda a ratar tudo

    Gostar

  6. lucklucky permalink
    14 Janeiro, 2009 12:52

    Os media Portugueses são uma das maiores causas do estado do País. Sem informação correcta e correctamente prioritizada não há nada a fazer. Ninguém alguma vez poderá decidir correctmente com informaçãoes erradas.

    Temos notícias da Crise mas nunca do que faz a crise.

    Gostar

  7. 14 Janeiro, 2009 13:35

    com elites (todas) madraças, ignorantes, preconceituosas, etc. etc. nada disso é novo!

    Gostar

  8. 14 Janeiro, 2009 13:40

    foi este o meu comentário há dias a um outro postal de JM:

    “eu venho discordar em parte da leitura feita da realidade nacional. só faltava dizer que para além de periférico o país é muito pequeno. a conversa da treta do costume.

    quanto a mim esta estagnação não tem 8 anos, mas pelo menos 10, porque foi isso a que assisti quando há 12 anos voltei para este jardim à beira do abismo plantado, depois de viver longe daqui durante muitos anos e fui observando com um olhar “novo” e distanciado o que aqui se estava a passar.

    Portugal é tão periférico como a Irlanda, a Finlândia ou a Suécia. portanto, este argumento não colhe. e nem o estado de fraco desenvolvimento cultural e económico legado pelo “estado novo” serve para explicar tudo, porque a Irlanda repartiu duma situação equivalente assim como a Finlândia… que isto é um paraíso para corruptos de toda a ordem e todos os níveis não tenho nenhumas dúvidas. que é um país de fraco nível de participação democrática também é mais do que evidente. que as nossas elites (todas) são madraças, ignorantes, pertenciosas, preconceituosas e incompetentes,o que não é novo, e que delas dependemos para o desenvolvimento dum país em que as bases vão suportando toda a espécie de cargas, mas que são tão ignorantes e preconceituosas como as elites, desconfiadas e compreende-se, mas invejosas e força de inércia.

    o quadro é negro e não vejo como este país poderá antes de mais duas gerações que, lentamente, estão a mudar um pouco de “perfil” sócio/psicológico e nem sempre no melhor sentido.”

    Gostar

  9. tina permalink
    14 Janeiro, 2009 13:43

    Concordo com Lucklucky. Só assim se explica que com um desempenho tão mau como todos os indicadores mostram, Sócrates ainda possa ser tão popular.

    Gostar

  10. tina permalink
    14 Janeiro, 2009 13:45

    E-Ko,

    Nós somos um país periféro ao Norte de África, aí é que está o problema. O português não tem esperto no cabeça pá.

    Gostar

  11. ordralfabeletix permalink
    14 Janeiro, 2009 14:10

    O João já se inscreveu?

    Gostar

  12. Anónimo permalink
    14 Janeiro, 2009 14:11

    o coisinha.. o mundial de futebol pode fazer aumentar para o triplo o pib. É natural que se fale em coisas que façam aumentar o pib e não fazer foruns para dizer que é uma desgarça e não se fz nada. É logico que se fale de coisas importantes. Devia era não ser em 2018. Devia ser este ano ou para o proximo.

    Gostar

  13. Anónimo permalink
    14 Janeiro, 2009 14:20

    Emigrem para a Australia que lá e tudo maluco… pelo raguebi. Já não é futebol, é mais in.

    Gostar

  14. aires bustorff permalink
    14 Janeiro, 2009 14:48

    excelente observação…abraço

    Gostar

  15. honni soit qui mal y pense permalink
    14 Janeiro, 2009 14:49

    12

    uma fantochada pá .

    um País que se compraz em ser um “anfitrião de “ebentos” ” , não merece ser reconhecido e digno no concerto das nações … não passaria de playground para turistas

    povo servil e obsequiosso

    ventoinhas e resorts = portugal socialista

    Gostar

  16. Anónimo permalink
    14 Janeiro, 2009 15:05

    Noticia de hoje: 2/3 dos estudantes que este ano entraram no secundário já têm a mesma ou mais escolaridade que os pais. Depois querem milagres? Comparações com a Finlândia? Para quem não sabe, até os imigrantes brasileiros e africanos têm mais qualificações que os portugueses.

    Gostar

  17. JCP permalink
    14 Janeiro, 2009 15:33

    Essas merdas das empresas de “ratings” ainda não foram ao fundo. Depois do escândalo de classificarem dívidas de empréstimos como investimentos AAA?
    Esses maltrapilhos da finança que nem sequer dados actualizados usam? E ainda por cima pagos pelos bancos e pelas financeiras. Irra! que vão lamber sabão!
    Isso por aí está uma merda, toda a gente o sabe! Mas esses gajos ainda classificam alguma coisa? E alguém ainda lhes tem respeito?

    Gostar

  18. 14 Janeiro, 2009 15:44

    “Mas 1% ao ano… nao e’ isso que portugal tem tido nos ultimos 10 ou 15 anos? Preocupacao constante com o futebol nao e’ tambem recorrente nos ultimos 30 anos?

    Nada muda portanto”.

    O seu post é excelente, JM.

    Mas, a resposta acima, também está ao mesmo nível.

    Aí vamos nós a caminho do -1%. Ou -2%. Ou -3%.

    Viva Portugal.

    Gostar

  19. celestine permalink
    14 Janeiro, 2009 16:24

    Meio ensonado, é certo, na madrugada, ouvi eu que até 2019. Mas serve o 18 a confirmar, visto como até agora ninguém a quem já falei disto viu referida a notícia.

    Gostar

  20. Anónimo permalink
    14 Janeiro, 2009 16:50

    O JM ainda não está na Austrália?

    Gostar

  21. Anónimo permalink
    14 Janeiro, 2009 21:34

    Quando ouço pessoas dizerem que o Medina Carreira é um “chato” e um “péssimista”, fico logo a perceber em que pais vivo.

    Gostar

  22. Levy permalink
    14 Janeiro, 2009 21:36

    Quando oiço pessoas a dizer que o Medina Carreira é um “chato” e um “pessimista”, fico logo a perceber em que país vivo.

    Gostar

  23. 15 Janeiro, 2009 12:28

    A Austrália não é um país periférico?

    Gostar

Trackbacks

  1. A realidade não mora aqui : futebol

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: