Skip to content

Estado social-socialista

23 Dezembro, 2010

«….61 por cento dos 2,2 mil milhões de euros [de ajudas aprovadas em 2009 pelo Governo para combater os efeitos da crise internacional em Portugal], foram para a banca, 36 por cento para as empresas e um por cento para o apoio ao emprego.»(p)

.

é este o estado social que temos e que Sócrates e o seu manga de alpaca Teixeira dos Santos tem sustentando.Uma notícia destas seria capa num país onde a imprensa fosse livre. Ou onde os cidadãos se interessassem em saber porque pagam, para quê e quem beneficia do seu dinheiro.  Mas a bovinidade geral leva a que se aceite que se torrem milhões em benefício de quem andou a fazer asneiras e que devia ter sofrido as consequências no seu património (como qualquer cidadão) mas que viram tal evitado por decisão de Teixeira dos Santos/Sócrates que foram a correr tirar mais dinheiro aos portugueses para ajudar os amigos. É este o estado social : roubar a quem trabalha para dar a parasitas.

Anúncios
33 comentários leave one →
  1. Morcão permalink
    23 Dezembro, 2010 23:20

    puta que os pariu! [não é insulto, é desabafo!]

    Gostar

  2. JoséB permalink
    23 Dezembro, 2010 23:25

    “Estado social-socialista”
    Registei a designação.
    Perfeitamente ajustada ás práticas do bloco central (PS/PSD),
    refinadas pelo PS.
    Uma vacina, que a população portuguesa não vai esquecer depressa.
    Até eu, eleitor habitual à esquerda, há muito agoniado
    com o estado do regime (democrático).
    A bem do regime.

    Gostar

  3. Nuno permalink
    23 Dezembro, 2010 23:41

    Toda a gente cantou loas à abrilada que nos impôs o coumo-socialismo e todas as tretas do que chamam esquerda. Agora está todo o Povo à rasca, sem cheta para se safar minimamenta, excepto os eram e ainda conseguem ser ricos e, como é evidente, a chungaria de esquerda em que os chefes socialistas e comunistas – já todos bem nutridos – vivem à larga a chular tudo quanto podem.
    Só não percebo porque razão os tugas refilam tanto e não fazem nada, quando podim ir à caça desses bandidos e dar-lhes cabo do canastro.

    Gostar

  4. Nuno permalink
    23 Dezembro, 2010 23:44

    Porque é que neste post se pode aplaudir a esquerda e não deixam pôr a nu a miséria que esses bandidos estão a fazer?

    Gostar

  5. 23 Dezembro, 2010 23:52

    é nojento , isso. essas ajudas , os tais de 60% de ajuda ao sector que só participa na economia chupando , serão devolvidas ou quê ? suponho que não serão a fundo perdido , ou são ?
    não sou loira , mas com estas coisas sinto-me , porque não as percebo.

    Gostar

  6. 24 Dezembro, 2010 00:13

    É repugnante, de facto. Principalmente com bancos (como o BES) a baterem recordes de lucros em plena crise.

    O que mais acho engraçado, contudo, é ver neo-liberais criticarem tais medidas quando, assim que começou a crise, virem os patronatos todos a espedinchar ajudinha financeira ao estado. O que faria a direita (e.g. com o Grande Coelho Laranja no poder) se estivesse no poder? Simples: esse um porcento iria também a voar até aos bancos.

    Estado “social-socialista”? Não. Estado nacional-capitalista. Nós e o resto da União. Os “ismos” fazem confusão a miuta gente mas que ninguém se engane: não há qualquer perspectiva de socialismo neste país desde que foi enfiado na gaveta e não é esse tipo, “o melhor dos poetas assim-assim” (Agustina dixit), que o vai ressuscitar.

    Gostar

  7. 24 Dezembro, 2010 00:22

    Sócrates, é o exemplo do exercício do poder por um jóvem oportunista. Um “vencedor”, claro, só que parco em valores morais e senso comum. Tudo bem, nesta “democracia”.
    Mas Teixeira do Santos ! Com aquela idade, servil ! servir aquele …!?
    Falando de megalomanias:
    Sócrates – “Ainda está para nascer…”
    Cavaco – “Ainda têm que nascer 2(?) vezes …”
    Tá tudo marado.

    Gostar

  8. Portela Menos 1 permalink
    24 Dezembro, 2010 00:39

    Muito interessante esta preocupação do Blasfémias, que é insuspeito de não gostar da Banca, Financeiras e Seguradoras.
    ps: Cavaco não tem nada a ver com o estado a que isto chegou, pois não?

    Gostar

  9. Portela Menos 1 permalink
    24 Dezembro, 2010 00:41

    “preocupação do Blasfémias” … que não GSilva.

    Gostar

  10. JLeme permalink
    24 Dezembro, 2010 01:01

    Se algu~em escrever um comentário em sentido contrário ao que o auto do post quer propalar vai ser censurado. Socialismo obriga a pensamento único.

    Gostar

  11. 24 Dezembro, 2010 01:32

    Entretanto, um corrupto e vigarista ex Presidente de Câmara que se gaba de ser candidato a Presidente da República—sabendo-se que faz o papel de marionete e palhaço— disparou insultos e calúnias ao actual PR.
    Mas quem paga a campanha desse grunho?
    Que interesses económicos e políticos fazem dançar este pobre palhaço?
    Que gangs da corrupção e das negociatas dão €€€ para esta marionete ser “candidato”?
    Quem deu o nome para as assinaturas para o T.C.?
    E porque não se faz uma sindicância rigorosa aos mandatos deste caluniador na Câmara de Viana?
    MºPº: de que andou à espera?

    Gostar

  12. tric permalink
    24 Dezembro, 2010 01:41

    36 por cento para as empresas…investirem fora do país!!!

    Gostar

  13. Portela Menos 1 permalink
    24 Dezembro, 2010 01:45

    calúnias? então Cavaco vai queixar-se à justiça; só pode.

    Gostar

  14. Portela Menos 1 permalink
    24 Dezembro, 2010 01:52

    o mercado de acções é muito versátil
    http://www.esquerda.net/artigo/cavaco-lucrou-147-mil-euros-com-acções-da-holding-do-bpn

    Gostar

  15. 24 Dezembro, 2010 02:09

    Portela,

    Mas se de facto Cavaco ganhou o que dizem com as acções da SLN, qual é o problema??? Não se tratava de uma empresa cotada, as acções só se poderiam negociar por contratação particular. O que está errado em todo o processo do BPN é o Estado tê-lo nacionalizado, quando o deveria ter deixado seguir o seu curso normal. Ou seja, a falência.

    Gostar

  16. JCA permalink
    24 Dezembro, 2010 03:08

    .
    China could overtake America as the world’s biggest economy within two years, according to a leading financial think tank.
    .
    Finance Minister Fernando Teixeira dos Santos met Chinese Finance Minister Xie Curen and the head of the People’s Bank of China during a visit to the country last week.
    But it is unclear whether Beijing would be prepared to take on so much fresh exposure to Portugal, after domestic political pressure to invest the country’s foreign reserves more carefully.
    http://www.dailymail.co.uk/news/article-1341110/Fresh-humiliation-euro-zone-China-says-bail-debt-ridden-nations.html#ixzz18z8EHppP
    .
    http://www.guardian.co.uk/environment/2010/dec/23/china-ability-to-feed-population-warning
    .
    No Dakota do Norte é que sabem da poda
    (se calhar a Irlanda ao nacionalizar o 2º maior Banco vai-se inpirar por lá ….. )
    .
    AUSTERITY FAILS IN EUROLAND:
    TIME FOR SOME “DEFICIT EASING”?
    http://www.webofdebt.com/articles/deficit_easing.php
    .

    Gostar

  17. 24 Dezembro, 2010 03:13

    Portela!
    E vc acredita que os BEs não fazem negócios:negociatas?
    É assim tão betinho?
    O que está em causa é que o caluniador pouco perde…anda fazer fretes que com certeza serão bem pagos pelo gang socrático…à nossa custa.
    E os TRIBUNAIS NÃO DECIDEM ANTES DAS ELEIÇÕES.
    Este é o comportamento típico da esquerda.
    fizeram assim com Sá Carneiro…com Freitas em 1986..com MFL…como já tinham feito com o PR há dois anos.

    Gostar

  18. lucklucky permalink
    24 Dezembro, 2010 03:15

    “O que mais acho engraçado, contudo, é ver neo-liberais criticarem tais medidas quando, assim que começou a crise, virem os patronatos todos a espedinchar ajudinha financeira ao estado.”
    .
    Explicação para esquerdistas confundidos.
    Um “neo liberal” está contra a pedinchisse do patronato.
    Caso não tenha notado o bail-out nos EUA só passou com o votos do partido Democrata não com os votos do partido Republicano. E o Tea Party – que os jornais nos dizem que é um grupo radical direitista – nasceu contra os bailouts e a corrupção entre Governo e Empresas…
    O patronato não é mais do que uma parte do mercado. Se o patronato é incompetente ao ponto de colocar a sua empresa em falência esta deve falir e não virem os contribuintes pagar a conta da incompetência. O mercado existe para falir os incompetentes.
    Espera-se que as esquerdas comecem a informar-se sobre as diversas correntes do capitalismo.

    Gostar

  19. JCA permalink
    24 Dezembro, 2010 04:10

    .
    Já que estamos em fim de ano e na gravidez do novo seculo,
    as ‘profecias’ ou a ‘agenda’ de Attali para o sec XXI
    .
    Karl Marx Was Really a Free-Marketeer, Says Attali: Interview
    http://www.bloomberg.com/apps/news?pid=newsarchive&sid=amki8cR5MF34&refer=culture
    ..
    A Brief History of The Future by Jacques Attali (2006)
    outlines the agenda for the 21st Century ?!
    .
    In ‘A Brief History of The Future’ Attali predicts that this century will unfold in three distinct phrases.
    .
    1. Super-empire = an era of privatization where corporations rule the day. He writes, “money will finally rid itself of everything that threatens it- including nation states, which it will progressively dismantle.” The market will become the world’s only recognized law. A system of power whose ‘structures remain elusive but whose goal is global.’
    .
    2. Hyperconflict = super-empire will implode and there will be a period of worldwide chaos. Starting about 2030, Attali foresees ‘devastating wars, pitting nations, religious groups, terrorist entities, and free-market pirates against one another’.
    .
    3. Hyperdemocracy (2060)= Exhausted by wars and social upheavals the world public will welcome with open arms ‘the creation of a democratic world government.’ It will be a collectivist system, with everyone working towards the ‘common good.’
    .
    etc,
    .

    Gostar

  20. Portela Menos 1 permalink
    24 Dezembro, 2010 09:25

    é pá! a artilharia pesada – LR, SÁTIRO,lucklucky – em defesa do negócio de “as acções só se poderiam negociar por contratação particular”.
    ps:
    LR,
    “O que está errado em todo o processo do BPN é o Estado tê-lo nacionalizado, quando o deveria ter deixado seguir o seu curso normal. Ou seja, a falência”
    Penso que ainda vão a tempo, são todos conhecidos e a polícia/tribunais/prisões podem funcionar mal mas funcionam. Acredito que PPCoelho irá a tempo de ajudar a fazer justiça 🙂

    Gostar

  21. 24 Dezembro, 2010 10:41

    Portela,

    “Penso que ainda vão a tempo, são todos conhecidos e a polícia/tribunais/prisões podem funcionar mal mas funcionam. Acredito que PPCoelho irá a tempo de ajudar a fazer justiça :-)”

    Entretanto, quanto dinheiro já se gastou e se irá ainda gastar? Faça-nos a justiça de reconhecer que nós sempre fomos coerentemente contra os bail-outs. Quem falha no mercado, deve ter a sanção do mercado. Evitá-la (a falência) é distorcer o sistema e beneficiar os infractores.

    Gostar

  22. maria permalink
    24 Dezembro, 2010 12:35

    Seria interessante saber a que banca, descriminadamente. Tenho curiosidade em saber quais.

    Gostar

  23. 24 Dezembro, 2010 12:50

    “O que mais acho engraçado, contudo, é ver neo-liberais criticarem tais medidas quando, assim que começou a crise, virem os patronatos todos a espedinchar ajudinha financeira ao estado.” . Explicação para esquerdistas confundidos. Um “neo liberal” está contra a pedinchisse do patronato. Caso não tenha notado o bail-out nos EUA só passou com o votos do partido Democrata não com os votos do partido Republicano. E o Tea Party – que os jornais nos dizem que é um grupo radical direitista – nasceu contra os bailouts e a corrupção entre Governo e Empresas… O patronato não é mais do que uma parte do mercado. Se o patronato é incompetente ao ponto de colocar a sua empresa em falência esta deve falir e não virem os contribuintes pagar a conta da incompetência. O mercado existe para falir os incompetentes. Espera-se que as esquerdas comecem a informar-se sobre as diversas correntes do capitalismo.

    Gostar

  24. 24 Dezembro, 2010 13:02

    A populaça-NADA se sabe, não se importa. Prefere ignorar. Se não sabe dos abusos do poder, tanto melhor — para ela e para o governo.
    Este, o suporte eleitoral e diário de governos como o actual.

    Gostar

  25. PMP permalink
    24 Dezembro, 2010 13:12

    É muito interessante verificar que grande parte dos comentadores da “direita” não propõe a redução da despesa pública começando no corte no tamanho do governo, na redução do numero de entidades e de chefias, redução do numero cursos superiores e de professores universitários, preferindo o corte na prestação de serviços sociais.
    .
    Será que essa “direita” prefere continuar a estar encostada ao estado, em vez de procurar criar as suas empresas ou trabalhar no sector privado não “rentista” do estado ?

    Gostar

  26. lucklucky permalink
    24 Dezembro, 2010 13:19

    “É muito interessante verificar que grande parte dos comentadores da “direita” não propõe a redução da despesa pública começando no corte no tamanho do governo, na redução do numero de entidades e de chefias, redução do numero cursos superiores e de professores universitários, preferindo o corte na prestação de serviços sociais.”

    Onde foi buscar essa ideia de “preferir” é simplesmente um constatação inevitável . Acho muito bem que se faça o que diz em primeiro lugar , mas nunca chegará para cortar 20% do que os Estado gasta.

    Gostar

  27. J Alves permalink
    24 Dezembro, 2010 14:35

    “(…)
    Quando regressou a Portugal?
    Em 1964 resolvi vender as minhas empresas. E depois pensei no melhor local para colocar o dinheiro. O dinheiro não tem pá­tria, vai para onde há melhores garantias. Qual era o país que me oferecia melhores garantias? Portugal, que tinha o orçamento equilibrado e a moeda mais forte do mundo. É por isso que hoje não me deixam falar. Portugal tinha a inflação a zero e 980 toneladas de ouro. O Financial Ti­mes escreveu: – Portugal, a continuar a sua ex­pansão económica, atingirá o terceiro milagre económico do mundo em 1980. O que ultrapassaria muitas vezes os outros dois milagres económicos: o japonês e o ale­mão.
    Trouxe o dinheiro para Portugal?
    Sim, onde já tinha outras coisas…

    E quanto dinheiro trouxe?
    Muitos milhões de dólares. Tinha cá a Co­vi­na e outras fábricas. Até fundei o Banco Comercial de Angola, em Luanda, em 1964. Em Angola encontrei o general Silvino Silvério Marques, de quem sou muito amigo. Comprei muitas coisas, incluindo acções de muitas companhias…

    O 25 de Abril

    Trouxe o dinheiro para Portugal. E depois?
    Deu-se o 25 de Abril…

    E os seus bens foram nacionalizados…
    Nacionalizados? Roubados! Nacio­nalizar é um eufemismo que eles criaram. Há três países que roubaram o povo: Cu­ba, Rússia e Portugal. A Inglaterra, a de­ter­minada altura, estatizou. Mas pagou por isso o dobro do valor. Mitterrand, quan­do era presidente da França, fez o mesmo. Mas também pagou o dobro. As fábricas, nas mãos do Estado, nunca dão nada. (…)”
    Excerto de entrevista a Lúcio Tome Feteira em: http://www.jornaldeleiria.pt/portal/index.php?id=5109

    Gostar

  28. silva permalink
    26 Dezembro, 2010 11:10

    Com este governantes que são os maiores promotores de desemprego e de miséria basta ver a ilegalidade do despedimento colectivo do casino estoril quem está por detrás deste despedimento com ajuda do Governo um negocio da CHINA . “Portugal é hoje um paraíso criminal onde alguns
    inocentes imbecis se levantam para ir trabalhar,
    recebendo por isso dinheiro que depois lhes é
    roubado pelos criminosos e ajuda a pagar
    ordenados aos iluminados que bolsam certas
    leis’.”

    Gostar

  29. Pois é... permalink
    26 Dezembro, 2010 21:34

    O SÁTIRO

    “…disparou insultos e calúnias ao actual PR.”

    ´Ó seu grunho, quem foi que lhe disse que era calúnia?
    O homem disse que tinha provas documentais daquilo que disse e a múmia não deu troco!

    Gostar

  30. José Ferreira da Sil permalink
    28 Dezembro, 2010 13:49

    Portugal agora é um país europeu a sério . Vejam o exemplo que vem de Bruxelas . O maior banco Belga o Fortis foi nacionalizado para ser de imedeato vendido a estrangeiro (os franceses do BNP Paribas). Pelo caminho o estado encaixou em perdas e garantias dadas uma menos valia de 725 milhões de euros. O Dexia e o KBC que são o segundo e o terceiro maiores bancos belgas deram juntos um prejuizo de +/- 700 milhões à federação dos estados Belgas.
    Portanto estamos bem na média europeia .
    Porreiro pá.

    Gostar

  31. villalobos permalink
    31 Dezembro, 2010 00:42

    Gastaram tudo, agora andam a vender o resto…

    Gostar

  32. 1 Janeiro, 2011 09:22

    Vocês têm que começar a ter mais cuidado com o que escrevem.
    É que segundo o paulo portas, os que andam a sacar aos estado social são quase todos de direita 😉

    Gostar

Trackbacks

  1. Tweets that mention Estado social-socialista « BLASFÉMIAS -- Topsy.com

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: