Saltar para o conteúdo

Não custou um euro ao contribuinte

11 Janeiro, 2011

5 de Novembro de 2008: O ministro Teixeira dos Santos explicou aos deputados que o BPN comprometeu a sua situação financeira porque estava em iminência de rotura de pagamentos, o que colocaria em risco os depósitos de milhares de depositantes.

7 de Novembro de 2008: Teixeira dos Santos, depois de muito pressionado, acabou por dizer que os prejuízos acumulados no banco BPN atingem 700 milhões de euros.

5 de Fevereiro de 2009: Teixeira dos Santos defende que Estado “não gastou dinheiro dos contribuintes” no BPN e no BPP

5 de Fevereiro de 2009: Teixeira dos Santos adiantou que o Governo decidiu nacionalizar o BPN não pelo prejuízo apurado de 700 milhões de euros, mas sim para proteger os depositantes.

18 de Junho de 2009:O ministro das Finanças afirmou hoje que “até agora o Estado não suportou um euro sequer” relativamente ao BPN, explicando que a Caixa Geral de Depósitos realizou operações de liquidez no banco avaliadas em 2,5 mil milhões de euros.

27 de Novembro de 2009 : [Teixeira dos Santos] diz que a insolvência do BPN poderia ter um efeito sistémico sobre a banca nacional. Se atingisse 10% das contas dos depositantes portugueses, a factura poderia chegar aos 15 mil milhões de euros.

27 de Outubro de 2010:BPN: Nacionalização evitou “catástrofe” do sistema financeiro — Teixeira dos Santos

11 de Janeiro de 2011: Teixeira dos Santos diz que perdas detectadas já depois da nacionalização mostram que a decisão foi acertada

11 de Janeiro de 2011: Teixeira dos Santos: “Valor de referência para custo da nacionalização do BPN são dois mil milhões”

Anúncios
34 comentários leave one →
  1. campos de minas permalink
    11 Janeiro, 2011 15:41

    tema esgotado…..

    Gostar

  2. Arlindo da Costa permalink
    11 Janeiro, 2011 15:48

    Acho que o Governo devia confiscar imediatamente os bens de todos os responsáveis pela falência do Banco, inclusivé exigir de volta todo o dinheiro que muitos «clientes», «accionistas» e vários véiculos financeiros «fantasmas» sacaram do banco.
    Fazer como os nossos amigos americanos fizeram à súcia que orbitava à volta do Madoff.
    Anda muito pelintrão numa determinada Comissão de Honra a gozar com os contribuintes!

    Gostar

  3. anti-comuna permalink
    11 Janeiro, 2011 16:07

    Mistério à portuguesa.
    .
    .
    Segundo o Sócrates, o Estado gastou menos do que o previsto e cobrou mais que o previsto. Resultados que superam as expectativas. Dele, claro. Mas as expectativas eram de um défice de 7,3%.
    .
    .
    Agora eu pergunto. Se as receitas foram melhores como até o crescimento da despesa foi abaixo das expectativas dele, para quê que se nacionalizou o fundo de pensões da PT?
    .
    .
    Ele pode enganar os portugueses, duvido é que no exterior engulam este tipo de patranhas. ehehhehehehehheh

    Gostar

  4. campos de minas permalink
    11 Janeiro, 2011 16:15

    Como auto-destruir uma boa reputação?
    afirmar bacocamente:
    tem que nascer duas vezes quem quer ser mais honesto que eu!

    Gostar

  5. Fredo permalink
    11 Janeiro, 2011 16:25

    “Ele pode enganar os portugueses, duvido é que no exterior engulam este tipo de patranhas. ehehhehehehehheh”
    .
    E, entre os portugueses, parece também ter enganado o Cavaco, a avaliar pelas suas declarações. ehehhehehehehheh

    Gostar

  6. Fredo permalink
    11 Janeiro, 2011 16:26

    Ou será que ele, que nunca se engana, estará só a ajudar o seu amigo a enganar-nos a nós?

    Gostar

  7. José permalink
    11 Janeiro, 2011 16:28

    Teixeira dos Santos: o pior ministro da Economia da Europa. Já foi assim classificado e os factos só realçam a verdade da classificação.

    Gostar

  8. José permalink
    11 Janeiro, 2011 16:28

    Da Economia por antonomásia. Das Finanças se se quiser.

    Gostar

  9. Arlindo da Costa permalink
    11 Janeiro, 2011 16:34

    Oh José:
    O Teixeirinha é mau por que «corta» nas mordomias nos «justiceiros» de serviço!
    Ah grande Teixeira!
    Enfia esse malhho mais fundo nas costas desses malandros!

    Gostar

  10. campos de minas permalink
    11 Janeiro, 2011 16:36

    o socras está-se a revelar nestas horas de dificuldades,
    hoje saiu-se coma jogada de mestre , antológica em termos de oportunidade!
    o passos parece que vai ter de esperar sentado…

    Gostar

  11. Fincapé permalink
    11 Janeiro, 2011 16:46

    Ai as memórias que andam pelas ruas da amargura! Como era lindo o céu na Terra quando Teixeira dos Santos (TS) era o maior, quando ele e mais duas ou três aves raras, em dois ou três ministérios, eram ao nível da excelência, que nunca serão, nem medianos, quando se dizia que Cavaco estava doidinho para Sócrates se demitir desde que o PS indicasse TS para PM. Ai que bom foi para muitos TS salvar o pilim dos depositantes que, coitados, etc, e depois o que seria, talvez, a bruxa má e os sete anões, mais aqueles que não entram na história, porque a economia, enfim, tudo numa boa e a capital ainda é Lisboa!

    Gostar

  12. 11 Janeiro, 2011 17:26

    Será Alzheimer?

    Gostar

  13. J.alves permalink
    11 Janeiro, 2011 17:50

    Ó JM, então desde Fevereiro de 2009 até 11 de Janeiro de 2011 o mundo não mudou ? Tenha lá paciência …

    Gostar

  14. Licas permalink
    11 Janeiro, 2011 18:24

    I
    Posted 11 Janeiro, 2011 at 17:26 | Permalink
    Será Alzheimer?

    _________________-

    . . . ESTAS INTERMITENCIAS do Guarda-Livrios do Tarado?

    Gostar

  15. A C da Silveira permalink
    11 Janeiro, 2011 18:38

    Alguem devia ter aproveitado para perguntar ao ministro das finanças, quantos aumentos de capital o governo fez na CGD, com dinheiro dos contribuintes, e as razões que levaram a esses aumentos de capital. Para não ir mais atrás, desde 2007. Andam todos entretidos com as acções do Cavaco no BPN, mas ninguem quer saber para que serviram os mais de 3000 milhões que nos tres ultimos anos foram injectados na CGD.

    Gostar

  16. Arlindo da Costa permalink
    11 Janeiro, 2011 18:50

    Foram para pagar os calotes e a gestão danosa dos amiguinhos do Sr. Professor…
    É preciso fazer o «boneco»?

    Gostar

  17. Bulimunda permalink
    11 Janeiro, 2011 19:08

    Enfim..hoje já não temos relação entre pessoas mas sim entre números e ratings..
    http://bulimunda.wordpress.com/2011/01/11/mais-umas-poucas-duzias-de-homens-ricos-e-nos-dias-que-correm-apenas-isso-conta-nada-mais/

    Gostar

  18. Bulimunda permalink
    11 Janeiro, 2011 19:09

    Mas custou muita vaselina e saca rolhas…

    Gostar

  19. A C da Silveira permalink
    11 Janeiro, 2011 19:15

    Ó Arlindo Costa, voce noutras bandas dá pelo nome de Miguel Abrantes, por isso, feche a cloaca e não venha práqui poluir o ambiente. Se tiver idade para isso, no tempo da outra senhora devia pertencer à mocidade portuguesa; tem o perfil certo!

    Gostar

  20. 11 Janeiro, 2011 19:18

    Engana-se, Silveira. O gajo não era da Mocidade, mas da Legião e da PIDE/DGS. Só pode.

    Gostar

  21. Trader permalink
    11 Janeiro, 2011 19:42

    Arlindo da Costa
    Posted 11 Janeiro, 2011 at 18:50 | Permalink
    Foram para pagar os calotes e a gestão danosa dos amiguinhos do Sr. Professor…
    É preciso fazer o «boneco»?

    Foram ? Desde que o BPN foi nacionalizado saíram 3 mil milhões, só nas últimas semanas com a polémica da campanha foram 200 milhões.

    Quem anda desde 2008 a destruir o BPN ? É o Sr. Professor ? Deve andar muito distraído, ainda há há dias alguém deixou aqui este link, para que a memória não seja curta, enquanto discutem os “trocos” do Cavaco e do Alegre:

    Banca salva Berardo da falência
    Berardo com risco sistémico
    A CGD e o BCP terão emprestado cada um cerca de €400 milhões, e o BES um montante inferior a 200 milhões.

    http://aeiou.expresso.pt/banca-salva-berardo-da-falencia=f494258

    Sabendo-se que o agora certamente falido Berardo pediu mil milhões à banca na tomada de poder do BCP onde a CGD teve um papel preponderante, acções do BCP que em 2007 valiam 3,79€ e hoje valem 55 centimes , há para aí uns bancos com um grande buraco, e a Caixa deve ser o maior deles, pois não foi apenas o Berado que financiou. A garantia dos empréstimos foram as próprias acções, que hoje valem 1/7.

    Esta malta não só destruiu a economia, como está alegremente a destruir a banca nacional desde 2007. Tenham cuidado com as vossas economias.

    Gostar

  22. certo permalink
    11 Janeiro, 2011 20:07

    Teixeira dos Santos
    pode bem ser dos piores
    ministros de Finanças, segundo
    uns invejosos lá de fora,
    mas a mentir, afirmar
    aldrabices como punhos,
    é dos melhores da Oropa
    e, seguramente, do mundo.

    Gostar

  23. tina permalink
    11 Janeiro, 2011 20:32

    E depois há pessoas que ainda demonstram respeito por Teixeira Santos… deve ser pelos cabelos brancos, porque ele é tão mentiroso e aldrabão como Sócrates.

    Gostar

  24. tina permalink
    11 Janeiro, 2011 20:48

    O défice não passaria dos 5,9% e afinal foi 9,3%. A nacionalização do BPN não custaria nada aos portugueses e afinal foram só 2 mil milhões. E quanto ao TGV vai ser a mesma coisa, agora anunciam que são só alguns milhões e afinal será 1000 vezes mais. Como é que ainda há pessoas a defender estes corruptos que tanto mentiram ao povo só para continuar no poder?

    Gostar

  25. Arlindo da Costa permalink
    11 Janeiro, 2011 21:41

    Mui tem sofrido o nosso Ministro-das-Finanças para tapar os buracos que os amiguinhos do Cavaco deixaram no BPN.
    Os «administradores» e «accionistas de referência» da Sociedade Tuga de Negócios a circularem nos seus ferraris, bmw’s e mercedes e o Prof. Teixeira a queimar as pestanas para encontrar soluções para aquelas megas falcatruas!

    Gostar

  26. Luis de Lisboa permalink
    11 Janeiro, 2011 22:29

    RESUMINDO: Vitor Constâncio, Sócrates e Teixeira dos Santos, serão entre outros, os verdadeiros coveiros de Portugal.

    Gostar

  27. tina permalink
    11 Janeiro, 2011 22:40

    E a despesa continua a subir, a subir, a subir. Para o ano quando já não houver o fundo de pensões da PT o que vai acontecer? O défice vai voltar a 9,3%? ahahaha…

    Gostar

  28. Carlos Dias permalink
    11 Janeiro, 2011 23:15

    Ó Tina, há mais fundos de pensões.
    Ou não há?

    Gostar

  29. Carlos Dias permalink
    11 Janeiro, 2011 23:16

    O BPN vai mudar de marca.
    Desde que não seja para BPI.

    Gostar

  30. 11 Janeiro, 2011 23:29

    Oficialmente são dois mil milhões. E “NÃO gastou dinheiro dos contribuintes” !!!
    Imaginem que SIM “podia” gastar dinheiro dos contribuintes!!! Como é que seria?

    Gostar

  31. A C da Silveira permalink
    11 Janeiro, 2011 23:32

    Trader pôs o dedo na ferida. O buraco da CGD que eu falei foi mesmo por isso. Mas o Berardo não foi o unico. O Vara distribuiu dinheiro a rodos aos amigos para controlarem o BCP, com os resultados que se conhecem.

    Gostar

  32. JCA permalink
    12 Janeiro, 2011 08:50

    .
    Decisão do Supremo Tribunal de British Columbia sobre os Bancos:
    .
    “When we try to understand how the banks “grant” the loan to the government in the first place, we are reminded of Class Action Suit filed by John Dempsey against major Canadian financial institutions at the Supreme Court of British Columbia on 15th April 2005.
    .
    The lawsuit was dismissed as frivolous. But Dempsey’s objections to how banks “granted” loans to the Bank of Canada are still pertinent. To quote, at all material times, these defendant banks and all of them have no legal standing to lend any money to borrowers, because:
    .
    1) these banks and credit unions did not have the money to lend, and therefore they did not have any capacity to enter into a binding contract;
    .
    2) the defendants did not have any cash reserve, they are not legally permitted to lend their depositor’s or member’s money without expressed written authorization from the depositors, and:
    .
    3) the defendants have no tangible assets of their own to lend and all their “assets” are “paper assets” which are mainly in the form of “receivables” created by them out of “thin air,” derived out of loans whereas the monies loaned out were also created out of thin air.
    .
    Other than bookkeeping and computer entries, no money or substance of any value was loaned by the defendants to the Plaintiff. In all of the loan transactions entered into between the Plaintiff and the Defendants, the financial institutions did not bring any equity to any of the transaction.”
    .

    Gostar

  33. Licas permalink
    15 Janeiro, 2011 18:31

    Arlindo da Costa
    Posted 11 Janeiro, 2011 at 21:41 | Permalink
    Mui tem sofrido o nosso Ministro-das-Finanças para tapar os buracos que os amiguinhos do Cavaco deixaram no BPN.
    Os «administradores» e «accionistas de referência» da Sociedade Tuga de Negócios a circularem nos seus ferraris, bmw’s e mercedes e o Prof. Teixeira a queimar as pestanas para encontrar soluções para aquelas megas falcatruas!

    ________
    APENAS ME PERGUNTO: De que lixeira foram os Socratinos buscar esta nata de imbecis?
    Ou melhor: A crise do emprego conduz ao aparecimento de mão de obra barata * de
    gente capaz de tudo quanto à servilidade acintosa : são os rotweilers dos Ratos do Largo.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: