Saltar para o conteúdo

A estratégia do parricida órfão II

16 Março, 2011

O governo devia afinar a estratégia do parricida órfão. Até à semana passada estava tudo bem com o financiamento do Estado. Agora há risco de FMI. Na sexta passada diziam que o PEC não precisa de ser aprovado pela oposição. Agora já querem votar o PEC e dizem que se a oposição reprovar o PEC vem aí o FMI. Decidam-se lá. Qual é a mentira que mais vos convém?

19 comentários leave one →
  1. José Pinto Basto permalink
    16 Março, 2011 13:37

    Não digo que os socialistas comam criancinhas ao pequeno almoço… isso faz parte do passado, mas que adoram comer velhinhos a todas as horas, por lorpas, é evidente…

    Gostar

  2. 16 Março, 2011 13:38

    Na votação do PEC4, o PSD sai do hemiciclo, com a excepção do chefe da bancada parlamentar que vota contra e emite uma declaração de voto.
    Não se desencadeia a crise desejada pelo PS e este assume as medidas que decidiu sozinho.
    E assim se faria até que o País incorporasse os efeitos destes anos Socráticos.
    Para que nas eleições que aí vêm, os socialistas ficassem bem longe de novo (seu) governo.

    Gostar

  3. confrade permalink
    16 Março, 2011 13:51

    é uma VERGONHA, ora está controlado ora não está; ora está controlado ora não está ; ora está controlado ora não está ; ora está controlado ora não está
    Portugal está a ser enganado como nunca foi. Quem é esta gente??

    Gostar

  4. 16 Março, 2011 14:14

    Enquanto o mundo está preocupado com o que se passa no Japão e suas centrais atómicas afectadas pelos sismos, o João entretem-se a colocar o carimbo “JABASTA” e a carimbar mais do mesmo sobre a baixa política provinciana.

    Gostar

  5. fms permalink
    16 Março, 2011 14:19

    João, no post anterior é “à”. Desculpe lá mas por mais anti-xuxialistas que um gajo seja, como eu que já não posso ver o sacana do Sócrates no poder, mesmo assim tem de haver rigor.

    Gostar

  6. campos de minas permalink
    16 Março, 2011 14:19

    «O Tribunal Central Administrativo Sul considerou que um conjunto de empréstimos realizados entre empresas do grupo Jerónimo Martins tiveram um único fito – transformar juros tributáveis em 65 milhões de euros de dividendos isentos de imposto, contribuindo para 113,3 milhões de prejuízos fiscais. »
    em roubar o Estado é o sr. santos um expert!

    Gostar

  7. certo permalink
    16 Março, 2011 15:01

    O perigo maior, há que dizê-lo, está na iminência de ainda termos de recorrer à ajuda externa, repete-o Sócrates e o ministro Teixeira, à saciedade, como se até agora nos servíssemos, se bastasse o governo da mera rica ajuda interna.
    E já é preciso ter lata, ser um mula, troca-tintas, demagogo.

    Gostar

  8. tina permalink
    16 Março, 2011 15:10

    Olha o Piscoiso, só agora se apercebeu do problema nuclear no Japão. Não devia perder tanto tempo com a RTP1, tem de ver mais CNN e a SKY News, que estes sim dão notícias importantes.

    Gostar

  9. certo permalink
    16 Março, 2011 15:11

    Ó Piscoiso, pá, agradeça, reze a deus que assim nos livre de mais perigos, maremotos, mais não seja em atenção à prece de um “já basta” de desgraças, se para o mal já cá nós temos um governo do pior e o mais endividado e encalacrado de sempre, que não pára de nos vergar de impostos, a começar nos mais pobres, enquanto protege os boys, quanto mais ricos, com chantagens sobre chantagens das quais não é a menor quanto mente.

    Gostar

  10. tina permalink
    16 Março, 2011 16:56

    João, a mentira que mais lhes convém é aquela que este PEC é para 2012 e 2013, mas logo a seguir, vem outro governante e diz que é só para ter a certeza que as coisas vão correr bem em 2011.

    Gostar

  11. Golp(ada) permalink
    16 Março, 2011 17:02

    Ao Piscoisa:
    “Enquanto o mundo está preocupado com o que se passa no Japão e suas centrais atómicas afectadas”
    .
    Esta pérola do Pisca-pisca é assaz pertinente.Um fenómeno.
    Não é que teve que vir o Pisca-pisca do alto da sua sapiência nos informar daquele cataclismo.
    É que pelos vistos ninguém sabia.
    Alvíssaras pela douta informação.

    Gostar

  12. J. Madeira permalink
    16 Março, 2011 17:09

    A prova de que o Governo tem estratégia afinada é a exacta antecipação do anúncio do PEC IV!
    Só a ignorância e má fé pode querer uma intervenção externa no País, basta informarem-se sobre
    o que se passa na Grécia e na Irlanda!
    A oposição tem obrigação de saber que a apresentação oficial do PEC é em Abril! Tudo o resto
    não passa de mau teatro criado pelo PSD, logo na primeira onda o seu castelo de areia foi-se, com
    agravante de ainda não ter conseguido um esboço que seja de um eventual programa de governo!

    Gostar

  13. campos de minas permalink
    16 Março, 2011 17:13

    o Pr deu já o mote, faz meia horita:
    «o tempo não é de confrontos,mas de cooperação patriótica!»

    Gostar

  14. 16 Março, 2011 17:22

    O PS e Governo mudaram como da água para o vinho. Teixeira dos Santos está no parlamento a discutir como nunca e há nele e na bancada do PS uma vida, uma alegria, uma satisfação que já não se via há vários anos. Acabou aquela depressão de quem se arrastava sem razão nos discursos. Eles estão animados: já estão a ver que a porta de oportunidade para sairem e deixarem a responsabilidade toda no colo do PSD está mesmo ali à mão de semear. Eles estão mortinhos que Portugal rebente e que o FMI venha cá comer o 13º mês que o PS nos deu. E já anunciam o que o PSD vai fazer, ao mesmo tempo que pedem em voz alta que digam quais são as propostas que têm. E os jornalistas vão todos atrás, sem que um único (como ontem aconteceu) pergunte de modo directo por quantas semanas é que nós aguentamos as taxas de hoje.

    Gostar

  15. 16 Março, 2011 17:28

    “A prova de que o Governo tem estratégia afinada é a exacta antecipação do anúncio do PEC IV!”

    Ai sim? Então quando o PM disse que não havia mais medidas para 2011 mentiu, ou há dois meses o PM não sabia que anualmente se apresentava um PEC em Abril, e quando TS assinou o contrato com o PSD também não sabia. É isso?
    Curioso, porque 48h antes estava tudo bem e recomendava-se.
    E esqueceu-se de dizer que a produção industrial caiu.

    Gostar

  16. Beirão permalink
    16 Março, 2011 18:27

    Tratando-nos como uns atrasados mentais, este Sócrates que nos calhou na rifa (e a sua gente) vai num desvario de desvergonhas, de mentira em mentira, de PEC em PEC, até ao seu estatelamento final no fundão do poço político, económico, financeeiro, social, judicial – que, espera-se, suceda na próxima 4.ª feira, com a descossão na AR de mais este famigerado PEC 4. Depois… seja o que Deus quiser! Pior do que ‘isto’, será de todo improvável. Mudar precisa-se. Já!

    Gostar

  17. Beirão permalink
    16 Março, 2011 18:30

    Erro ortográfico: Discussão e não, claro, “descossão”

    Gostar

  18. licas permalink
    16 Março, 2011 18:43

    Erro ortográfico : Querias – – –

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: