Saltar para o conteúdo

Estas coisas deviam passar obrigatoriamente nas escolas e nos telejornais

28 Maio, 2011

A MULHER DE ESQUERDA

(Arrastam o curso até ao minuto 5.40 e aí percebem que não há ditaduras de esquerda)

Anúncios
48 comentários leave one →
  1. Portela Menos 1 permalink
    28 Maio, 2011 19:03

    E?

    Gostar

  2. 28 Maio, 2011 19:05

    Quem é a senhora que jorra tanta verbosidade oca e ‘politicamente correcta’??

    Gostar

  3. Aguia_Real11 permalink
    28 Maio, 2011 19:29

    É o Paulo Futre, versão feminina!

    Gostar

  4. Helena Matos permalink
    28 Maio, 2011 19:34

    Se vissem oo video no minuto 5. 40 percebiam o que a senhora quer dizer.

    Gostar

  5. Aguia_Real11 permalink
    28 Maio, 2011 19:40

    A senhora, nesse minuto, distorce a realidade para não questionar os valores em que acredita!

    Gostar

  6. Eleutério Viegas permalink
    28 Maio, 2011 19:46

    Quem é esta sujeita?

    Gostar

  7. lucklucky permalink
    28 Maio, 2011 19:46

    George Orwell explica muito bem a senhora. Sabia bem o que a casa gasta.
    A Esquerda quer o Controle total da vida das pessoas. Logo é inevitável a sua Ditadura.

    Gostar

  8. JP Ribeiro permalink
    28 Maio, 2011 20:45

    “A democracia é o pior de todos os sistemas com excepção de todos os outros”.

    Que frase tão original!!! Quem ouviu repetir isto pelo menos duas vezes ( e só ouvi seis minutos), fica esclarecido quanto ao nível cultural da senhora em causa.

    E depois o olhar atento dos parceiros/companheiros/camaradas, acenando com a cabeça, concordando bovinamente com todas aquelas platitudes que não dizem nada. Que desgraça esta gente das Novas Oportunidades.

    Pergunta: Quando é que o Sr Costa manda limpar a merda que estão a fazer no Rossio? Esta gente já tem estatuto dos ciganos para poderem acampar impunemente na via pública?

    Gostar

  9. José permalink
    28 Maio, 2011 20:54

    Esta fulana é uma “futrica”. Uma ignorante. De Esquerda, orgulhosamente.
    No outro dia na Gulbenkian, na apresentação do livro da Cândida Pinto, sobre Snu Abecassis e Sá Carneiro, a páginas tantas, uma senhora da plateia ( Maria Antónia Palla, antiga jornalista da Flama e mãe de um dos Costas) botou faladura. Começou logo por dizer que para uma mulher de Esquerda ( E eu sou de Esquerda, repisou bem como se fosse um cartão de apresentação de credibilidade inquestionável) e depois disse para ali duas patacoadas.

    Imaginem que havia na plateia alguém que dissesse as mesmas patacoadas e começasse por dizer que era de Direita…

    Este problema vai arrastar-se durante anos. Não se resolveu nos últimos 37 e vai arrastar-se até que se conclua que afinal a Esquerda é um mito.

    Esta fulana que aparece no video é uma palerma. Com todas as letras.

    Gostar

  10. 28 Maio, 2011 21:09

    Donde vem essa refinadíssima besta?

    Gostar

  11. 28 Maio, 2011 21:16

    José,
    A Palla está completamente che-ché.
    O que não a impede, segundo é voz corrente, de continuar a receber como presidente da Caixa dos Jornalistas, uma coisa que foi extinta há uns 5 anos (e, curiosamente, figurava há uns meses entre as instituições “a extinguir” pelo Governo Sócrates…).
    Para alguma coisa, pelos vistos, a sujeita é “de esquerda”…

    Gostar

  12. José permalink
    28 Maio, 2011 21:20

    Pode estar che-ché mas tal não a impede de botar faladura sobre o feudo de que se julga suserana. Esquerda é palavra mágica para esta gente.
    É incrível como isto se consolidou e como é isto que ainda hoje determina resultados eleitorais.

    Gostar

  13. abrolhos permalink
    28 Maio, 2011 21:49

    ….e até cita Winston Churchil….

    Gostar

  14. artur mendes permalink
    28 Maio, 2011 22:05

    Não há por aí desenfectante e lixivia que lave a lingua desta iluminária?

    Gostar

  15. 28 Maio, 2011 22:10

    A oradora do vídeo diz que para ela um regime que não é democrático não é de esquerda.

    Pode ser uma redefinição da palavra “esquerda”, mas parece-me muito positivo que a democracia seja entendida como inseparável do ser de esquerda.

    Gostar

  16. manuel.m permalink
    28 Maio, 2011 22:18

    Os republicanos explicam que os desmandos,crimes,desvarios da 1ª República foram na realidade praticados por…monárquicos ! Sendo a República por natureza “boa” , a autoria do “mal” não pode em consequencia a ela ser atribuído,mas sim aos seus inimigos.Cem anos depois o discurso é o mesmo ,basta substituir “república” por “esquerda” .Sendo a ditadura “má” esta jamais poderá ser de “esquerda” Q.E.D.

    Gostar

  17. tina permalink
    28 Maio, 2011 22:36

    Aquele de barbas ali ao lado só está a pensar quando é que a vai papar.

    Gostar

  18. 28 Maio, 2011 22:39

    Que haja por aí muita gente da minha geração e mais velhos que sejam de esquerda, compreendo.
    Atravessaram os anos dourados do pós 25 de Abril e apanharam o virus.

    Já não percebo aonde é que esta miudagem apanha a doença.
    Assistiram ao descalabro dos países de leste, viram o muro de Berlim ser derrubado, sabem o que se passou na Praça Tianamem, já não é preciso ser de esquerda para “curtir”…
    Sinceramente, não percebo.

    PS. Quem é esta “massa crítica” do video?

    Gostar

  19. Bruno Perpétuo Tavar permalink
    28 Maio, 2011 22:51

    Isto chega a meter medo…

    Gostar

  20. 28 Maio, 2011 22:52

    A oradora não diz que as pessoas de esquerda são boas.

    Diz que às pessoas que aceitam a ditadura, ela não chama de esquerda.

    Gostar

  21. Arlindo da Costa permalink
    28 Maio, 2011 22:53

    Por norma estas excrecências do alternativismo e radicalismo social são provenientes das famílias burguesas desestruturadas e com graves problemas psico-somáticos.
    Esta «esquerda» urbana e urbanizada foi criada em lares do PSD e do CDS, e só para chatear os paizinhos, viram-se para o radicalismo.
    Por que é que eles não vão militar no PCP?
    Estavam tolos! O tio Jerónimo não alinha nessas «brincadeiras» e nessas poses anarquistas e e nessas iniciativas para consumo e proveito do lixo mediático da burguesia.
    Se fosse em Cuba a esta hora essa rapaziada estava toda detrás das grades.

    Gostar

  22. 28 Maio, 2011 23:21

    Lucklucky – penso que a opinião do George Orwell seria a mesma que a da senhora em questão (o tema dos livros dele costuma ser esse – “quando socialismo for aplicado a sério vai ser bom; os regimes que se dizem socialistas é que não têm nada a ver com o socialismo”)

    Gostar

  23. 28 Maio, 2011 23:22

    Já agora, a minha opinião sobre o assunto:

    http://ventosueste.blogspot.com/2011/05/pode-haver-ditaduras-de-esquerda.html

    Gostar

  24. Fredo permalink
    29 Maio, 2011 00:18

    Não ouvi a menina e não gostei.
    Nem vale a pena perder tempo com pentelhos.

    Gostar

  25. lbzypt permalink
    29 Maio, 2011 00:20

    Esta senhora é ou foi militante do BE mas no movimento que fundou diz que é apartidária.
    Pois bem, a fachada caíu com este vídeo, o Movimento 12 de Março não é mais que um antro de esquerdistas, neuróticos e retrógados.

    Eu posso estar desempregado mas não vendo a alma ao Diabo. Sei muito bem porque vivi, o que o PCP fez em 1975 e a merda que o Marocas também fez com as ex-colónias que as deu de mão-beijada.

    E tenho pena porque o povo português infelizmente anda a dormir… quando acordar pode ser tarde demais.

    Gostar

  26. Anti-Socas permalink
    29 Maio, 2011 00:35

    Curioso, eu pelo contrário não conheço nenhuma esquerda que não passe pela ditadura.

    Gostar

  27. Portela Menos 1 permalink
    29 Maio, 2011 00:39

    Blasfémias está ao nível da campanha eleitoral.

    Gostar

  28. Raphael van der Cock permalink
    29 Maio, 2011 00:41

    É uma excelsa pateta. Provavelmente parida ali para os lados do ISCTE não?

    Gostar

  29. Arlindo da Costa permalink
    29 Maio, 2011 00:45

    Não conhelo nenhum «Anti-Socas» que não seja cabrão!

    Gostar

  30. Fincapé permalink
    29 Maio, 2011 00:47

    Pedro Marques Lopes diz mais ou menos isto no Eixo do Mal: o PSD está a fazer tantas asneiras na campanha que só pode ter lá infiltrados. Logo, todas as asneiras que a direita faz, não é a direita que as faz.
    Já o Sócrates, todas as asneiras que faz é porque é de esquerda. 🙂

    Gostar

  31. Arlindo da Costa permalink
    29 Maio, 2011 00:51

    Ainda vão dizer que o Dr.Arlindo da Costa é que orienta a «eficaz» e «imparável» campanha do PSD e do Dr.Passos Coelho.
    É verdade que temos lá «amigos», mas não devemos exagerar…

    Gostar

  32. 29 Maio, 2011 01:12

    Jaaaasus!!!! Há qualquer coisa de Fernanda Câncio nisto…

    Gostar

  33. 29 Maio, 2011 02:42

    “Curioso, eu pelo contrário não conheço nenhuma esquerda que não passe pela ditadura.”
    .
    Das quatro tradições politicas da esquerda (anarquismo, comunismo, social-democracia e republicanismo anti-clerical) só a segunda costuma governar em ditadura (embora a quarta tenha tido também alguns momentos autoritários ocasionais).

    Gostar

  34. Anti-Socas permalink
    29 Maio, 2011 04:51

    Caro Miguel Madeira,
    Apenas escapa o anarquismo (embora o “triunfo dos porcos” ou o “o senhor das moscas” mostre bem no que desemboca a auto-regulação em comunidades demasiado pequenas…) – pois a social-democracia, sendo anti-liberal e defendendo o papel crescente do Estado, o que acarreta uma subjugação crescente do indivíduo face ao Estado, também tem en si o gene do autoritarismo. Aliás, basta ver em que é que se tornou este PS.
    E, já agora, pensem em como muitos subsídios (normalmente os atribuídos a quem não necessita ou merece) são usados como factor de arregimentação de voto. Talvez recordar que é isto que o Alberto João Jardim usa na Madeira (sim, a subsidio-dependência), vos ajude a imaginar.

    Gostar

  35. Anti-Socas permalink
    29 Maio, 2011 04:53

    “Não conhelo nenhum «Anti-Socas» que não seja cabrão!”
    E eu não conheço nenhum Pró-Socas que tenha um nível intelectual e democrático superior ao Sr.
    Os ditadores chamam sempre nomes ao povo que se lhes opõe. Agradecido.

    Gostar

  36. tina permalink
    29 Maio, 2011 09:33

    “Não conhelo nenhum «Anti-Socas» que não seja cabrão!”

    Você é um patético, que não tem onde cair morto. Por isso não despega do Blasfémias, o único lugar onde ainda recebe alguma atenção. De resto, é um falhado completo que passa completamente despercebido no meio dos falhados de que faz, naturalmente, parte.

    Gostar

  37. tina permalink
    29 Maio, 2011 09:40

    Como esta “mulher de esquerda” e os colegas. A milhas se percebe o cheiro a falhados que exalam. Depois, do topo do seu fracasso e insignificância querem parecer melhores que os outros. Entretanto, durante a sua vida toda nunca contribuirão com nada de útil para a sociedade, pelo contrário, só sabem destruir. Como muitos anos de história da esquerda demonstram. Agora não há nenhum país de sucesso regido pela esquerda mas estes abéculas insistem porque é a única forma que têm de se evidenciar.

    Gostar

  38. Tiradentes permalink
    29 Maio, 2011 09:40

    Completamente iluminados por eles próprios esta “menina” se vê como farol daquilo que denomina “massa crítica”.
    A “ditadura” da bem pensante personagem chega ao ponto de dizer que quem não pensa como ela, a tal suposta “massa crítica” está tudo pré-programado, tipo bonecos de pilhas. Não especifica que “tratamento” lhes dar mas sabemos quais foram os “inventados” por “massa critica” semelhante.
    Qualquer coisa como tratamento psiquiátrico-sociológico (que ela aborda de raspão) e nos casos “irrecuperáveis talvez os exemplos de gougals, campos de reeducação, ou mesmo fuzilamentos pagos pelos familiares.
    E o materialismo dialéctico dela vai mais longe. Um verdadeiro “massa crítica” deve usar as “armas” do capitalismo (dumping das low cost) e meter a mão na merda (porcaria).Usufruir delas no remoto sentido de estar a combatê-las. Desconfio que rapidamente chegaria às câmaras de gás colectivas ou campos pequenos com a mesma argumentação dialéctica: se os outros fazem cagada porque não podemos fazer merda?
    Este, por mais que queiram é o verdadeiro “esquerdismo”.

    Gostar

  39. tina permalink
    29 Maio, 2011 09:56

    A União Europeia, infelizmente, é muito influenciada pelo pensamento de esquerda. Como tal, evidencia todos aqueles tics da esquerda, tal como uma preocupação extrema consigo próprios, a falta de coragem, o medo constante que alguma coisa má aconteça… Para se protegerem, fazem leis para tudo e agora é a isso o que o Parlamento Europeu se resume, passar leis para a protecção pessoal. O facto de muitas destas leis terem implicações na inciativa privada, não lhes faz perder o sono. Para eles é tudo possível, não são necessários nenhuns compromissos. Uns líricos a governarem a Europa, não admira que economicamente esteja a crescer tão pouco. Também parecem preocupar-se muito com os direitos humanos mas vai-se a ver e tudo o que fazem é emitir declarações de desaprovação, que são completamente ignoradas pelso perpetradores, ou então dar dinheiro, que muitas vezes acaba nas mãos dos próprios ditadores!…. Mas isso é de somenos importância porque para a esquerda é tudo uma questão de show-off, querem sempre mostrar que são bons e melhores que os outros. Quando no fundo é exactamente o oposto.

    Gostar

  40. tina permalink
    29 Maio, 2011 10:01

    “Usufruir delas no remoto sentido de estar a combatê-las.”
    .
    ahahaha, sintomático da esquerda, nunca faz o que apregoa. Um grande número de circo é o que eles são. Olha os palhaços, gritam as pessoas, e eles não se importam porque, finalmente, estão a receber atenção.

    Gostar

  41. silva permalink
    29 Maio, 2011 10:26

    A DGERT tem por missão apoiar a concepção das políticas relativas ao emprego e formação profissional e às relações profissionais, incluindo as condições de trabalho e de segurança saúde e bem-estar no trabalho, cabendo-lhe ainda o acompanhamento e fomento da contratação colectiva e da prevenção de conflitos colectivos de trabalho e promover a acreditação das entidades formadoras.

    Tudo uma grande mentira, as provas são dadas com o despedimento colectivo de 112 pessoas do CASINO ESTORIL
    “Para Os Trabalhadores da empresa casino estoril no final se fará justiça, reconhecendo a insustentabilidade de um despedimento Colectivo oportunista promovido por uma empresa que, para além do incumprimento de diversas disposições legais, apresenta elevados lucros e que declara querer substituir os trabalhadores que despede por outros contratados em regime de outsoursing”.

    Quem Investiga esta Corrupção! Os bares das salas de jogo foram concessionados a um Director da empresa, que colocou um testa de ferro(EX EMPREGADO DA EMPRESA) a geri-los.
    O Tamariz e a discoteca Jézebel foram entregues á companheira do sr Dr Assis. O Du art Louge, vai brevemente passar para as mãos do genro do sr Dr Assis, mas como o genro é assessor da Administração, vai mais um “testa de Ferro” (desta vez é um cunhado do Dr Assis) gerir o espaço. Depois anda por lá um ex secretário de estado a receber um vencimento na ordem dos 18 mil euros mês, a fazer algo que ninguem ainda entendeu, chamam-lhe director Geral… lol. O Casino Estoril transformou-se num Cartel. O pudor e a vergonha desapareceram, aquilo é um espaço a saque. A BANDIDAGEM E A GATUNAGEM por ali é pura e dura. Investigar? Toda a gente sabe o que se passa. Vivemos é num País de faz de conta, onde se despedem 112 pessoas honestas e cumpridoras, para que estes parasitas continuem o seu saque.

    Gostar

  42. Francisco Colaço permalink
    29 Maio, 2011 10:53

    Tina,
    .
    O remédio para a esquerda é o sabonete. A lição da história mostra que, retirada a porcaria que historica e estratificadamente cobre o homem de esquerda através da acção dos esteróis e das saponárias, este é reduzido ao seu esqueleto; e incapaz de sustentar a vida, não por falta do seu cérebro— coisa de que não precisam— mas do seu estômago— órgão que escondem ter, mas que prepondera na sua vida.
    .
    Pode fazer por métodos directos (fornecendo o sabonete, coisa que os apavora), ou então, dê-lhes soda cáustica, que reagirá com a sua gordura. Como o típico canhoto não sabe matemática (provado pelas PPP) ou química, pode dizer que a soda é um protector solar de fórmula druídica, que eles comem tudo o que lhes derem.
    .
    Num outro registo, se eles estivessem acampados na Covilhã, eu encabeçaria de bom grado uma contra-manifestação caciqueira com o auxílio de varapaus e cacetes. Haja pachorra para aturar tal gente! E olhe, acho até que o Arlindo da Costa nesta realização alinhava comigo.

    Gostar

  43. tina permalink
    29 Maio, 2011 11:30

    Franciso, não há há dúvida que o sabonete para esta gente funcionaria muito bem, tanto por dentro como por fora.

    Gostar

  44. Conde Venceslau permalink
    29 Maio, 2011 12:18

    Aos 5m:40s a espécime de esquerda torna-se naquilo que todos os esquerdas são. Ditadores da consciência alheia, porque até das definições semânticas das palavras se apropriam com axiomas de conveniência. São uns verdadeiros vampiros da consciência e como tal devem ser denunciados.

    Gostar

  45. hajapachorra permalink
    29 Maio, 2011 14:58

    A flausina não sabe um caralho mas sabe que ‘há livros sobre isso’. Com tanta ignorância e pesporrência não andou num CNO, andou mesmo em sociologia ‘ontológica’. Que se foda, com uma ilga qualquer.

    Gostar

  46. lia permalink
    29 Maio, 2011 16:20

    Será que para pertencer ao glorioso domínio da “massa crítica” é condição necessária e suficiente ser-se deficiente em serototina? Um prozac pela goela abaixo, e esta rapariga talvez conseguisse falar menos histericamente. E, menos histérica, talvez conseguisse reflectir e pensar no que diz: é que afirmar que “ser de esquecerda” exclui qualquer forma de ditatura é simplesmente ser-se ignorante. A rapariga histérica e descontrolada na expressão verbal e facial poderia talvez inteirar-se um pouco mais sobre a história do socialismo, dos gulags, das revoluções culturais, dos khmers rouge, dos Kim I, II, e afins. Com prozacs, leituras de livros de história (sem serem autoradas pela secção de propaganda – ou cultura, o que para o Stalin era equivalente), talvez a rapariga preferisse ir para a praia do Meco fazer nudismo (porque a democracia tem destas coisas), e não atulhasse a Praça do Rossia com lixo, cerveja, urros e beatas de charros. É que Sócrates, ao que consta, até foi eleito nas urnas, para mal dos nossos pecados.

    Gostar

  47. João Faria Silveira permalink
    29 Maio, 2011 17:40

    Ó sócio, eu sô a massa crítica e tô concentradíssima!

    Gostar

  48. neotonto permalink
    30 Maio, 2011 07:45

    Ai, ai que relembranças da HM…que recordos sr. de quando um/a era novo/a.

    E que em nehum daqueis mitins aparescia por nenhum ponto esa coisa da tal massa critica. Diz que debe ser uma descoberta recente.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: