Saltar para o conteúdo

Do riso

11 Abril, 2012

«”A Parque Escolar foi uma grande festa para o País”. É assim que a ex-ministra da Educação Maria de Lurdes Rodrigues, tendo provocado alguns risos durante a audição que decorreu ontem no Parlamento, avalia o programa de requalificação da rede de escolas pública, realizado pela empresa pública Parque Escolar.»

Maria de Lurdes Rodrigues terá ouvido estes risos? Eles são um dos sinais do fim do socratismo.  Muito provavelmente se   Maria de Lurdes Rodrigues tivesse feito estas declarações durante os governos Sócrates hoje estaríamos rodeados de comentários provando-nos que de facto era uma festa que se estavava a viver nas escolas, a utilidade do Tribunal de Contas seria questionada, estariam a decorrer pelo menos dois encontros com muitos arquitectos e sociólogos dando conta da dinâmica transversal introduzida por estas obras no quotidiano multicultural das escolas…enfim o costume. Tudo isto acabou um dia num comício em Évora cheio de homens de turbantes pois o discurso de negação da realidade em que o PS apostou rende durante algum tempo mas a médio prazo só funciona nas ditaduras. Nas democracias um dia o efeito desfaz-se. E nesse dia o pior dos inimigos de um político atravessa-se-lhe na frente. Esse inimigo é o riso. Um político pode sobreviver a muito. Mas dificilmente sobrevive à gargalhada que se ouve no momento em que a propaganda se desfaz. Lurdes Rodrigues pode fazer o quiser mas do ridículo de ontem ninguém a salva.

58 comentários leave one →
  1. 11 Abril, 2012 10:40

    Não percebo porque é que se riram, deviam era ter chorado.
    A única razão possível é que os senhores deputados estão completamente a leste do que é Portugal.

    Gostar

  2. Carlos permalink
    11 Abril, 2012 11:00

    Pois é, mas Lurdinhas chegou para todos e ninguém a desmentiu. O riso neste caso é o sinal da incompetência de quem não se preparou para rebater argumentos e apenas joga para o “sound bite” fácil…

    Gostar

  3. pedro permalink
    11 Abril, 2012 11:36

    concordo que os deputados não se preparam e são uns inuteis . Deviam ver escola a escola, situações possíveis de padronizar, economias de escalas , nomes dos empreiteiros e do gabinetes de arquitectos ,enfim caminhamos em festa para o suicidio colectivo ,mas antes ,alguns podem antecipar-se nos candeeeiros deste pais.

    Gostar

  4. anti-comuna permalink
    11 Abril, 2012 11:50

    Sinais de melhoria no investimento imobiliário em Portugal? Impressionante!
    .
    .
    “Venda de casas dá sinais de retoma desde o início do ano
    .
    Após a queda de preços entre 5 e 8% em 2011, o primeiro trimestre do ano aponta para a subida das vendas de casas.
    .
    O negócio de compra e venda de casas aumentou nos primeiros três meses do ano, face aos últimos meses de 2011, concluem duas das maiores redes de mediação instaladas em Portugal: a ERA Portugal e a Century 21. Não será ainda uma verdadeira recuperação do mercado residencial, mas esta tendência pode traduzir uma nova dinâmica, que compara com o ano negro de 2011. “Janeiro começou sem grande fulgor, mas em Fevereiro as vendas aumentaram 4,1%, face ao mês anterior”, revela o director-geral da ERA Portugal, Miguel Poisson. A rede de 200 lojas da mediadora internacional está ainda a fechar o mês de Março, mas o gestor estima um “crescimento de 3% face ao mês anterior, e esperamos que esta tendência de crescimento, ainda que ligeira, se mantenha nos próximos meses”.
    .
    in http://economico.sapo.pt/noticias/venda-de-casas-da-sinais-de-retoma-desde-o-inicio-do-ano_142257.html
    .
    .
    Já em Dezembro tinha havido sinais de alguma ligeira melhoria neste sector.
    .
    .
    O que impressiona é que sector esteja a melhorar apesar da forte subida nas taxas de juro para os novos contratos. Portugal não teve a bolha que houve noutros países e até rebentou muito mais cedo do que no resto do mundo. E após mais de 10 anos de continuas quedas na construção, o sector residencial dá sinais de vida? Interessante.

    Gostar

  5. anti-comuna permalink
    11 Abril, 2012 11:56

    Os nossos colonizados mentais devem andar todos satisfeitos. O FT elogia Portugal e vê sinais do fim da crise tuga. Num dossier muito fraquinho, mas que deve adornar bem a carola dos nossos colonizados mentais.
    .
    .
    “FT: “Começa a haver luz ao fundo do túnel na economia portuguesa”
    .
    O jornal Financial Times publica hoje um “dossiê” de quatro páginas dedicado a Portugal, no qual analisa o estado da economia do país e defende que estão a surgir sinais positivos em vários sectores.”
    .
    in http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=550299
    .
    .
    Os sinais que eles vêm são mesmo fraquinhos e não olham para o que é mesmo importante. Ou seja, eles começam a perceber que Portugal está a fazer um milagre económico mas não o conseguem explicar. Porquê? Porque a sua mentalidade não consegue qualificar o que realmente está a mudar em Portugal. São tótós. Como a maioria dos nossos colonizados mentais.
    .
    .
    No entanto, como Portugal está a surpreender pela positiva, os gajos já tentam cavalgar a nova onda portuguesa.

    Gostar

  6. 11 Abril, 2012 12:21

    AC, não se fie no que a ERA e similares dizem …

    Gostar

  7. 11 Abril, 2012 12:22

    .
    Portugal a surpreender pela positiva:
    .

    Gostar

  8. anti-comuna permalink
    11 Abril, 2012 12:43

    “AC, não se fie no que a ERA e similares dizem …”
    .
    .
    Obrigado. Eu desconfio um bocado do que estas empresas dizem, mas vou ver se encontro informação mais fidedinga. Até a dos bancos desconfio. Por isso.
    .
    .
    Mais uma vez, obrigado pela dica. 😉

    Gostar

  9. anti-comuna permalink
    11 Abril, 2012 12:44

    Ó PR, só mesmo um burrinho acha que a EDP é chinesa. ehehheheh
    .
    .
    Dá-se! Vc. é mesmo um pândego. lol

    Gostar

  10. anti-comuna permalink
    11 Abril, 2012 12:54

    O caso da Sagres é ainda mais interessante. Quem controla a Sagres é a Heineken, holandesa, mas que é controlada por uma outra empresa, cuja dona vive em Londres, casada com um… Brasileiro.
    .
    .
    Neste mundo cada vez mais global e onde os capitais mudam rapidamente, de um lado para o outro, o que certifica a nacionalidade de uma empresa? O dominio da gestão, sede e suas principais actividades. E, aí sim, a Heinenken é Holandesa, assim como é a Cimpor ou a EDP.
    .
    .
    Assim como a maioria do capital de muitas multinacionais, como a suiça Nestlé está disseminado por quase todo o mundo, no entanto, o dominio é suiço.
    .
    .
    As coisas que o PR desconhece.
    .
    .

    Gostar

  11. anti-comuna permalink
    11 Abril, 2012 13:17

    Alguns colonizados mentais, que passam a vida até a dizer mal da sua terra e gentes, são quase sempre os primeiros a fazerem campanhas negativas sobre o seu país. Os seus produtos. E as suas gentes. (Coisa mais burra nunca vi, palavra de honra!) E quem eles costumam dar como exemplo a seguir? Os americanos e os ingleses.
    .
    .
    Os americanos são mesmo um bom exemplo, não são? Pois. Vejam ele onde é que eles estão a aumentar as suas exportaçções:
    .
    “Energia: Exportações de carvão pelos EUA atingem o máximo das últimas duas décadas
    .
    Billings, Montana, EUA, 10 abr (Lusa) — As exportações de carvão dos Estados Unidos atingiram em 2011 o seu nível mais alto em duas décadas, graças à forte procura europeia e asiática, que compensou a quebra doméstica, noticiou hoje a AP.
    .
    O total vendido ao exterior ascendeu a 107 milhões de toneladas, cujo valor alcançou os 16 mil milhões de dólares (12,2 mil milhões de euros).
    .
    A quantidade foi a maior desde 1991 e é mais do dobro do total exportado desde 2006.
    .
    Ler mais: http://expresso.sapo.pt/energia-exportacoes-de-carvao-pelos-eua-atingem-o-maximo-das-ultimas-duas-decadas=f718209#ixzz1rjlr6OSk
    .
    .
    De facto, as exportações americanas até têm subido, mas sobretudo à custa de recursos naturais. Carvão, algodão, soja, cereais, etc. E sobretudo à custa da venda para a… China! E muito sobretudo devido ao aumento dos preços das matérias-primas. Os USA aproximam-se a passos largos de uma sociedade cada vez mais parecida ao… Brasil. ehheheheh
    .
    .
    Mas para os nossos colonizados mentais, quase sempre a lamber as botas que vem dos USA e a denegrirem o que é português, até desconhecem estes factos. Os americanos cada vez mais exportam produtos de baixo valor acrescentado e recursos naturais e menos produtos industriais. E estão cada vez mais dependentes dos ciclos dos preços das matérias-primas.
    .
    .
    É este o modelo preconizado pelos colonizados mentais? Vou ali e já venho.

    Gostar

  12. 11 Abril, 2012 13:23

    Curioso,
    O Piscoisóvsky não miou…
    Parece que a carapuça lhe serviu!
    R.

    Gostar

  13. anti-comuna permalink
    11 Abril, 2012 13:31

    Os americanos estão sempre a ser gabados pelas suas capacidades de inovação e renovação industrial. Será assim mesmo? Eu dou um pequeno exemplo.
    .
    .
    “In California, a Fast-Charging First
    .
    A Los Angeles-based firm claims to have installed California’s first public fast-charging station, which opened for business last week. The unit, which can recharge the battery pack of a Nissan Leaf in about 30 minutes, is located at the Stanford Shopping Center in Palo Alto, adjacent to Stanford University and about 30 miles south of San Francisco.
    .
    Roughly 2,000 public charge stations dot the state, according to Obrie Hostetter, the regional director of 350Green, the firm that installed and manages the Palo Alto station. None of those, however, offered fast-charging capabilities on a self-serve basis. The company owns and operates the fee-based charger, and plans to install another 24 units this year at retail locations in the Bay Area. Use of the chargers would require a membership with 350Green, which charges $21 for three 30-minute charge sessions.
    .
    Efacec USA, the American arm of a Portugal-based power-solutions company, designed the charger to conform to the Chademo standard followed by vehicles like the Nissan Leaf and Mitsubishi i. The unit operates at 480 volts, compared to the 240 volts for so-called Level II chargers, and should provide an 80-percent charge for a vehicle like the Leaf in 20-30 minutes.”
    .
    in http://wheels.blogs.nytimes.com/2012/04/10/in-california-a-fast-charging-first/
    .
    .
    Lá está. Os gajos estão a perder o comboio industrial. Até os tugas dão cartas no mercado norte-americano. E, notem bem, não é apenas a Efacec que faz destes novos aparelhos. A Petrotec também e pode ser um grande concorrente da própria Efacec. Curiosamente, ambas portuguesas:
    .
    http://www.petrotec.pt/ (Cliquem no link e vejam logo o seu novo produto-estrela.)
    .
    .
    A verdade é esta. Os USA estão a perder o comboio industrial, que será devastador, não apenas para a sua economia mas para o seu podeiro militar. Como? Perguntarão os mais colonizados mentais. Simples. Fazer um submarino moderno custa os olhos da cara nos USA em comparação com o que custa na Alemanha. Ou um Porta-aviões, que nos USA deve custar 3 vezes mais que na China. Ou até Brasil!!!!
    .
    .
    O que os colonizados mentais não entendem é o seguinte. O poderio militar está sempre associado ao poderio económico e este ao industrial, desde o século XVIII. Ora, os americanos cada vez mais têm dificuldades em manter a pedalada militar devido aos seus elevados custos e tecnologias menos eficientes. Or,a os americanos não irão poder sustentar por muito mais tempos, estes elevados custos militares. E terão que poupar. Terão que sacrificar o poderio militar porque não há… Cacau para tudo!
    .
    .
    Os nossos colonizados mentais, muitos deles adoradores dos USA, deviam meditar nalgumas coisas. Por exemplo, os chineses já têm submarinos mais eficientes e modernos que os americanos. E já pregam sustos aos americanos, como surgirem á frente das flotilhas americanas e seus porta-aviões, nos Mares do Sul da China, sem serem detectados. Ou outro exemplo. Os chineses desenvolveram um missil de longo alcance com a precisão suficiente para afundar um porta-aviões na sua máxima velocidade possível. Coisa que os americanos ainda não conseguiram desenvolver. Mas o que mais assusta, é saber-se que os chineses conseguiram desenvolver um missil terra-espaço (não é terra-ar, atenção) capaz de abater satélites. Coisa que os americanos são ainda incapazes. Falta-lhes cacau e capacidade industrial, não é?
    .
    .
    Estas coisas militares dependem muito do poderio industrial e tecnológico. Os americanos estão a perder a guerra pela supremacia militar e, no entanto, todos acham que eles são os que mandam mesmo no mundo. Não é assim. E, ara piorar ainda mais as coisas, que deve estar a colocar os cabelos em pé dos colonizados mentais, é que o próprio embargo ao Irão está a ser um falhanço. E isso vai ter contornos políticos e geoestratégicos num futuro mais próximo, do que aquele que julgamos.
    .
    .
    Mas, no entanto, ai daquele que criticar o Paraíso americano. ehehehehehh

    Gostar

  14. tric permalink
    11 Abril, 2012 13:38

    então Anti-Comuna, a Espanha cai ou não cai?

    Gostar

  15. anti-comuna permalink
    11 Abril, 2012 13:41

    Mas olhemos antes para as boas noticias em Portugal.
    .
    .
    “Reconhecimento no prestigiado concurso Monde Selection 2012
    .
    Água de Luso volta a ser premiada com o mais alto Galardão do Monde Selection
    .
    .
    A Água de Luso, água mineral natural, a líder Nacional do mercado de águas engarrafadas sem gás, foi premiada pelo terceiro ano consecutivo no prestigiado concurso Monde Selection de la Qualité com o mais alto galardão do certame, a Grande Medalha de Ouro.
    .
    No ano em que comemora 160 anos de história, a Água de Luso, volta a receber uma Grande Medalha de Ouro, depois de nos últimos dois anos ter conquistado este mesmo galardão.
    .
    Classificada em 1903 como “Puríssima” e de “sabor leve e muito agradável”, pelo notável químico francês Charles Lepierre, a Água de Luso continua a ser reconhecida e premiada a nível internacional por organizações que se pautam pela excelência.
    .
    “Voltar a receber, pelo terceiro ano consecutivo, a Grande Medalha de Ouro do Monde Selection de la Qualité é uma enorme honra e, este ano, tem um sabor especial por estarmos a comemorar os 160 anos de Água de Luso. É, mais uma vez, o reconhecimento da qualidade e da pureza que sempre foram dois dos mais importantes pilares da Água de Luso a dar de beber a “gerações saudáveis” ”, afirmou Nuno Pinto de Magalhães, Director de Comunicação e Relações Institucionais da Sociedade Central de Cervejas e Bebidas.”
    .
    in http://www.portugalglobal.pt/PT/PortugalNews/Paginas/NewDetail.aspx?newId={9319F176-67C6-477D-96B6-63628FCE9114}
    .
    .
    Com estes prémios, a Água do Luso pode tentar ganhar quotas de mercado no exterior. É pouco? Pois olhem para o excedente comercial que Portugal atingiu nos primeiros meses do ano com a França. Um excedente histórico, não é? O que exportamos para lá? Pois é. Desde água, vinhos, sumos, cervejas, componentes de automóveis, tintas, papel, papel-higiénico, máquinas, etc.
    .
    .
    Se deus quiser, o mesmo farão os portugueses com a Alemanha. E aí… Vão todos gritar: Milagre! Milagre! Milagre em Portugal? Foi Fátima? Foi o Santo Nuno Santa Maria? ehehehheh

    Gostar

  16. anti-comuna permalink
    11 Abril, 2012 13:42

    “então Anti-Comuna, a Espanha cai ou não cai?”
    .
    .
    Não. Os gajos t~em a espinha dorsal do Barcelona e não caem. Mas nós subimos duas posições e já estamos á frete do Brasil! Duvida? Olhe aqui: http://www.tsf.pt/PaginaInicial/Desporto/Interior.aspx?content_id=2413034&tag=Futebol

    Gostar

  17. tric permalink
    11 Abril, 2012 13:46

    “Se deus quiser, o mesmo farão os portugueses com a Alemanha. E aí… Vão todos gritar: Milagre! Milagre! Milagre em Portugal? Foi Fátima? Foi o Santo Nuno Santa Maria? ehehehheh”
    .
    Primeiro, escreve-se Deus e não deus…é a unica palavra que tenho a certeza de como se escreve!
    .
    segundo, axo que vai ser mais…tragédia! os portugueses não esperavam os ventos ciclónicos de espanha…

    Gostar

  18. anti-comuna permalink
    11 Abril, 2012 13:51

    Vejam este resultado histórico. As exportações portuguesas subiram 8,4% para França no primeiro bimestre. Atingiram os 908 milhões de euros. As importações portuguesas de França desceram 10,3% e foram cerca de 606 milhões de euros. Um saldo nos bens, positivo, em cerca de 302 milhões de euros. Um resultado histórico!
    .
    .
    A cobertura das importações pelas importações foi de… 150%!!! Um resultado histórico.
    .
    .
    E para França vende-se de tudo o que se possa. Desde águas, frutas, máquinas, etc. E, lentamente, Portugal conseguiu mudar os fluxos comerciais, quando tudo parcia impossível. A seguir será a Alemanha. O osso duro de roer é mesmo… Espanha! Safa! Que contra os espanhois é mesmo complicado. Gulp!
    .
    .
    E a cobertura das importações pelas exportações em relação ao mercado americano? Atingiu os 313%!!!! Deve ser o valor mais alto de sempre. Desde a Segunda Guerra Mundial, que Portugal não deve ter um excdente comercial tão grande como o de agora.
    .
    .
    Todavia, há sempre os tótós e os colonizados mentais que não olham para os factos e os números, apenas para a suas crendices e adorações pelos palácios alheios. ehehehheheh

    Gostar

  19. anti-comuna permalink
    11 Abril, 2012 13:54

    “Primeiro, escreve-se Deus e não deus…é a unica palavra que tenho a certeza de como se escreve!”
    .
    .
    Só se for em sua casa. Porque, se Deus é para si, para mim é deus. LOL Eles são tantos que eu não os posso escolher. Não discrimino deuses nem santos. ehehehh
    .
    .
    Já agora, para Vc. saber, as exportações portuguesas para Espanha subiram 0,2%. Pouco? Pois é. Mas face à forte queda na procura interna deles, isto é excelente.
    .
    .
    Se calhar a crise deles vai ser a nossa sorte. Deixe os próximos meses correrem e veremos se não terei aqui um feeling correcto, que vai ser a nossa sorte naquele mercado.

    Gostar

  20. tric permalink
    11 Abril, 2012 13:59

    “As exportações portuguesas subiram 8,4% para França no primeiro bimestre. Atingiram os 908 milhões de euros. As importações portuguesas de França desceram 10,3% e foram cerca de 606 milhões de euros. Um saldo nos bens, positivo, em cerca de 302 milhões de euros. Um resultado histórico!”
    .
    lol você deve estar mesmo a gozar…A França !?? Colapso histórico é o que vai acontecer à França…logo a seguir à espanhola! resultado histórico…lol milagre…

    Gostar

  21. tric permalink
    11 Abril, 2012 14:02

    “Só se for em sua casa. Porque, se Deus é para si, para mim é deus.”
    .
    peço desculpa!! tal como o Socialismo do sec.XXI, os Liberais tambem tem a sua própria teologia da libertação…

    Gostar

  22. tric permalink
    11 Abril, 2012 14:04

    “Se calhar a crise deles vai ser a nossa sorte.”
    .
    não tenha duvidas…Portugal vai ter que se fechar…o inicio de uma nova moeda nacional, nacional!!!…não Ibérica, como a Judearia, já ando por ai a conspirar

    Gostar

  23. anti-comuna permalink
    11 Abril, 2012 14:09

    Sim, Vc. só vê colapsos em todo o lado. Graças a deus, Vc. é mesmo milenarista, não é? Também deve comer toda a mixórdia dos que profetinhas da desgraça, que inovoquem o tal frade Joaquim. eheheheheh
    .
    .
    Vc. até deve ter orgasmos intelectuais, sempre que prevê desgraças económicas. ehheheehh
    .
    .
    Agora a sério, ponha os olhos aos ganhos nas quotas de mercado portuguesas. Em vez de olhar para países em crise, peguemos no caso alemão. Os gajos em Fevereiro importaram mais cerca de 6% que o ano passado. Ao passo que as nossas exportações subiram cerca de 12,6%. Isto quer dizer que estamos a ganhar quotas de mercado naquele país. E olhe que não é fácil ganhar quotas de mercado na Alemanha. Países com salários mais baixos que em Portugal e até com uma localização geográfica mais próxima, como a Bulgária, por exemplo, viram as suas importações para a Alemanha cairem, se não me falha a abagaçada memória.
    .
    .
    Isto serve para mostrar que Portugal está a conquistar quotas de mercado, não apenas em paises em crise (e aqui eu começo a ter uma teoria porque tal acontece, mas vou esperar mais uns meses para ver) como em países com expansão económica ou a não sofrerem as agruras de uma forte queda na procura interna. Como a Alemanha, USA, Angola ou até mesmo Marrocos.
    .
    .
    Portugal está, com os seus diversos produtos, desde águas, vinhos, cervejas, frutas, máquinas agrícolas, transformadores industriais, plásticos, bombas de água, tintas, vernizes, pasta de papel, papel de escritório, papel-higiénico, guarda-napos, rolhas de cortiça, blocos de cimento, medicamentos, etc. está a ganhar quotas de mercado por quase tudo o que é canto. E não apenas num produto mas em vários. Mostrando que a competitividade tuga é maior do que aquilo que aparenta e se diz por aí. E a produtividade está a subir bem. (Aliás, o BBVA Research até fez umas continhas castiças, embora a puxarem a brasa para a sardinha deles.) E quanto mais Portugal ganhar quotas de mercado e mais exportar, maior a subida na produtividade.
    .
    .
    No entanto, todos estão a subestimar os produtos e serviços tugas. Isso por um lado é bom. Deixa os nossos concorerntes sem reacção. ehehheheh

    Gostar

  24. anti-comuna permalink
    11 Abril, 2012 14:11

    “não Ibérica, como a Judearia, já ando por ai a conspirar”
    .
    .
    Vc. é mesmo um cromo! Eu tenho orgulho da minha cosdtela judia. E se calhar, Vc. também a tem mas ignora-a. Enfim, é por isso que Vc. adora desgraças. ehehehheh
    .
    .
    Vá, toca a ir ao cirugião cortar o capuz! eheheheheheh

    Gostar

  25. tric permalink
    11 Abril, 2012 14:14

    “Sim, Vc. só vê colapsos em todo o lado. Graças a deus, Vc. é mesmo milenarista, não é? Também deve comer toda a mixórdia dos que profetinhas da desgraça, que inovoquem o tal frade Joaquim. eheheheheh”
    .
    nã, só engulo os seus milagres…

    Gostar

  26. tric permalink
    11 Abril, 2012 14:18

    ” Eu tenho orgulho da minha cosdtela judia. E se calhar, Vc. também a tem mas ignora-a.”
    .
    Anti-Comuna…que você tem uma costela judia é por demais evidente…

    Gostar

  27. tric permalink
    11 Abril, 2012 14:19

    A vender modelos judaicos da treta, você só pode ser judeu…

    Gostar

  28. anti-comuna permalink
    11 Abril, 2012 14:23

    Obrigado pelo elogio. Isto de me acusarem de ser judeu é mesmo um elogio. Apesar de eu nunca ter frequentado nenhuma sinagoga. eheheheh
    .
    .
    Por falar em milagre, prefiro o Nuno santa Maria, pelas coças que ele deu aos castelhanos. Na segunda, os gajos entrarem em pânico e foi limpar castelhanos e frances, como quem limpa o traseiro a meninos. Consta que o frade Joaquim esteve ausente dos campos de batalha, já o Santo Nunoa de Santa Maria… ehehehheh
    .
    .
    Bolas, Tric. Vc. prefere louvinhar os frades estrangeiros que os nossos verdadieros santosd, homem. E olhe que eu nem vou á bola com a religião, mas ter pegado em povo de “baixa condição social” e militares de “segunda” e dar uma tareia á fina-flor castelhana, sem um arranhaão, e em inferioridade numérica assinalável, é mesmo milagre! ahhahhaah

    Gostar

  29. tric permalink
    11 Abril, 2012 14:27

    “Obrigado pelo elogio. Isto de me acusarem de ser judeu é mesmo um elogio. Apesar de eu nunca ter frequentado nenhuma sinagoga. eheheheh”
    .
    não seja por isso, Anti-Comuna Judeu, agora existe uma nova é no Largo do Caldas…

    Gostar

  30. anti-comuna permalink
    11 Abril, 2012 14:34

    Tenho pouco medo de quem me amaeça. ehehheh
    .
    .
    Olhe, outra coça. Repare que hoje, a economia é a guerra militar e política por outros meios. Até os turcos estão a levar coça. Veja isto:
    .
    .
    “Exportações: Balança comercial entre Portugal e Turquia inverte tendência de anos com saldo positivo em 2011
    .
    Istambul, Turquia, 04 abr (Lusa) – Portugal inverteu em 2011 a tendência dos anos anteriores e conseguiu um saldo positivo na balança comercial com a Turquia, de cerca de 180 milhões de euros, assente, sobretudo, na quebra de quase 68 por cento nas importações.
    .
    Ler mais: http://visao.sapo.pt/exportacoes-balanca-comercial-entre-portugal-e-turquia-inverte-tendencia-de-anos-com-saldo-positivo-em-2011=f656974#ixzz1rk5BDj00
    .
    .
    Isto foi o ano passado. E este ano?
    .
    .
    As exportações portuguesas para a Turquia subiram 25,4% e atingiram os 52 milhões de euros. E as importações da Turquia cairam… 46,6%!!! Para os 11 milhões de euros. A cobertura atingiu o recorde histórico dos… 472%!!!! Ainda há pouco tempo erams deficitários com os turcos e hoje… ehehheheh
    .
    .
    Isto, lentamente, vai mudando. Um a um, grão a grão, Portugal vai ganhando quotas de mercado, invertendo défices e a mostrar ao mundo, de que fibra são feitos os tugas.

    Gostar

  31. tric permalink
    11 Abril, 2012 14:36

    ” Bolas, Tric. Vc. prefere louvinhar os frades estrangeiros que os nossos verdadieros santosd, homem. ”
    .
    veja lá a ironia…você é que defende e louvinha a introdução de modelos económicos desenvolvidos pelos seus frades-rabis do estrangeiro, em especial, na Austria… em vez de um modelo económico-social inspirado no que Salazar e a geração de Ouro Portuguesa, criaram-desenvolveram e aplicaram com resultados impressionantes!!! você tem mesmo uma costela de judeu…com essa frase só pode estar a judear comigo!!???

    Gostar

  32. tric permalink
    11 Abril, 2012 14:41

    Anti-Comuna Judeu, você sabia que a nova Teologia da Libertação do Liberalismo Austriaco, defende um cisma com o Vaticano, vai entrar em Portugal através da Sinagoga do Caldas…

    Gostar

  33. anti-comuna permalink
    11 Abril, 2012 14:44

    ” em vez de um modelo económico-social inspirado no que Salazar e a geração de Ouro Portuguesa, ”
    .
    .
    ahahahhha
    .
    .
    Só mesmo Vc. para me vir com estas tretas. Nem Vc. compreendeu as políticas económicas e orçamentais do Botas como até nem sabe que se há modelo autro-hungaro agora foi copiado do… Português! ahahahahahh
    .
    .
    A sério. Vc. tem que ler uns livrinhos de História Económica em vez dos tradicionais enlatados. Olhe este exemplo. Só para Vc. meditar. Enquanto o Botas mandava apertar o cinto, sobretudo no Estado e mandava poupar, o que se fazia e se fez nessa tal mundo “austro-hungaro”? Vc. sabe? Quer que lhe diga mesmo? Eles gastavam á tripa forra e tentavam desvalorizar a moeda sem conseguirem evitar o estoiro. E não foi apenas nesse tal mundo austro-hungaro, mas se quiser, no mundo do sacro Império Católico e Romano, claro, franco. eeeheheheheh
    .
    .
    O Botas fez tudo ao contrário do que se fez por esse mundo fora. Não ia na onda fascista e neo-keynesiana. fez o contrário do que se fez por esse mundo fora e conseguiu inverter o ocaso tuga. E lançou as bases para um dos maiores crescimentos económicos do mundo. Hoje a Alemanha imita o… Botas! E não o contrário, ó Tric.
    .
    .
    Sabe como é conhecido o nosso Gasparov, em alguns meios? Pelo novo Botas. Está a ver porquê? LOL

    Gostar

  34. anti-comuna permalink
    11 Abril, 2012 14:45

    “defende um cisma com o Vaticano, vai entrar em Portugal através da Sinagoga do Caldas…”
    .
    .
    Pnesei que aquilo era dominado pela Maçonaria, mas pronto. Eu admito tudo. ehehheheh

    Gostar

  35. J.Silva permalink
    11 Abril, 2012 14:47

    É este o nosso retrato em corpo inteiro: uma professora primária, meteòricamente “doutorada”, feita “ministra” ás três pancadas , de uma indigência mental directamente proporcional ao seu atrevimento ( regra básica para a quadrilha auto-intitulada “governo” que o esclarecido povo “tuga” sufragou… por duas vezes) responde – não no banco dos réus mas numa amável (cúmplice?…) comissão para lamentar.
    Deixa-se de fora , por mera questão de higiene moral, o “tacho” FLAD ( telhados de vidro e concomitantes possibilidades de chantagem, desleixo, falta de atenção ao “pormenor” ou honesta e sólisa estupidez?…).

    Gostar

  36. Golp(ada) permalink
    11 Abril, 2012 14:51

    Mais tiros no pé:
    .
    “A forma mais cómoda de realizar o pagamento das portagens é fazê-lo online, logo no país de origem e ainda antes de chegar a Portugal. Essa é a forma que assegura que não haja nem incómodos nem demoras», explicou Mário Fernandes, da Estradas de Portugal.
    .
    Verdadeiras pérolas de sapiência…

    Gostar

  37. lina permalink
    11 Abril, 2012 14:53

    Perante tal enormidade, quer-me parecer que o riso não foi a reacção adequada – soube-me a pouco, embora não esperasse muito mais dos deputados que andam pelo parlamento. “Enfia os candeeiros mas é no c* e paga-os tu, e com juros de mora!” poderá ser demasiado vulgar e dar azo a reprimendas sérias, mas teria sido uma reacção mais original e sincera.

    Gostar

  38. lina permalink
    11 Abril, 2012 14:54

    Perante tal enormidade, quer-me parecer que o riso não foi a reacção adequada – soube-me a pouco, embora não esperasse muito mais dos deputados que andam pelo parlamento. “Enfia os candeeiros mas é no c* e paga-os tu, e com juros de mora!” poderá ser demasiado vulgar e dar azo a reprimendas sérias, mas teria sido uma reacção mais original e sincera.

    Gostar

  39. tric permalink
    11 Abril, 2012 14:55

    “Pnesei que aquilo era dominado pela Maçonaria, mas pronto. Eu admito tudo. ehehheheh”
    .
    nã, é dominado pela Judearia via Maçonaria…os que tem a sua costela dominam aquilo!
    .
    “A sério. Vc. tem que ler uns livrinhos de História Económica em vez dos tradicionais enlatados.”
    .
    tradicionais enlatados!!? Na Verdadeira História Económica o modelo económico de Salazar e da Geração de Ouro, tem que ter um lugar destacadissimo, face aos modelos económicos produzidos pela judearia, senão é mais um livro de História da treta…

    Gostar

  40. tric permalink
    11 Abril, 2012 15:10

    “Sabe como é conhecido o nosso Gasparov, em alguns meios? Pelo novo Botas. Está a ver porquê?”
    .
    a sério, mas este Botas não acerta uma…só passados quase um ano é que cria uma comissão para estudar as parcerias-publico-privadas…este Botas é mais um Boy da Banca do que interesses dos Portugueses…é um Botas Judeu…

    Gostar

  41. tric permalink
    11 Abril, 2012 15:15

    ” Só mesmo Vc. para me vir com estas tretas. Nem Vc. compreendeu as políticas económicas e orçamentais do Botas como até nem sabe que se há modelo autro-hungaro agora foi copiado do… Português! ”
    .
    quer dizer que o modelo Liberal Austriaco, mais a sua teologia da libertação é baseada na do Botas…lol deve ser a versão judaica…

    Gostar

  42. anti-comuna permalink
    11 Abril, 2012 15:25

    Ó Tric, uma vez o Pedro Arroja desenvolveu uma tese interessante sobre o Botas ser Liberal. Ele defendeu, o Arroja, que o Botas tinha sido o mais Liberal de todos os governos, das últimas dezenas de anos. Eu não concordo com essa tese, mas num aspecto o Arroja tinha razão. O Botas foi mesmo o governante tuga, nos últimos 200 anos, que mais conteve o crescimento desmesurado do Estado. E isso é tido como… Liberal. O contrário se fazia no resto do mundo, em especial no tal mundo herdeiro do dito império austro-hungaro.
    .
    .
    Dou-lhe dois textos para meditar, e veja as fontes, que não suspeitas de adorar o Botas ou o fascimo.
    .
    .
    “A 26 de novembro de 1926, Carmona foi nomeado Presidente da República interino. Contudo, rapidamente veio a desiludir a ala republicana quando aderiu à tendência totalitária. As reações republicanas foram anuladas pelas forças governamentais e os chefes partidários deportados para presídios nos Açores, Guiné, Cabo Verde e Angola. A censura militar da imprensa foi instalada, e proibida a atividade de partidos políticos, sindicatos e organizações político-sociais.
    .
    Alguns políticos exilaram-se noutros países, como Espanha, França ou Brasil, onde tentaram boicotar o reconhecimento internacional do novo regime. O exemplo mais significativo é o da ação da Liga de Paris (nomes como António Sérgio, Jaime Cortesão, Afonso Costa e Álvaro de Castro), que tentou impedir a concessão de um empréstimo a Portugal, sob a égide da Sociedade das Nações. A oposição exilada conseguiu agravar as condições deste empréstimo e, face às exigências dos técnicos da SDN, a ditadura militar desistiu desta operação.
    .
    O General Óscar Carmona, eleito presidente interino, por sufrágio direto, em março de 1928, convidou para a pasta das Finanças António de Oliveira Salazar, um cargo que já tinha ocupado no segundo Governo de Mendes Cabeçadas, por um curto espaço de tempo.
    .
    Salazar rapidamente conseguiu impor a sua personalidade no Governo, o que lhe permitiu acumular a Pasta das Finanças com a das Colónias, considerados ministérios estratégicos, passando deste modo a controlar todo o Gabinete.
    .
    Os bons resultados financeiros que conseguiu (a 1 de agosto de 1928 foi publicado o primeiro orçamento sem défice) transformaram-no num político prestigiado e muito homenageado.
    .
    A economia portuguesa foi beneficiada pela Segunda Guerra Mundial. Pela primeira vez desde o século XVIII, a balança comercial teve um saldo positivo, o que foi devido ao incremento do volume das exportações de matérias-primas, produtos alimentares e manufaturados para os países intervenientes no conflito e à redução das importações causada pelas dificuldades atravessadas pelos países em guerra. Contudo, no pós-guerra, enquanto as economias de outros países europeus recuperavam da crise, o investimento e a indústria portuguesa estavam bloqueados devido à excessiva preocupação com o equilíbrio financeiro.
    .
    Outro fator que impediu um rápido crescimento económico foi a predominância rural do regime e a falta de confiança no progresso industrial (encarado como um setor de perturbação ideológica), que afastaram o país das nações mais desenvolvidas da Europa.”
    .
    in http://www.infopedia.pt/$economia-e-financas-no-regime-salazarista
    .
    .
    Veja o que fez o Botas: equlibrio orçamental e excedente na balança comercial:
    .
    “Pela primeira vez desde o século XVIII, a balança comercial teve um saldo positivo, o que foi devido ao incremento do volume das exportações de matérias-primas, produtos alimentares e manufaturados para os países intervenientes no conflito e à redução das importações causada pelas dificuldades atravessadas pelos países em guerra.”
    .
    .
    Porque depois Portugal se atrasou no arranque do crescimento económico tuga? Porque o Botas não era Liberal e tinha medo da indústria. (Aliás, ele apostava mais na industrialização das P. Ultramarinas que na Metrópole.)
    .
    .
    O que se fazia por esse mundo fora?
    .
    .
    “Welfare economics typically takes individual preferences as given and stipulates a welfare improvement in Pareto efficiency terms from social state A to social state B if at least one person prefers B and no one else opposes it. There is no requirement of a unique quantitative measure of the welfare improvement implied by this. Another aspect of welfare treats income/goods distribution, including equality, as a further dimension of welfare.[2]
    Social welfare refers to the overall welfare of society. With sufficiently strong assumptions, it can be specified as the summation of the welfare of all the individuals in the society. Welfare may be measured either cardinally in terms of “utils” or dollars, or measured ordinally in terms of Pareto efficiency. The cardinal method in “utils” is seldom used in pure theory today because of aggregation problems that make the meaning of the method doubtful, except on widely challenged underlying assumptions. In applied welfare economics, such as in cost-benefit analysis, money-value estimates are often used, particularly where income-distribution effects are factored into the analysis or seem unlikely to undercut the analysis.”
    .
    in http://en.wikipedia.org/wiki/Welfare_economics
    .
    .
    Tenha em atenção que inicialmente o Paretto criticava as politicas proteccionistas em Itália por serem anti-liberais, mas acabou por dar corpo teórico ao próprio fascismo e aos modelos económicos seguindos pelo resto do mundo. Em especial na Alemanha (que “inventou o welfarestate por um governo… conservador), em Itália, no Japão e até nos USA. Inicialmente os ingleses seguima um bocado as ideias do seguidores do Walras, mas apostando na desvalorização cambial, quando a guerra cambial se tornou endémica.
    .
    .
    O Botas, embora tendo seguido algumas ideias de Walras, nunca foi um Liberal e fosse mais um seguidor do Paretto, mas da sua fase inicial, na questão das contas públicas e excdente na Balança de Pagamentos. De resto, o Botas segui o mdelo fascista e proteccionista, com uma redução do tamanho do Estado (o seu principio durou até ao 25 de Abril, os funcionários do Estado, como servidores públicos, tinham emprego para toda a vida mas mais baixo, por não sofrerem os riscos de cairem no desemprego) mas forte intervenção estatal para “regular” o chamado bem Comum. (Welfare State, versão tuga.)
    .
    .
    O Botas só veio a adoptar medidas mais liberais quando, no fim da II Guerra Mundial, decidiu abrir as fronteiras á competição externa e liberalizou parte da economia tuga, fortemente condicionada. (Pelo chamado Condicionamento Industrial.)
    .
    .
    Mas o Botas era Liberal nisto. Ele defendia um Estado pequeno e teria que ser a Sociedade a gerar os recursos para providenciar os mais pobres. (Fundações, misericórdias, Casas do Povo, sindicatos, etc.) E defendia uma moeda forte, sustentada com uma elevada quantidade de ouro, devido á vigência do Padrão-Ouro. O Botas, ao contrário do resto do mundo, não tentou desvalorizar a moeda, tinha um elevado ódio á inflação e conseguiu, com uma moeda forte, gerar excedentais orçamentais. Tudo ao contrário do que se fazia então. Desde os USA até á Alemanha nazi, todos tentaram desvalorizar a moeda (exportar a crise), todos usaram os défices para tentar evitar a queda na procura interna e a dita “ineficiência económica” de sociedades capitalistas livres.
    .
    .
    O Botas conseguiu resolver os problemas portugueses através das medidas orçamentais e políticas que hoje se fazem em Portugal e que hoje, a Alemanha, segue. Até à ascensão do Hitler, a Alemanha foi dos países mais mal geridos, mais gastadores e com mais défices orçamentais. Tentou o padrão-ouro com o Bismarck e falhou. A tentação de aldrabar os cidadãos é enorme pelos políticos. Só depois do que se passou no chamado Terceiro Reich é que os alemães passaram a amar a dita ortodoxia financeira. Coisa que o Botas foi o primeiro no Ocidente a fazê-lo.
    .
    .
    O Botas só conseguiu aproveitar essas políticas políticas orçamentais quando liberalizou o regime, e quando entramos na… EFTA!
    .
    .
    Hoje, Portugal, mais uma vez, está a dar lições ao mundo. Com políticas orçamentais adequadas, é possível gerar excedentes na Balança de Pagamentos, mesmo com uma moeda forte. E como temos uma economia mais aberta e teremos ainda mais reformas económicas, liberais, o crescimento económico português atingirá valores, que muitos nem sequer sonham.
    .
    .
    Hoje, Portugal tem algumas políticas que o Botas teve e mais algumas, ditas liberais, que catapultarão Portugal para um novo e sustentado crescimento económico. Com uma moeda forte, veja-se lá!
    .
    .
    Portugal tem, não apenas equilibrar as finanças públicas, como abrir os sectores não competitivos (os chamados bens não transaccionáveis) á competição interna e externa, manter-se com uma moeda forte, combater a inflação (este é mesmo um ponto chave para sustentarmos o nosso futuro crescimento económico, que tem passado ao lado da opinião pública e dos nossos governantes) e ter excedentes na balança de pagamentos sustentada na poupança interna, para financiar o investimento e o crescimento económico futuro. Estas políticas estão nos antípodas do que se fez no chamado mundo austro-hungaro ou Franco-Prussiano, até á emergência do nazismo alemão.

    Gostar

  43. tric permalink
    11 Abril, 2012 15:41

    Anti-Comuna Judeu, que o Botas foi Cristão não foi Liberal ! o Botas andou não promovêr o ataque à Igreja Católica Portuguesa nem andou a promover cismas com o Vaticano ! O Botas apenas criou, desenvolveu e aplicou um modelo económico genial Cristão…criou um modelo económico Cristão, que foi, é e será a vela latina da ecónomia cristã portuguesa! Portugal vai-se “fechar”, novamente…

    Gostar

  44. RCAS permalink
    11 Abril, 2012 15:47

    LENINHA
    A minha adorável gatinha anti -Sócratiana, teve mais um dos seus orgasmos mentais!
    A Parque Escolar é considerada globalmente positiva, e o tribunal de contas também acha. Globalmente , não significa totalmente. Ouve oportunismos? houve! se não houvesse é que eu me admiraria, sabendo que vivemos num País com tantas mentalidades de chafurdas. Não todos, mas demasiados para o meu gosto! Conheço professores, que me dizem que “aquilo” ficou outra coisa. Mais apetecivel, mais atrativo, mais cómodo! para os alunos tambem, ao que parece nota-se já numa certa diminuição do abandono escolar.
    Cassandrazinha, quando falares de Maria de Lurdes Rodrigues, respeitinho, porque simplesmente falas da melhor ministra da Educação que este País teve depois do 25 Abril! Com todos os seus defeitos!
    Afinal na comissão da Assembleia da Republica, as duas Ministras Sócratianas, demosntraram que a montanha pariu um rato!…
    Minha adorável gatinha anti -Sócratiana… que pena que eu tenho de teres caido numa autêntica deriva. Andas aprocura de uma” colherinha do pote?”
    Pena . Merecias mais…

    Gostar

  45. anti-comuna permalink
    11 Abril, 2012 15:48

    Há outro ponto, que hoje em dia muitos prefrem fechar os olhos. A emergência do padrão-ouro gerou importantes problemas aos governos. Porquê? Porque impede que se exporte a crise e se aldrabe os cidadãos, coisas que os políticos gostam de o fazer. (É mesmo a sua especialidade, senão nunca serão eleitos ou se mantêm no poder.) O padrão-ouro também gerou outros problemas, porque, com ou seu bimetalismo, a tendência durante as crises à a fuga ao risco, daí a procura de ouro pelos agentes económicos e gerar uma forte crise deflacionista e o colapso dos mercados de crédito.
    .
    .
    Hoje o euro tem muitas semelhanças com o padrão-ouro. O padrão-ouro foi um acordo entre quase todas as potências para evitar guerras comerciais, que quase sempre se manifestam nas ditas guerras cambiais. Isto é, tenta-se exportar a crise. (Hoje ainda é assim, como se pode observar pelas fortes críticas do Brasil às políticas dos USA e da UE, que ela asscoia à tentativa de baixar o valor da moeda ou gerar movimentos de capitais que valorizam moedas como a brasileira e até certo ponto tem toda a razão.) Quando surge o padrão-ouro era para acabar com a vigarice das desvalorizações cambiais. Porque,s e todos desvalorizam as suas moedas, quem o faz, não obtém os ganhos desejados e só herda os seus efeitos adversos. Hoje, o euro, à a única moeda do mundo em que os países que o integram não podem aldrabar os cidadãos nem fugir às reformas estruturais, nem usara inflação para roubar os mais aforradores para premiar os mais gastadores e endividados. Além disso, é a única moeda que, compartilhando com o padrão-ouro estas semelhanças, não gera políticas deflacionistas nem corridas ao ouro.
    .
    .
    A generalidade dos opinadores seguem cartilhas e o que aprendem nesses manuais de propaganda. E por isso não entendem o que é mesmo o euro, o que é necessário para sustentar uma economia sob o euro e o que está a gerar. E depois preferem os ganhos imediatos aos de médio e longo prazo, porque não poder aldrabar os cidadãos implica impôr dor social, quando existem elevados desiquilibrios no interior de uma economia. Mas a médio e longo prazo, este euro irá tornar na Europa na economia mais competitiva do mundo. Sem os efeitos adversos das desvalorizações cambiais e das políticas inflacionistas. Dentro do euro, as crises acontecem e são mesmo duras, mas não há forma de as evitar, senão através de reformas económicas e contenção do Estado. Mas a partir do momento que as correcções são feitas, os ajustamentos efectuados e as reformas económicas começam a gerar efeitos positivos, gera-se um circulo vicioso, que será bastante dificil aos seus concorrentes acompanharem a sua pedalada.

    Gostar

  46. 11 Abril, 2012 15:59

    Devia haver selecção psiquiátrica na admissão ao parlamento e aos governos.

    Gostar

  47. tric permalink
    11 Abril, 2012 16:04

    Anti-Comuna Judeu…com o Botas as politicas económicas portuguesas, nem os seus orçamentos eram delineados por potências estrangeiras! e o resultado está á vista…

    Gostar

  48. tric permalink
    11 Abril, 2012 16:06

    “Anti-Comuna Judeu…com o Botas as politicas económicas portuguesas, nem os seus orçamentos eram delineados por potências estrangeiras! e o resultado está á vista…”
    .
    mas não se preocupe, que as politicas delineadas para Portugal pela Judearia do FMI/BCE, agora é que vão acertar…excepto se…se…se…se…se…se…

    Gostar

  49. 11 Abril, 2012 16:13

    O furor de ódio, dedicado a Sócrates por HfM, deve ser tranformado em amabilidades para o Coelho, a fim de não apanhar chumbos, quando sai da toca!

    Gostar

  50. RCAS permalink
    11 Abril, 2012 16:27

    ANTI-COMUNA
    Sabes uma coisa? aprecio o teu optimismo, o teu tom assertivo. És positivo! eu aprecio isso. Sabes, fazes-me lembrar sem o desejares Sá Carneiro e o Sócrates I. Lembras-te deste? chamavam-lhe o “falso optimista”… acontece que ainda não te apercebeste que vives num país de cassandras, velhos do Restelo, autênticas carpideiras. Adoramos a má lingua! Somos incapazes de nos olharmos ao espelho!… se o fizermos todos com honestidade, se calhar… eramos capazes de encontrar tambem os culpados, na imagem refletida pelo espelho ! Como nós adoramos pôr o rabinho de fora… a culpa? a culpa é sempre dos outros, NUNCA É NOSSA! nunca.
    Os bons exemplos que por aqui vás mostrando, muitos outros eu poderia juntar. São bons exemplos, que os média deveriam pedagógicamente mostrar nas TVs, quantas vezes as necessárias para todo este Pais saber e conhecer as coisas boas que estão acontecendo já à anos entre nós, em vez das merdas do costume em que nos perdemos. Estamos de acordo que à gente competente em Portugal que não necessita de choramingar subsideos, de alterar leis laborais, para serem eficazes e competentes. Mas esta” iniciativa privada” competente e qualificada, é infelizmente ainda minoritária, e para mal dos nossos pecados, não tem ainda a força e a potência necessária, para servir de locomotiva e puxar o País para onde devia estar e NÃO ESTÁ!
    Continua assim assertivo e não te preocupes com o Fantasma de Paris. Isso é para quem não é assertivo e é próprio dos FRACOS!

    Gostar

  51. ze da lota permalink
    11 Abril, 2012 16:37

    De que serve escolas luxuosas para alunos famintos e sem livros pq os pais não teem dinheiro?????

    Gostar

  52. tric permalink
    11 Abril, 2012 16:55

    ” Sabes, fazes-me lembrar sem o desejares Sá Carneiro e o Sócrates I. ”
    .
    quem diria Anti-Comuna Judeu, fazes lembrar o optimismo do bloco central…

    Gostar

  53. portela menos 1 permalink
    11 Abril, 2012 17:39

    A-C, vce teve alguma “influëncia” na Taxa Cristas?

    Gostar

  54. 11 Abril, 2012 18:30

    O Ali-Komuna é uma espécie de Manuel Pinho em ponto maior. Alargou o conceito de grandeza a todo o Portugall, enquanto o outro se ficou modestamente pelo Allgarve. Conceito que aliás se afundou rapidamente como o Titanic. Vamos ver se o Portugall do Ali-Komuna consegue flutuar.

    Gostar

  55. Fincapé permalink
    11 Abril, 2012 20:28

    Aparentemente, depois das declarações de Lurdes Rodrigues na AR, dez milhões deveriam encolher-se com vergonha e os jornalistas inibirem-se de publicar fosse o que fosse sobre o assunto, depois de andarem quatro anos a fazer de contas que não sabiam que a senhora era uma nulidade política. Um zero à esquerda.
    A Helena quase que fez isso: publicou este muito moderado texto! Não sei se por MLR ser mulher, se por a ter defendido.
    Por acaso, a mim não me chateou muito esta demonstração de desprezo pela inteligência dos portugueses que a têm. São pessoas como MLR que me mostram que, afinal, qualquer cidadão, sem exceções, é capaz de ter qualquer cargo político neste país. São também pessoas como ela que me mostram as razões pelas quais este país também pode ser governado por Passos Coelho.

    Gostar

  56. Delfim permalink
    11 Abril, 2012 20:37

    Todos os principais comentadores economicos eram unanimes que so o estado “atraves de intervenções pontuais ,pequenas como unidade mas enormes como um todo puderia salvar a economia da ganãncia da banca e dos então chamados especuladores agora honestos investidores e credores do saque da classe media Portuguesa .A modernização do parque escolar foi em 2009 uma bandeira de todos os governos europeus :Salvar o Capitalismo á custa do dinheiro dos contribuintes A historia seguinte é de todos nos conhecida (Por favor leiam a cronica de Baptista -Bastos hoje no D.N (sim!quanto mais não seja vale a pena comprar o D.N ás 4s Feiras .Um tiro em Atenas a melhor e mais pungente cronica da Europa atual (Actual para os Puristas) Muitos tiros se seguirão ! é a minha trÁgica previsão

    Gostar

  57. 11 Abril, 2012 22:21

    Eu não lhe consigo achar graça nenhuma. Nunca lhe achei e nunca vou achar. O mal que eles fizeram ao nosso país não tem perdão e muito menos é motivo para risos.

    Gostar

  58. simil permalink
    12 Abril, 2012 00:33

    Oh, que belo post, com tudo tão bem visto que não sobra espaço ao comentário, se basta em refrão o já dito: “Um político pode sobreviver a muito. Mas dificilmente sobrevive à gargalhada (…)”. E essa Lurdes é dura como uma burra, teimosa, e em ditadura, ainda, você vai ver, não aceita e não percebe !

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: