Saltar para o conteúdo

PALHAÇADAS

30 Abril, 2012

Por muito que a gente veja, ainda há momentos em ficamos surpreendidos.

.

Um dirigente de um clube não paga salários há meses aos seus jogadores. Um caso de polícia, pois não pagar salário devido é objectivamente roubo. Os jogadores, como é de bom tom, fartaram-se de ser explorados e foram-se embora, com justa causa. O dito dirigente, em vez de andar envergonhado, ou tentar mostrar que tudo tem tentado para cumprir as mais básicas obrigações, ainda insulta e ameaça os seus ex-trabalhadores: «Esses jogadores são desertores. Os tribunais vão funcionar. Tudo o que fizeram é ilegal, ninguém podia faltar ao jogo de hoje». E numa espantosa inversão de papéis – tal é o seu estado alienado e de pertubação mental –  ainda os ameaça: «há dois casos em que vão existir arrestos de bens com providências cautelares» (*)

Obviamente, tal pertubação discursiva, ou falta de vergonha chapada, não é caso isolado e apenas se poderá tentar entender num clima social/empresarial de impunidade e inversão de valores, a coberto da protecção da entidade que supervisiona aquela actividade económica. Esta, ao invés de pugnar pelo cumprimento das mais elementares regras de funcionamento, de sã concorrência e mesmo de imagem e prestigio da actividade que organiza, parece comprazer-se em acrescentar ao mau, o péssimo, pois que o seu presidente, podendo ter ido ao estádio exigir que se cumpra a lei e os regulamentos e colocar um pouco de ordem na imagem da actividade que dirige, antes optou por criticar os ex-trabalhadores que não recebem há meses dizendo «Alguém vai ter de me explicar o que ganharam os jogadores  da União de Leiria pelo facto de terem faltado ao jogo» (*). Já que não percebe, melhor será fazerem-lhe um desenho….

A acrescentar a tudo isto, esse já celebre Bartolomeu diz que andava com malas cheias de dinheiro e acusa um seu funcionário de o ter roubado. Este prontamente retorquiu dizendo que o dito Bartolomeu está a mentir. E hoje ficamos a saber que esse mesmo jogador «renovou» contrato com a União de Leiria! Do melhor!

Uma novela emocionante!  Terá entregue a mala? A mala existia? E tinha papéis ou dinheiro? O roubo foi ou não mentira? Afinal não era mentira ou confirma-se a «inverdade»? A não perder os próximos capítulos.

Anúncios
20 comentários leave one →
  1. Monti permalink
    30 Abril, 2012 17:42

    O texto, enriquecido por nomes de políticos dos últimos governos,
    poderia dar um bom retrato.
    Do Regime.

    Gostar

  2. 30 Abril, 2012 17:44

    Não há dúvida, no Zimbabwé acontecem coisas extraordinárias!…

    Gostar

  3. SRG permalink
    30 Abril, 2012 17:58

    Ainda há gente que se admira com o comportamento péssimo da maioria dos responsáveis pelos clubes de futebol. Queriam que no futebol fosse diferente da classe política ? É evidente que a imagem do país é o reflexo do comportamento destas classes, ou se quiser-mos estas pessoas são o reflexo do estado do país.
    É o vale tudo, preocupando-se apenas em olhar para os seus próprios umbigos, não se importando com valores morais e respeito pelos seus semelhantes. Tudo serve para a sua promoção social, incluindo passar por cima de toda a ética. Estamos quer queiram quer não, a assistir ao desmoronar de uma sociedade, onde o egoísmo está a ser a “moeda” mais valorizada. Lamentavelmente.

    Gostar

  4. piscoiso permalink
    30 Abril, 2012 17:59

    O Eurosport já noticiou que o União de Leiria foi a primeira equipa do mundo a alinhar em 4-3-0.

    Gostar

  5. 30 Abril, 2012 18:01

    Apesar destas situações (a que podemos acrescentar muitos outros clubes que, todos os anos, protagonizam casos de incumprimento), ainda há quem defenda que podemos aumentar o número de clubes na liga principal. O que me parece urgente é, pelo contrário, limitar o futebol profissional.

    Gostar

  6. 30 Abril, 2012 18:02

    Já agora: se pensarmos que no mundo empresarial também há situações destas, talvez comecemos a compreender muita coisa.

    Gostar

  7. pedro permalink
    30 Abril, 2012 18:44

    pi-erre: isto é de rir ,mas não estamos muito longe desse país inviável!

    Gostar

  8. Portela 25ABRIL74 permalink
    30 Abril, 2012 18:45

    entretanto este sujeito acusou ontem um jogador de ter roubado 6.000€ quando estava equipado para jogar …
    o jogador já desmentiu e entretanto um comunicado da SAD do Leiria vem anunciar que ouve um equivoco e que o jogador “renovou” até ao fim da época !!!

    Gostar

  9. Pisca permalink
    30 Abril, 2012 19:03

    É a chamada cultura empresarial tanto do gosto dos gestores, patrões e oficios correlativos, patrocinado pelo governo de turno (os anteriores eram parecidos)

    Como dizia um presidente de um clube, que ficou com o cargo por um conhecido deputado ter “mais que fazer”, quando confrontado com o facto de um funcionário a quem deve 10 meses de salário o ter posto em tribunal:

    – O …. ainda por cima queria receber tudo de uma vez !

    Boa, caminho aberto para se pagar salários aos bochechos, tal como o Gaspar quer pagar subsidios, porque não ?

    Gostar

  10. 30 Abril, 2012 19:04

    subscrevo não só o que Gabriel Silva colocou no post, mas também todos os comentários.
    Em Portugal há mais casos idênticos ao da ULeiria. Por enquanto mais ou menos silenciados. Tristes e perturbantes para o futebol e para os principais protagonistas, os jogadores.

    Gostar

  11. 30 Abril, 2012 19:17

    Também subscrevo o último parágrafo colocado por Pisca.
    Hoje, Vítor Gaspar veio corrigir mentiras : dele, de MRelvas e de PPassos Coelho.
    Desgraçados estão os dependentes de certo patronato e destes governos, do PSD-de-Passos e do PS-de-Sócrates.
    Quando este governo tomou posse, e dadas as circunstâncias, dei-lhe (tipo Marcello) um crédito de 7 em 10. Hoje, dou-lhe só 4. Talvez aumente, mas provavelmente descerá, previstas que estão mais artimanhas, incompetências, mentiras, abusos, etc, etc.

    Gostar

  12. whatever permalink
    30 Abril, 2012 20:06

    o “governo” também não paga salários ao cortar “aqueles” meses…
    também é roubo?

    Gostar

  13. Fredo permalink
    30 Abril, 2012 23:34

    Esse tal Bartolomeu, se fosse esperto, teria convocado uma troika de emprestadores de dinheiro, a altos juros.
    Depois para pagar o empréstimo, em nome do interesse nacional desportivo, tirava uma percentagem do salário dos jogadores, aumentava-lhes os impostos, que é como quem diz, tirava-lhes mais salário, vendia as bancadas do estádio, os balneários e as casas de banho. Aumentava o preço dos bilhetes.
    Tudo isto, claro, durante — dois anos — até 2013 — até 2015 — até 2018. Ou até que Deus queira.

    Gostar

  14. Cfe permalink
    1 Maio, 2012 12:05

    Ainda há pessoas que julgam que clubes de futebol são empresas, que os dirigentes são os administradores e os jogadores funcionários ?

    Gostar

  15. JDGF permalink
    1 Maio, 2012 12:14

    Até ao momento não existe conhecimento de que o Ministério Público ou a Inspecção Geral do Trabalho (melhor seria os dois) tenha começado a investigar tamanha desfaçatez e vigarice que se acoita sob o manto diáfono do futebol, após abundantes e copiosas denúncias na comunicação social, da intervenção de organizações sindicais, da Liga, etc.
    Na verdade, o Sr. João Bartolomeu – independente da sua actual ‘condição’ de demissionário – tem protagonizado, em nome de uma SAD, i.e., sociedades (empresas) que sucederam às tradicionais agremiações desportivas (os saudosos clubes), um rocambolesco ‘jogo’, pleno de malabarismos, sobressaltos e intrigas numa vã tentativa de disfarçar uma, cada vez mais, evidente situação de insolvência (financeira).
    Trata-se de um dirigente de empresa cujo património está materializado em acções , sendo o poder administrativo exercido no sentido de ‘satisfazer’ os detentores da maioria do capital. O objectivo social desta empresa está mais do que hipotecado. O simulacro de espectáculo desportivo que nos foi ‘oferecido’ na última jornada, não restam dúvidas, é um bom exemplo da ‘promoção’ da imagem de Portugal.
    Realmente, se existe algo – neste País – a ‘viver acima das suas possibilidades’, temos aqui um ‘gritante’ exemplo. Que, infelizmente, parece não ser um caso isolado…

    Gostar

  16. hajapachorra permalink
    1 Maio, 2012 15:08

    Este não é um caso de polícia, nem de falta de vergonha, nem coisa nenhuma. É simplesmente uma estória de atrasados mentais que precisam urgentemente de ‘acompanhamento técnico’, como dizem agora quando alguém morre. o que mais impressiona não é um vigarista, é um vigarista burro como um soco chegar, sei lá, a pm ou ‘presidente’ de um clube, memso que seja de 5 totós. Convém não esquecer foi o nunca assaz falecido filósofo parisiense que fez o estádio do infelizmente não emigrado presidente joão bacalhau.

    Gostar

  17. jose permalink
    1 Maio, 2012 15:52

    então, só por dizer que o Bartlomoeu é igual nos métodps ao Pinto Costa sou censurado ?….é assim tão incómodo ? as verdades custam sempre a ouvir….

    Gostar

  18. esmeralda permalink
    1 Maio, 2012 16:13

    Concordo em pleno: palhaçadas! E pergunto: cadê os outros?!! O futebol em Portugal anda assim, apalhaçado… Sem ofensa para os verdadeiros palhaços, que muito prezo! E palhaçada maior foi fazer o jogo com 7 ou 8, alguns pareciam miúdos! Incrível! O futebol parece um outo mundo, neste país, desde os clubes, aos jogadores, aos comentadores cada vez mais balofos, à imprensa cada vez mais imbeciloide e a querer pôr os leitores imbecis! Há dias deparei com aquela parangona hedionda ao passar por um quiosque: “MOU a vitória mais especial!” Referia-se a quê o abençoado jornal?!!!! Ora pois então: à saída de Guardiola do Barcelona!!!! Haja Deus! A imprensa cultiva e aduba a idiotice, as peneiras, a falta de classe, a falta de sobranceria, a falta de humildade! Porque, em CLASSE, Guardiola tem a vitória mais especial, sem dúvida! E em educação, já agora!

    Gostar

  19. 1 Maio, 2012 19:15

    Obrigado Gabriel por dizer aquilo que infelizmente faltou dizer alto e bom som quando este fulano de nome Bartolomeu apareceu em tudo o que era noticiário televisivo. A falta de vergonha deste aldrabão só se pode explicar pela tolerância com que encaramos a desonestidade, a falta de escrúpulos ea mentira com que somos confrontados no quotidiano.
    E já agora parem de evacuar a culpa para cima dos políticos, eles situam-se apenas na boa media das elites nacionais – veja-se o BPN, os empresários do regime, os exemplos dos administradores da acção executiva … Tudo mais ou menos impune

    Gostar

  20. joao permalink
    2 Maio, 2012 15:20

    Bartolomeu = Pinto Costa : assina contratos paralelos com jogadores, pagamentos em off-shores, os passes dos jogadores são comprados e vendidos por ele e por empresários, gabava-se de escolher árbitros e de os comprar ( nunca se descobriu viagens pagas pelo ULeiria a árbitros ), tem salários em atraso, coage e ameaça jogadores qdo é preciso assinar, moveu uma guerra à Camara Leiria que levou o ULeiria a ir jogar para a Marinha Grande
    A única diferença é que ULeiria tem 1000 adeptos em toda a cidade de LEIRIA.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: