Saltar para o conteúdo

Brancos & nulos

30 Setembro, 2013

Com 97% das freguesias apuradas, há 180.000 votos em branco (3.84%) e quase 140.000 votos nulos (2,94%). Em ambos os casos, são mais do dobro dos verificados nas eleições de 2009 (85.000 e 62.000, respectivamente, para o mesmo universo). Serão várias as causas destes números, que devem merecer reflexão. Os números são ainda mais avassaladores para as Assembleias Municipais (203.000 votos brancos e 145.000 nulos).

São mais de trezentas mil pessoas que, num dia chuvoso, se deram ao trabalho de se deslocar aos locais de voto para não escolherem qualquer das listas candidatas.

Algumas causas são claramente locais: em Gondomar, por exemplo, houve 3.555 votos em branco (4,88%) e uns inacreditáveis 7.899 votos nulos (10,85%, uma grande parte dos quais deveria ter o nome da lista recusada de Valentim Loureiro manuscrito). Ainda assim, os votos brancos e nulos serão um indicador do elevado número de eleitores que, levando a democracia suficientemente a sério para se darem ao trabalho de votar, não encontram nas candidaturas disponíveis nenhuma capaz de os representar. Um fenómeno que os partidos parlamentares deveriam ter em conta não só quando mexerem na lei eleitoral, mas, sobretudo, quando decidem o modo como escolhem os seus candidatos.

19 comentários leave one →
  1. johnas permalink
    30 Setembro, 2013 02:27

    Essa malta é emigrante, em grande parte, ó loreiro, penso, que não vêm cá de passeio, desde a alemanha, a suíça e o luxemburgo ou Inglaterra, por votar nos mesmos de sempre. De qualquer maneira, nem precisam, que na ausência de votantes só fortalecem os partidos do poder, mais fortes, tradicionalmente, segundo a lei viciosa dos princípios, que assim se governa à conta de fantasmas de cá e os ausentes .

    Gostar

    • 30 Setembro, 2013 02:34

      sim 320 mil emigrantes que vieram a portugal a 29 de setembro um mês com festas gigantescas e …..só se forem candongueiros porque se são emigrantes devem estar todos desempregados

      ou chegam amanhã ao travalho já bem dormidos voando na TAPE TAPE

      és um génio como pulite logo…..

      as mãos sujas é de sartre né?

      Gostar

  2. 30 Setembro, 2013 02:29

    johnas,

    Não estou a falar de abstenção, mas de boletins colocados nas urnas.

    Gostar

    • Alexandre Carvalho da Silveira permalink
      30 Setembro, 2013 02:36

      Ele não percebe, coitado. Deve ser do champam das comemorações…

      Gostar

    • 30 Setembro, 2013 02:39

      não estás a falar ó loureiro vegetas no vazio do valentim numas letras muito simples

      há mais 100 mil que não se veêm representados em nenhum partido

      e mais 100 mil que em vez de anavalharem um guarda republicano ou deitarem fogo à mata resolvem fazer um caralho no boletim de voto ou por grandes fanáticos dos pópós ou vão trabalhar

      há duplicação do voto de protesto

      e depois?

      em que é que isso serve a continuidade da república laica e mais ou menos democrata

      as clientelas continuam a dominar o voto

      excepto na madeira que já não as consegue alimentar…..

      Gostar

    • johnas permalink
      30 Setembro, 2013 02:56

      Bem sei, ó Carlos, e eu quis acrescentar que esse brancos e esses nulos só favorecem os partidos mais votados, segundo a fórmula, tal como muitos mais milhares de abstenções de quem não vota, entre os quais grande parte de emigrantes, que porém contam para o número de votantes, sobre o que se engendra o direito à p+arte de bolo, de que saem favorecidos PS, PSD e o CDS, coligado, of course, se não me engana o formado pensamento . E então, mesmo que ladrões, uns estupores’, que é dizer gastadores, esses que tais ganham sempre.
      E nem o Mário Braga entendeu ou não quis, livre de ler na rama “como um romance” .

      http://arrastao.org/2895707.html

      Gostar

  3. 30 Setembro, 2013 02:30

    são pouco significativos se tivessem triplicado ou quadriplicado….

    são apenas uma franja de gente sem fé e arredada do sistema

    muitos são ex-alunos do IST de engenharia civil ou de eng.biológica ou outra merdice que já não dá tacho autarquico

    já não dá tanto tacho

    curioso é o voto nas pequenas autarquias

    o engenheiro autárquico da agricultura que de mora que de mora obteve 60 e tal por cento de um voto clientelar numa autarquia que tem uma carrada de emigrantes e 1700 votantes se tanto

    aí o voto nulo dobrar ou triplicar teria significado

    uma autarquia pouco mais populosa que muita freguesia com fregueses a mais

    Entry Pageviews

    Indonesia

    30

    Russia

    United States4

    Brazil

    Serbia

    Ukraine

    o voto nulo tem um significado estatístico muito pouco preciso num país com 40% de votantes de 3ª idade

    o voto branco idem ler aqueles boletins é do carago

    daí ou nos dão óculos ou aumentam as letras….talvez um elefante e um burro ajudassem…..nos símbolos claro

    Gostar

    • johnas permalink
      30 Setembro, 2013 03:07

      Talvez, Mario, mude a opinião à vista do filme, película, fita e pequeno vídeo, the picture :

      http://arrastao.org/2895707.html

      Gostar

    • Slint permalink
      30 Setembro, 2013 12:15

      Não posso falar pela maioria, mas eu que faço voto nulo desde que tenho 18 anos(menos nas últimas legislativas em que votei no PSD para ficarem eles associados com a destruição do país). Porque não me revejo em nenhum dos 5 partidos do sistema, nem por me rever nesta oligarquia disfarçada de democracia.

      Gostar

      • johnas permalink
        30 Setembro, 2013 16:54

        Ó Slint, e ache um bom ou boa independente, assim como o Cristiano Ronaldo, que ora vota nesta ou naquela, mas acha na (como se chama?), na Irina, o seu principal arrimo, o seu verdadeiro partido .

        Gostar

  4. 30 Setembro, 2013 02:47

    Sejamos realistas e justos : a CDU ultrapassou positivamente o que se previa.
    As tv’s e muitos comentadores não lhe deram o relevo que merecia. E provavelmente os jornais farão o mesmo.
    Até Carlos Daniel (pudera…), na RTP1, quando Morais Sarmento estava a iniciar o reconhecimento do êxito da CDU, cortou-lhe o pio passando, a despropósito e sobre outro tema, a palavra para JSócrates…

    Gostar

    • johnas permalink
      30 Setembro, 2013 03:13

      Eu vi, como outro que lá andava em resumos, em ilucidações detalhadas deste resultado PS e mais aquele… até Mora y me olvida el otro… CDU, adelante .

      Gostar

  5. piscoiso permalink
    30 Setembro, 2013 08:43

    O problema está nas dificuldades que encontram as candidaturas independentes para organizarem uma campanha eleitoral, que possa fazer frente às oleadas e bem financiadas organizações dos Partidos.
    Mesmo depois de ganharem as eleições, os independentes têm de se esforçar para não serem absorvidos pelas máquinas partidárias, tentando estas ocupar as lacunas da candidatura independente, para se apoderarem dela.
    É todo um processo de parasitismo.

    Gostar

  6. RPG permalink
    30 Setembro, 2013 09:04

    Em Gondomar nem sequer foi preciso acrescentar à mão a lista do Valentim para anular o voto: A CNE providenciou boletins já pré-impressos com a lista que não concorria! Portanto, para obter um voto nulo só foi preciso… colocar a cruzinha dentro do quadradinho!

    Gostar

  7. 30 Setembro, 2013 11:21

    Não, não foram manuscritos os votos de Valentim Loureiro. A lista da candidatura dele estava impressa nos boletins de voto e muitos desses votos nulos devem corresponder a pessoas que nem sequer sabiam que a candidatura tinha sido recusada.

    Gostar

  8. licas permalink
    30 Setembro, 2013 11:28

    piscoiso HIPERLIGAÇÃO PERMANENTE
    30 Setembro, 2013 08:43
    O problema está nas dificuldades que encontram as candidaturas independentes para organizarem uma campanha eleitoral, que possa fazer frente às oleadas e bem financiadas organizações dos Partidos.
    Mesmo depois de ganharem as eleições, os independentes têm de se esforçar para não serem absorvidos pelas máquinas partidárias, tentando estas ocupar as lacunas da candidatura independente, para se apoderarem dela.
    É todo um processo de parasitismo.
    ________________________

    PARASITISMO???
    Eis um assunto que pondero haver por aqui verdadeiros especialistas . . .
    Daqueles que fazem rapapé ao animal feroz mesmo que publicamente
    aqui não se importe de dar o dito por não dito de um dia para o outro.
    Não é camarada?

    Gostar

  9. 30 Setembro, 2013 11:41

    Eu também votei em branco, devido à monumental vigarice (em que até Passos Coelho embarcou!) segundo a qual eu não iria votar em quem melhor defendesse a minha terra – mas sim para aprovar ou condenar o governo!
    Mesmo assim, não estou descansado: oportunistas e pescadores-de-águas-turvas ainda são capazes de dizer que os votos em branco foram em… Aguiar Branco!

    Gostar

    • ora permalink
      30 Setembro, 2013 17:01

      olha o velhadas com o livro invendável está de volta

      era o infomanias?

      ninfomanias?

      uma mania dessas né

      50 e tal por cento votaram no escurinho

      Gostar

  10. Joao Ribeiro permalink
    30 Setembro, 2013 14:16

    Votei em branco.. isto significa aproximar-se mudança de regime, a´juntar à abstenção (que julgo que se votassem votavam em branco) há muito descontentamento com o sistema político em Portugal

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: