Saltar para o conteúdo

Vazio

6 Dezembro, 2013

Na reacção mediática à morte de Mandela nota-se além da admiração por um grande líder muita da expiação da culpa do homem branco. Mas não só.  Existe subjacente uma enorme inquietação em torno de África pois o que a figura de Mandela na sua excepcionalidade torna evidente é a falta de lideranças democráticas em África. As opções de Mandela são excepcionais num continente em que à excepção de Mandela e pouco mais atrás de cada libertador sugiu um déspota corrupto. Em que estados que iam ser um exemplo para humanidade (a Guiné Bissau, por exemplo) se tornaram em não estados, tiranias e cleptocracias. Em que alguns dos velhor líderes que este ocidente incensou como libertadores acabam mortos, com as suas famílias humilhadas sem que nenhum dos antigos admiradores os lamente  e em que  a nova geração de líderes não augura nada de muito promissor. A começar pela própria África do Sul. Simbólico deste mau momento que se vive em África: no mesmo dia em que Mandela morreu o Conselho de Segurança da ONU autorizou uma operação militar francesa na República Centro-Africana.

 

170 comentários leave one →
  1. gastão permalink
    6 Dezembro, 2013 11:25

    Sei que a sua memória não dá para tudo mas lembra-se de Reagan, Thatcher e Cavaco em 1987?

    Gostar

    • zeca marreca de braga permalink
      6 Dezembro, 2013 14:06

      Nem o próprio Cavácuo se lembra:

      “Mandela é também um modelo de estadista, que se destacou (…) pela integridade de carácter e pelo desapego ao poder. Sobretudo, pelo seu desapego ao poder pelo poder.”

      “Porque, para Nelson Mandela, o exercício do poder só faz sentido para servir os outros.”

      “A estatura moral de Nelson Mandela permaneceu intacta desde que assumiu funções como Presidente da África do Sul.”

      “Após ter liderado um difícil processo de transição para um novo regime, abandonou o poder com a mesma simplicidade de sempre. A simplicidade dos gigantes.”

      Será que Cavácuo se assme com anão?

      Gostar

      • 6 Dezembro, 2013 19:27

        ass me? os gigantes são simples?

        abandonou o poder ……..basta ver pelos noticiários que o abandonou para o conservar

        foi o que salazar e soares nunca perceberam

        conserva-se o poder abandonando-o a outros

        já quintus cincinattus o sabia…..quem abandona o poder vive para sempre
        e vive livre da má fama dos césares loucos das aulas maganas

        Gostar

    • Alexandre Carvalho da Silveira permalink
      6 Dezembro, 2013 15:37

      E o Soares, esse velho revolucionário alimentado a Barca Velha, presidente da Républica também concordou…

      Gostar

      • zeca marreca de braga permalink
        6 Dezembro, 2013 17:05

        Estimo muito que o Soares e a barca velha se…
        Quem dirige a politica externa é o governo (Cavacuo+ Deus Pinheiinho).

        Lá está o típico problema luso. Ninguém fez nada, ninguém é responsável! A culpa é dos outros…

        Mas não é! A culpa é do governo português, do Cavaco, do Pinheiro, do Soares, e da cambada de cães racistas que votaram nestas inanidades!

        No geral a culpa é dos portugueses. POR ISSO DEVIAM FICAR CALADOS!

        Gostar

      • 6 Dezembro, 2013 19:29

        o souarez é afrancesado e o cavaco é serrenho ….é não são portugas

        andamos a ser governados por francos desde o con dado por tu cá lens se

        Gostar

      • 6 Dezembro, 2013 21:14

        “Em nome da lei, fui tratado como um criminoso. Não pelo que eu fiz, mas pelas coisas que defendi, por minha consciência ”

        Mandela

        Gostar

      • und permalink
        7 Dezembro, 2013 01:30

        mais um a mandar nela povo machista ou diz-se povo machel?

        Gostar

  2. 6 Dezembro, 2013 11:34

    Na verdade, Cavaco PM, mandou votar na ONU contra a libertação de Mandela.

    Gostar

  3. Bento Norte permalink
    6 Dezembro, 2013 11:52

    Se fosse ele e a sua escola a mandar nem professores nem ninguém tinha ordem de piar.

    Gostar

  4. Luís Marques permalink
    6 Dezembro, 2013 11:52

    Real politik, não sejam canalhas.

    Gostar

    • zeca marreca de braga permalink
      6 Dezembro, 2013 14:28

      Canalhas???????? Quem é que é canalha?
      Pois…

      Gostar

      • Tiro ao Alvo permalink
        7 Dezembro, 2013 09:54

        Não insultes, Marreca. Modera-te, domina o teu mau feitio. Tu não vês que, a propósito do Cavaco, de Soares e de outros, insultas muita gente, a esmagadora maioria do povo português, quando escreves que “são uma cambada de cães racistas que votaram nestas inanidades”?
        Vai ao médico, homem!

        Gostar

      • zeca marreca de braga permalink
        7 Dezembro, 2013 12:52

        “Tu não vês que, a propósito do Cavaco, de Soares e de outros, insultas muita gente, a esmagadora maioria do povo português, quando escreves que “são uma cambada de cães racistas que votaram nestas inanidades”?”

        E é mentira?

        E eu não insulto niguém. A quem servir a carapuça, que a coloque! Já o próprio Luís Marques pediu para que “Não sejam canalhas, pá” (intended)

        Gostar

      • Tiro ao Alvo permalink
        7 Dezembro, 2013 12:57

        Fincapé, não é verdade que chamaste “cães racistas” a todos os que votaram no Cavaco ou no Soares?
        Quem não quer enfiar a carapuça és tu…

        Gostar

      • Tiro ao Alvo permalink
        7 Dezembro, 2013 15:13

        As minhas desculpas ao Fincapé. É claro que me estava a dirigir ao Marreca.

        Gostar

      • Fincapé permalink
        7 Dezembro, 2013 20:57

        Aceites, Tiro. Eu nem ao percursor das armas chamo “cão”.
        Chamo mesmo percursor. 😉

        Gostar

      • Tiro ao Alvo permalink
        7 Dezembro, 2013 21:05

        Fincapé, eu ao percursor das armas chamo cão, mas é só porque me soa melhor…
        Obrigado pela gargalhada que me proporcionaste.

        Gostar

    • CAOS permalink
      7 Dezembro, 2013 16:29

      Real, very real: o cherne (que era então o verdadeiro MNE, com Deus Pinheiro a tratar apenas de assuntos de saias) precisava desesperadamente que a CIA lhe limpasse a ficha, para obter o tão desejado visto; por isso tinha dado ordens ao embaixador para votar ao lado dos States, desse por onde desse — e assim apareceu Portugal isolado ao lado do eixo do Mal (Reagan / Tatcher).

      Gostar

  5. JPT permalink
    6 Dezembro, 2013 11:56

    Da blogoesfera de hoje dá para ver que havia toda aí uma matilha de hienas que estavam à espera que o Senhor Nelson Mandela expirasse para usar a sua morte para bater no Cavaco. Nojo é a palavra que me ocorre. Nojo porque não me parece haver nada mais contário ao legado de Mandela do que este revanchismo de sarjeta, guardado no frigorífico à espera da morte de um Homem. E nojo porque, infelizmente, seja antes, seja depois do Cavaco, a nossa relação com África sempre se pautou pela mais cínica “realpolitik”, sempre com os “negócios” e a “comunidade portuguesa” como desculpa.

    Gostar

    • 6 Dezembro, 2013 14:06

      Que alívio. Estava a ficar assustado a pensar que era o único que pensava assim. Obrigado.

      Gostar

      • zeca marreca de braga permalink
        6 Dezembro, 2013 14:13

        Não, o que irrita é a hipócrisia, a mentira e o aproveitamento do legado de um Homem, por gente que sempre o combateu, e sempre defendeu o fascismo do Aparhteid.:

        “o ‘Madiba’ foi líder da resistência não violenta ao regime de segregação racial, prisioneiro político, pai da moderna nação sul-africana, prémio Nobel da Paz e Presidente da República”

        Era “Terrorista” e passou a não violento?

        Bardamerda para a hipocrisia. Ao menos que respeitem o homem, que sim, defendeu a luta armada para liquidar o Apharteid, até ao fim deste regime, e por isso aguentou com os costados na prisão.

        Realpolitik o tanas, dignidade.

        Gostar

      • zeca marreca de braga permalink
        6 Dezembro, 2013 14:21

        E outra coisa: concedo a custo que Abstenção possa ser Realpolitik cobarde. Voto Contra é alinhamento canalha com os algozes!

        Gostar

      • Tiradentes permalink
        7 Dezembro, 2013 11:42

        O que irrita também muita gente é a hipocrisia de muita gente que combateu e combate o marxismo –fascismo de esquerda – tão ou mais opressor e assassino e quando se lhe aponta ou se chama a atenção disso o que mais eles querem (tal como os outros fascistas) é pura e simplesmente eliminar fisicamente os seus opositores. De um quadrante ao outro as similitudes são tão grandes e as atitudes tão iguais que eles nem reparam.

        Gostar

      • zeca marreca de braga permalink
        7 Dezembro, 2013 12:05

        Não percebi, é favor reler o comentário!

        Mas querem homenagear o Pinochet, por ter liquidado um presideente eleito? Porreiro pá! Agora não me venham associar-se ao pesar pela morte de um anti-racista quando efectivamnte subscreveram e endorsaram o racismo sul-africano…
        fiquem calados, fiquem em casa, tenham vergonha na cara…

        Gostar

      • Tiradentes permalink
        7 Dezembro, 2013 12:27

        Todos os dias “homenageiam” um Pinochet de uma ilha que matem a ferro e fogo os seus cidadãos e ninguém o leva a julgamento e ainda o tratam por grande líder..Percebeu ou quer trocar por miúdos ?

        Gostar

      • zeca marreca de braga permalink
        7 Dezembro, 2013 12:38

        “Todos os dias “homenageiam” um Pinochet de uma ilha que matem a ferro e fogo os seus cidadãos”

        Você homenageia? O cavacuo homenageia? O PPC diz que ele é um pacifista (coitado do idiota)? O Ponto é a hipocrisia!

        Eu não faço fretes a pinochets, não vou ao seu funeral depois de o ter chamdao de terrorista e canalha! O que é que vocemercê não percebe?

        Gostar

      • zeca marreca de braga permalink
        7 Dezembro, 2013 12:42

        Nem se quer me tento apropriar do seu legado/da sua luta com afirmações do genero:

        “Orgulho-me do pequeno contributo que possa ter dado para fazer da África do Sul uma nação livre e democrática.”

        Eu não fiz nada pelo Pinochet, pá. Eu tentei derrubar o Pinochet, por isso não quero louros pelo:

        “Orgulho-me do pequeno contributo que possa ter dado para fazer do Chile uma nação próspera e desenvovida!.”

        Não quero prque não sou canalha!

        Percebeua diferença entre um vertebrado e um verme? Ou quer um desenho?

        Gostar

      • Tiradentes permalink
        7 Dezembro, 2013 17:16

        Percebi exmo.sr.verme.

        Gostar

    • RCAS permalink
      6 Dezembro, 2013 15:37

      JPT
      Não é necessário bater no Cavaco… ele bate-se a si próprio!!!

      Gostar

    • JDGF permalink
      6 Dezembro, 2013 16:59

      Façamos a inversão do argumento. Cavaco efectivamente foi quem esperou (advogou) que Mandela continuasse preso.
      Aliás, na altura, e já depois da sua libertação, continuou por largos anos a figurar na ‘lista negra? dos terroristas (elaborada nos EUA).
      Claro que Cavaco teria de enviar em nome dos portugueses as condolências à familia e ao Governo sul-americano. Dispensáveis são as considerações que teceu (ou os seus assessores) porque ficaram contanidadas com o virus da hipocrisia. Todos temos um passado que não é ‘bonito’ renegar ou esconder

      Gostar

    • 6 Dezembro, 2013 21:24

      http://viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/07/cavaco-silva-inscreveu-se-na-pide.html#!/2012/07/cavaco-silva-inscreveu-se-na-pide.html

      “Nojo é a palavra que me ocorre”

      “Nenhum poder na Terra é capaz de deter um povo oprimido, determinado a conquistar sua liberdade.”
      Mandela 1961.

      Gostar

    • Portela Menos 1 permalink
      6 Dezembro, 2013 21:48

      quem é o cavaco?

      Gostar

  6. JSP permalink
    6 Dezembro, 2013 12:00

    Pós Mandela : a incógnita to tribalismo.

    Gostar

  7. JSP permalink
    6 Dezembro, 2013 12:01

    Errata , “do”.

    Gostar

  8. 6 Dezembro, 2013 12:39

    Num continente em que muitas fronteiras foram traçadas “a régua e esquadro” – repare-se na quantidade de linhas rectas no mapa – todas as guerras e a emergência de ditadores sanguinários é a continuação das velhas lutas tribais, agora “legitimadas” ou “escudadas” pela existência de um Estado, ainda que tremendamente frágil. E essa soberania condiciona fortemente a intervenção dos organismos internacionais – o tal “complexo do homem branco”.

    Gostar

    • 6 Dezembro, 2013 14:08

      Queira dar-se ao trabalho de ler este post http://malomil.blogspot.pt/2013/12/reflexoes-proposito-de-um-livro-10.html e os comentários ao mesmo.

      Gostar

      • RCAS permalink
        6 Dezembro, 2013 15:32

        Já o tinha lido é excelente!
        “A vivência “in loco” do sentimento de um povo é elementar para aferir o estado do mesmo. Estou convicto que esse fator dignifica em grande medida a obra que nos apresenta.”

        Acredita no apelo que faz à leitura desse post? Hum! acho que dá muito trabalho, cansa os neurónios…

        Gostar

      • 7 Dezembro, 2013 16:02

        Parece então que a “identificação nacional” foi mais forte durante o período anterior à independência e que atitude perante os órgãos de soberania se desgasta após esse processo. Nada de novo, atrevo-me a referir. Acrescente-se a isso a pouca mediatização da generalidade dos no continente, exceptuando as situações que envolvem conflitos entre cristãos e muçulmanos, o que se deve à diminuta importância de que África se reveste ainda, em termos geopolíticos.

        Gostar

  9. 6 Dezembro, 2013 13:41

    Mandela foi um guerreiro zulu. Os grandes chefes com ética de guerreiro há muito que acabaram.
    Agora é tudo drone.

    Gostar

    • Expatriado permalink
      6 Dezembro, 2013 13:45

      Mandela era Khosa, tribo rival dos Zulos.

      Gostar

      • Fincapé permalink
        6 Dezembro, 2013 14:30

        Sei pouco das tribos africanas, mas pela internet aparece como membro da tribo Tembu.
        Mas zulu era o Shaka. Boa série. 🙂

        Gostar

      • Expatriado permalink
        6 Dezembro, 2013 14:39

        Tembu e’ um cla da tribo Khosa.

        Gostar

      • Fincapé permalink
        6 Dezembro, 2013 14:40

        Ok. Percebi.

        Gostar

      • 6 Dezembro, 2013 15:51

        Ok. Para o caso vai dar ao mesmo. Tinha a ética dos grandes guerreiros.

        Agora é tudo sissy hawk e não tarda nada até esses são substituídos por drones.

        Gostar

      • und permalink
        7 Dezembro, 2013 01:34

        xhosa…..nã bai nã os zulus são um povo construído pelo napoleão de áfrica

        são uma construção social

        e não são tribos são povos que abarcam várias tribos qué uma unidade social de menor dimensão

        já um clã é uma linhagem matrilinear ou patrilinear

        equivalente à gens romana que é um clã

        ok ó gens julia

        Gostar

      • 7 Dezembro, 2013 09:59

        ó c******* de und: se não percebes o motivo pelo qual vai dar ao mesmo, és estúpido. Chefes guerreiros, corajosos, com ética, que se sabiam sacrificar, ou negociar, sempre por algo maior que o umbigo. Topas, pascácio rabeta, cata pentelhices.

        Gostar

      • RCAS permalink
        7 Dezembro, 2013 14:38

        Escusavas de ouvir esta ó und!…

        Gostar

  10. RCAS permalink
    6 Dezembro, 2013 13:59

    Vazio

    Comentar o quê cariño mio, se tu nesta excelente postagem disseste tudo?

    Ao nível da tua inesquecível «Decálogo do português mediático», a merecer contraditório, mas que não mereceu os favores dos doutos comentadores aqui no Blasfémeas!

    PS – Curioso, não consigo lembrar-me de quem me faz lembrar esta Elina Garanca…
    hum! pode ser que consiga!…

    Gostar

  11. Fincapé permalink
    6 Dezembro, 2013 14:05

    “Na reacção mediática à morte de Mandela nota-se além da admiração por um grande líder muita da expiação da culpa do homem branco.”
    —————
    É verdade, Helena. Mas há outras coisas boas. Por exemplo, a possibilidade de construção de uma escala ou tabela, que podemos chamar de… vou ceder um pouco, apesar da invenção ser minha… “posicionamento social”, vá lá.
    Assim, temos no topo, “posicionamento social mais elevado”, aqueles que sempre admiraram Mandela, sempre o elogiaram e defenderam e sempre viram nele um daqueles homens incomuns cuja história nunca conseguirá apagar; Depois, temos aqueles que não acompanharam o percurso de Mandela, mas, ao conhecerem a sua vida, se tornam seus admiradores; a seguir, temos aqueles que o elogiam agora, juntando-se à unanimidade planetária, mas têm obnubilações estranhas (p.e.: Deus Pinheiro não se lembra de em 1987, quando era ministro dos Negócios Estrangeiros e Cavaco primeiro-ministro, Portugal ter votado contra a libertação de Mandela na ONU, ao lado de duas figurinhas como Thatcher e Reagan); logo abaixo, estão aqueles que nunca se interessaram pelo assunto, nunca quiseram saber quem era Mandela, nunca viram um filme ou um documentário sobre ele, e hoje também pouco se interessam (aproximamo-nos a passos largos do extremismo liberal); perto do fundo da tabela de “posicionamento social” temos aqueles que, estando em igualdade com os anteriores por nunca se interessarem pela ação de Mandela, os ultrapassam ao limitarem-se a criticar quem critica os tais obnubilados sem que reconheçam a importância do líder africano; no fundo da tabela estariam aqueles que criticaram e/ou ainda criticam Mandela, mas destes não conheço nenhum. 😉

    Gostar

  12. 6 Dezembro, 2013 14:43

    Umkhonto we Sizwe.
    Tudo boa gente e com propósitos honestos.
    Mandela foi líder do partido que apelava à violência.
    R.

    Gostar

    • zeca marreca de braga permalink
      6 Dezembro, 2013 15:32

      Já o Apartheid era fofinho e pacifista. Até tinham infraestruturas só para negros, como forma de respeito, e davam-lhes bouças para governar, e a polícia, de bom grado dava formação cívica à malta…

      Gostar

      • 6 Dezembro, 2013 15:47

        zeca, a questão é outra.
        Os fins justificam os meios?!
        Não é o Apartheid que está em questão!
        É a canonização do Sr. Nelson Mandela. Foram mais de duzentos mortos.
        O Sr. Mandela é um político tal como os outros. Não é um anjo. E o ANC teve e tinha na ideia a luta armada!
        Negar isto é mentir.
        R:

        Gostar

      • zeca marreca de braga permalink
        6 Dezembro, 2013 16:02

        “Os fins justificam os meios?!
        Não é o Apartheid que está em questão!”

        Espero que quando por aqui instituirmos uma ditadura socialista vocemercê continue com essa linha de pensamento!

        E quando lhe açambarcarmos aquilo que vocemercê, como reacionário arrecadou, às custas dos povo trabalhador também!

        “Foram mais de duzentos mortos.”
        O drama, o horror e a tragédia. A sério! Fosse eu enviava os cadáveres dos milhares de colaboracionistas portugueses à cobrança, que era o que aqueles vermes racistas mereciam. Por isso, dê graças a ter lá tido um Mandela e não um Zeca Marreca qualquer…

        Gostar

      • zeca marreca de braga permalink
        6 Dezembro, 2013 16:09

        ” E o ANC teve e tinha na ideia a luta armada!”

        e os racistas sul-africanos era mais convidar o pessoal par um pic-nic?

        É como lhe digo, fosse eu, em vez do Mandela, e fazia o Apartheid ao contrário, só para os branquelas verem como elas doem. E se os boers, os ingleses e os portugueses fossem para a “luta armada”, empalava as suas filhas num espeto!

        Abençoe o homem… que os racistas nao merecem melhor futuro que o empalamento… e o Mandela até os deixou ficar com o resultado do saque…
        Mas isso vai mudar. E ainda bem!

        Gostar

      • Expatriado permalink
        6 Dezembro, 2013 16:16

        Este zeca foi um aluno extra-ordinario dos ensinamentos do barreirinhas….

        Gostar

      • zeca marreca de braga permalink
        6 Dezembro, 2013 16:26

        O Barreirinhas lá empalou alguém?

        Eu só não gosto é de racistas, e os portugueses (que sempre foram racistas e o povo mais idiota da europa), quando se arrogam em moralistas, também não me agradam muito…

        Mas pode ser que vos corra mal a desvario coelho-liberaloide! Aguardemos, portanto!

        Gostar

      • Expatriado permalink
        6 Dezembro, 2013 18:57

        Conversa de cobardola. Quando tocar a dar, a’ pernas para que te quero!!!

        Gostar

  13. 6 Dezembro, 2013 14:47

    «Our men are armed and trained freedom fighters not terrorists.»
    Claro.
    Nem mais.
    Na Palestina mata-se pela liberdade. Só isso.
    R.

    Gostar

    • zeca marreca de braga permalink
      6 Dezembro, 2013 15:33

      «Our men are armed and trained freedom fighters not terrorists.»
      Claro.
      Nem mais.

      Gostar

  14. Expatriado permalink
    6 Dezembro, 2013 14:55

    Para criar algum equilibrio na discussao, aqui vai alguma materia para se perceber o que se passou nesse “fatidico” dia nas votaçoes na ONU

    http://365forte.blogs.sapo.pt/161648.html

    Mas e’ para ler com atençao!!!

    Gostar

    • Fincapé permalink
      6 Dezembro, 2013 15:13

      Apesar de lido à pressa. as palavras que ouvi de João de Deus Pinheiro de manhã, na TSF, de que não se lembrava do assunto e que provavelmente tinha sido uma decisão do embaixador (ou de um qualquer secretário, não memorizei esta), não abona muito a seu favor e do governo. tanto mais que estaria no cargo há cerca de três meses. Se não houvesse gato escondido, porque diabo não tentaria ele recordar-se com recurso aos documentos, tanto mais que volta e meia se fala do assunto?
      E mais: como apagar da história o voto de Portugal apenas somado ao do RU e dos EUA? Terá isto alguma resposta? E não é uma acusação. É apenas a lembrança de um facto que a juntar à presente subserviência aos alemães, com responsáveis comuns ou da mesma área política, tem de nos deixar preocupados. É que podemos desconfiar que Maçães é uma coisa que parece nascer sempre nas mesmas árvores. 😉

      Gostar

      • Alexandre Carvalho da Silveira permalink
        6 Dezembro, 2013 15:57

        Portugal votou no mesmo dia duas resoluções que entre outras coisas defendiam a libertação de Nelson Mandela: de acordo com o 365forte votou a A/RES/42/23G a favor e a A/RES/42/23A contra. O que é que podemos concluir daqui?

        Gostar

      • zeca marreca de braga permalink
        6 Dezembro, 2013 16:04

        Que Portugal sempre se comportou como um verme invertebrado?

        Gostar

      • neotonto permalink
        6 Dezembro, 2013 16:08

        E mais: como apagar da história o voto de Portugal apenas somado ao do RU e dos EUA? Terá isto alguma resposta? E não é uma acusação.
        .
        Ainda mais recente. Ninguem recorda o Barroso anfitriao do trio tarari Bush/Blair/Aznar? Se foi apenas ontem como diz…

        Gostar

      • Alexandre Carvalho da Silveira permalink
        6 Dezembro, 2013 16:31

        Já sabiamos que e a esquerda é zarolha. Mas eu explico: de acordo com a própria presidência da Républica da época (quem era o presidente da Républica, quem era?) Portugal votou contra a res A porque esta fazia um apelo explicito à violência, e votou a favor da res G, sendo que ambas defendiam o fim do apartheid e a imediata libertação de Nelson Mandela. Onde é que está a dificuldade de perceber isto? Bem, para a esquerda nunca se sabe.

        Gostar

      • zeca marreca de braga permalink
        6 Dezembro, 2013 16:42

        Fazia um apêlo à violência? Onde?

        Mas agora estou indignado!

        Então os:
        alemães,
        franceses,
        holandeses,
        finladeses,
        australianos,
        suecos,
        dnamarqueses,
        espanhois,
        (…)

        abstiveram-se/votaram a favor de um texto que apelava à violência? Só Portugal, RU e EUA é que votaram contra?

        Como anda o mundo? Era só canalhas!

        Valha-nos a mundividência da vanguarda civilzacional da Humanidade. O Reagan, a Tatcher e o Cavaco…

        Portugal, na vanguarda da defesa da HUMANIDADE!
        Vocês não se enxergam, pois não??????????????

        Gostar

  15. 6 Dezembro, 2013 15:14

    Demagogia feita à maneira é como queijo numa ratoeira, já cantava a outra…!
    Portugal (e não Cavaco) votou contra uma resolução generalista de embargo económico e político à África do Sul (RES/42/23/A), onde se incluía , entre outras coisas a libertação de Mandela. O embaixador de portugal na ONU defendeu que não concordava com o texto agressivo da resolução A, mas (está escrito e relatado em notícias da altura) que Portugal era completamente contra o regime do apartheid, não concordando com o embargo económico naqueles moldes, pois afectaria os quase meio milhão de emigrantes que lá tínhamos. No entanto, no próprio dia, pasmem, numa resolução específica sobre as medidas a tomar pela ONU onde se pedia, também entre outras coisas, “a libertação incondicional” de Mandela (RES/42/23/G), Portugal votou a favor! Que engraçado!
    Portanto esta notícia não passa de oportunismo político , demagogia pura e desonesta intelectualmente. E, claro, todo rebanho do bota-abaixo replica ad nauseam a pseudo-notícia do mau, o ignóbil Cavaco. Tem piada, ser esta postura, precisamente a contrária ao espírito que Mandela preconiza. Parece não servir de nada para algumas cabecinhas pensadoras como a de Daniel Oliveira, António Felipe ou Ana Gomes.

    Gostar

  16. Expatriado permalink
    6 Dezembro, 2013 15:33

    E’ sempre bom nao “ler a’ pressa” para evitar cair na demagogia barata….

    Retirei este comentario da net e que transcrevo (eliminei apenas um nome) para tentar aclarar um pouco mais o assunto:

    “Afinal, parece que se trata de mais uma mentira (como aquela de Soares ter espezinhado a bandeira nacional) que repetida inúmeras vezes, passa a verdade. Portugal votou a favor e não contra! Quero que o Cavaco tenha muitos filhos pela barrigas das pernas, mas o seu a seu dono.

    O problema é que grande parte das pessoas nunca se deram a pesquisar sobre o assunto.

    O link que sempre rodou, sempre foi o da A/RES/42/23A. Mas uma pequena pesquisa, percebe-se o porque do A.

    O documento completo é este http://goo.gl/koHJYg , e na verdade, Portugal votou contra a resolução no ponto A, como se pode ver no link do ***** *****.

    A questão, é que o ponto que refere a libertação de Nelson Mandela é o G 4/a, logo a votação é a da resolução A/RES/42/23G e não A. Voto contra dos EUA e do Reino Unido, neste caso, no ponto G, Portugal votou a favor. Está aqui: http://goo.gl/VsGmBi

    ver mais em:
    ODS HOME PAGE
    daccess-dds-ny.un.org
    Multilingual interface of the UN Official Documents System”

    NOTA: Nao consegui acessar ao link da ONU e, por isso, nao vou comentar as observaçoes do postador do comentario acima transcrito.

    A proposito. Quem era o PR na altura? Qual foi a sua reacçao ao “pecado mortal”?

    Gostar

    • neotonto permalink
      6 Dezembro, 2013 16:10

      Chica. Para recordar quartetos com nostalgia…melhor os Beatles!.:)

      Gostar

  17. Alexandre Carvalho da Silveira permalink
    6 Dezembro, 2013 15:45

    O Nelson Mandela era “apenas” um homem bom e decente, que evitou um grande banho de sangue, pelo menos enquanto foi vivo.
    Vamos ver as cenas dos próximos capítulos, que podem não ser muito agradáveis. Pode ser que a vasta classe média negra que existe na África do Sul, perceba o que é que tem a perder com aventuras à moda do Zimbabwé, e consiga travar os populistas.

    Gostar

    • 6 Dezembro, 2013 15:49

      « um homem bom e decente»
      Era um político.
      E líder de uma organização considerada terrorista.
      R.

      Gostar

    • Tiradentes permalink
      7 Dezembro, 2013 10:19

      Era….”agora” depois de 27 anos e da libertação. Sobretudo um homem reconciliado consigo próprio e com a capacidade de a transmitir enquanto foi vivo a todo um povo…um homem decente sim.
      Mas, todos os humanos temos um mas.Mandela quando novo à mesma medida dos seus opressores racistas não foi nem pretendia ser nenhum homem da reconciliação, mas sim um exterminador de tudo e de todos que não concordassem com ele e com a linha programática do partido.O ANC aliás era conhecido pelas suas famosas purgas internas que só elas em mortes de negros, ultrapassaram em muito o número de mortos dos seus opressores brancos.Mortes inter-tribais é melhor nem falar, nomeadamente o ataque aos Zulus.Essa “guerra” aliás prolongou-se além da sua libertação e que levou até à sua separação da Winnie por esta corporizar a linha dura do partido que recrutava e preparava assassinos desde tenra idade, a despeito de o próprio Mandela já ter abandonado essa “via”.
      Ele encontra entre os seus apoiantes na luta armada todos estes “comentadeiros” que se pudessem matariam quem discorde deles.O julgamento de Mandela teve como assistentes observadores da ONU e a Amnistia Internacional que declarou que não defendia Mandela por achar que os seus actos eram mais de um assassino do que de um politico libertador pois para além dos atentados públicos, a posse de um arsenal enorme e as mortes dentro e fora do ANC assim o indicavam.(Curiosamente-ou talvez não- um perigoso terrorista, tinha sido condenado a 30 anos de cadeia, como Mandela, pelo simples facto de se ter recusado a usar a foto do “seu presidente” e a bandeira do partido no seu escritório tendo sido isso considerado alta traição e o julgamento nunca ter tido nem observadores e muito menos a AI), em Cuba e falo de Armando Valadares).
      Não esquecer que o ANC foi financiado pelas grandes explorações diamantíferas e de ouro que usavam o trabalho escravo que o ANC mantinha quieto e calmo enquanto recebia esses dinheiros. Não esquecer que durante os anos de cativeiro o seu grande apoiante pessoal que investiu milhões de forma a que ele tivesse as melhores condições de cárcere foi o ditador indonésio Suarto.
      Como todos os grandes Homens Mandela fez o seu percurso nas condições que se sabe mas sobretudo fez o seu percurso intelectual que o tornou ainda maior do que aquilo que ele era para bem dele e de todos os sul-africanos, tornando-se um exemplo de reconciliação levando e tentando que todos os seus seguidores fossem capazes de o fazer também. Longe vão os tempos em que declarava que sob a “direcção comunista do ANC a África do Sul se tornaria a terra do leite e do mel”, até porque o próprio ANC também ficou orfão da sua própria ideologia e sob a sua governação as desigualdades económicas aumentaram muito, o rand desvalorizou 70% e a taxa de desemprego passou de 20% para 45%.. Da criminalidade é melhor nem falar.
      Muita falta ele vai fazer a muita gente sul africanos e não só. Ele soube transformar o sentimento mais fácil de cultivar, o ódio, em tolerância.
      Por isso foi um grande homem.

      Gostar

  18. Tiradentes permalink
    6 Dezembro, 2013 15:48

    E quem era Presidente da Republica nessa altura? Estaria ocupado a montar tartarugas e por isso não tugiu nem mugiu?

    Gostar

    • 6 Dezembro, 2013 15:50

      À data o Sr. Soares pagava as férias do Sr.Manuel Alegre na Argélia.
      Foi quando lá deixou bons amigos.
      Na FNL se não estou em erro.
      R.

      Gostar

      • Tiradentes permalink
        7 Dezembro, 2013 12:29

        em 87? qual é a sua confusão de datas?….á data da resolução da ONU homem que o marreco troglodita (acho que também é de Boliqueime) se refere …..

        Gostar

      • zeca marreca de braga permalink
        7 Dezembro, 2013 12:44

        O R. é cavaquista, a memória é trémula! Está tudo dito!

        Gostar

  19. Expatriado permalink
    6 Dezembro, 2013 16:11

    Mais uma visao, retirada algues na net, dos procedimentos naquele dia de votaçao na ONU:

    “1. Sobre a questão do voto contra de Portugal numa resolução de 1987 da Assembleia Geral em que se exigia a libertação de Nelson Mandela: não é bem assim. Logo, não é verdade.

    2. A 20 de Novembro de 1987, a Assembleia Geral das Nações Unidas votou várias resoluções relativas à África do Sul, ao apartheid e a outras questões relacionadas com o regime racista naquele País.

    3. Essas resoluções tinham a mesma numeração (resol. 42/23), mas desdobravam-se depois, cada uma, em letras diferentes (assim, por exemplo, resol. 42/23A, 42/23B, 42/23C, etc.).

    4. Em duas das resoluções “42/23”, de conteúdos diferentes, exigia-se a libertação de Nelson Mandela. Numa delas, Portugal votou contra (AG, resol. 42/23A). Noutra, votou a favor (AG 42/23G).

    5. Isto significa, evidentemente, até porque as duas resoluções foram votadas no mesmo dia, que Portugal votou contra na primeira das resoluções referidas, não porque fosse contra a libertação de Nelson Mandela, mas, isso sim, porque estava contra o que o restante texto da resolução propunha.

    6. E votou a favor na segunda porque, além de ser a favor da libertação de Nelson Mandela, se revia também no restante texto da resolução.

    Eis a parte pertinente da resol. 42/23G que Portugal votou favoravelmente:

    Resol. 42/23G
    “4. Exige que as autoridades sul-africanas:

    a) Libertem imediatamente e de forma incondicional Nelson Mandela e todas as outras pessoas presas, detidas ou interditas por razões políticas”.

    Por isso, gostemos ou não dos actores políticos que decidiam na altura (e agora), sejamos rigorosos. Porque, quando não o somos, perdemos a razão.”

    .

    Os demagogos dos quadrantes politicos do costume, marcianos, desdobram-se em contorçoes de circo propagandistico para “provar” o sua “justeza moral”…..

    Gostar

    • zeca marreca de braga permalink
      6 Dezembro, 2013 16:21

      Sim… porque as exigências da resolução AG, resol. 42/23A eram demais! Tanto de mais que até Holandeses, Alemães da RFA, Belagas e Luxamburgueses se abstiveram.
      Mas Portugal votou contra! Porque concordava com a libertação de Mandela, mas não com o restante texto! Era demasiado comunista.

      Esta tentativa de revisionismo histórico (de direita e de esquerda) diz mais sobre o povo português, do que mesmo a própria votação! Já nem é uma questão de real politik. É mesmo falta de vergonha na cara e da admissão do mais racismo mais rasca…

      É continuar… “nós defendiamos a libertação de Mandela, mas como a resolução também contemplava putos de 16 anos que atiraram pedras à polícia votamos contra”.

      Gostar

      • Alexandre Carvalho da Silveira permalink
        6 Dezembro, 2013 16:36

        O Marreco é estupido e não há volta a dar à estupidez. Vocês passaram o dia, aqui e noutros locais, a masturbaram-se uns aos outros com a “infâmia cavaquista”, e estão pouco interessados em saber o que se passou. Agora que lhes tiraram as pilas alheias da mão, não gostam.

        Gostar

      • zeca marreca de braga permalink
        6 Dezembro, 2013 16:45

        Qual infâmia cavaquista? É racisimo pá! É falta de coluna!!! É Portugal! O cavaco não passa de um espelho da mesquinhez nacional… E pelo que fez, devia era ter ficada, ontem, calado como rato que é!

        Gostar

      • Tiradentes permalink
        7 Dezembro, 2013 11:50

        Pode até nem ter sido comunista o texto mas pela forma como certas pessoas ainda pensam e agem era e é a forma mais odiosa de sancionar o assassínio. Se já tinham sancionado o “faxismo” racista sul-africano , como poderiam apoiar aquilo que o ANC fazia e que a resolução dizia clara e expressamente que autorizava todos os meios incluindo a luta armada ?
        Hipócritas são aqueles que apoiam morticinios por conta de certas ideologias e criticam outros por fazerem o mesmo.

        Gostar

      • zeca marreca de braga permalink
        7 Dezembro, 2013 11:56

        Mas quais ideologias, pá?
        Se amanha os comunas ganhassem as eleições e decidissem nacionalizar a tua casa não te revoltavas?
        O Lech walesa era um canalha dum terrorista? Se sim devia ser preso e bem preso, né?

        Gostar

    • Tiradentes permalink
      7 Dezembro, 2013 17:21

      O zequinha escreve…..Portugal votou contra…o texto era demasiado comunista.
      A seguir ….”mas quais ideologias pá?”…..Por aqui se vê que fumou um charro entretanto ou então não considera o comunismo ideologia. Interna-te pá, fazes um favor a ti mesmo.

      Gostar

  20. 6 Dezembro, 2013 17:20

    alguém se lembra do que estava em cima da mesa quando se discutiu a libertação de mandela?não era só o fim do apartheid mas o reorganizar o sul da áfrica .saíram os cubanos de angola e a coisa resolveu-se sem um tiro,alem de acabar a guerra civil.esta maneira de ver a politica a preto e branco faz-me confusão.a política é como os jogos de xadrez.o resto é para entreter parolos.

    Gostar

  21. javitudo permalink
    6 Dezembro, 2013 17:44

    Expatriado diz bem:
    ” Os demagogos dos quadrantes politicos do costume, marcianos, desdobram-se em contorções de circo propagandistico para “provar” o sua “justeza moral”…..
    Este episódio ilustra bem como se perverte o sentido das notícias de forma vergonhosa.
    Fui sempre um opositor de cavaco, mas acho péssimo atacá-lo dessa forma.
    Fico admirado por até o Fincapé tenha sido ludibriado pelo kgb de trazer cá por casa.
    Eu tenho aprendido a desconfiar de tudo o que vem nos mídia, seja da direita, seja da esquerda. É difícil classificar energúmenos, os de direita cheiram mal ao perto, os de esquerda cheiram ainda pior ao longe.

    Gostar

    • Fincapé permalink
      7 Dezembro, 2013 03:24

      Já terei sido ludibriado algumas vezes, Javitudo, mas neste assunto não percebo onde está o ludíbrio.
      Portugal votou contra uma resolução da ONU apenas com os EUA de Reagan e com o RU de Thatcher.
      Deus Pinheiro não conseguiu esclarecer a questão na TSF, como explico acima.
      Não me sinto nada ludibriado.
      Se os senhores de então esclarecerem porque votaram do lado dos EUA e do RU, talvez eu até concorde. Mas a memória que tenho do assunto não é a melhor. E a resposta de ontem de Deus Pinheiro também não foi nada boa.
      Depois, lembramo-nos da subserviência de Barroso nas Lages e da recente subserviência de Gaspar e Maçães e ficamos preocupados. É só.

      Gostar

      • Tiro ao Alvo permalink
        7 Dezembro, 2013 10:17

        Fincapé, Fincapé, não saia de uma para outra: que tem a ver o Maçães com o voto de Portugal na ONU, ao tempo do Cavaco/Deus Pinheiro? O miúdo ainda tinha nascido há pouco…
        Aceite que, se não foi ludibriado, foi vítima de uma tentativa de instrumentalização, por parte de activistas de esquerda, pouco escrupulosos.

        Gostar

      • Fincapé permalink
        7 Dezembro, 2013 20:39

        Obrigado, Tiro, por me querer salvar. 🙂

        Gostar

  22. 6 Dezembro, 2013 18:59

    Este post está ensanduichado entre dois posts de comentários fechados do vitorcunha.
    Mas será que o Vítor não tem capacidade para perceber que o êxito do Blasfémias é a possibilidade de se comentar em tempo real?
    Ou julga que o vão ler sem o poderem comentar?

    Gostar

    • Expatriado permalink
      6 Dezembro, 2013 19:03

      “Ensanduichada”….. a especialidade das tias que andam a dar o pito por ai’.

      Gostar

      • 6 Dezembro, 2013 19:09

        O pito não sei, mas esmolas a expatriados costumam dar.

        Gostar

      • Expatriado permalink
        6 Dezembro, 2013 19:28

        Os expatriados nao creem em “almoços gratis”. Por isso as tias pagam pelo “serviço”……

        Gostar

      • 6 Dezembro, 2013 20:08

        deixar man d’ella graça de machel com 69 cu men otários
        era offender o grande ecoSistema do S único

        é lembrar que só perdura na história quem conserva o poder ao abandoná-lo…..

        é uma lição esquecida pela maioria dos políticos
        aparecer vezes demais transforma os velhos messias em velhos maçadores

        é isso preto no branco

        ou branco no preto cleptocrata tanto faz

        Gostar

    • um judeusito permalink
      6 Dezembro, 2013 21:27

      Piscoiso, o vitorcunha está contra as manifs, e certas causas, daí manter o mesmo raciocínio e censurar, para que não apareça ninguém a defender essas “causas”.
      O pior é que ele ainda não sabe, mas em breve iremos ver ELE e os neo-liberais em manifs contra a troika.
      Porquê? Devido a esta intromissão na economia privada.

      “” Troika quer salários mais baixos, desta vez no privado! “”

      http://www.dn.pt/inicio/economia/interior.aspx?content_id=2128867

      Parece que a troika é socialista, e quer intervir no sector privado, dirá qualquer neo-liberal.
      Vamos a ver como os neo-liberais reagem a esta noticia de total intromissão “”socialista” ( e estrangeira) na nossa economia

      Gostar

  23. jojoratazana permalink
    6 Dezembro, 2013 19:21

    Um grande homem, sempre incomodou os inúteis imbecis.
    Que infelizmente estão em maioria neste país, apenas por educação e falta de pensamento livre.

    Gostar

    • 6 Dezembro, 2013 19:32

      claro tu és a minoria gigantesca de micropila…..

      é massacrar os inúteis imbecis ó nosso fuhrer ….

      dê-lhes com as botijas de gás na mona ó grande Messi as Man dá-lha

      Gostar

  24. 6 Dezembro, 2013 19:38

    Morreu nosso salvador estamos orphãos de pae e mãe

    Mandela era o nosso soares e eanes e othelo juntos mas tudo em preto

    viva o kwazuliu…..ah é verdade o gajo era xhosa né…..

    felizmente a zululand é livre graças a ele

    continuam a morrer de miséria num dos países mais ricos do mundo

    mas se não fosse ele morriam muitos mais

    ele salvou o krugerrand dos brancos

    e felizmente criou uma das mais igualitárias sociedades de áfrica apesar de estar cheia de pretinhos calaceiros e desempregados….

    mas as grandes corporações já não matam os mineiros a tiro….

    a polícia fá-lo por eles a bem da democracia

    um gigante

    Gostar

    • Rocco permalink
      6 Dezembro, 2013 21:43

      Cuidado que os cretinos do rebanho ainda o lincham.

      Gostar

      • 7 Dezembro, 2013 02:02

        well num é uma questão de linchar o herege

        É ANTES UMA HISTERIA COLECTIVA A NÍVEL MUNDIAL

        QUE É COUSA ÚNICA NA HISTÓRIA MUNDIAL

        MESMO NO TEMPO EM QUE SE FAZIAM ORGIAS DE CARPIDEIRAS

        O BATER DAS BOTAS ERA LOCAL E O GAJO IA FAZER TIJOLO

        COM APUPOS DOS INFIÉIOS E COM CHOROS CONVULSIVOS DOS FIÉIS

        QUINOU O NOSSO MESSIAS FICÁMOS ORFÃOS DO FILHO DE DEUS

        OU DO UNTADO POR DEUS TANTO FAZ

        É DE FACTO ALGO ÚNICO A QUASI UNANIMIDADE PARA A DIMENSÃO

        DO SEMI-DEUS QUE DEIXA O MUNDO MAIS POBRE

        COM A SUA PARTIDA PREMATURA

        MUITO ANTES DE ATINGIR METADE DA IDADE DE MATUSALÉM…

        DEIXOU-NOS AINDA JOVEM E COM TANTO PARA FAZER

        SE TIVESSE ATINGIDO A IDADE DO MANUEL DE OLIVEIRA

        SE ESTIVESSE ESTENDIDO NA CAMA

        APENAS MAIS DOIS OU TRÊS ANOS

        O MUNDO CERTAMENTE SERIA UM LUGAR MELHOR

        Gostar

  25. jojoratazana permalink
    6 Dezembro, 2013 20:16

    Mentalidade de minhoca, com disco riscado, é coisa não é gente.

    Gostar

  26. neotonto permalink
    6 Dezembro, 2013 20:51

    2. A 20 de Novembro de 1987, a Assembleia Geral das Nações Unidas votou várias resoluções relativas à África do Sul, ao apartheid e a outras questões relacionadas com o regime racista naquele País.
    .
    Hum
    O expatriado poderia “espilicar” como foi a votacao final deste assunto?.:)

    Gostar

    • neotonto permalink
      6 Dezembro, 2013 20:55

      Sim. Esse de tomar medidas contra um governo que permitia o apartheid…:):):)

      Gostar

  27. Rocco permalink
    6 Dezembro, 2013 21:41

    Já estou hipercareca desta cena do mandela… Já estava morto (pelo menos) desde Julho… O cheiro apertou e começou a sair do casulo onde o tinham metido. Que falta de pachorra. E vão ser 10 dias disto! Faz lembrar a “santa” princesa “leide” Di… Mundo de palhaços!!!! E aqui deve ser quase tão mau como naquela bimbolândia sul-africana, O que é que este tipo é a nós?

    E que é isto de o governo ir assegurar meios para quem quer que seja ir prestar homenagem, patati-patatá…

    Gostar

  28. A. R permalink
    6 Dezembro, 2013 23:07

    O próprio Mandela era um terrorista. Ainda devia estar na prisão este grande admirador de Castro, Suarto, Sasha, Mugabe.

    É uma ofensa aos portugueses chacinados na África do Sul este lambe-botismo do parlamento português e o luto nacional a uma marioneta soviética perfeitamente indiferente aos gulags e masmorras da bota militar cubana.

    Puxarei acima todas as bandeiras nacionais que vir no caminho.

    Gostar

  29. A. R permalink
    6 Dezembro, 2013 23:11

    Esta pobre democracia vive para idolatrar assassinos, terroristas e violadores dos direitos humanos da sra winny.

    Gostar

  30. A. R permalink
    6 Dezembro, 2013 23:15

    Qualquer dia temos que nos por de cu para o ar a adorar cunhal, honnecker e beria

    Gostar

  31. jojoratazana permalink
    6 Dezembro, 2013 23:18

    Este A R além de racista, é terrorista, isto não é gente, é coisa ruim, assim como um cancro da democracia.

    Gostar

    • und permalink
      7 Dezembro, 2013 01:27

      bolas pá atão terrorista das morteiradas não és tu?

      ou levas as morteiradas no status quó?

      Gostar

      • jojoratazana permalink
        7 Dezembro, 2013 01:58

        E tu és igual a ele, mas com outra camada de verniz

        Gostar

      • ora permalink
        7 Dezembro, 2013 02:20

        BERNIZ Ó FILHA AGENTE CÁ VAI PELA CHAMINÉ

        NUM É ENVERNIZADO Ó MÚMIA PARALÍTICA

        SOARES MANDA AVISAR QUE QUER NO MÍNIMO QUATRO DIAS DE LUTO GLOBAL E TRÊS ANOS DE CARPIDISMO NACIONAL O QUE TENDO EM CONTA A SITUAÇÃO NACIONAL SE CALHAR ATÉ TEMOS CARPIDEIRAS ATÉ 2043 QUE É ANO DE UM CENTENÁRIO QUALQUER

        JOJÔ MANDE ELA DIZER QUE FOI PARA O EXÍLIO E VOLTARÁ NUM DIA DE NEVOEIRO PARA NOS DAR A PAZ MUNDIAL

        O MORTO QUE RI

        UM B-LOG PARA AS MÚMIAS QUE FAZEM APARIÇÕES EM TODAS AS COVAS D’IRIA DO PAÍS PARA SE RIREM DE NOSSAS DESGRAÇAS MONTADAS NAS TARTARUGAS DO REGIME….PAS LE GOUVERNMENT LE REGIME
        Thứ sáu, ngày 06 tháng mười hai năm 2013

        Gostar

      • jojoratazana permalink
        7 Dezembro, 2013 02:30

        Acorda estás a delirar, mas que andas a chupar ou inalar?
        Podes pintar-te de todas as cores, mas a que realmente te fica bem é a cor de burro quando foge.

        Gostar

      • 7 Dezembro, 2013 02:52

        A CORDA….A CORDA….

        MAI VALE BURRO QUE MERDA…..

        AO MENOS O BURRO TEM UM CÉREBRO

        E NÃO VAI PARA ONDE O PUXAM

        JÁ A MERDA…..

        PORTUGAL A CLOSE TO CRITICAL CASE

        A SUPER HEAVY COUNTRY COM ATMOSFERA CORROSIVA

        370 º DUMA ESCALA QUALQUER ATÉ PODE SER A CELSIUS

        É UM PAÍS EM CONSTANTE EBULIÇÃO

        DAÍ SER UM PAÍS DE DESCEREBRADOS

        E DE MESSIAS EM PÓ

        BASTA JUNTAR ÁGUA E ELES APARECEM

        GIANT DRIFTING RAINDROPS

        FAZEM APARECER POLÍTICOS INSTANTÂNEOS

        QUE SURGEM EM PARIS OU LONDRES

        DEVIDO A CONSTANTLY SHIFTING CRUST

        OS POLÍTICOS TORNAM–SE GLOBAIS

        E OBVIAMENTE ARRANJAM SEMPRE FIÉIS DESMIOLADOS

        OU COM A MIOLEIRA ASSADA

        The book is set on the planet Tenebra,Portucalensis a planet of the star Altair of Judas

        and a world with thick atmosphere, a shifting crust, crushingly-strong gravity and surface temperatures of just over 374 degrees Celsius, close to the critical point of water. Human scientists have spent the last two decades studying Tenebra’s sem-intelligent life from the safety of an orbiting laboratory.

        The PortugueseTenebrans are semi-intelligent,people but primitive by human standards.
        Yet scientists from Earth have found ways to train and educate some of the Tenebrans. This training becomes crucial when two beings—a young girl from Earth and the son of an alien diplomat—are marooned in a bathyscaphe that is headed toward the surface of the planet, where neither can hope to survive.

        Gostar

  32. tric permalink
    7 Dezembro, 2013 00:52

    NELSON MANDELA!!! Mandela assistiu na Prisão às guerra Sanguinária que ocorreram depois da saida, saida não, expulsão dos Portugueses de África… esse “simples facto” estruturou todo o pensamento politico de NELSON MANDELA!!!…não foi a Prisão!!
    .

    Gostar

  33. tric0001 permalink
    7 Dezembro, 2013 00:56

    Gostar

    • Expatriado permalink
      9 Dezembro, 2013 04:04

      Oh FDP “euroliberal”. Toma la’ esta para te entreteres……

      Gostar

  34. tric0001 permalink
    7 Dezembro, 2013 01:05

    Gostar

    • 7 Dezembro, 2013 03:06

      A CON SE LHA À PARCERIA? e ao parricídio?

      CLOSE TO CRITICAL UM BLOUKO PARA LEITURA DE EXILADOS EN PARIS EN DEMANDE DO GOLPE D’ESTADO DEMOCRATA

      divendres 6 de desembre de 2013

      TENEBRAE PORTUCALE – A CLOSE TO CRITICAL STUDY CASE BY L. CASEI I MUNI TÁSSETÁSSE? AFIRMA PEREIRA QUE SOCRATES VOLTARÁ UM DIA NUM HALO DE GLÓRIA

      O BLOUKO SEGUE DENTRO DE MOMENTOS

      PEDIMOS DESCULPAS VIRTUAIS ÀS VIRTUALIDADES

      POR ESTA PEQUENA INTERRUPÇÃO

      MAS A BANDEIRA FICARÁ A MEIA HASTE DURANTE 3 DIAS

      E SÓ SE PODERÁ FODER CHORANDO

      DURANTE ESTE PERÍODO NEGRO DA NOSSA HISTERIA

      OU HISTÓRIA QUE A COUSA TÁ PRETA

      Publicat per Para a escuridão e mais Além ponha preto nisso pô

      Etiquetes de comentaris: TÁ PRETA ? ESSA NEGRA FULÓ

      Gostar

  35. YHWH permalink
    7 Dezembro, 2013 10:08

    A falta de decoro de CAVACO SILVA atingiu níveis verdadeiramente torpes.

    Será que o personagem toma como certo o esquecimento da sua vil acção em 1987 alinhando-se pela «voz do dono» dos EUA e Reino Unido?!…:

    http://www.noticiasaominuto.com/mundo/142151/portugal-votou-a-favor-e-contra-libertacao-de-mandela#.UqLyBtJdXng

    Gostar

    • 7 Dezembro, 2013 16:00

      Que risota .
      Mas você não conseguiu compreender o que leu?
      Essa história já foi desmontada até ao tutano, é certo que os textos que a desmontam são um bocadinho complexos de ler, e assim talvez tenha desculpa.

      Gostar

      • Expatriado permalink
        7 Dezembro, 2013 16:38

        Disseram-lhes para insistir e….. eles insistem.

        A obediencia canina e’ no que da’!!

        Gostar

    • Alexandre Carvalho da Silveira permalink
      7 Dezembro, 2013 18:12

      A sigla analfabeta chegou atrasada à conversa. E continua a não perceber o que lê. YHWH sabe ler?

      Gostar

  36. A. R permalink
    7 Dezembro, 2013 16:54

    4000 agricultores brancos assassinados, 70 000 brancos assassinados. Deixou um país tremendamente racista e violento. Mas o monopólio marxista da informação nada deixa passar que não seja de louvor e glória

    Gostar

  37. 7 Dezembro, 2013 17:19

    VAZIO

    Gostar

  38. JSP permalink
    7 Dezembro, 2013 18:12

    Após este “intervalo “, a Ucrânia segue dentro de momentos…

    Gostar

  39. Alexandre Carvalho da Silveira permalink
    7 Dezembro, 2013 18:25

    Andam os comunistas e adjacentes incomodados com um assunto que nem quiseram perceber, basta-lhes cuspir pró ar e levar com a merda em cima. Mas pare se entreterem um bocadinho perguntem lá aos comunistas do grupo parlamentar do PêCêPê, porque é votaram contra um voto de pesar pela morte de Vaclav Havel, que liderou a libertação da Républica Checa das garras do fascismo soviético, e que para além de ter sido um brilhante intelectual, foi Presidente da Républica Checa.
    A comunagem que anda aqui a poluir este blog, devia discutir este assunto, em vez de andar há três dias a discutir um não assunto: em Novembro de 1987, ainda a comunagem acreditava e adorava no catecismo soviético, Portugal através do seu representante na ONU votou a favor da libertação de Mandela e do fim do apartheid. Os comunistas portugueses em 2011 recusaram emprestar o seu voto ao pesar do povo português pela morte de um grande Homem. Muito maior do que o Mandela, que toda a vida foi comunista!

    Gostar

  40. A. R permalink
    7 Dezembro, 2013 18:42

    Alexandre Carvalho da Silveira excelente. Antes de mandela o PIB da África do Sul era semelhante ao de Portugal agora é de apenas 30%. Obrigado Cavaco por teres adiado o sofrimento da Africa do Sul e a entrega do país ao imperialismo assassino soviético e aos sicários cubanos que varreram angola e etiópia a rajada de metralhadora.

    Gostar

  41. Expatriado permalink
    7 Dezembro, 2013 18:42

    Para os “iluminados” marcianos se entreterem…..

    Gostar

    • neotonto permalink
      7 Dezembro, 2013 19:25

      Angola/SWAPO/SADF-Cassinga-Cuito Canevale…
      As pecas do quebra-cabecas, votos e votacoes en contra de certas resolucoes da ONU dao para encaixar…Glub!

      Gostar

  42. 7 Dezembro, 2013 19:45

    Como era lindo o aparteide na África do Sul!

    Gostar

  43. Eleutério Viegas permalink
    7 Dezembro, 2013 19:55

    E se mudássemos de assunto? Este mandela significa o quê para o mundo? Um badameko que, de forma calculista, resolveu apropriar-se das riquezas da verdadeira África do Sul… Este mundo está cheio de palhaços e Portugal ainda mais. Chorem, chorem, idiotas… E vão ser 10 dias de completa patetice. E todo o palhaço a colaborar nesta chachada.

    Gostar

  44. licas permalink
    7 Dezembro, 2013 19:56

    Piscoiso HIPERLIGAÇÃO PERMANENTE
    6 Dezembro, 2013 11:34
    Na verdade, Cavaco PM, mandou votar na ONU contra a libertação de Mandela.

    ___________________________

    Senhor piscoiso, TENHA JUÍZO . . .
    E leia se puder fazê-lo como o Partido Mandelense tratou
    a nossa Guerra de África: LEIA!
    Mais: pergunte a quem andou por lá (sua puta desavergonhada)
    como via a acção desses tiranóides. O que Mandiba produziu foi
    os negros a mandar nos brancos,
    DEIXE-SE DE UMA VEZ PARA SEMPRE COM O *POLITICAMENTE CORRECTO ~
    E ________________________________PENSE!!!

    Gostar

    • Expatriado permalink
      7 Dezembro, 2013 22:31

      Para pensar seria necessario que o “coisa” tivesse pelo menos 1 neuronio no espaço entre as orelhas…..

      Gostar

  45. licas permalink
    7 Dezembro, 2013 20:28

    Piscoiso HIPERLIGAÇÃO PERMANENTE
    7 Dezembro, 2013 17:19
    VAZIO
    ______________

    Fez mea culpa . . .

    Gostar

  46. licas permalink
    7 Dezembro, 2013 20:30

    jojoratazana HIPERLIGAÇÃO PERMANENTE
    6 Dezembro, 2013 20:16
    Mentalidade de minhoca, com disco riscado, é coisa não é gente.
    R

    _____________________

    Tenha a santa paciência Jojoratazana : não faço luto peçlo Mandiba,
    nem com pistola apontada à cabeça! ERA O QUE FALTAVA!!!

    Gostar

  47. A. R permalink
    7 Dezembro, 2013 21:30

    Gostar

  48. A. R permalink
    7 Dezembro, 2013 21:38

    According to experts and official figures, at least 3,000 white farmers in South Africa, known as Boers, have been brutally massacred over the last decade. Many more, including children and even infants, have also been raped or tortured so savagely that mere words could not possibly convey the horror. And the problem is growing worse, international human rights monitors and South African exiles say.

    The South African government, dominated by the communist-backed African National Congress (ANC), has responded to the surging wave of racist murders by denying the phenomenon, implausibly claiming that many of the attacks are simply regular crimes. Despite fierce criticism, authorities also stopped tracking statistics that would provide a more accurate picture of what is truly going on in the so-called “Rainbow Nation.”

    In many cases, the murders are simply classified as “burglaries” and ignored, so the true murder figures are certainly much higher than officials admit. The police, meanwhile, are often involved in the murders or at least the cover-ups, multiple sources report. A white South African exile living in the United States told The New American that when victims are able to defend themselves or apprehend the would-be perpetrators, many of the perpetrators are found to be affiliated with the ruling ANC or its youth wing.

    Gostar

  49. licas permalink
    7 Dezembro, 2013 21:56

    . . . E depois vem dizer-nos que o Mandela e os seus vieram
    trazer a África do Sul à Democracia . . .

    Gostar

  50. A. R permalink
    7 Dezembro, 2013 22:29

    Gostar

  51. jojoratazana permalink
    7 Dezembro, 2013 22:56

    O fascismo excremental no seu melhor.
    Muito obrigado ao autor do post, que desencadeou este mar.
    Mal cheiroso.

    Gostar

      • jojoratazana permalink
        8 Dezembro, 2013 01:03

        Um agente da canalhice nacional, divulgou um texto de um outro canalha, acusando que num determinado conselho de ministros, Álvaro Cunhal defendeu a venda de armas ao ditador Pinochet.
        Sem provas e baseado, segundo o dito canalha nuns apontamentos de Palma Carlos.
        Se é uma pessoa honesta, apresente provas credíveis daquilo que afirma, eu não acredito em nada da sua narrativa e como prova, apresento a seguinte lista de pessoas que estiveram presentes, no referido concelho de ministros.

        1º Governo Provisório

        Empossado em: 15-05-1974
        Exonerado em: 17-07-1974

        Primeiro-ministro
        Ministro adjunto e sem pasta
        Ministros sem pasta
        Ministro da Defesa Nacional
        Ministro da Coordenação Interterritorial
        Ministro da Administração Interna
        Ministro da Justiça
        Ministro da Coordenação Económica
        Ministro dos Negócios Estrangeiros
        Ministro do Equipamento Social e Ambiente
        Ministro da Educação e Cultura
        Ministro do Trabalho
        Ministro dos Assuntos Sociais
        Ministro da Comunicação Social
        Adelino da Palma Carlos
        Francisco Sá Carneiro
        Álvaro B. Cunhal e Francisco Pereira de Moura
        Mário Firmino Miguel
        António de Almeida Santos
        Joaquim Magalhães Mota
        Francisco Salgado Zenha
        Vasco Vieira de Almeida
        Mário Soares
        Manuel Rocha
        Eduardo Correia
        Avelino Pacheco Gonçalves
        Mário Silva Murteira
        Raúl Rego

        E não acredito, se isso que afirma fosse verdade, estas pessoas se calassem.
        A falta de noção da realidade desta gente, a sua raiva incontida, leva-os a utilizar os mesmos métodos terroristas usados pela PIDE.
        Era gente deste calibre, com as suas mentiras que contribuíam para rechear as prisões da pide, por gente que lutava apenas pela liberdade do seu povo, e acabar de vez com canalhas como estes que não tem razão de existir numa sociedade justa e livre.

        Gostar

      • Alexandre Carvalho da Silveira permalink
        8 Dezembro, 2013 02:14

        Prós ratos de esgoto o Cunhal é outro “santo”: como é que se define um tipo com 40 anos que é acolhido para se esconder em casa de uma familia que tem duas filhas, uma de 14 e outra de 16, e o tipo seduz as duas? Um tipo com mais de 40 anos que seduz duas menores de 14 e 16 no vocabulário comuna é o quê? Herói, ou um escroque? Pois foi isto mesmo que o “santo” Álvaro Cunhal fez!

        Gostar

      • jojoratazana permalink
        8 Dezembro, 2013 02:19

        Mais um a difundir noticias da PIDE.
        Mas que saudades da pide, do ultramar português e das suas raças, já morreram e ainda não deram por isso, esperneiem para ai à vontade, e já agora resfolguei-em.

        Gostar

      • Expatriado permalink
        8 Dezembro, 2013 02:47

        Mais um santo a descair com alguns detalhes……

        Gostar

  52. A. R permalink
    7 Dezembro, 2013 23:16

    On the other side of the coin, the ANC’s crimes are legion. These included
    putting tires filled with petrol around the necks of their enemies and
    lighting them on fire. Terrorist bombings of Afrikaner women and children –
    like the infamous Church Street attack — represent the very worst of this
    asymmetrical campaign. The ANC also tortured and murdered its own black
    communist cadres — especially in the Angola terrorist training camps.
    Nelson Mandela even ordered and then covered up the slaughter of unarmed
    Zulus at the Shell House massacre after he was released from prison.

    The Mandela myth

    Not many people realize that Nelson and Winny Mandela have a great deal of
    blood on their hands. Despite the lies spread to the gullible American
    public on Oprah and Larry King, even Mandela admits in his autobiography
    that he should have been summarily executed for his crimes.
    He spent little time at Robbin Island, and actually lived under house arrest
    in a comfortable estate complete with every amenity imaginable.

    Read more at http://www.wnd.com/2001/04/8900/#o6hBf4KSXZMMkgyJ.99

    Gostar

  53. A. R permalink
    7 Dezembro, 2013 23:24

    In his book “Long Walk to Freedom”, Nelson Mandela wrote that as a leading member of the ANC’s executive committee, he had “personally signed off” in approving these acts of terrorism,

    The Church Street attack on May 20, 1983 killed 19 and injured more than 200 people when a car with 40kg of explosives was detonated outside the SAAF headquarters. Two MK cadres, who were in the car at the time, were also killed because the bomb exploded two minutes early. A huge pall of smoke rose hundreds of feet into the air as debris and bodies were strewn around the scene of the explosion. It exploded at the height of the city’s rush-hour as hundreds of people were leaving work for the weekend. Glass and metal were catapulted into the air as shop-fronts and windows were blown out. Many passers-by had limbs amputated by the flying debris. Others bled to death.

    http://www.stormfront.org/forum/t802967/

    Gostar

  54. A. R permalink
    7 Dezembro, 2013 23:27

    The following ammunitions and bomb-making equipment were confiscated with him (Mandela) and his comrades :
    210,000 hand grenades
    48,000 anti-personnel mines
    1,500 time devices
    144 tons of ammonium nitrate
    21,6 tons of aluminium powder
    1 ton of black powder

    Gostar

  55. um judeusito permalink
    7 Dezembro, 2013 23:51

    Faz pouco tempo, Paul Krugman falou de como o software vem substituindo várias profissões , como médicos analistas, arquitectos, engenheiros , Advogados, Gestores e correctores de bolsa.

    Hoje a SIC deu um filme com George Clonney precisamente sobre este assunto. Um advogado tinha como função despedir pessoas. Ganhava muito bem, e andava pelo país todo a despedir pessoas, de forma a mais humana possível, e para evitar processos judiciais.

    Um dia, chegou uma psicóloga e um novo método. Utilizar a Internet, e programas tipo Skype para despedir pessoas. Isso iria eliminar muitos custos com viagens, hotéis, tempo, etc, à firma de advocacia. Iria eliminar os próprios empregos dos advogados que despediam pessoas, que agora iam ser despedidos mas desta vez por video-conferencia.

    Paul Krugman disse que situações destas cada vez mais actuantes, vão colocar novamente o “trabalho” na ordem do dia.

    Gostar

  56. A. R permalink
    8 Dezembro, 2013 09:20

    Outro ponto. Depois de 27 anos preso, não sendo rico antes, como ficou tremendamente rico depois de um acordo de paz patrocinado pelo gigante marxista Rockefeller? Resposta possível: Talvez os diamantes. Mandela detestou o filme Diamantes de Sangue,

    Mandela’s affinity for De Beers and other diamond companies is the result of both geography and personal relationships. South Africa produces more than $1 billion in diamonds per year; and, even though Mandela’s African National Congress had significant Marxist and communist elements, the party proved broadly supportive of the diamond industry once it took power.

    http://www.newrepublic.com/article/mandela-diamond-shill

    Gostar

  57. ax solo permalink
    8 Dezembro, 2013 09:37

    Invocar (repetidas vezes) o Cavaco quando se comenta um artigo sobre Mandela demonstra qualquer coisa. Não sei bem o quê…Mas incluir os dois nomes numa mesma frase soa-me um pouco estranho…

    Gostar

  58. neotonton permalink
    8 Dezembro, 2013 10:16

    Nao fica claro porque Mandela detestou o filme Diamantes de Sangue….Ele achava que o papel do intrépido e idealista jornalista feito por Di Caprio deveria haver sido interpretado por Morgan Freeman?
    Pensando-o bem , até fica qualquer um com uma piquena dúvida…:)

    Gostar

  59. licas permalink
    8 Dezembro, 2013 10:37

    jojoratazana HIPERLIGAÇÃO PERMANENTE
    8 Dezembro, 2013 01:03
    Um agente da canalhice nacional, divulgou um texto de um outro canalha, acusando que num determinado conselho de ministros, Álvaro Cunhal
    _____________________

    PRAGA, 1968 , seis anos antes de 1974, os tanques Soviéticos, esmagam os
    patriotas Checoeslovacos que protestam apoiando por Governo próprio, liberdade
    de opinião, imprensa livre. Cunhal apoia a invasão e castigo dos Checos reunindo
    os Portugueses residentes na cidade, e incitando-os a apoiar a expedição punitiva.
    Foi relatado em todo o Mundo – esta também é da Pide, NÃO É, *Rato de Esgoto* ?

    Gostar

  60. jojoratazana permalink
    8 Dezembro, 2013 12:57

    Em Portugal as cadeias politicas atafulhadas de gente, que esta mesma gentinha,tipo licas e cia, tentavam esconder do mundo exterior.
    Na actualidade a Ucrânia é bem o exemplo, de que nada mudou e tudo está na mesma.
    E que segundo os licas e licanços, o comunismo acabou, mas os terroristas não são os mesmos de sempre.

    Gostar

  61. JCA permalink
    8 Dezembro, 2013 22:27

    .
    Sim Mandela foi mas não teria sido se não houvesse alguns que lhe concederam a oportunidade para ser. O que é mais importante quem deu a oportunidade para ser ou quem foi por ter tido a oportunidade que se não a tivesse tido era mais um outro qualquer.
    .
    Outro angulo da questão que revolta no identico mas tuga, sejam injustiçados retornados ou mobilizados para a guerra (venha deus e escolha afinal quais os mais injustiçados independentemente dos ventos que poem a soprarna Comunicação Social),
    .
    como ia dizendo no identico mas tuga, uns contra quem deu independencias outros contra quem não edu independencia,
    .
    e se todos regressasem ao realismo, ao nosso, metem-se a mona na historia em vez de cada um para seu lado tecer louvores a Mandela explicassem à rapaziada que tão longe estiavemos e estamos da fleuma e do pragmatismo que deu a oportunidade a Mandela ?
    .
    Sem desprimor para Mandela que floriu um novo pensamento de Africa (perene ?) mas a abordagem da elite tuga transitoriamente em poder no Minho ao Algarve é de muita consaguinidade mourisca …. O habitual ‘só emoções’ bem embrulhada para mascarar a Razão e o Racionalismo que os hão em todas as fés,
    .
    mais troikadas ……
    .
    Corre bem para todos contras a favor conluiados. A felicidade absoluta para tdodos. No lavar dos cestos só corre bem para quem saboa que corre bem …… Pois é.
    .
    Denso não é ? Pois é.
    .

    .

    Gostar

Trackbacks

  1. As causas próprias dos activistas de causas | BLASFÉMIAS
  2. Honra lhe seja feita – Aventar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: