Saltar para o conteúdo

Direitos humanos violados: hoje não há pizza; só há sopa, pão e fruta

22 Abril, 2015

A-fome-das-criancas

73 comentários leave one →
  1. Paulo P. permalink
    22 Abril, 2015 09:55

    Dar fruta e sopa às crianças??? Este país é uma vergonha. Temos de voltar a ter almoços à grande na escola pública portuguesa.

    Liked by 1 person

  2. JgMenos permalink
    22 Abril, 2015 10:00

    Um momento de glória mediática a ser recordado por sucessivas gerações de imbecis…

    Gostar

  3. anónimo permalink
    22 Abril, 2015 10:33

    Na Eugénio dos Santos em Lisboa, há 5 anos, não deram almoço ao meu mais novo, na altura com 10 anos de idade e recém chegado ao 5º ano, porque não comprou a senha de véspera. Era ele que tinha de comprar com o cartão que estava carregado. Ficou até às 16 horas sem comer. Não teve nem sopa, nem fruta. Teve zero. Era no tempo do Governo que pensava nas pessoas primeiro.
    Sobreviveu. E aprendeu a lição que nunca mais se esqueceu de comprar a senha. Mas na época fiquei fodido com a Escola. Ao menos um pão com manteiga. Mas nem isso.
    Estas coisas quando tocam aos nossos, deixam-nos divididos.

    Gostar

  4. 22 Abril, 2015 10:57

    Ridículo, realmente. Não há festas no parque escolar como antigamente. Nem vergonha dos papás nem ensinamentos pragmáticos aos rebentos. Será que também terão esquecido de dar em casa o pequeno-almoço antes de irem para a escola?

    Gostar

  5. insider permalink
    22 Abril, 2015 11:00

    tirar a senha demonstra bem o atraso que é este sítio. se a escola estivesse devidamente organizada sabia a quantos alunos têm de servir refeições…
    mas, já que aqui não sabem fazer, podiam copiar… por exemplo da finlândia, onde não é preciso tirar senha e se come muito bem e gratuitamente…

    Gostar

    • PiErre permalink
      22 Abril, 2015 11:04

      Ó insider, essa do gratuitamente!… Ah, já sei, cai do céu…

      Gostar

    • 22 Abril, 2015 11:04

      Eu acho que deviam fazer refeições para o dobro dos alunos matriculados e, se sobrasse, enviava-se tudo embalado para uma prisão de políticos finlandeses. Não há uma visão macro para os refugiados, é uma tristeza.

      Gostar

      • insider permalink
        22 Abril, 2015 11:44

        não percebem e não me surpreende…
        estão formatados e desconhecem que existem outras opções…
        gratuitamente, sim. a refeição está paga nos impostos…
        a refeição faz parteda actividade escolar. por isso sabe-se quantos almoçam…

        Gostar

      • 22 Abril, 2015 11:48

        Aqui, em Portugal, também sabemos que muitos almoçam de borla porque incluído nos impostos. São políticos SCUT: quem os usa não paga, já foi incluído na festa da arquitectura.

        Gostar

      • 22 Abril, 2015 15:48

        vitor cunha os seus comentarios ,chegam a roçar o infantil.

        Gostar

      • 22 Abril, 2015 15:50

        O que faz de si um bocado pedófilo.

        Gostar

      • Nuno Magalhaes permalink
        23 Abril, 2015 20:26

        Ó vitór.

        Se tu até gozas com as crianças que se estão a afogar no mediterrãneo, ninguém espera que compreendas o que está em causa nesta notícia.

        Realmente, por comparação, isto não é nada.

        Eu gostava que tivesse sido era um filho teu. Não digo que se afogasse, porque não sou um demente como tu. Mas que tivesse ficado sem o almoço.

        Já te estou a ver com grandes textos a chamar porcos socialistas aos funcionários que negassem o almoço ao teu rebento e a dizer que culpa era toda do PS.

        Enfim, não podemos esperar muito de gente como tu.

        Gostar

      • 23 Abril, 2015 20:28

        Obrigado. Eu também gostava que tivesse sido a um filho meu, como sabe.

        Como não sabe mas vai ficar a saber, este foi o seu último comentário.

        Gostar

    • Os corruptos que se cuidem permalink
      22 Abril, 2015 12:30

      Insider: ai sim? A escola sabe sempre quantos almoçam? E os que resolvem não gostar ada ementa e vão comer coisinhas nos cafés próximo (ficarias surpreendido com os montantes que têm nas carteiras para comprar toda a espécie de bugigangas alimentares) ou vão com os papás almoçar fora, ou etc.? Achas bem a escola depois deitar comida fora que pagamos todos nós? E achas mal haver regras para estas coisinhas, é? É um fascismo muito grande, não é?

      Gostar

      • insider permalink
        22 Abril, 2015 13:48

        como já escrevi mais acima, estás formatado, não conheces e não atentas nos pormenores…
        a almoço faz parte da actividade escolar…
        e não existem – por desnecessárias – tascas à volta da escola…
        e, já agora, para esclarecimento dos mal-informados:
        não há escola de manhã e de tarde ou de manhã ou de tarde. as aulas começam às 8/9 e terminam às 14/15… e os papás não precisam de ir levar/buscar a prole… e também não sabem o que é a “escola segura”…

        Gostar

  6. PiErre permalink
    22 Abril, 2015 11:01

    Isto é o socialismo a funcionar.

    Gostar

  7. Procópio permalink
    22 Abril, 2015 11:03

    Eu acho horrível. Já que as mães deixaram de saber fazer sopa, que aliás dá uma grande trabalheira, quando for PR, providenciarei de modo a termos um chef Michelin preparar refeições em cada escola.
    As nossa crianças não mercem menos.
    É preciso torná-las familiarizadas com o bom gosto, porque com o nº 2 vem aí o regabofe e temos que estar todos preparados.
    Algo a obstar?
    Venham a mim as criacinhas.
    Não será só o nº 2 que as tem no coração.

    Gostar

    • licas permalink
      22 Abril, 2015 14:54

      Chefe, Chefe Procópio:
      Tive uma ideia. Porque não promover que todo
      o cidadão, sem exclusão, poder ter o direito de
      usar os refeitórios/restaurantes da Assembleia da República
      aos preços lá correntes. Por 3€ e pico uma refeição
      incluindo marisco, bife do lombo , vinho incluído?
      E ainda andam por aí uns “fascistas” bramando que
      agora os preços dos comeres andam pela hora da morte…

      Gostar

  8. Baptista da Silva permalink
    22 Abril, 2015 11:11

    Realmente não há direito, a mamã não se deve ter esquecido de ir ao facebuca ver os gatinhos a dançar, mas coitada há tantos afazeres que lhe passou ao lado o facto do filho almoçar.

    Gostar

  9. Filipe permalink
    22 Abril, 2015 11:29

    Isto não é fácil, estamos a falar de crianças.
    Mas penso que a escola agiu bem ao dar sopa, pão e fruta.

    Já me aconteceu algo parecido, em que devia ir buscar um filho para almoçar e cheguei tarde. Ele não tinha senha e a escola (pública) serviu-lhe a refeição completa (a cantina era gerida à por uma empresa privada que não cozinha as refeições no local).

    Cheguei, agradeci e paguei.

    Gostar

    • 22 Abril, 2015 11:32

      A pergunta que importa é o que faz com que uma criança que comeu sopa, pão e fruta apareça nas páginas de um jornal.

      Gostar

      • anónimo permalink
        22 Abril, 2015 11:58

        Claro !

        Gostar

      • 22 Abril, 2015 12:54

        Foi muito útil aparecer este assunto.
        Ficamos a saber que era tudo uma bandalheira, que quando resolveram colocar um pouco de ordem as coisas melhoraram mas que há sempre alguém que espera que outros lhes resolvam os problemas que eles criaram.
        Que o JN dê isto à estampa ainda é mais natural.
        Neste momento é o órgão oficioso do PS.

        Gostar

      • Alexandre Carvalho da Silveira permalink
        22 Abril, 2015 12:54

        A pergunta que importa é porque é que o texto da notícia desmente o título. Quem lê a parangona fica a pensar que a criancinha filha de uma mãe desleixada, ficou a ver os outros a comer.
        Mas se eu fosse o responsável pela cantina da escola resolvia a coisa de outra maneira: dava o almoço completo à criança e depois cobrava 50 euros pela senha do almoço para pagar o esquecimento.

        Gostar

      • 7anaz permalink
        22 Abril, 2015 16:17

        Pois essa é mesmo uma boa questão. Os alunos quando se inscrevem para almoçar na escola, só pagam uma parte (pequena, de resto) da refeição, e por isso é que muitos, depois não aparecem para comer e sobram tabuleiros de comida que é deitada fora. Mas disso os paizinhos dos meninos não se queixam, aliás, esse problema passa-lhes ao lado.

        Gostar

      • 23 Abril, 2015 21:06

        É uma vergonha. Toda a gente sabe que comer lagosta faz bem à PISA

        Gostar

  10. Margarida permalink
    22 Abril, 2015 11:32

    Porca miséria, quando se dá voz a este tipo de “indignações”. Como se sopa, pão e fruta fosse comida de reco.

    Gostar

  11. Artista Português permalink
    22 Abril, 2015 11:56

    E olha que com o Costa vai ser ainda pior: ele já anunciou que o PS é o partido do RIGOR

    Gostar

    • 22 Abril, 2015 12:44

      Bem visto, Artista Português. Em boa verdade, ainda estamos rigorosamente a pagar os últimos rigores da rigorosa acção socialista,

      De rigor, o PS só tem Rigor Mortis.

      Gostar

      • 22 Abril, 2015 13:09

        AHAHAHAH…..BOA!

        Gostar

      • 22 Abril, 2015 16:44

        o rigor socialista ainda permitiu que a divida publica fosse inferior à divida publica da grecia que no total (publica+privada ) tem a divida mais baixa que portugal.que rigor tem a direita quando apresenta autarcas do top com as maiores divida do pais?

        Gostar

      • 22 Abril, 2015 16:48

        Gostar

  12. João permalink
    22 Abril, 2015 12:38

    A chamada “comunicação social anti-sistema” é engraçada. É nestes momentos que eu gostaria de os ver com a responsabilidade de dirigirem qualquer coisa.
    Antes de lamentarem o facto da criança só ter sopa e fruta deveriam referir o facto daqueles pais zelosos se terem esquecido de tirar a senha.
    Aqui está a questão.
    Pais irresponsáveis e tão irresponsáveis que em vez de ir com queixinhas para aqui deveriam providenciar a refeição do filho: entradas, sopa, robalo grelhado, verduras, sobremesa e/ou fruta; pão, manteiga, etc.
    Mas não, vêm fazer de uma coisa em que eles são os culpados.
    Fazem-me lembrar os socialistas; fazem o mal e a caramunha

    Gostar

  13. licas permalink
    22 Abril, 2015 13:20

    Por falar em rataria. . .
    O episódio Seguro-Costa faz lembrar um facto muito documentado entre as aves de rapina. Nos pintos da mesma ninhada o primogénito, sendo mais forte, até porque, habitualmente, se apropria da comida trazida pelos pais em detrimento do débil irmão, empurra-o para fora do ninho assim que tem oportunidade para tal, não se importando que quando o consegue dita a morte dele.
    Isto é muito frequente entre as aves de rapina.
    Notem _________de rapina.

    Gostar

  14. 22 Abril, 2015 14:05

    Sopa!!! O que é isso?

    Gostar

  15. licas permalink
    22 Abril, 2015 14:09

    Pois foi . . .

    Incógnito abastardado.
    Por medo aos encontrões
    Anda mas é mascarado
    P´ra fugir às multidões.

    Vejam a indumentária
    Com qu´o gajo anda vestido
    Tem um gosto a alimária
    A atirar para o garrido.

    Veio da Loja do Chinês?
    A gaita de foles falta?
    Querem ver que desta vez
    Vai dar um gozo à malta.

    Mas que gosto requintado!
    Temos qu´aguentar isto,
    De quem está indiciado,
    Ser nosso primeiro Ministro.

    Gostar

  16. 22 Abril, 2015 15:02

    È complicado mas valia a pena fazer um esforço para que as corporações perdessem o velho habito de achar que os serviços existem para seu exclusivo usufruto.

    Gostar

  17. Nuno Magalhaes permalink
    22 Abril, 2015 15:13

    Qualquer assunto que requeira o mínimo sentimento humano é logo interpretado pelos direitistas broncos deste blog como uma manobra da quinta coluna para-soviética.

    Nem sequer sabem se aquela família é de direita.

    Mas uma criança ficou com fome. a ver os outros comer, por pura insensibilidade burocrática, desatam logo aos urros, a apoiar qualquer atitude de desumanidade.

    Nem que seja contra crianças.

    É que o vosso projecto de sociedade é mesmo esse meus sacanas.

    Gostar

    • Joaquim Amado Lopes permalink
      22 Abril, 2015 16:29

      Nuno Magalhães,
      Não confunda histerismo hipócrita com sentimento humano. Mas suponho que fazer essa distinção não esteja ao alcance dos histéricos hipócritas.

      A criança não ficou com fome. Comeu sopa, pão e fruta. E a regra seguida foi a necessária para acabar com a bandalheira que havia anteriormente. Começando a abrir excepções voltam os problemas que estão agora controlados.

      Este caso mereceria, no máximo, um comentário com amigos ou colegas de trabalho, do género “vê lá que ontem o miúdo só comeu sopa na escola porque me esqueci de fazer a marcação; e ele que nem gosta nada de sopa”. Chegar a notícia num jornal é simplesmente ridículo. Quase tão ridículo quanto o seu comentário.

      Gostar

      • Nuno Magalhaes permalink
        23 Abril, 2015 11:26

        Sim ó Lopes, todos vimos como vocês gozaram com o que se está a passar no mediterrâneo, assim como gozam com os desempregados ou quem protesta com as burlas empresariais, como os falsos estágios e falsos recibos verdes.

        Faz de conta que não percebes.

        De qualquer maneira, nenhuma criança tem culpa que os pais se tenham esquecido da senha. Tratando-se de uma excepção de quem a comprava regularmente e prontificando-se a pagá-la, trata-se aqui de decência humana básica.

        Aliás, visto que das relações humanas vocês só conhecem as relações comerciais, vou tentar explicar em termos puramente comerciais.

        Trata-se de uma atenção, uma mostra de respeito pelo cliente.

        Nem isso vocês são capazes de perceber ?

        Estou a ver que até do mundo comercial, vocês só admiram é a aldrabice…

        Gostar

      • Joaquim Amado Lopes permalink
        23 Abril, 2015 19:53

        Nuno Magalhães,
        Nem sequer me pronunciei sobre a atitude da escola, limitei-me a responder ao seu comentário ignorante e cretino. Ignorante porque insiste em que a criança ficou sem comer e cretino por pretender que quem defende uma ideologia diferente da sua tem que ser malévolo em todos os sentidos.

        Um sistema que obriga os pais a marcar a refeição todos os dias é, na minha opinião, um disparate. Faria mais sentido responsabilizar financeiramente os pais. Mas é o sistema que existe naquela escola e funciona. E, como é óbvio para todos menos para os IMBECIS como o Nuno Magalhães demonstra ser, é um sistema em que mesmo sem marcação nenhuma criança fica sem comer.

        “vocês gozaram com o que se está a passar no mediterrâneo”
        “Vocês” quem? Leu alguma coisa que eu tenha escrito sobre “o que se está a passar no mediterrâneo”?

        Não sei o que defende para “o que se está a passar no mediterrâneo” mas os IMBECIS como o Nuno Magalhães normalmente advogam que, em vez de se resolverem os problemas onde eles existem, se espalhem esses problemas para onde eles não existem.

        Tragédia muito mais dramática do que a morte de centenas ou milhares de pessoas que tentam chegar à Europa é a situação que as leva a arriscarem a vida para cá chegarem. E isso resolve-se lá, não cá.
        Mas IMBECIS como o Nuno Magalhães julgam que o que interessa é fingir que se quer resolver problemas ao mesmo tempo que só se faz para os piorar. E que quem não alinha na sua fantasia hipócrita é ser destítuido de sentimentos e merece pior do que a morte.
        Aposto que o Nuno Magalhães é daqueles que, quando vê alguém ferido, faz questão de se meter no caminho dos que sabem o que fazer nessa situação só para que todos vejam que o Nuno Magalhães “quer ajudar” embora apenas contribua para prejudicar.

        Mandava-o para um certo sítio mas não vale a pena porque o Nuno Magalhães já tem a cabeça cheia dele. Ou antes “dela”.

        E não me trate por tu que não lhe dei confiança para tal e fedelhos (pelo menos em termos intelectuais) como o Nuno Magalhães dirigirem-se a adultos dessa forma é uma falta de respeito que não lhe admito.

        Gostar

    • Tiradentes permalink
      22 Abril, 2015 16:47

      Se o “mínimo de sentimentos” da maltosa de esquerda fosse representada pelo preconceito evidenciado pelo Nuno Magalhães, a que junta burrice e desinformação então os “broncos de direita”” tem muito mais “sentimentos” que ele. E espero que os “não direitistas” não sejam como ele.
      1- Uns pais que se esquecem de providenciar que o filho almoce não é de direita ou de esquerda…são no mínimo uns pais negligentes. Será que em casa se passa o mesmo?
      2- A criança não ficou com fome, pois comeu sopa e fruta. Se ficou a olhar ou com pena de não ter almoçado como os outros coleguinhas, cujos pais não se esqueceram deles, a única responsabilidade é a dos pais. Essa é que é a atitude desumana.
      Portanto quanto a urros, falta de sentimentos e apoio de atitudes desumanas estamos conversados.
      Assim o senhor Nuno Magalhães é um direitista estalinista bronco e desumano ….além de burro jumento ou mula (isto para ser delicado).

      Gostar

      • Nuno Magalhaes permalink
        23 Abril, 2015 11:32

        Caro tiradentes.

        1- Uma criança não tem culpa dos erros dos pais. Não vou tentar explicar isso, porque tu não ias perceber. Pelo que disseste, em ultima análise até achavas bem que o puto morresse de fome se por erro paternal ficasse um mês sem senhas.

        2- Quanto a urros, eu tenho visto como vocês saltam a gozar com qualquer pessoa que esteja em difiiculdades. Sejam os desempregados, seja o pessoal que é vitímas de burlas no mercado de trabalho, seja quem é reduzido á pobreza, sejam as famílais que se estão a afogar no mediterrãneo, seja até um caso corriqueiro como este.

        São urros sim senhor.

        E ANIMALESCOS.

        Gostar

      • 23 Abril, 2015 11:35

        Estes bichos neoliberais deviam ser metidos em campos de trabalho forçado, porque o trabalho dá a liberdade.

        Gostar

    • D.Pinto y Monteiro permalink
      22 Abril, 2015 19:28

      Dá gosto ler os nunos de magalhães deste país. Fazem.me lembrar o patriarca dos socialistas quando uma vez interpelado em campanha deduziu:
      — Vê-se logo que o senhor é social-democrata
      Responde o interpelado
      — Mais uma vez se engana, senhor candidato. Sou um comunista incorregível.
      O senhor nuno está igual ao velho chefe, por mais anos que viva nunca aprende nem tira as palas

      Gostar

    • beirão permalink
      22 Abril, 2015 19:37

      Como é que este cabrão, um mentiroso de merda pois a criancinha, coitadinha, com pais desleixados, foi alimentada na escola com sapa, pão e fruta, se atreve a chamar sacanas a quem aqui se manifesta, só porque as suas opiniões divergem das desta cavalgadura nuno magalhães?
      Estes esquerdalhos não têm um pingo de vergonha nas trombas. Estes patifes conseguem ver-se ao espelho sem terem asco e repulsa deles próprios? Estes filhos da puta deviam ser empurrados para a Coreia do Norte. O ambiente cá ficaria menos poluído. Xó, cabrão!

      Gostar

      • Nuno Magalhaes permalink
        23 Abril, 2015 11:41

        Caro Beirão.

        Podes chamar cabrão à vontade.

        Afinal, já me insultavam antes.

        Porque as vossas “opiniões divergentes” são simplesmente gozar com qualquer pessoa que esteja em dificuldades, pelo que constituem um insulto generalizado á maioria das pessoas deste mundo.

        Básicamente as vossas opiniões são bajular quem tem poder económico. Ponto.

        Se o puto estivesse num colégio fino, bastava o contacto da mãe a confirmar o esquecimento que o problema estava resolvido.

        Como não foi, vocês deduzem que deve ser um caso típico de classe média ou baixa, que leva com serviços de merda.

        Então colocam-se logo a favor do agressor.

        Eu ser insultado por gentalha do vosso nível é o melhjor elogio que me podem fazer.

        Gostar

    • FranciscoB permalink
      24 Abril, 2015 10:19

      Ò Nuno VC é mesmo asno. Não lhe chamo burro com receio de ofender esses animais. Dizer que a criança ficou com fome só um nuno qualquer concluiria tal depois de saber que lhe foi fornecida sopa, pão e fruta. Realmente só um jumento não teria uma palavra de reprovação para o desleixo daquela mãe. Sim, já sabemos que os seus camaradas levariam a criança pra a cantina da AR e vc ia com ela para mamar à custa do contribuinte

      Gostar

  18. Procópio permalink
    22 Abril, 2015 16:07

    O Nuno Magalhães é uma pessoa cheia de sentimentos, o que lhe fica muito bem.
    Se ele soubesse como se tratam os deputados na central de negócios, ficaria ainda melhor.
    É tempo do Nuno providenciar de modo a estender parte destas modestas refeições às escolas das suas redondezas,para que possa dormir mais descansado.
    Segundo o caderno de encargos, no refeitório da central de negócios é servido:
    Sopa: normal e dieta (obrigatoriamente elaborada com base em vegetais frescos e/ou congelados, sendo proibido o uso de bases pré-preparadas. São admissíveis sopas com elementos proteicos uma vez por semana – sopa de peixe, canja de galinha, etc.).
    Carne, peixe, dieta, opção, Bitoque. Pão, integral ou de mistura; Salada; Sobremesas incluindo, no mínimo, 4 variedades de fruta e 4 de doces/bolos/sorvete, além de maçã assada e salada de frutas.
    Mesa com complementos frios (saladas), com no mínimo 8 variedades entre as quais se incluem, obrigatoriamente, tomate, alface e cenoura, além de molhos e temperos variados.
    O nuno optaria pelo prato vegetariano e mais 4 componentes quentes vegetarianos (cereais, leguminosas e legumes).
    “O café para serviço nas Cafetarias deverá ser de 1ª qualidade, em grão para moagem local, observando lotes que incluam um mínimo de 50% de “arábica” na sua composição”
    Bacalhau: “O Bacalhau deverá ser obrigatoriamente da espécie Cod Gadusm morhua. Pode apresentar-se seco para demolha, fresco ou demolhado ultracongelado, observando-se como tamanho mínimo 1 Kg (“crescido”), para confecções prevendo “desfiados” (à Brás, com natas ou similares) ou 2 Kg (“graúdo”) para confecções “à posta”.
    Carnes de Aves: “Peru (inteiro em carcaças limpas com peso superior a 5 Kg, coxas, bifes obtidos exclusivamente por corte dos músculos peitorais). Frango (inteiro em carcaças limpas com peso aproximado 1,2 Kg, coxas e antecoxas, bifes obtidos exclusivamente por corte dos músculos peitorais).
    Agora vamos aos preços. A convite de deputados da esquerda, prováveis amigos do Nuno que de resto ficaram convencidos com o meu projeto para a PR preparava-me para pagar uma ninharia. Fiz tudo para voltar.
    No dia seguinte pedi um café e um bolo de arroz, afim de tomar o pequeno-almoço, tendo pago 15 cêntimos, 5 do café e 10 do bolo. Mais pelo meio da manhã, estava um ambiente pesado com aquelas mentiras todas escarrapachadas no círculo, ou melhor no circo, bebi 10 (Dez), repito 10 minis, tendo pago apenas 1 euro, (pois cada mini custa apenas 10 Cêntimos)! Só de ver a Catarina aos berros “mamei” um gin Bombay Sapphire (1,65 euros), e já perto do Almoço um vodka Eristoff (1,50 euros), para abrir o apetite.
    Ao almoço, comi gambas, camarão tigre, lavagante, sapateira, queijo da Serra, presunto de Barrancos, garoupa e bife do lombo, regado com Palácio da Bacalhoa, por 3 euros! Depois e para rematar um whisky Famous Grouse, que custou (2 euros). Ouvi um bocadinho do ferro, tive que solicitar uma garrafa de champanhe Krug (3 euros a garrafa) e caviar beluga (1 euro) para acompanhamento.
    Um candidato a PR tem que provar de tudo. Não desatei aos urros, não senhor.
    As crianças estão na minha agenda. Ao longo dos anos têm estado na agenda de muitos deputados. Pessoas sensíveis, muito humanas, só pensam em ajudá-las.
    Ainda um dia havemos de saber mais sobre as essas boas ações.

    licas, 22 Abril, 2015 14:54. Como você interpreta bem o meu projeto avançado, nacional internacionalista!
    Aquela ideia de promover que todo o cidadão, sem exclusão, poder ter o direito de usar os refeitórios/restaurantes da Assembleia da República aos preços lá correntes. Por 3€ e pico uma refeição, incluindo marisco, bife do lombo, vinho incluído?
    Não vamos incluir bebidas alcoólicas, naturalmente, mas o marisco e o bife é para já.

    Gostar

  19. Eleutério Viegas permalink
    22 Abril, 2015 17:42

    Farto destes dramas de merda dos tugas, coitadinhos e irresponsáveis.

    Gostar

    • Simão permalink
      22 Abril, 2015 18:14

      E também estamos fartos dos “dramas” de sujeitos como os “Eleutérios” (e quejandos) que, coitados, o único sítio de onde verão e exercerão o Poder será……de (muito) LONGE!
      É a vida.

      Gostar

      • Eleutério Viegas permalink
        22 Abril, 2015 18:24

        Ó parolo, eu exerço o poder onde quero. Deus me livre de andar a aturar tugas saloios como tu a chatear e a puxar o saco e os jornas e os “foncionários” a bisbilhotarem na minha vida passada, presente e futura. Porra! Poder? Qual poder?

        Gostar

      • Simão permalink
        22 Abril, 2015 18:36

        ´Quando leio o paspalho do Eleutério tenho bastantes saudades do SAUDOSO Prof.Oliveira Salazar. Nesses tempos nem um pio. 🙂
        Tinha tudo (dos liberais aos comunistas) muita cagança mas o respeitinho era muito bonito. Entretanto, em 1974/75……. e ficámos assim….

        Gostar

      • Eleutério Viegas permalink
        22 Abril, 2015 21:30

        Ó bimbo de merda, hoje tiraste o dia para embirrar, mas ponho-te no lugar ridículo onde pertences… Quanto ao tempo do teu saudoso, nem era nascido. Deves estar mesmo carunchoso, para te lembrares disso…

        Gostar

  20. manuel permalink
    22 Abril, 2015 18:26

    Estamos em campanha eleitoral e os jornalistas xuxas posicionam-se para o “assalto” ao pote. Quando o Costa ganhar( por poucos) não se esqueçam de ver para onde vão os jornalistas que fazem fretes do JN , do Público e não só. Vão substituir os assessores laranjas. Não entro em campanha eleitorais para a assembleia, vou empenhar-me nas presidenciais, são mais higiénicas.

    Gostar

  21. Procópio permalink
    22 Abril, 2015 18:36

    Eleutério, os tugas coitadinhos têm toda a razão. Eles não sabem nada, não aprenderam nada ao longo de anos de faz de conta, do logo se verá. Agora a coisa vai mal.
    O tuga agarra-se a quem lhe promete o cu e as calças, o copo e a verbena, o descanso e a mansarda. O tuga vai encontrar ali ao lado resposta pronta às suas ansiedades, às suas necessidades, às suas maleitas, às suas ambições, às suas azias, às suas impotências, às suas invejas e às suas vinganças. O tuga é um gajo humano, à espera de quem o engane bem enganado, é um corno que não se importa, apronte-se o outro a pagar a demasia.
    Só os neoliberais de uma figa não entendem o tuga. Não têm coração, nem moral, nem ética, nem recato, nem respeito, nem coisa nenhuma. Tenho dito.
    Os tugas já encontram resposta para os dez anos seguintes. Oxalá!

    Gostar

    • Eleutério Viegas permalink
      22 Abril, 2015 21:32

      É verdade. Poveco mais merdoso… Ainda queria o outro que eu exercesse o poder. Safa!!!!

      Gostar

      • Simão permalink
        23 Abril, 2015 10:11

        Coitado…acha-se superior…vê-se logo que é um fruto do “pós-25-da-Silva”….. 🙂

        Gostar

      • Simão permalink
        23 Abril, 2015 10:13

        Ah, e se o “poveco é merdoso”….é porque o enterraram em nesse “material” vai para mais de 4 décadas.

        Gostar

      • Eleutério Viegas permalink
        23 Abril, 2015 23:15

        Ó velhadas vê-se logo que não fazes nada… Às 10 da matina a chatear. Vai procurar a dentadura e, pelo caminho, exerce o teu poder…

        Gostar

  22. licas permalink
    22 Abril, 2015 18:49

    Maduro berra na Telesur : Unión Nacional! Mais: Rajoy promove golpe de estado na Venezuela.
    Todas as “huelgas” na Europa são devidamente sublinhadas
    (of course).
    Típico: Todo o ditador, ou a tal candidato, tem que eleger um adversário de estimação
    El enemigo principal de la madre tierra és le Capitalismo (Bolívia, Evo Gonzalez)
    ___________________

    E a UE apoia Cuba na ONU calcando a pés o princípio democrático de que se diz defensor estrénuo. Quem esquece os seus princípios vai merecendo continuar a ser alvo das mais violentas e descabeladas calúnias e guerra verbal. De quem? De quem não se pauta pela Democracia, pela Liberdade de Pensamento e Reunião, da existência de Livre Associação, do Pluralismo Político, da Imprensa Livre, da proibição de Polícia Política, da Imprensa Livre e Plural, and so on.

    Gostar

  23. Severo permalink
    22 Abril, 2015 18:56

    Para que conste, no tempo da outra senhora, almocei da primeira à quarta classe a sopa que quis, assim como um bom naco de broa , em todos os almoços !!!

    Gostar

    • José7 permalink
      22 Abril, 2015 23:13

      Confirmo, não era preciso pagar nem marcar, e a sopa era mesmo boa! A escola onde isto se passava era a do Magistério Primário em Benfica, onde hoje fica a Escola Superior de Educação.
      Ah! Muito importante: e quem queria ainda tinha leite durante a manhã, em garrafa de vidro tipo Vigor.
      E era no tempo do fassismo que como se sabe eram muita maus pras criancinhas (e pros outos tamém)
      🙂

      Gostar

      • Simão permalink
        23 Abril, 2015 10:18

        Muito bem José7….mas isso era no faxxxismo. Era tudo muito mau. Os passarinhos nem chilreavam! Ah, e a proeza de fazerem tudo às escuras! Não olvidar que, durante 48 anos, aconteceu uma “longa noite. 🙂

        nota: ainda bem que aparecem aqui comentadores para recordar e repor a verdade perante o embuste que há 4 décadas domina o país.

        Gostar

  24. Severo permalink
    22 Abril, 2015 18:57

    E de borla !?!?

    Gostar

  25. D.Pinto y Monteiro permalink
    22 Abril, 2015 19:15

    A senhora Vilma tem muita razão. Por que carga de água servem refeições michelin no refeitório da AR e aquele refeitório limita-se a dar uma sopa, pão e fruta ao seu filho por um simples esquecimento de uma mãe estrremosa.
    Não é justo.
    Tenho a certeza que os candidatos xuxas a DDT,s levariam o menino a comer no referido refeitório da AR e ainda lhe ofereciam um balão e convidariam a senhora Vilma para mestre de cerimónias do grupo parlamentar PÊÉSSE

    Gostar

  26. 22 Abril, 2015 19:26

    Ar regateiro de quem abusa da arruaça e ameaçar com queixas à SIC…gentalha incumpridora que gosta de virar o bico ao prego e o mundo ao avesso…

    A canalha tem sempre o credo de que “ELES” é quem têm a culpa disto tudo…

    Gostar

  27. MMartins permalink
    22 Abril, 2015 19:56

    Este caso de uma mãe que se esquece de tirar a senha da refeição para o filho é um caso a merecer a atenção das técnicas da Segurança Social. Esta mãe deve ser seguida com muita atenção
    O caso da jornaleira Ana Trocado Marques que aceitou a queixa e se esqueceu de ouvir a outra parte, deve merecer uma especial atenção da Redacção do jornal.
    Muito provavelmente deverá ser convidada a regressar às Novas Oportunidades pois no curso demonstrou muita impreparação e falta de rigor, ainda para mais quando (finalmente) agora o rigor começa a estar na moda para aquelas bandas

    Gostar

    • Incauto permalink
      23 Abril, 2015 13:45

      Ó MMartins, nem mais. Eu li alguns comentários da própria notícia e esta mãezinha já se esqueceu do raio da senha 3 vezes. Portanto, é uma gaja estúpida e negligente com o filho e como para além de estúpida e negligente, é histérica, armou um escarcéu que interessou a uma jornalista estúpida e negligente (com os leitores do JN) que relatou o não-acontecimento “á la” máquina de propaganda do BE. O resto, incluíndo sobretudo os berros histéricos do paladino dos sensíveis – Nuno Magalhaes – mais acima representado pelas boçalidades desinformadas que escreve, são “fait-divers”.

      Gostar

  28. A. R permalink
    22 Abril, 2015 22:47

    A esquerda vive em eterno delírio: todos os desmandos, distracções e parvoeira devem ser pagas por alguém: de preferência o Estado. Um par de palermas andam à cambalhotas engravidam o Estado paga o aborto, umas outras ou as mesmas viram fufas e querem engravidar o Estado tem que lhe pagar a inseminação quando bom português fazia tudo de graça e por simples prazer, uns homossexuais escolheram não ter filhos mas o Estado tem que lhos arranjar, um(a) palerma não se sente bem com o sexo que está nos genes o Estado tem que disfarçar….. ah, pqp.

    Quanto ao puto pagava a refeição a dobrar para a espevitar a mãe. O dinheiro é de todos a responsabilidade é dela.

    Gostar

  29. 24 Abril, 2015 21:00

    Lá volto eu ao meu bla, bla. No tempos dos meus avós, as crianças iam a pé para a Escola, hoje é um caos à porta dos colégios, de carros estacionados em cima do passeio, porque os meninos não podem nem andar de autocarro nem andar a pé: faz frio e é perigoso. Bem sei que não está relacionado diretamente com a alimentação, mas com a saúde infantil em geral: http://www.passeiolivre.org/2013/12/colegio-cesario-verde-onde-nao-colocar.html

    Gostar

Trackbacks

  1. A fome segundo o Jornal de Notícias | O Insurgente

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers gostam disto: