Skip to content

É só buracos

18 Abril, 2016

Um indivíduo de barba, activista LGBT/igualdade-de-género/Hamas, dos que também fazem perninhas no feminismo versão Erika Lust e ecologia ainda-bem-que-há-pessoas-que-metem-as-mãos-nesse-nojo-que-é-a-terra-molhada, está, hoje, indignadíssimo com o “impeachment” (em Português, empêssegamento) de Dilma, personagem que, tal com Cher ou Madonna, dispensam apelido. Não me refiro, em específico, ao modelo robótico com designação de fábrica “Rui Tavares”; refiro-me a um qualquer, desse e de outros modelos mais ou menos refinados.

As deliberações de que o empêssegamento de Dilma representam o “fim da democracia”, que não consegui determinar serem comicamente histéricas ou desesperadamente pacóvias, não tomam em consideração a crise humanitária decorrente de tamanha degradação institucional. A saber, a necessidade de uma ponte aérea que salvaguarde a segurança do Fernando Tordo em território nacional, longe da opressão anti-democrática, gerando mais cultura; nem que, para o efeito, seja necessário enviar o ex-ministro Soares para distribuir umas chapadas queirosianas, em conjunção com a diplomacia do novo ministro não-diplomata, para se conseguir levar o resgate a bom porto.

Noutro prisma, é curioso que o laçarote hipster – não me refiro ao modelo robótico “Nicolau Santos” em específico -, que ainda há uns meses apoiava o golpe da geringonça ao abrigo da “democracia parlamentar representativa”, a considere, agora, um autêntico atentado lesa-pátria e dignidade humana. Razão tem o casal – que, à semelhança do nome Brangelina para o casal Brad Pitt e Angelina Jolie, merece um nome aglutinado – Socrâncio: toda esta gente não passa de um valente buraco.

Advertisements
44 comentários leave one →
  1. 18 Abril, 2016 10:56

    Um valente buraco, mesmo

    Gostar

  2. Bolota permalink
    18 Abril, 2016 10:56

    vc,

    Nunca vi niguem tão parecido com o Bruno de Carvalho. Nem perante os factos consegue parar.
    Passos Coelho, Portas e Maria Luis, armadilharam o sistema quando sairam e isto não tem ponta por onde se pegue. A novela BPI é mais um esquema que só vai parar quando for o Zé patego a pagar.
    Se o 44 estar a ser julgado por ter mamado sem fazer nada, já imaginou o que não terão mamado este trio ao ajudar os maões???

    Gostar

    • 18 Abril, 2016 10:59

      Já tentei explicar a um comunista que essa forma agressiva de disparar para todo o lado foi perdida, em Portugal, para o PS. Respondeu-me que favas e chouriço é uma roubalheira.

      Liked by 2 people

      • Bolota permalink
        18 Abril, 2016 11:19

        Só não percebi foi as favas com chouriço.

        ” Nem Dilma nem Lula entre os 200 políticos pagos pela Odebrecht”

        Gostar

      • 18 Abril, 2016 11:20

        Porque pontes com vão pênsil extenso requerem maior elasticidade estrutural.

        Liked by 2 people

      • Bolota permalink
        18 Abril, 2016 12:41

        Vítor Gaspar: “A política orçamental deve estar orientada para o crescimento”

        Quer melhor elasticidade???

        Gostar

      • 18 Abril, 2016 12:42

        Não esperaria que compreendesse, só que continuasse a disparar, incluindo contra a própria cabeça.

        Liked by 2 people

      • Fernando S permalink
        18 Abril, 2016 13:32

        BOLOTA [citando] Vítor Gaspar: “A política orçamental deve estar orientada para o crescimento”

        Consolidando as contas públicas, privatizando e cortando gastos do Estado de modo a poder baixar impostos e reduzir a carga fiscal.

        E não, como tu e os teus amigos defendem, através do despesismo que permite algum crescimento artificial imediato mas que gera maiores déficits e dividas publicas e privadas, contrarias ao crescimento sustentável e duradouro.

        Liked by 1 person

      • Tiradentes permalink
        18 Abril, 2016 15:10

        VC, o “investimento estrangeiro” da Isabelinha dos Santos era muito bem vindo no tempo do 44 socialista de gema. A culpa foi é do Passolas de Massamá. Cada cavadela cada minhoca.

        Gostar

    • Jorge Libertário permalink
      18 Abril, 2016 11:16

      Passos Coelho, Portas e Maria Luis armadilharam o país, deixaram um défice de 3%, um crescimento de 1,5%, uma balança comercial (bens + serviços) positiva em 3 mil milhões de euros e uma taxa de abandono escolar precoce de 13,7%.

      O 44 que nunca fez nada, é uma pessoa muito séria, é um injustiçado, deixou o país com um défice de 11,2%, uma recessão de 0,9%, uma balança comercial negativa em 12, 8 mil milhões e uma taxa de abandono escolar precoce de 28%.

      Pagam-te assim tão bem para fazeres estas figuras ridículas?

      Gostar

      • Bolota permalink
        18 Abril, 2016 11:21

        libertario,

        Essas contas tão redondinhas são com BANIF , NOVO BANCO e BPI, incluidos???

        Gostar

      • Jorge Libertário permalink
        18 Abril, 2016 11:37

        O que é que o banif, novo banco e bpi têm a ver com as contas da balança comercial, do crescimento económico e do abandono no escolar?

        Quem decidiu entrar com dinheiro dos contribuintes para o banif foi o governo geringonça. Em relação ao bpi, o que é que o estado tem a ver com os accionistas de bancos privados? Foi o líder do governo geringonça que decidiu intervir na estrutura accionista.

        Achas um bocado baralhado nas ideias. O comité centra não te concede o direito a férias, és um escravo, mas gostas.

        Gostar

      • Fernando S permalink
        18 Abril, 2016 11:55

        BOLOTA : “com BANIF , NOVO BANCO e BPI”

        Se os bancos fossem todos do Estado, como a CGD, já não existiriam problemas nem custos para os contribuintes …
        Não é ??!…

        Já agora, convém lembrar que uma das principais razões de fundo para os problemas do sector bancário têm a vêr com o facto das economias terem tido desenvolvimentos desequilibrados por politicas publicas intervencionistas e expansionistas, que perturbaram os mecanismos normais de ajustamento dos mercados e que criaram bolhas especulativas seguidas de crises brutais.
        Agora os problemas existem e, da mesma maneira que contribuiu para eles, a politica não pode agora alhear-se completamente e tem de fazer a sua parte na resolução dos mesmos.
        Mas a saida a prazo, que não é obviamente a nacionalização (seria pior a ementa do que o soneto), é uma mudança nos padrões de comportamento dos governos, remetendo-se para as suas funções regalianas e deixando os mercados livres (o que não exclui a regulação indispensável).
        Quando for assim então os agentes económicos, a começar pelos bancos e a acabar nos clientes, serão exclusivamente responsáveis pelas suas decisões e os que tiverem de ter perdas ou falir, mesmo que grandes e sistémicos, deverão amanhar-se sózinhos, sem intervenções nem “ajudas” dos governos.

        Gostar

      • Bolota permalink
        18 Abril, 2016 12:21

        ” Quem decidiu entrar com dinheiro dos contribuintes para o banif foi o governo geringonça.”
        Pois e quem devia ter resolvido o problema antes de ser corrido foi a quadrilha até porque se fez serão para vender a TAP…

        ” Em relação ao bpi, o que é que o estado tem a ver com os accionistas de bancos privados?”
        Pois, se calhar o mesmo o mesmo que tinaha a ver com o BANIF, BANCOP NOVO E BANCO MAU…

        Escravo??? Sempre fui dai não perceber como é que vocês sendo pobres alimentam a quadrilha

        Gostar

      • Fernando S permalink
        18 Abril, 2016 20:14

        BOLOTA : ” quem devia ter resolvido o problema antes de [sair] foi [o governo anterior] até porque se fez serão para vender a TAP…”

        Mas afinal não foi um “abuso” o governo anterior ter feito “serão” para deixar o dossier da TAP “resolvido” ??!!….
        O que é que os Bolotas não teriam gritado de indignação e raiva se o governo anterior, antes de sair, tivesse vendido o Banif a um banco privado espanhol e ainda por cima ao desbarato e à custa dos contribuites ??!!…

        Na verdade são duas situações muito diferentes.
        O dossier da privatizaço da TAP já vinha muito detrás (na verdade do tempo do anterior governo socialista) e já estava muito avançado, práticamente concluido. Era portanto normal que o governo anterior tivesse feito “serão” para o deixar pronto. Infelizmente, de pouco valeu porque o novo governo não descançou enquanto não “reverteu” uma parte do que estava, para pior e com custos adicionais para os contribuintes (mas sabemos que as “resoluções” socialistas são sempre piores e mais caras).
        Já o dossier do Banif é muito mais recente e bem mais delicado. Não era um dossier para “resolver” às 3 pancadas por decisão do “Comité Central” !…
        Ou não devia ser … Mas foi o que fez o novo governo … Sabemos todos porquê … Porque quiz deixar os eventuais custos orçamentais num exercicio, o de 2015, que seria naturalmente imputado ao governo anterior … Mesmo que tenha sido uma decisão e uma solução da total responsabilidade do novo governo … Por isso é que quando se fala do déficit de 2015 para avaliar o trabalho do governo anterior não faz sentido estar a incluir uma operação excepcional como a “resolução” do Banif.
        Mas quanto a causas e responsabilidades há um outro aspecto de que se fala pouco mas que é muito importante. Uma das razões principais para a degradação da situação financeira do Banif nos ultimos meses de 2015 teve a vêr com os receios e as incertezas dos diferentes protagonistas relativamente ao risco de instabilidade politica e, sobretudo, de chegada de um governo apoiado por partidos da extrema esquerda. Por esta razão, muitos depositantes e investidores no Banif retiraram os seus activos do banco. Sairam algumas centenas de milhões descapitalizando ainda mais o banco. Nestas condições a reestruturação e a venda do que restava tornou-se cada mais dificil. A precipitação e o custo elevado da “solução” são também um produto da “geringonça” !…

        Gostar

    • Fernando S permalink
      18 Abril, 2016 11:30

      BOLOTA : “Passos Coelho, Portas e Maria Luis, armadilharam o sistema quando sairam e isto não tem ponta por onde se pegue. A novela BPI é mais um esquema …”

      O que é que o governo anterior, que ao contrario do actual optou por não interferir na vida interna das empresas privadas, tem a vêr com os problemas actuais do BPI ?…

      BOLOTA : “o que não terão mamado este trio ao ajudar os maões???”

      Mas “ajudaram” quem ?… como ?… e “mamaram” o quê ?…

      Atoardas para o ar procurando desviar a atenção da realidade e do que é essencial, muito bem lembrado aqui em cima pelo Jorge Libertário.

      Gostar

      • Bolota permalink
        18 Abril, 2016 12:24

        S

        ” O que é que o governo anterior, que ao contrario do actual optou por não interferir na vida interna das empresas privadas, tem a vêr com os problemas actuais do BPI ?…”

        Não tem nada a ver como não teve a ver com os os que temos mamado.
        Atoardas??? Olha uma, o tachão de Maria Luis

        Gostar

      • Jorge Libertário permalink
        18 Abril, 2016 13:04

        o tachão de Maria Luís foi conseguido porque é uma excelente e competente profissional, já no caso dos comunas quem é que os quer contratar? Ninguém e como tal passam a vida a debitar os 3 ou 4 comentários feitos em troca duns afectos do líder do comité central.

        Liked by 2 people

      • 18 Abril, 2016 13:38

        Excepto o Baptista da Silva que até é conselheiro económico na UE

        😛

        Gostar

      • Tiradentes permalink
        18 Abril, 2016 15:12

        o tachão da Maria Luís? fosgasse pá 5 mil euros é tachão? e se forem 12.500 euros da Octopharma é tachinho?

        Gostar

  3. licas permalink
    18 Abril, 2016 13:04

    Assim que há algo a fazer no capítulo da regulação
    há sempre um bolota de serviço que apoia a “4 patas”
    o chefe clamando “NACIONALIZE-SE”.

    Gostar

  4. Luís permalink
    18 Abril, 2016 13:17

    Quantos comunistas há no Alentejo? Não dá para mandá-los a todos para Cuba e para a Venezuela? E para repovoar aquilo com reformados ingleses, holandeses, escoceses ou alemães? Já não há pachorra para o Bolota.

    Liked by 1 person

  5. Carlos Dias permalink
    18 Abril, 2016 13:20

    O caso BPI já está quase arrumando.
    Passemos ao caso CGD que é maior.

    Gostar

    • Tiradentes permalink
      18 Abril, 2016 15:14

      mas a CGD não é já dos contribuintes? como diz a nossa esganiçada? então já não há problema pá!!!!! só há problema se não for nacionalizada nossa.. Se for pode dar os prejuízos que quiser pá, assim como a TAP a RTP e tantas outras pá!!!

      Gostar

  6. Luís permalink
    18 Abril, 2016 13:39

    Parece que somos governados por feministas, gays e pacifistas pró-refugiados.

    O povo que trabalha e não vive à conta do Estado não tem voz.

    Quando surgir um Trump ou um Berlusconi à portuguesa, terão uma surpresa.

    Gostar

  7. 18 Abril, 2016 14:14

    Esganiçadas brazucas 😛

    Moema Gramacho & Maria do Rosario

    Gostar

  8. procópio permalink
    18 Abril, 2016 14:49

    Debater com um comuna é como convidar uma hiena a usar garfo e faca.
    Contradições gritantes. Há poucos dias o tio Geróimo vincou a importância de aumentar capacidade produtiva nacional..!
    Durante quatro anos tivemos uma média de uma greve por semana, imagina-se a capacidade produtiva de que se está a falar.
    Quando marx e engels escrevinhavam, eles sabiam que não ia resultar, a não ser pela força e pelo assassinato de milhões. Foram décadas de chumbo, produção exígua, excepto na área militar. A única produção crescente foi o vodka. Foi essa incapacidade produtiva que fez o comunismo colapsar como sistema social. Colapsou em todo o0 lado.
    Na periferia há quem queira reincidir.
    Não existe lógica numa discussão com marxistas. A lógica deles é virada do avesso, nem mesmo eles a entendem. Dois e dois não é cinco, desista. Pode frequentar um curso de matemática aplicada, tentar desesperadamente Terapia Bioenergética Quântica, visitar o túmulo do lenine com a foice e o martelo na mão, entoar o hino da urss.
    Não conseguirá nunca.
    Vá lá uma ajudinha.
    https://pt.wikipedia.org/wiki/Hino_nacional_da_Uni%C3%A3o_Sovi%C3%A9tica

    Gostar

  9. procópio permalink
    18 Abril, 2016 15:07

    A vertente inclinada da irresponsabilidade.
    “Bruxelas pede mil milhões de austeridade. Governo recusa”.
    “Mas que é lá isso? Nós é que sabemos lidar com as contas, porra! Temos o sem tino doutorado em Harvard, o pacheco pereira podre de inteligência, o marques mentes dá uma ajudinha que a leite foi ao cabeleireiro, e mais uma porrada de sábios a começar pelo galamba! Querem tirar-nos a nossa independência? Era só o que faltava! Já não temos os magriços, mas temos gordiços. Sempre preparados para a luta. O passos não alinha… Vamos a novas eleições. Os angolanos que se lixem, o povo está connosco, nós estamos irmanados com o nosso povo, o nosso coração está com ele a todo o momento, o geróimo está doido por produzir, a martins toma conta dos bancos. Seremos um exemplo para o mundo!”. Segurem-me, segurem-me que eu vejo tamanhas injustiças, não sei o que faço.

    Gostar

  10. Arlindo da Costa permalink
    18 Abril, 2016 15:37

    Quem lê estes comentários há-de pensar que esta gente pensa que ainda estão no fim de semana.
    Que tristeza, meu Deus!

    Gostar

    • 18 Abril, 2016 16:16

      Acordaste agora, Arlindo? Não mudaste de turno? Trabalhaste até às três horas da matina e já estás aqui? Será que tem isenção total do horário de trabalho? E será que recebes a devida compensação? Ou estás a ser explorado pelo teu patrão? Põe-te a pau!

      Gostar

      • Jorge Libertário permalink
        18 Abril, 2016 16:31

        O Arlindo em solidariedade com o povo Cubano aceita trabalhar por 23 dólares mês (salário médio em Cuba).

        Pelo partido até aceita dar o cú ao Lula

        Liked by 2 people

    • PiErre permalink
      18 Abril, 2016 17:38

      Arre Lindo
      “Que tristeza, meu Deus!”

      Tás na Igreja de S. Domingos?

      Gostar

  11. 18 Abril, 2016 16:22

    Bolota, vou dar-te um conselho. Tu não mereces, mas eu hoje estou bem disposto.
    Telefona para o teu controlador. Pela forma como hoje estás aqui a defender os teus, estás desalinhado, andas com o passo trocado. Ouve o que te digo: com um telefonema resolves o problema. Rima e é verdade.

    Gostar

    • Bolota permalink
      18 Abril, 2016 18:03

      Tro ao Alvo,

      Não ligo nada, toma lá esta dica…

      Nobel da Economia diz que “austeridade foi um fracasso”

      ” Segundo Joseph Stiglitz, a situação económica estabilizou porque o presidente do BCE puxou para baixo a taxa de juros.”

      Entãqo não foi a Maria Luis e o Passos que governaram bem????

      “A austeridade foi um fracasso para Portugal, como também representou para todos os outros países em que se tentou esta mesma política”, criticou o economista norte-americano após participar do Fórum Fiscal que discutiu o sistema tributário internacional na sede do Fundo Monetário Internacional (FMI), em Washington.

      Gostar

      • 18 Abril, 2016 18:09

        Se não funcionou, proponho que se gaste mais, a começar pela sua reforma.

        Liked by 2 people

      • Fernando S permalink
        18 Abril, 2016 18:30

        Bolota,

        Se o Joseph Stiglitz tivesse dito algo de diferente é que seria uma noticia !…
        Repetiu mais uma vez aquilo que vem dizendo desde o inicio prevendo sempre as piores consequências …
        Como Prémio Nobel que é agora não pode desdizer-se, pressupuesto !…

        Se ainda não percebeste dou-te esta dica : ser Prémio Nobel de economia não é nenhum certificado de garantia e credibilidade ; o que mais há é economistas e Prémios Nobel que têm análises e chegam a conclusões completamente opostas.

        O que Joseph Stiglitz não consegue explicar com toda a sua sabedoria é como é que as suas previsões catastróficas sobre paises como a Irlanda e Portugal não se realizaram e, em vez disso, estes paises sairam do resgate e voltaram aos mercados nos prazos previstos e recomeçaram a crescer sem aumentarem gastos e investimentos públicos … como ele preconizava !!…

        Gostar

      • Bolota permalink
        18 Abril, 2016 18:57

        vc,

        Não sei se é gastar mais , roubar como até aqui é que parece que não como diz o premio NOBEL.
        A minha reforma??? Já assumi que quero morrer a trabalhar dai…tanto se me dá

        Gostar

      • Bolota permalink
        18 Abril, 2016 19:11

        …vem dizendo desde o inicio prevendo sempre as piores consequências …

        S

        E segundo parece com razão.

        Mas ainda nã entendi…o Que diz o Vitor Gaspar nã presta, é favas com chouriço…o que diz o este nobel também não, o que é bom é o que fez a Maria Luis, que vendeu o pais ao desbarato…mais uma atorada se não saíssem de lá e numa noite qualquer e a CGD já estava na mão dum espanhol qualquer, podia ser nas mãos do Mario Conde que nã fazia mal, importante era vender (dar) como foi dado o BANIF…pois mas este foi o Costa…vocês acerejados no molho um dos outros era pouco.

        Gostar

      • Fernando S permalink
        18 Abril, 2016 20:40

        Bolota,

        O Stiglitz, que mais do que inspirar deve ter-se “informado” junto dos “anti-austeritários” nacionais, não acertou em abolutamente nada : previu uma recessão sem fim … errou !… previu um desemprego a taxas “espanholas” … errou !… previu a explosão das dividas … errou !… previu o aumento dos juros e mais resgates … errou !… Não acertou nem uma !!

        O que disse o Victor Gaspar “presta” … Não deve é ser erradamente interpretado … Gaspar nunca disse que o que tinha feito era errado ou devia ter sido feito de outro modo … Apenas reconheceu que o aumento do desemprego, sobretudo jovem, tinha sido maior do que ele esperava à partida … Faltou-lhe alguma resilência e determinação para continuar a politica que vinha seguindo e preferiu retirar-se, porventura também cansado de alguma “guerilha” interna por parte de alguns colegas na coligação …
        Maria Luis Albquerque não mudou nada e continuou a mesma politica … Fez bem … As boas noticias, incluindo uma forte baixa do desemprego, acabaram por chegar … Mas Gaspar já as viu de fora !…

        Ninguém “vendeu o pais ao desbarato”.
        Foram vendidos alguns activos, empresas publicas, de produção de bens e serviços, que há muito já não deviam estar nas mãs do Estado.
        E, por sinal, até foram muito bem vendidos, superando largamente as previsões iniciais.
        E, por sinal, nem sequer foi Maria Luis Albuquerque que mais vendeu. As principais privatizações foram decididas e realizadas antes.

        Quanto à CGD, sabes perfeitamente que não estava sequer no programa da coligação privatiza-la.
        O que é pena porque não há nenhuma razão válida que justifique que o Estado tenho um banco, ainda menos com a dimensão da CGD, o maior banco português.
        A CGD, precisamente por ter sido sempre pública, é o banco que de longe mais dinheiro custou aos contribuintes portugueses … E, pelos vistos, ainda não acabou …
        Os problemas de financiamento actuais da CGD, que, mesmo que a UE autorize um aumento de capital por parte do Estado, nunca serão suficientemente resolvidos, poderiam ser ultrapassados através de uma privatização por fazes, abrindo o capital a operadores privados.
        Não sei se seriam espanhois ou não … Pouco importa … O importante é que a actividade bancária seja feita por privados e que os contribuintes portugueses deixem de uma vez por todas de pagar para salvar bancos públicos ou bancos privados intervencionados pelo Estado.

        Quanto ao Banif, sobre o qual já escrevi algo mais acima, estás a confundir as responsabilidade de uns e de outros … Quem vendeu o Banif foi o governo actual em concertação com o BdP …

        Gostar

      • Bolota permalink
        18 Abril, 2016 23:16

        ” Quanto à CGD, sabes perfeitamente que não estava sequer no programa da coligação”

        S

        Nem parece teu, mas a quadrilha tinha um programa??? Que me lembre o que prometeu fez precisamente o contrario e gabava-se disso.

        Tanto que assumiu o programa da troika como seu ultrapassando-o em tudo. Só não consegui foi ver o buraco da banca, mas viu os altíssimos abonos de família.

        Quanto ao BANIF….

        Atina porra

        Gostar

  12. licas permalink
    18 Abril, 2016 20:09

    E a “eficiência” dos regimes Comunistas está bem patente em Cuba.
    _____20 dólares por mês de ordenado médio
    _____sem liberdade de expressão
    _____sem Imprensa livre
    _____sem partidos Políticos
    _____sem Indústria pesada
    __________________________ao fim de 55 anos de Poder
    ________________es un logro!

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: