Saltar para o conteúdo

Escolas alternativas ao colégio de Lamas

26 Maio, 2016

O Ministério da Educação fez um estudo em que sugere quais as escolas públicas que vão substituir as privadas com contrato de associação. No caso do Colégio de Santa Maria de Lamas são propostas as seguintes alternativas, que eu indico com o respectivo ranking:

Para o básico:

Escola Básica de Paços de Brandão (ranking 801 no 6 º ano e 336 no 9º ano). Por comparação o Colégio de Santa Maria de Lamas está na posição 216 no 6º ano e 206 no 9º ano.

Para o secundário:

Nenhuma das escolas possíveis tem capacidade excedentária. No entanto o estudo sugere escolas com nível médio de ocupação:

Escola Básica e Secundária de Santa Maria da Feira (Posição 302 no secundário).

Escola secundária de Esmoriz (Posição 315 no secundário) – esta fica noutro concelho e provavelmente noutra rede de transportes (estudos feitos pelo Google Maps têm estas limitações).

O Colégio de Santa Maria de Lamas está na posição 256 no ranking do secundário.

50 comentários leave one →
  1. 26 Maio, 2016 11:35

    Cá está!
    Quando esses excelentes alunos fizerem as provas na escola pública, a sua posição no ranking vai subir!
    ahahah
    Paguem…. querem privado, paguem!!!

    Gostar

    • antónio permalink
      26 Maio, 2016 12:30

      Este x é um fóssil cuja sensibilidade intelectual é muito reduzida

      Gostar

  2. 26 Maio, 2016 12:44

    quais são os critérios para um aluno (à pala do contribuinte) ir para Escola Básica de Paços de Brandão ou para o tal colégio?

    Gostar

    • JoaoMiranda permalink*
      26 Maio, 2016 13:04

      Os alunos que frequentam a Escola Básica de Paços Brandão também lá andam à pala do contribuinte.

      Liked by 1 person

      • Bolota permalink
        26 Maio, 2016 13:50

        Porque é uma OBIGAÇÃO do estado

        Gostar

      • Tiradentes permalink
        26 Maio, 2016 15:24

        porque o estado é fascista e se obriga e obriga os alunos a gastar no estado aquilo que os contribuintes pagam ao estado…uma boa forma de depois de sacar do bolso do povo não deixar alternativa senão o próprio cobrador ficar com o monopólio do “negócio”. O estado assim fica fascista duas vezes para alegria dos fascistaszinhos criando e “educando” mais fascistas ainda.

        Liked by 1 person

      • Ana permalink
        26 Maio, 2016 19:11

        Ao tiradentes diria que o pulha do nogueira, esganiçadas, encalhadas e adiadas que o que eles querem com toda esta retórica é o monopólio do negócio para ensinarem os meninos à volta da fogueira, isto é a caminho do comunismo.

        Liked by 1 person

      • Tiradentes permalink
        26 Maio, 2016 20:09

        mas a Ana tem alguma dúvida que o ao Mário Nogueira só lhe interessa “educar” as crianças nas grandes conquistas da revolução cubana? Não é pelo dinheiro que o estado gasta o mesmo com um aluno no colégio privado como na escola pública….é pela falta de doutrinação, pela indisciplina e pelo laxismo da escola pública para poder minar estas sociedades capitalistas “fássistas” reaccionárias das desigualdades para ficarmos todos cubanos a ganhar 20 euros por mês na fila do racionamento

        Liked by 1 person

      • Bolota permalink
        26 Maio, 2016 23:03

        Ana e Tiradentes,

        Simplesmente doentio

        Gostar

    • Manuel permalink
      26 Maio, 2016 13:10

      Se havia, não eram cumpridos. Havia autocarros a ir buscar alunos a zonas não carenciadas e como era à borla e como o colégio até é bom a população aproveitava. Atenção: chegámos aqui com governos do PS e do PSD, o governo anterior agravou. Eu quero ver se esta política vai ser seguida nas IPSS e na Saúde onde o “empreendedorismo” privado é igual ao dos colégios com contratos de associação, se continuar, é uma lufada de ar fresco, se parar, estamos face a um impulso voluntarista de um Ministro que veio de fora e não sabia que o nosso regime é uma cleptocracia.

      Gostar

      • Ana permalink
        26 Maio, 2016 19:15

        Uma cleptocracia começada a 25A, continuada pelo inefável Vasco Gonçalves e aperfeiçoada por Mário Soares, Cavaco, Guterres, Sampaio, Sócrates e esperemos para ver como foi com Passos coelho e como vai ser com Costa

        Gostar

  3. Juromenha permalink
    26 Maio, 2016 13:08

    Com uma certa (ir)regularidade, ainda surgem almas cândidas a interrogar-se, em tom angustiado e num vago desespero, sobre o porquê do nosso (atávico) atraso no concerto dos povos…

    Gostar

  4. 26 Maio, 2016 13:36

    Os artigos na imprensa (dominada pela esquerda) sucedem-se e, invariável e demagogicamente, repetem falsidades à procura de as passar a verdades, pela simples repetição.

    Determina a Constituição que cabe ao Estado assegurar o ensino (universal, obrigatório e gratuito) a toda a população (artigo 74º).

    Determina a Constituição que há direito de escolha (artigo 43º).

    Determina a Constituição a existência de uma rede particular e cooperativa (artigo 75º).

    Determina também a Constituição que ao Estado compete criar uma rede de estabelecimentos públicos que cubra as necessidades de toda a população (artigo 75º).

    A conjugação de todas estas determinações impõe:

    1)Que o Estado deve garantir o acesso universal e gratuito à educação a toda a população.

    2)Que tal acesso se pode fazer na Escola Pública (rede de estabelecimentos públicos) e na Escola Privada (pelo direito de opção e escolha).

    3)Que a gratuitidade é para todos pelo que, desde que reduzido ao custo do serviço público, todas as famílias contribuintes terão direito a um apoio com vista á sua frequência onde exerçam a sua opção. Responsabilizando-se pelos custos extras que tal frequência implique, devido a uma qualquer diferenciação ou excedente no serviço prestado, em relação ao serviço público.

    4)Que esse apoio deve ser traduzido de uma qualquer forma (regulamentada – contratos vigentes ou outros, com os estabelecimentos – ou a regulamentar – cheque ensino ou equivalente).

    5)Que a rede de estabelecimentos que o Estado se determina a criar não terá que abranger toda a população escolar mas sim a população escolar que manifeste uma tal “necessidade”. O que nos conduz ao facto de onde os alunos “resolvam” as suas necessidades numa qualquer oferta privada, o Estado não tem que investir na sua rede. Pois não há tais necessidades…

    As escolas particulares deveriam poder manter a contratação actual com vista ao ano seguinte desde que não ampliassem a sua oferta (alunos/salas/turmas) pois a verdade pura e dura é que não existe disponibilidade e oferta do serviço público nas Escolas vizinhas, (tal oferta teria de ser criada – mais turmas, mais professores, mais pessoal, limpeza, energia, serviços administrativos – com os respectivos custos, iguais ou até superiores aos que conformam os apoios concedidos apenas porque existe uma ou mais salas vazias.

    Uma sala vazia custa zero (bola, diria outro) e isso não determina qualquer “disponibilidade” da escola pública para receber mais alunos. Os custos da Educação são basicamente custos de pessoal (90%) consistindo as restantes despesas, as correntes, que nem existem se os alunos ali não estiverem…

    Pelo que não há quaisquer custos duplicados quando os alunos frequentam um colégio ou uma escola particular por sua opção. É demagogia pura com objectivos totalitários.

    A esquerda hoje no poder em Portugal quer destruir o mais que puder na pequena janela temporal em que estará no poder. É essa a sua agenda. A passagem dos alunos para as escolas públicas (são alunos originários das classes médias) não vai melhorar nada…

    É muito claro o alvo da esquerda: Coimbra é, invariavelmente líder distrital dos rankings nacionais. Qualquer avaliação do caso conduziria a uma conclusão simples mas intragável pela esquerda balofa que agora detém o poder: é aí que está o modelo correto. Sem custos acrescidos para o Estado, é assegurado o serviço público de educação, a todos e com a qualidade que tais resultados evidenciam.

    Uma escola tem piscina? Excelente. Qual o problema disso e de prestar um serviço de melhor qualidade (mesmo que apenas para aqueles) se os seus alunos (filhos de contribuintes e portugueses como todos os outros) custaram ao Estado o mesmo ou menos do que custariam se fossem deslocados para uma escola pública?

    Liked by 2 people

    • JCA permalink
      26 Maio, 2016 15:44

      .
      Apenas acrescento sobre outros supras:
      .
      “Paguem…. querem privado, paguem!!!”,
      .
      como diria o ‘capenga que tinha barriga de Àgua e cinto caido para cima do baixo ventre de profissão mineiro a alvião, gamela e roldana a malhar no xisto,,
      .
      quere dizer-se paguem integralmente a educação do(s) seu(s) filhos e paguem a dos filhos dos outros para estes apenas pagarem a dos seus próprios filhos (quando pagam …),
      .
      essa ‘treta’ que os filhos dos ricos é que andam nas Escolas Privadas e Cooperativas é pura demagogia.
      .
      Só me convenceriam se publicassem os rendimentos e profissões (e aqui haveria um escandalo nacional.. ),
      .
      dos pais dos alunos que frequentam as Escolas Publicas e dos que frequentam as Privadas e Cooperatias (quiçá até dalguma madrassa que por aí houver, não sei),
      .
      é que brutas maquinas e topos de gama a buscar os filhos (alguns nem se dão ao trabalho dos ir buscar .. fica mais caro que os transportes publicos), caranguejolas a cair de podres e pais a pé tanto aparecem nas Publicas como nas Privadas. E falo com inteiro conhecimento de causa, vi ouvi nem escrevi nem li.
      .
      Mas isto nada, varre para debaixo do tapete, ‘não fales com a burra que é uma mentirosa’ como aquela celebre anedota do ingenhero e o alentejano sobre os bichos que falavam ..
      .
      .
      Li, ouvi, não escrevi nem li. Portanto sincopado com a realidade e com os factos.
      .
      .
      “Porque é uma OBIGAÇÃO do estado”,
      .
      desculpe amigo, leia o que diz a Constituição e seja objetivo: Não embarque em abusos de Poder (então Salazar e a Ditadura de 40 anos estaria certissima).
      .
      Sugiro, talvez fosse anti-totalitario e anti-repressivo cada Familia e cada Filho escolherem a escola que quizessem libertando-se dos modelos escolares salazaristas, marcelistas, hitlerianos, mussolinianos, franquistas, chavistas, sovieticos ou do pin lan o das asias coreanas ou chinesas.
      .
      .
      Em Democracia e Liberdade ambos os complementados têm todo o direito de confecionar as opiniões que emocionalmente acolham. Porém o coletivo, o geral, a liberdade de todos individualmente é que interessa. Mas respeito e admito as opiniões pessoais do interesse indiidual de vocemessês. Se algo contra é favor dispor
      .
      Nem se deduza pobremente daqui que estou contra a Escola Publica ou os Professores Funcionarios Publicos (foram aceites e contratados legalmente e de acordo com o que os Politicos aprovaram em Lei),
      .
      há excelentes Escolas Publicas (por exº a D Maria em Coimbra e mais algumas demais),
      .
      Nada disto pode ser abordado pelo ‘bota-abaixo’, sugerindo que nenhum Partido ou Politico em curso tenha legitimidade para aparecer agora travestido de não ‘pecador’. É a vida, aguentem-se e resolvam a libertação das Familias, Filhos e Jovens que não são abortos nem morcões nem mentecaptos. Isso era no Tempo de antes do 25 de Abril.
      .
      (essa coisa dos contratos disto e daquilo surge como rosas murchas do mesmo pé de roseira; cheque-escola a cada Encarregado de Educação que a endossa à Escola Publica (algumas têm bicha ou cunhas para admissões), Privada ou Cooperativa e quem tem unhas é que toca viola, livre concorrência, livre mercado.
      .
      Admito que é incomodo para muita gente equiparar-se a quem está habituado a ganhar e perder no verdadeiro mercado livre e na livre concorrência,(nada tem a ver com os empresarialismo com contratos de venda garantidos e quase apenas do Estado) e ninguém alguma vez viu em Portugal manifestarem pena deles ou socorrerem-os.
      .
      É complicado, eivado de justiças e injustiças, para sair deste pantano elegemos politicos para assegurar a Liberdade de escolha de cada Português nos interesses das suas vidas e familias no dia a dia.
      .

      Liked by 1 person

    • Ana permalink
      26 Maio, 2016 19:17

      Muito bem observado. O TC neste momento ibernou. Os seus ordenados tabém deveriam ser suspensos

      Gostar

  5. 26 Maio, 2016 16:09

    Portugal a caminho do socialismo real : partidos que não ganham eleições a governar, regresso da ideologia da guerra classes ( rico versus pobre, publico versus privado),reforço do poder e controle do estado na politica e nos negócios, reforço do poder sindical, coerção fiscal, doutrinação dos jovens pela escola pública socialista, ataque à escola privada, redução do horário laboral e aumento salarial da função pública, tentativa de manipulação da comunicação social, ataque cerrado a qualquer força de oposição com a máquina de propaganda – ministros, comentadores, sindicatos, professores, associações utentes na TV a toda a hora, silenciamento de quem manifeste dúvidas sobre se as vacas conseguem voar ” isto é sobre as previsões macroeconómicas e números orçamentados do governo”….

    Liked by 1 person

  6. 26 Maio, 2016 16:33

    Vocês escrevem muito…
    .
    Isto é um blog… acham mesmo que alguém tem paciência para ler esses textos?! Ou é mesmo só para alimentar o vosso ego?
    .
    Por isso, sou curto e grosso:
    .
    A direitalha subsidiodependente pode espernear à vontade, o país está com o governo nesta matéria.

    Gostar

    • Bolota permalink
      26 Maio, 2016 17:02

      X,

      Mas é isso mesmo, esta gente ainda não percebeu que o estado tem de propocionar o acesso aos transportes publicos, mas eu aborreço-me estar nas bichas e acho os bancos duros…ai, compro um carro.Aqui é a mesma coisa. Mas…mas merda paga se quizer cousa diferente.

      Gostar

      • sam permalink
        26 Maio, 2016 17:37

        Comuna com um carrito?
        Viva a propriedade privada!

        Gostar

      • Bolota permalink
        26 Maio, 2016 18:15

        sam,

        Achas mesmo que o que escreves responde ao meu argumento???É que se sim…é das coisinhas mais pategas que tenho lido por aqui e já lá vão uns anitos. Patego, és um tremendo patego que ou és rico e tudo bem se és pobre és um enorme patego

        Gostar

      • Ana permalink
        26 Maio, 2016 19:18

        Nesta época tenham cuidado com o Bolota. Já pediu ao kamarada Jerónimo destacamento para Barrancos que ali engorda mais.

        Gostar

      • sam permalink
        26 Maio, 2016 21:39

        Bolotinha, tu é que comparaste ter um carro a andar numa escola privada. Deixa-me adivinhar: andaste numa escola pública, não foi?. Pois. Nota-se.

        Gostar

      • Bolota permalink
        27 Maio, 2016 10:03

        Ana,

        Isso não é comuchão em qualquer lado???

        Atina porra

        Gostar

    • antónio permalink
      26 Maio, 2016 17:16

      O país que existe na sua cabeça fossilizada e não o país real que esse detesta Marxistas facínoras

      Gostar

      • Arlindo da Costa permalink
        26 Maio, 2016 17:18

        Não fossem os marxistas tu a esta hora andarias de grilhões, seu servo de Deus!

        Gostar

      • sam permalink
        26 Maio, 2016 17:31

        Nalguma prisão cubana, pois então!

        Liked by 1 person

      • 26 Maio, 2016 19:43

        O país real esta-se borrifando para o marxismo….
        .
        O país real lembra-se bem, isso sim, dos sacrifícios que teve de fazer nos últimos anos e lembra-se também muito bem da quantidade de escolas que foram fechadas por esse país fora, obrigando os miúdos a fazer dezenas de km para estudar.
        .
        Nessa altura não houve drama social. Não houve camisolas amarelas nas televisões.
        .
        E agora querem continuar a alimentar chulos, quando há escolas, nalguns casos, a 400 m (!) da privada?!
        .
        Epá… metam lá o marxismo, o keynesianismo ou o “adam smithismo” na algibeira.
        .
        É isto que está em causa: JUSTIÇA!

        Gostar

      • sam permalink
        26 Maio, 2016 21:47

        O país embra-se muito bem da quantidade de escolas que foram fechadas por esse país fora. Porque a comunagem prefere financiar abortos. E abortos não enchem escolas.

        Há escolas, nalguns casos, a 400 m (!) da privada! Mas, como nem os pais nem as crianças as querem, há que obrigá-las a ir para lá. Para alimentar os chulos da FENPROF. Justiça? Só se for na tua peida!

        Liked by 2 people

  7. Arlindo da Costa permalink
    26 Maio, 2016 17:16

    Esta história dos colégios privados desacreditam por completo aqueles que auto-proclamam de «liberais»….
    Digo bem…«que se auto-proclamam»…pois no fundo não passam duns pequenos-burgueses com manias de pachás.
    Os tristes amanuenses que querem chular o trabalho dos outros.
    Trabalhem que isso vos passa rapidamente.

    Gostar

  8. sam permalink
    26 Maio, 2016 17:40

    Já que o Governo está com vontade de poupar, proque é que não corta os subsídios à FENPROF? Quem quiser brincar ao sindicalismo burguês, que pague! Chega de mama!!

    Liked by 1 person

    • Ana permalink
      26 Maio, 2016 19:21

      muito bem dito.
      São milhões só em ordenados para não falar em isenções.
      Para quê?
      Pois para destruírem o economia do País com greves e manifes estúpidas.

      Gostar

  9. 26 Maio, 2016 17:41

    Gostar

  10. 26 Maio, 2016 19:28

    Mas vamos ao assunto do post do Joao Miranda…
    .
    Esse Colégio de Lamas é este Colégio de Lamas?
    .
    http://visao.sapo.pt/actualidade/portugal/2016-05-13-A-historia-da-crianca-com-multideficiencia-que-um-colegio-privado-nao-quis-e-a-escola-publica-recebeu
    .
    É que assim é fácil ficar bem nos rankings…

    Gostar

    • sam permalink
      26 Maio, 2016 22:04

      Pois. Por isso é que todos os deficientes vão passar agora a ser obrigados a andar na escola pública. A não ser que sejam filhos de ricos. Está encontrada a solução. É fácil…

      Liked by 1 person

  11. 26 Maio, 2016 19:38

    Mais uma bronca deste governo: hoje esteve reunido na Ajuda (nada de confusões, Ajuda,Palácio) com todos os seus membros. Tiraram uma fotografia no exterior, para a posteridade.
    Mas terá de ser repetida amanhã logo pela manhã, porque faltaram Jerónimo e Catarina.

    Liked by 1 person

  12. 26 Maio, 2016 19:42

    Questão colégios vs governo vs governo: já há dias coloquei no Blas o meu bitaite, as duas partes têm razão. Ponto.

    Gostar

  13. Filipe Costa permalink
    26 Maio, 2016 20:46

    O que está a acontecer na saude, via adse, seguros de saude e SNS a pagar exames e cirurgias, abriu-se a caixa de pandora. A saude vai ser privatizada a prazo, isso não é segredo para ninguém.

    O PCP luta, mas sabe ser caso perdido, dai atacam o ensino, o caminho vai ser o mesmo da saude, tentam travar mas só abrem portas.

    A estiva vai morrer, o bastião de Lesboa vai dar direito a Marina.

    As pensões são o passo seguinte, só tenho pena que seja a UE a exigir, deviamos ser nós a chegar a consensos.

    Gostar

  14. A. R permalink
    26 Maio, 2016 23:07

    Por isso fogem à avaliação quanto podem: o PS e a CGTP até têm medo.

    O governo quer poupar? Pois coloca um batalhão de sindicalistas a dar aulas. O sindicato que lhes pague! Querem sindicalismo? os sindicalizados que os paguem e não todos os contribuintes

    Gostar

  15. Fernando S permalink
    26 Maio, 2016 23:20

    X : “querem privado, paguem!!!”

    Quer escola estatal ?…
    Então pague-a com os seus impostos e não queira que todos os outros paguem a sua escolha !!

    Gostar

  16. Fernando S permalink
    26 Maio, 2016 23:25

    Se o serviço publico de ensino pode ser prestado com melhor qualidade e menos custos para os contribuintes por escolas privadas contratualizadas, por que é que o Estado tem de desperdiçar dinheiro a manter ou a abrir escolas estatais ??!!…

    Liked by 1 person

    • Bolota permalink
      26 Maio, 2016 23:42

      S

      E porque fechou a quadrilha montes de escolas e a seguir abriram colégios privados, PRIVADOS, para colmatar a falha que foi estrategicamente montada???

      Gostar

      • Fernando S permalink
        26 Maio, 2016 23:55

        Bolota,
        Onde é que leste isso ?…
        Não é sequer verdade !!
        As escolas estatais foram fechadas em localidades com pouca gente e meia duzia de alunos.
        De qualquer modo, se existirem alunos para justificar uma escola, que seja privada, muito mais fácil de gerir e ajustar à evolução das necessidades, menos custosa e de maior qualidade.

        Gostar

  17. Fernando S permalink
    26 Maio, 2016 23:31

    X : “da quantidade de escolas que foram fechadas por esse país fora, obrigando os miúdos a fazer dezenas de km para estudar.”

    Que floresçam milhares de escolas estatais por esse pais fora, pelo menos uma por cada aldeia, por cada lugar, por cada criança que brote onde quer que brote !!

    Gostar

  18. José ferreira da silva permalink
    8 Junho, 2016 16:28

    é uma oportunidade , emigrem !

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: