Skip to content

Portanto os estivadores alargaram o seu poder…

28 Maio, 2016

Governo define acordo com estivadores e termina a greve

a) a Porlis, empresa de trabalho portuário, “não poderá admitir mais trabalhadores, devendo a situação dos actuais ser resolvida desejavelmente no prazo máximo de dois anos” e “acordaram admitir 23 trabalhadores eventuais nos quadros da Empresa de Trabalho Portuário de Lisboa no prazo máximo de seis meses”,

b) “Foi acordada uma tabela salarial com dez níveis, incluindo dois escalões adicionais com remunerações para os novos trabalhadores inferiores às actualmente praticadas”

c) Os estivadores e os operadores do porto de Lisboa acordaram também que as funções de ‘ship planning’ e de ‘yard planning’ “seriam exercidas prioritariamente por trabalhadores portuários com experiência e preparação para as exercer”.

Em resumo: o Porto de Lisboa vai custar quanto aos contribuintes?

 

Anúncios
20 comentários leave one →
  1. 28 Maio, 2016 08:22

    E o que vão fazer as outras corporações?
    Demonstrar o seu poder e garantir as suas benesses…
    E no final pagaremos todos nós porque … não há dinheiro.
    Toda esta festa de esquerda está a ser sustentada por empréstimos à conta da abertura de mercados assegurada pelo Governo anterior.
    Mas rapidamente se vai perceber que não há nada de bom no caminho deste governo e aí, quem nos empresta deixará de o fazer e, como precisamos de dinheiro (défice + serviço da dívida) ficaremos nas mãos de outra troica que nos obrigará à austeridade anterior acrescida da austeridade necessária para pagar os desvarios dos últimos meses.

    Liked by 1 person

  2. Prova Indirecta permalink
    28 Maio, 2016 08:31

    Não há problema . Aumenta-se um cêntimo na gasolina e não se fala mais nisso .

    Gostar

  3. oscar maximo permalink
    28 Maio, 2016 08:32

    Mas quando Costa diz que um bom acordo é bom para as duas partes, alguém pensou que uma das partes seriam os contribuintes ?

    Liked by 1 person

  4. Prova Indirecta permalink
    28 Maio, 2016 08:34

    ( Vendo Toyota de 2007 . )

    Gostar

  5. Ana permalink
    28 Maio, 2016 09:15

    Sim senhor.
    Gostei de ouvir a voz grossa do chefe da geringonça a dizer:
    – Hoje é o dia limite para se entrar em acordo
    Os estivadores acagaçaram-se todos e toca de assinar,
    Fez-me lembrar aqueles apostadores nos jogos de futebol que apostam milhares num encontro sabendo de antemão qual o resultado.
    Sim senhor, tipo “Apito Dourado” ou “Esquema da Fruta”
    Assim dá gosto chefiar a geringonça

    Gostar

  6. ali kath permalink
    28 Maio, 2016 10:22

    «siga o enterro!»

    Gostar

  7. PSC permalink
    28 Maio, 2016 10:23

    Governar assim é muito fácil. Basta ceder e/ou
    pagar! Com o dinheiro dos contribuintes ou dos outros.Até quando?

    Liked by 1 person

  8. LTR permalink
    28 Maio, 2016 11:30

    Memorizem bem: Vigo 🙂

    Liked by 1 person

  9. Carlos permalink
    28 Maio, 2016 13:02

    Para já, a quem vai custar é aos operadores do porto e por tabela à economia… e já agora o que andou a fazer o anterior governo durante quatro anos? porque não resolveu o problema num contexto que teria sido mais equilibrado para as partes e sem geringonça?
    A incompetência e imobilismo nesta área da governação (transportes) atingiu de facto proporções nunca vistas nos últimos 40 anos e foi tal que a até a Cristas veio dizer que não era nada com ela…como se o governo não fosse só um…

    Gostar

    • JoaoMiranda permalink*
      28 Maio, 2016 13:42

      Carlos,

      O problema estava resolvido pelo anterior governo. Passou a haver mais concorrência aos estivadores e estes perderam direitos. O que se fez agora não foi resolver o problema. Foi recriá-lo.

      Liked by 1 person

      • Carlos Alberto Ilharco permalink
        28 Maio, 2016 17:30

        Se há um acordo, então as partes acordaram.
        Portanto se o patronato perdeu é porque não teve força suficiente para se impor.
        Se ganhou perderam os outros.
        Pelo que vi do que ambos disseram, ambos ganharam sendo que o patrão dos estivadores ameaçou directamente o patronato, aliás até o insultou.
        Portanto …

        Gostar

  10. 28 Maio, 2016 13:14

    Os interesses corporativos instalados já perceberam que este governo paga qualquer quantia necessária para os calar. Lógicamente vai haver mais gritaria. A bem da paz social.

    Liked by 1 person

  11. JgMenos permalink
    28 Maio, 2016 13:20

    ‘ship planning’ e de ‘yard planning’
    O poder à máfia da estiva, onde se fazem as contas para o saque.

    Gostar

  12. lucklucky permalink
    28 Maio, 2016 16:13

    Porque é que não há vários Portos em Lisboa?

    Cada um fica com um terminal. Em concorrência.

    Mas não. Concorrência só para as tascas e cafés. Vivemos em socialismo.

    Gostar

  13. valente permalink
    28 Maio, 2016 19:21

    os patrões não têm grande problema,porque é fácil aumentam o preço da tonelada e vão ter os mesmos lucros, quem vai pagar? sempre o mesmo o ZÉ povo, pois os produtos aumentam, em especial os cereais

    Gostar

  14. Arlindo da Costa permalink
    28 Maio, 2016 20:03

    E ainda bem.
    Quem não luta não merece a liberdade e a dignidade.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: