Skip to content

Anjinhos são os contribuintes

7 Junho, 2016

«Falta de capital público fez cair em 16% o investimento dos business angels» (Público, 6/6/16)

Este é o tipo de títulos noticiosos, que até poderiam ser cómicos se ao mesmo tempo não demonstrassem uma tragédia nacional: a realidade do «empresariado» pedinte e funcionário. Veja-se o que na notícia diz um Paulo Andrez, proclamado «business angel«: «É pena que Portugal tenha ficado um ano sem qualquer instrumento de apoio aos business angels, pois desde finais de Outubro do ano passado que as linhas de co-financiamento estão fechadas e as novas só vão chegar às start-ups em Setembro ou Outubro na melhor das hipóteses».

Pois é, anda gente aqui a brincar  a «eu-também-sou-business-angel» com os dinheiros dos contribuintes. Coitadinhos, não tiveram a mama do Estado para vestirem a farda de business angel durante um aninho. O que vai ser das start-ups? Assim o país não anda para a frente…Mas esta gente são empresários ou agentes comissionistas do IEFP e dos programas ocupacionais e demais tretas?

Nas associações do sector define-se business angels como «O business angel é um investidor particular que investe directamente (ou através das suas empresas) o seu próprio dinheiro predominantemente em empresas nascentes ou seed-capital, sem que exista uma relação familiar envolvida. Os business angels tomam as suas próprias decisões de investimento e são financeiramente independentes, ou seja, a possibilidade da perda total do investimento não significará uma mudança significativa no seu património. O BA investe numa lógica de longo prazo e está preparado para dar suporte estratégico aos promotores para que o investimento tenha êxito.”(*).

Portanto coloca-se a pergunta: a que propósito se usam dinheiros públicos em tal actividade? E a notícia não deveria ser a «falta» de dinheiro público, mas sim a sua escandalosa existência.

Anúncios
3 comentários leave one →
  1. Zé Antonio permalink
    7 Junho, 2016 12:03

    Pois deixo o meu comentário!
    Não percebo nada de «Falta de capital público fez cair em 16% o investimento dos business angel”
    Mas compreendo o suficiente para perceber que uns e outros devem ser uns grandes fdp
    Só me admira que o ex-comentador não tivesse tido tempo para dar uma martelada no assunto e escaqueirar com o resto

    Gostar

  2. 7 Junho, 2016 12:55

    Em Portugal a fiscalidade impede o sucesso dos business angels. Mais vale esquecer.

    Gostar

  3. Arlindo da Costa permalink
    7 Junho, 2016 18:43

    E que anjinhos!…depois de serem roubados e confiscados no tempo do Sr. Passos e Sr. Portas ainda fico atónito como é que ainda há contribuintes com guito….

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: