Skip to content

a falácia do imposto sobre o património dos «ricos»

15 Setembro, 2016
by

O governo da geringonça vai criar um novo imposto sobre as «fortunas» imobiliárias. O que é que você julga que vê (e que o governo vai propagandear):

  • Maior Justiça fiscal, porque os mais ricos pagam mais;
  • Melhor distribuição de rendimentos, porque quem tem muito fica com um pouco menos e quem nada tem fica com alguma coisa;
  • Desenvolvimento do país, porque ter mais rendimento nos bolsos dos mais pobres e nos cofres do estado permite mais consumo, mais investimento público e o crescimento das empresas.

O que realmente acontece (e que todos sentiremos, a prazo curto ou médio, de uma forma ou de outra):

  • O imposto incidirá sobre bens imóveis de valores inflacionados pelas avaliações das finanças, sem qualquer correspondência com a realidade do mercado;
  • Se você quiser vender os seu imóveis ninguém lhos comprará, porque nem eles valem o que dizem as finanças, nem as pessoas estão para comprar bens que serão altamente tributados;
  • Os rendimentos assim colhidos não irão para o bolso dos pobres. Eles terão como destino o pagamento das medidas que sustentam os rentistas apoiantes deste governo (os sindicatos da função pública), os caprichos ideológicos de alguns ministros (a «gratuitidade» dos manuais escolares), o sector empresarial-ideológico do estado (RTP) e, claro está, os buracos da Caixa Geral de Depósitos, gerados com medidas verdadeiramente criminosas de anteriores governos.
  • Os proprietários ficarão cada vez com menos dinheiro e sem expectativas de realizar lucros com o seu património, pelo que terão de cuidar pior daquilo que é seu.
  • Assim, o património imobiliário urbano vai degradar-se e os terrenos agrícolas e florestais vão ficar por limpar.
  • Donde, os incêndios aumentarão e o estado vai ter de dispor de mais recursos para os combater. O pais ficará mais pobre em recursos naturais.
  • Os investidores estrangeiros deslocarão os seus capitais e investimentos para países mais amigos do património e com estabilidade fiscal. Portugal terá menos capital, menos investidores, menos empresas e mais desemprego.
  • Com menos dinheiro, os portugueses investirão e consumirão menos. Agravar-se-á o estado da economia nacional, de acordo com os próprios postulados desenvolvimentistas do costismo.
  • Sem capital e com uma economia cada vez mais frágil, o estado terá que gastar mais para socorrer aos desempregados e em medidas assistenciais, com receita tendencialmente crescente. O défice das contas públicas agravar-se-á. A falência do estado e um próximo resgate serão inevitáveis. Centeno sabia do que falava.

bastiat

Advertisements
83 comentários leave one →
  1. Artista português permalink
    15 Setembro, 2016 12:47

    Mas em compensação vão enchendo um pouco a gamela onde eles chafurdam, embora um enchimento de vida curta…

    Liked by 1 person

  2. honi soit qui mal y pense permalink
    15 Setembro, 2016 13:13

    ” i needed the Money to buy those votes of ours … “

    Liked by 3 people

  3. honi soit qui mal y pense permalink
    15 Setembro, 2016 13:19

    Liked by 1 person

    • honi soit qui mal y pense permalink
      15 Setembro, 2016 13:20

      Pieter Brueghel the Younger, The tax collector’s office, 1640

      Liked by 2 people

    • PiErre permalink
      16 Setembro, 2016 09:27

      É o escritório da D. Branca.

      Gostar

      • honi soit qui mal y pense permalink
        16 Setembro, 2016 09:49

        Não. É o colector de impostos na Flandres .

        Gostar

    • honi soit qui mal y pense permalink
      16 Setembro, 2016 10:22

      another ancient view of the tax collector

      Gostar

      • PiErre permalink
        16 Setembro, 2016 11:29

        Ainda bem que não temos cá disto.

        Gostar

      • honi soit qui mal y pense permalink
        16 Setembro, 2016 11:37

        oi aqui eu !!!

        Gostar

    • honi soit qui mal y pense permalink
      16 Setembro, 2016 10:24

      another one …

      Gostar

    • honi soit qui mal y pense permalink
      16 Setembro, 2016 10:27

      a next …

      taxes were a problemn in the middle age too , as far as we can see …

      Gostar

  4. LTR permalink
    15 Setembro, 2016 13:27

    O que eu vejo é o filme do Hugo Chavez quando arranjou os inimigos internos e externos para dar cobertura ao início da tomada de tudo, para defender os pobres, que beneficiariam da repartição da riqueza dos ricos. Como beneficiaram, já se sabe, agora. Primeiro foi uma nacionalização de empresas, petrolíferas, depois a intervenção na distribuição alimentar, etc.

    O mal é quando se olha para o passo, em vez de para o caminho.

    Liked by 3 people

  5. honi soit qui mal y pense permalink
    15 Setembro, 2016 13:35

    http://www.cato.org/publications/commentary/ending-tax-socialism

    Gostar

  6. LTR permalink
    15 Setembro, 2016 13:37

    Atente-se na maneira manhosa como a Mortágua sugere que os proprietários olhem para os documentos dos imóveis para verificarem o valor patrimonial, como se não soubesse que mais tarde ou mais cedo muitos desses serão reavaliados por motivos diversos, senão automaticamente.

    Liked by 5 people

  7. LTR permalink
    15 Setembro, 2016 13:46

    A seguir vem o imposto sobre a utilização de cuecas?! 🙂
    Ou será o “imposto respiratório”?

    http://observador.pt/2016/09/15/pcp-e-ps-negoceiam-novo-imposto-sobre-patrimonio-mobiiario/

    Liked by 1 person

    • João Lopes permalink
      15 Setembro, 2016 16:53

      Engraçado que o pcp não quer contribuir para o imposto com os seus bens imobiliários.

      Gostar

      • Carlos Alberto Ilharco permalink
        15 Setembro, 2016 18:45

        Não tem nada que contribuir.
        A Igreja está isenta, eles também são um religião, com sumos sacerdotes.

        Gostar

      • sam permalink
        15 Setembro, 2016 19:16

        Se a ICAR já aguentou duas expropriações, o PCP também aguenta.
        Upa, comunagem, toca a ajoelhar que é a vossa vez de rezar.

        Gostar

  8. honi soit qui mal y pense permalink
    15 Setembro, 2016 13:53

    http://thefederalist.com/2015/08/11/scandinavia-isnt-a-socialist-paradise/

    worth reading

    Gostar

  9. ricardo permalink
    15 Setembro, 2016 14:19

    A verdadeira carga fiscal é a despesa do estado – não são os impostos.
    Mais tarde ou mais cedo toda a despesa que é feita tem que ser coberta por impostos.
    O que gastam agora sem cobrança de impostos (défice) tem que ser cobrado no futuro com impostos adicionais.
    O problema é que já estamos no futuro…
    Como sempre acontece quando o Estado não corta na despesa, já não podem cobrar mais nos rendimentos e portanto vão ao património.
    Mais adiante vão apoderar-se das contas bancárias e dos bens pessoais.
    Quanto aos “ricos” (pelo menos os que têm cabeça) já há muito que estão a desfazer-se do que têm em Portugal e a mudar residências, contras bancárias e empresas para outras paragens.
    Quando em desespero vierem para apoderar-se do que ainda houver só vão encontrar o que os remediados ainda tiverem para roubar.
    No final virá a ditadura e povão até vai agradecer como fez com o 28 de Maio de 1926.

    Liked by 4 people

  10. Jorge permalink
    15 Setembro, 2016 14:45

    “O imposto incidirá sobre bens imóveis de valores inflacionados pelas avaliações das finanças, sem qualquer correspondência com a realidade do mercado;”

    Tem conhecimento de muitos casos destes, ou houve por ai uma situação anormal que está a generalizar?

    Gostar

    • castanheira antigo permalink
      16 Setembro, 2016 10:31

      Há muitos casos desses sim . Se quizer comprar imoveis por pouco mais de metade do valor tributavel e pagar o excesso de mais valias que são calculadas sobre esse valor e não sobre o valor da venda , terá muitos milhares de compras que poderá fazer .

      Gostar

    • Tiradentes permalink
      16 Setembro, 2016 11:53

      Tenho….. se quiser particularmente lhe mostro as dezenas de reclamações e processos que decorrem (só a meu cargo) sobre tais situações.
      E ainda ….não houve nenhuma reavaliação administrativa, agora autorizada por lei, feita pelas câmaras de 3.5 anos em 3.5 anos.
      Espere pela pancada.

      Gostar

  11. LTR permalink
    15 Setembro, 2016 14:54

    Mariana Mortágua: novo imposto imobiliário “é para apanhar quem escapa ao IRS”

    Isto é, quem tem um imóvel escapou ao IRS porque o tem, nem que tenha sido há 40 anos, e obviamente continua a escapar. Está-se mesmo a ver! Deve ser a tal presunção de inocência que “apoquenta” tanta gente.

    Liked by 1 person

  12. lucklucky permalink
    15 Setembro, 2016 15:17

    Os Socialistas têm o que merecem,

    Mas os Socialistas obrigam quem não o é pela violência.

    Liked by 2 people

  13. Manuel permalink
    15 Setembro, 2016 16:14

    As casas dos ” vistos Gold” não vão ser poupadas à taxa adicional! Então incentivaram os estrangeiros a comprar e agora vão taxá-los? Vão levar ao charco o único sector que está a funcionar no país, o turismo e a sua ligação ao imobiliário. Será que isto não estoira antes do Natal? Os comunas agora querem também um imposto sobre os bens mobiliários (dinheiro, títulos, obrigações, acções) será que os certificados do tesouro e as OTRV do Estado também vão levar imposto? Lá teremos de transferir (legalmente) os capitais para o estrangeiro ou para o colchão, está tudo louco? O meu presidente está em Belém? Não gostaria que fosse um pResidente em Belém! Solução para evitar este assalto aos nossos bolsos: corte-se na despesa do estado, pois, mas isso nenhum governo o faz.

    Liked by 2 people

    • honi soit qui mal y pense permalink
      16 Setembro, 2016 10:10

      Penso que deverá estar pensada uma qualquer escapatória para eximir esse pagamento ás situações caracterizadas como “vistos gold” face á selectividade com que o imposto deve estar pensado para ser aplicado . As atribuições de nacionalidade , proporcionadas por este esquema de lavagem de dinheiro , e a quem em nada tem aproveitado o trabalhador nacional deste país , pois continua desempregado , a aguardar os empregos que os ditos “vistos gold” trariam , pois os “novos nacionais vistos gold” compram a casa , e adquirem a nacionalidade , e depois abrem 2.897.006 entrepostos onde apenas empregam os “nacionais” dos países de origem .
      Esquema mais conhecido , e universal de trafico de pessoas não há .Ficam assim os mesmos “nacionais dos países de origem ” , ou os familiares nos “países de origem” obrigados a pagar ás tríades o valor negociado para a introdução ilegal , ou legal em país estrangeiro. É um esquema aplicável igualmente noutra paragens para o trafico de pessoas .
      Outros esquema é aquele decorrente da lavagem de dinheiro dos cleptocratas, ditadores do terceiro mundo , e que enchem as lojas caras da Av. da Liberdade .
      Qualquer dos dois tem a aprovação do actual governo , e o “laissez faire , laissez passer ” dos compagnons de la nouvelle route.
      De qualquer modo se acredita que pelas aparências , e juridicamente falando , estas situações devem estar acauteladas , para não deixar alarmados os potenciais interessados.
      Para mais se trata de um esquema que acrescenta mais votos , o que funciona para os actuais cappos do regime , … o maior incentivo ao estabelecimento destas situações.
      A compra de votos por uma qualquer forma, é o principal motivo para a actuação destes cappos .
      O país que se lixe .

      Gostar

  14. Arlindo da Costa permalink
    15 Setembro, 2016 16:36

    Uma medida muito inteligente.

    Indirectamente vai dinamizar o mercado do imobiliário, pois aqueles que estiverem na fronteira do novo imposto vão ter que alienar património.

    Assim, o Estado arrecada IRS das mais-valias e taxas e emolumentos nos registos. Por sua vez as Câmaras arrecadam IMT e fazem nova reavaliação para efeitos do IMI.

    Gostar

    • Licas permalink
      15 Setembro, 2016 17:29

      “a falencia do estado e um novo resgate,serão inevitaveis” do rui a. já o arlindo acha o contrario.é isso:esta tudo bebado,isso sim(o que até é bom,pelo menos, esquecem)

      Gostar

      • 15 Setembro, 2016 17:52

        O Ardemerda do Costa é um parasita mentecapto que precisa de instruções acompanhadas de um desenho para conseguir descascar uma banana, por isso o que ele acha ou deixa de achar é indiferente.

        Liked by 2 people

    • ax solo permalink
      15 Setembro, 2016 19:06

      Como ironia não está má.

      Gostar

    • Colono permalink
      15 Setembro, 2016 23:22

      Como Centeno tem que aprender com este nosso camarada Arlindo!

      Por falar em camarada : O Bolota já regressou de Cuba via Venezuela com “curso” na Coreia do Norte?

      A (o) ZAZIE emigrou?

      Gostar

    • JgMenos permalink
      16 Setembro, 2016 01:04

      Claro Arlindo,!
      o prioritário é meter o dinheiro na mão do Estado onde tu possas ir fossar algum juntamente com os lambe-cús da tua igualha.

      Gostar

    • Lebowski permalink
      16 Setembro, 2016 08:12

      Claro! Porque a lei não se aplica aos compradores, esses não têm património…

      Gostar

    • honi soit qui mal y pense permalink
      16 Setembro, 2016 10:13

      O estabelecimento do comunismo pela indução do confisco , e da iliminação da propriedade privada ?
      A criação de mais uns milhares de dependentes da ajuda do Estado para sobreviver ?
      A nova massa de votos realizável , para consagrar uma democracia de faz de conta , igualitária , á força ?
      Quer um país assim ?

      Gostar

  15. 15 Setembro, 2016 17:51

    Só falta o PR Marcelo/Craveiro/Thomaz proclamar que a crise “esfumou-se”. E a populaça-NADA acredita.

    Gostar

  16. 15 Setembro, 2016 18:06

    Wikileaks atack “Insurgent”

    “50 shadows of grey” deleted 😛

    Gostar

  17. 15 Setembro, 2016 18:10

    Convoque-se um comício para a Aula Magna para alguém “imitar” o MSoares e chamar DELINQUENTES a estes governantes e aos seus amigos PC e BE.

    Liked by 1 person

  18. 15 Setembro, 2016 21:26

    Que posta mais medíocre. Os “caprichos” dos manuais gratuitos são bem mais importantes que a não taxação do património do chinês que comprou a casa de um milhão apenas para obter o visto dourado.

    Gostar

    • 15 Setembro, 2016 22:31

      Concordo que o Estado ofereça manuais escolares gratuitos mas somente a crianças de famílias muito carenciadas. O que não aconteceu de todo.

      Este governo está a assustar investidores, sejam eles tugas, chineses ou de Marte.
      Por que não cancelou a estória do visto dourado ?

      Gostar

      • 15 Setembro, 2016 22:38

        Acresce isto: o Estado está falido ! E tem de pagar o que deve por causa do resgate. Não tem cheta para investir, nem sabe criar condições para investir. De onde tem de vir o carcanhol ? Parece-me, que de iniciativas privadas, ou não ?
        Quantos industriais, empresários, investidores, confiam num PM fraco, pontualmente aldrabilhas e desorientado (os cérebros dos ministros têm pela frente gente mais capacitada para ler cenários, analisar contas), num governo com estas características e dirigido por gente que se contradiz e não confiável ?

        Gostar

    • Manuel permalink
      15 Setembro, 2016 22:46

      Não compreendes que a estabilidade fiscal é fundamental para o investimento? Os chineses investiram no país , ajudaram a nossa balança de pagamento, dinamizaram o mercado e agora, alteramos as regras? Não te admires se, em breve, um alto dirigente chinês pedir uma audiência ao 1º Ministro ou ao Presidente, um país que vive do dinheiro alheio perde a sua soberania.

      Liked by 1 person

      • Licas permalink
        16 Setembro, 2016 11:13

        então cá vai a buxa:patrimonio para meio milhão ou mais ,so significa que este pessoal tem uma bela vida.lamento que este imposto não agrava a muita qualidade de vida desta gente.portanto concordo.

        Gostar

      • honi soit qui mal y pense permalink
        16 Setembro, 2016 15:53

        Ajudar é criar empresas para criar posto de trabalho para os portugueses .
        Comprar património para ter a nacionalidade , e depois criar empresas e dar emprego a outrem , … ajuda … IVA , IRS etc e tal … mas não é a mesma coisa .

        Gostar

    • 16 Setembro, 2016 12:25

      Foi com os seus adorados “caprichos” que a Venezuela de Chávez/Maduro está agora a caprichar…

      Liked by 1 person

  19. 15 Setembro, 2016 21:58

    Há muito que isto vinha a ser preparado. Já o tinha escrito aqui. Há sequências claras que traem a estratégia deste governo. Por exemplo, o IMI passou a ser progressivo, e depois aumentaram o coeficiente de localização, aumentando por essa via o IMI duas vezes.
    Esta parte, que é um confisco e merece apreciação do Tribunal Constitucional, começou com a proibição de usar dinheiro para pagamentos acima de 3000€*. O que também deve ser inconstitucional. Sem poder usar dinheiro, impõe-se o Banco. Seguidamente levanta-se o sigilo bancário* – medida também de duvidosa constitucionalidade. Propõe-se um primeiro imposto sobre património “dos ricos”*. É parcial, apenas sobre o imobiliário, mas o PCP como sempre trai a jogada – vem aí um imposto sobre o património mobiliário. Mais tarde agregam-se os dois e temos o tal imposto sobre o património total. Sobre os ricos, claro*.
    Temos então a figura do Confisco, mas feita com a táctica comunista do salame, e com a máquina de propaganda comunista – é preciso taxar os ricos*.
    Num país rico e culto isto nem passava, mas o Estado encarregou-se de criar uma legião de pobres e iliterados que aplaude vivamente o que pensa ser a desgraça alheia – isso faz parte dum quadro mais amplo, no qual estas medidas são apenas parte do todo. O todo é criar condições para instaurar uma ditadura – que terá um nome bonito, de Salazar para cá o marketing evoluíu muito. Por exemplo, lançar as pessoas umas contra as outras criando miséria e desigualdade é uma boa táctica (mais tarde serão unidas de novo contra um inimigo comum).
    Todo este caminho de desgraça terá o seu apogeu no repúdio da dívida (contraída por governos de direita, claro) e subsequente expulsão do euro e bancarrota. É um objectivo nada velado do BE e PCP.
    Chegados a esse ponto, a fome e a escassez levarão à inevitável medida de nacionalizar tudo, e a inevitável contestação – apelidada de antipatriótica e de sabotagem fascizante – terá de ser controlada através de repressão. Basta ter um conhecimento básico de História para saber que é assim que se faz uma ditadura.
    Que os palermas do costume não vejam isso não é obra do acaso – resulta do trabalho paciente de criar uma sociedade ignorante, pobre, e sem ambição. O Ministério da Educação anda nisto há décadas.
    *
    Esqueçam os valores apontados para estas medidas, são para enganar tolos. Uma vez legitimados serão facilmente alterados por despachos, sem chatices no parlamento. A fasquia do que é “rico” ficará tão abrangente que todos caberão nela.
    E oxalá eu esteja enganado, a sério. Vai ser tão mau como já foi.

    Liked by 3 people

    • 15 Setembro, 2016 22:27

      De acordo.

      Um governo refém das políticas e ideologias do BE (e do PC) só pode fazer porcaria.

      Outra : lembro-me bem que no último ano do (des)governo do Sócrates, o fulano atirou para a opinião pública reagir (táctica conhecida) à hipótese de taxar quem auferisse mais de 5000 euros/mês…

      Gostar

    • honi soit qui mal y pense permalink
      16 Setembro, 2016 10:38

      não está enganado …

      Gostar

  20. A.R permalink
    15 Setembro, 2016 22:59

    O porreirismo casado com o populismo foi sempre um cavalo fogoso para a esquerda cavalgar.

    Gostar

  21. JgMenos permalink
    16 Setembro, 2016 01:10

    Isto é só o começo.
    A comunada não se satisfaz em tributar o rendimento.
    Quer mesmo é caçar o capital e pô-lo no Estado onde lhe pode deitar a mão.

    O IMI ainda dava ares de beneficiar a área de implantação do imóvel.
    Este irá directo para as mamas da comunada!

    Gostar

  22. As Bombinhas da Catrina permalink
    16 Setembro, 2016 09:05

    Cantona vai pregar para outra freguesia.
    Não gosta da super-ministra Catarina nem do Costa.
    Enganaram o rapaz

    Gostar

  23. ingenuo permalink
    16 Setembro, 2016 09:34

    Para memória futura e dedicado aos xuxalistas que vem aqui chatear:

    http://expresso.sapo.pt/revista-de-imprensa/2016-09-16-Presidente-do-grupo-Lena-tera-confessado-pagamentos-a-Socrates

    Gostar

    • LTR permalink
      16 Setembro, 2016 10:08

      Dia 1 – Sócrates acusa juiz Carlos Alexandre de “insinuação torpe e covarde” e “abuso de poder”
      Dia 2 – Presidente do grupo Lena confessa subornos a Sócrates

      Gostar

  24. honi soit qui mal y pense permalink
    16 Setembro, 2016 10:33

    Gostar

  25. Licas permalink
    16 Setembro, 2016 11:14

    lamento,mas meio milhão é muita massa.portanto tem muita qualidade de vida e podem bem pagar o dizimo ao estado.lamento mas nem 8 nem 80

    Gostar

    • honi soit qui mal y pense permalink
      16 Setembro, 2016 11:18

      Gostar

    • 16 Setembro, 2016 11:47

      Lamento mas você já apanhou bloquite aguda. É preciso que o património renda. A qualidade de vida – que não sei porque deve ser punida – tem a ver com o rendimento, e esse é taxado e bem taxado. Eu dou-lhe um exemplo fácil, imagine que herda um Picasso que vale um milhão. Coma lá dele a ver se consegue. Vá ao talho e diga que quer um quilo de bifes porque tem um Picasso. Se quiser comer tem de o vender, certo? Aí será, eventualmente, taxado. Se o obrigarem a vender património para ter património, às tantas nem património nem rendimento nem bife.
      Ser taxado por ter bens é confisco. A propriedade deixa de ser efectivamente sua. Se você é contra a propriedade privada, tudo bem. Eu não sou.

      Liked by 3 people

      • honi soit qui mal y pense permalink
        16 Setembro, 2016 12:50

        No caso que estamos a passar parece ser uma tentativa do BE , conseguir do PS a transformação de mais uns portugueses ainda livres da ajuda social , a caírem nesse estado de necessidade , e dai a correspondente troca de voto .O PCP acompanha , para na altura certa tomar conta da situação.Constituindo mais uns milhares dos milhões necessários a uma sociedade igualitária na miséria .A Venezuelização do país.
        Tem razão que património não se transforma necessariamente em rendimento .
        Aliás poderá muito bem acontecer que muitos dos agora alvos, proprietários , não consigam sequer as rendas para pagar os novos impostos .
        Mas há casos em que se transforma a sociedade quanto aos detentores da propriedade , sem intervenção do Estado .
        Posso relatar-lhe como no Reino Unido do inicio do séc: XIX , a propriedade vasta e apenas na mão de alguns proprietários da nobreza , face ao baixo valor que a agricultura dava , face ás importações de bens de baixo custo de outros domínios , obrigou ao endividamento destes nobres junto da burguesia britânica prestamista para manter o nível de vida .Ora ao não poderem solver as dividas e estando num Estado de Direito , parte da nobreza não se soube acautelar , e faliu , mudando a propriedade para os seus credores.
        Ora aqui falamos de um caso onde as regras da sociedade se mantiveram mesmo para os poderosos .Funcionou o direito indistintamente da classe social .
        O que estamos a passar é uma tentativa marxista, á gramsci , de empobrecer todos por igual . Os já pobres dependentes do Estado Social trocando o seu voto pelo auxilio , e fazer cair os restantes nessa condição.
        Destruir a economia , para assim destruir a sociedade .

        Liked by 2 people

    • Licas permalink
      16 Setembro, 2016 13:25

      tretas.quem tem patrimonio avaliado em meio milhão de euros,não tem uma reforma de 300 euros.ou então tem ,como forma de fugir ao fisco.e quem não tem patrimonio,e tem apenas uma reforma de 300 euros,vive literalmente na miseria.ponto final paragrafo.

      Gostar

      • honi soit qui mal y pense permalink
        16 Setembro, 2016 14:04

        Deve haver muita gente nessa condição , com as reavaliações manhosas dos palacetes a cair de maduro e quintarolas urbanas e suburbanas . Pois sim .
        É o principio que estamos a discutir também . A existência de demasiada carga fiscal , para pouco retorno . Acha que com a taxação que se pretende se vai distribuir mais o que ? 1 euros a cada reforma de 300 € ? .
        O que isto precisava era investimento a sério , não esta m**** dos vistos gold que é uma forma de trafico de seres humanos .E não criam postos de trabalho aos portugueses que estão desempregados .Mas todo o empresário é visto como um bandido .E os que ainda aparecem , não querem ter empregados . Os antigos se metem em negócios que não dão chatices . Distribuição e media ( móvel e cabo ) .É o anátema de um estado socialista .
        Quando não houver riqueza a sacar , vai distribuir-se o quê ? só a miséria .

        leia isto :
        http://www.cato.org/publications/commentary/ending-tax-socialism
        e isto :
        http://thefederalist.com/2015/08/11/scandinavia-isnt-a-socialist-paradise/

        Gostar

      • honi soit qui mal y pense permalink
        16 Setembro, 2016 14:06

        oi !?
        ouvi chamar por mim ?!

        Gostar

      • Licas permalink
        16 Setembro, 2016 15:48

        vistos gold:uma forma milionaria de entrar na europa(recorde-se que aqui no blas se bate forte e feio nos migrantes do mediterraneo).empresarios:ai,estamos de acordo.mas reriro-me a PME`s.e baixar a carga fiscal,é fundamental(mas as tais corporações gigantes-tipo monsanto ou apple-eu quero é que se fodam,mais o junker,por exemplo)

        Gostar

  26. 16 Setembro, 2016 11:18

    criaram uma falsa classe média à conta do zé pagante com os cidadãos de primeira , a função pública ; e agora criam os falsos ricos à conta do fisco sobreavaliar dolosamente os imóveis . um país de ricos , sim senhor.

    Gostar

  27. Almeida permalink
    16 Setembro, 2016 14:24

    “Assim, o património imobiliário urbano vai degradar-se e os terrenos agrícolas e florestais vão ficar por limpar.
    Donde, os incêndios aumentarão e o estado vai ter de dispor de mais recursos para os combater. O pais ficará mais pobre em recursos naturais”.

    Como foi que disse???

    Gostar

    • honi soit qui mal y pense permalink
      16 Setembro, 2016 14:39

      “o pá !!!! pensava que me querias sacar a carteira … “

      Gostar

      • 16 Setembro, 2016 14:43

        Donald Trump & Mike Pence Speech at the Economic Club of New York 9/15/16

        CORPORATE TAXES —-> B Decreased to 15% 😛

        Gostar

      • 16 Setembro, 2016 14:47

        ” If we lower our taxes, remove destructive regulations, unleash the vast treasure of American energy, and negotiate trade deals that put America First, then there is no limit to the number of jobs we can create and the amount of prosperity we can unleash.”

        isto é uma blasfemia 😛

        PS: Sondagem: PS alarga vantagem sobre PSD

        Gostar

      • honi soit qui mal y pense permalink
        16 Setembro, 2016 15:09

        na Irlanda é a 12 % a corporate , a suiça tem uma flat tax de 8,5 % de IRS para todos … e funciona …

        Gostar

  28. Almeida permalink
    16 Setembro, 2016 14:50

    É estranho que gente que se auto proclama de liberal, não tenha mais cuidado em falar de uma medida destas. Porquê?

    1º) porque ainda não se sabe como vai ser desenhado o imposto, pelo que toda a conversa não passa de especulação (mesmo o valor de meio milhão de euros não passa disso);
    2º) porque se é verdade que não vai ser aplicado nem à primeira, nem à segunda habitação; não vai ser aplicado a propriedade comercial ou industrial, apenas fica abrangidos os atores de uma das maiores perversões da sociedade portuguesa: o investimento não produtivo.

    Gostar

    • 16 Setembro, 2016 14:59

      Flying Pigs LOL

      Gostar

    • honi soit qui mal y pense permalink
      16 Setembro, 2016 15:01

      Não entendo ?
      1º ) Se falou sim . Não ouviu as noticias e leu as paginas digitais ou de papel ?
      2º) É boa . Está a dizer que é só tributável á terceira habitação do mesmo proprietário ? , ou terceira horta ? investimento não produtivo ? quem qualifica isso ? a propriedade privada não é para ser disposta como o seu proprietário quiser ? não é por isso que é privada ? ou agora é o Estado que deve definir isso também ?
      Investimento não produtivo é o que ? as empresas do Estado com prejuízo ?

      Liked by 1 person

    • Almeida permalink
      16 Setembro, 2016 15:15

      Precisamente porque li jornais (plural) é que digo que, para já, o que por aqui está a ser dito não passa de especulação (sim, primeira e segunda habitações devem ficar de fora).

      O proprietário faz da sua propriedade o que quiser? Sim, em Portugal é assim. Noutros países onde o mercado funciona com medidas mais liberais (Holanda, por exemplo), não. Mas pode fazê-lo, desde que o faça com o risco inerente ao mercado o que, em toda a Europa, pressupõe pagar impostos (sim, eu conheço as vigarices do Luxemburgo). Claro que os que contribuem para a produção de riqueza e, sobretudo, para o acréscimo de valor à riqueza produzida, podem e devem ser tratados de outra forma.

      Gostar

      • honi soit qui mal y pense permalink
        16 Setembro, 2016 15:22

        Pagar impostos pagam todos da mesma forma . E devem ser tratados da mesma forma . Mas que nível acha razoável , e para que fins se devem pagar impostos ?

        Gostar

      • 16 Setembro, 2016 15:28

        para manter a INDUSTRIA (politicos & foodstamps)

        Liked by 1 person

      • honi soit qui mal y pense permalink
        16 Setembro, 2016 15:31

        acha ? nem forças armadas, e diplomacia , e segurança interna ? o mínimo ?

        Gostar

      • honi soit qui mal y pense permalink
        18 Setembro, 2016 23:34

        Se mais de 50% dos habitantes já nem pagam IRS , nem entregam a declaração , se calhar nem você , onde acha que se vai buscar receita para as finalidades do estado que são cada vez maiores para a area social destinada á aquisição de votos ?

        Gostar

  29. honi soit qui mal y pense permalink
    19 Setembro, 2016 10:27

    então ?

    Gostar

  30. Ilídio Carreira permalink
    20 Setembro, 2016 12:28

    Talvez seja boa ideia ler isto, é um pouco mais sério: http://portugaldesigual.ffms.pt/

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: