Skip to content

Pior. Muito pior.

23 Novembro, 2016

Donald Trump é certamente o presidente dos EUA eleito com a plataforma de apoio e programa menos liberal (sentido clássico) e mais intervencionista desde Franklin Roosevelt. E não apenas isso. É o mais inexperiente e, (o que é o pior) personagem com personalidade de todo não recomendável para coisa nenhuma. Muito menos para presidir aos EUA. Em suma, um sujeito verdadeiramente perigoso, para todos nós.

«Que não» dizem-me amigos. Concedem que seja um «bocado tolo», mas asseguram-me que há salvaguardas para as asneiras que possa querer fazer,  que lá existem «as instituições», os «checks and balances» e outros eteceteras que julgam resguardar o que um tolo no poder possa querer fazer. Não creio que tal seja suficiente para impedir vários possíveis desastres. Todas essas ditas «salvaguardas» existem e existiam há décadas. E mesmo assim não impediu os crimes de Nixon, a tortura sistemática de Bush, Guantanamo ou as execuções extra-judiciais (incluindo de cidadãos amercianos) de Obama, as guerras não-declaradas, os bombardeamentos em tudo quanto mexe, apenas para citar o mais grave.

Não. Tais salvaguardas não serão suficientes. Com Trump vai ser pior, muito pior.

É certo que não ajuda nada a existência de uma comunicação social que fica histérica à minima provovação, que engole acéfalamente todo o spin dos opositores de Trump, que é incapaz de destinguir o folclore da essência, que continua incapaz de criticar ou sequer verificar o que foi feito pela administração democrática, a qual, em tanto casos, não se distingue do que o novo presidente quer fazer, pois apenas varia o volume mas não a essência. Sem uma comunicação social séria e profissional vai ser muito mais complicado.

O novo presidente é em si um perigo, mas perigoso também é não haver quem faça o contraditório de forma séria, pois ficar-se-á sempre pela espuma dos dias. Que é disso que ele se alimenta.

Anúncios
12 comentários leave one →
  1. castanheira antigo permalink
    23 Novembro, 2016 15:06

    Atacar Trump é facilimo .Não tem , a priori presunção de inocência,é um malandro porque sim , porque a ideologia no poder embora corrupta é melhor , tambem porque sim ;
    No que me diz respeito , o que estava era mau mas muito mau porque corrupto e assente em aldrabice pura e simples , aldrabice essa mantida como o suprasumo da etica , por uma comunicação social sem um minimo de vergonha nem racionalidade .
    Vamos dar tempo , embora reconheça que a tarefa de Trump é colossal pois os danos provocados por obama e clinton são enormissimos , quiçá irreverssíveis , pois o ciclo de juros baixos que dura há 30 anos está a mudar quer os bancos centrais queiram quer não .
    É a lei da oferta e da procura , os mercados , estúpidos.

    Liked by 3 people

  2. Antonio Cardoso permalink
    23 Novembro, 2016 15:12

    Trump nao e, nem menos nem mais perigoso, que Obama ou Hillary. Obama vai deixar um pais sem fronteirras, mais dividido, mais endividado, a infraestructura em ruinas e nao se ve luz ao fim do tunel alem de guerras que nunca mais acabam. Hillary seria a continuacao do mesmo podendo ainda agravar-se a situacao com mais guerra (la fora e ca dentro). Trump, pelo contrario, mostrou inteligencia e grande poder de identificacao dos problemas. O povo escolheu o que lhes parece ser melhor. O partido Democrata, tem vindo a ser desacreditado de ha tempos para ca e hoje e ja uma sombra do que foi. Escolheu a [ior das candidaturas. Do lado Republicano talvez houvesse melhor mas o sistema esta tao podre que as pessoas honestas e boas nao querem conspurcar-se. E apenas a minha opiniao!

    Liked by 2 people

  3. Rocco permalink
    23 Novembro, 2016 15:18

    Perigo para o Mundo foi ter 8 anos dos bleques queridos… Decadência em toda a alinha para a América e o mundo ocidental.

    Liked by 1 person

    • Antonio Cardoso permalink
      23 Novembro, 2016 17:44

      Enganou-se amigo. Nao foi “ter 8 anos dos bleques queridos” . Corrija, por favor: o tipo e MULATO. Nos tempos antigos da nossa colonizacao chamava-se ao mulato “filho de quinhenta”, isto e, preco irrisorio que se pagava a uma preta por uma “rapidinha”. Os filhos mesticos nao era bem vistos nem por pretos nem por brancos, salvo raras excepcoes. Este “bleque” aqui nao fez nada pelos negros e muito pouco pelos brancos. A grande afeicao dele sempre foram os “castanhos” , os chamados “hispanicos” ou do do medio Oriente ou mussulmanos. O Mulato, a quem deram um Nobel sem fazer nada por isso, foi uma desilusao.

      Gostar

      • Rocco permalink
        24 Novembro, 2016 07:01

        De acordo. Ser bleque ou mulato ou branco nada tem de mal ou de especialmente bom. A questão é que este incapaz e a leide dele foram levados ao altar só por serem escuros. A decadência americana levou à ascensão do Donald.

        Gostar

  4. maria permalink
    23 Novembro, 2016 17:15

    Ó homem fuja para a Rússia, olhe que aqui está à mão de Trump. Com pUTIN FICA SALVAGUARDADO, fuja!

    Gostar

  5. Carlos Conde permalink
    23 Novembro, 2016 21:41

    O Gabriel Silva é o mais inexperiente e, (o que é o pior) personagem com personalidade de todo não recomendável para coisa nenhuma. Muito menos para escrever no Blasfémias. Em suma, um sujeito verdadeiramente perigoso, para todos nós.

    «Que não» dizem-me amigos. Concedem que seja um «bocado tolo», mas asseguram-me que há salvaguardas para as asneiras que possa querer escrever, que lá existem «as instituições», os «checks and balances» e outros eteceteras que julgam resguardar o que um tolo a escrever possa querer dizer. Não creio que tal seja suficiente…

    Gostar

  6. lucklucky permalink
    24 Novembro, 2016 03:57

    Quem diz que Trump é pior não percebe nada do que se passou, nem sequer que Trump apareceu pelo que tem acontecido.

    Tal como “nosso” Sócrates foi um sintoma do complexo político-jornalista não a causa Trump é também um sintoma. Neste caso uma reacção ao complexo político-jornalista.

    Gostar

    • lucklucky permalink
      24 Novembro, 2016 22:56

      O complexo Político-Jornalista que criou isto mas que o Gabriel não entende.

      Hampshire College in Massachusetts has announced that it will no longer fly the US flag at all in response to an incident where the flag was taken down and burned. The president of the college says that by getting rid of the flag the school will be able to focus on other issues like halting Islamophobia and promoting gay rights.

      Liked by 1 person

Trackbacks

  1. Um exemplo chapado do “liberal” português | perspectivas

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: