Skip to content

O PISA Pisou-os a Todos

12 Dezembro, 2016

Mas que grande chatice. Agora que os meninos vão ter educação sexual no pré- escolar, aprender sobre o aborto no 5° ano,  podem passar com 7 negativas, já não têm exames no 4° ano, os professores são incentivados a não destruir a felicidade dos meninos nem a frustrá-los,  para serem futuros profissionais felizes mais do que competentes, assegurando que estas políticas são as que fazem crescer o sucesso escolar, eis que surge os resultados do TIMNS e do PISA a estragar tudo. E não é que no período entre 2011 a 2015, liderado pelo terrorista da educação, Nuno Crato,  Portugal dá um salto qualitativo que o coloca  à frente, acima da média da OCDE?

Perante tamanho bidão de água gelada, os malabaristas do governo não perderam a pose e logo se apressaram a retirar o mérito a Nuno Crato, esse tão proclamado autor do caos educativo que motivou  manifestações a torto e a direito, alegando que nos tornaria competitivos para disputar os últimos lugares das tabelas.

Ficamos então a saber que os excelentes resultados obtidos por estes alunos se devem aos pais. Isso mesmo. Os papás dos meninos que por serem mais instruídos que no tempo dos nossos avós, ajudaram os filhos na excelência. Nem professores, nem os alunos, nem as políticas de exigência e rigor de Nuno Crato estão de parabéns. Os papás é que são os heróis da proeza. Esses mesmo, que apesar de mais instruídos, completamente estafados porque passam mais tempo no emprego, ficam horas infinitas no trânsito, chegam tarde e mal têm tempo de estar em família, ajudam nos TPC. Mesmo que haja estudos que  revelam que os pais de hoje admitem  ter menos tempo para ajudar filhos na escola.  Suspeito que serão eles, os que resistem a essas estatísticas,  a levarem os diplomas dos filhos. Afinal, quem trabalhou para este sucesso? Eles claro! Seja feita justiça!

Isto de reconhecer o mérito de governantes anteriores pelas medidas implementadas que levaram ao sucesso, não é para gente sem capacidade liderança. E como não podem acusar pelos maus resultados amplamente anunciados em propaganda do “bota abaixo”, retiram o mérito por outras vias. O carácter de quem nos governa avalia-se por aqui. Essa incapacidade de valorizar e manter o que está bem só para não ter de admitir que o anterior executivo fez coisas muito bem feitas.

O PISA pisou-os a todos no dedo grande. Bom, na verdade, esmagou-os. Sei que dói, que custa imenso, mas nestas alturas fica bem deixar o orgulho de lado e admitir que erramos. Demonstra carácter e dá credibilidade a quem governa. Duas coisas que faltam em larga escala na geringonça.

Advertisements
34 comentários leave one →
  1. Rão Arques permalink
    12 Dezembro, 2016 11:34

    Entretanto é preciso mandar os adultos analfabetos estruturais para a escola noturna aprender a tabuada. Mas reverto esta ideia desde já, por não me ter alembrado que pode não haver professores aptos a ensinar as contas de sumir sem calculadora.

    Liked by 1 person

  2. Colono permalink
    12 Dezembro, 2016 12:41

    Prezada Senhora

    Congratulo-me com o seu interesse pela nossa “Escola” (preferencialmente pública). No que concerne ao tema de hoje, permita-me dizer-lhe que para o ano 2022 está em pratica de estudo e ministrar-mos uma aula de “ereção” e “masturbação”, auxiliada por figuras públicas: jogadores de futebol, artistas de novela, deputados e deputadas do BE e Drª Gomes , Ferro R., Moreira,Galambeta (voluntários)… Que acha? (m)

    Amavelmente

    O Ministro

    M. Nogueira

    Liked by 1 person

  3. Prova Indirecta permalink
    12 Dezembro, 2016 14:27

    O PS tem uma arma secreta , vem aí um super ministro da Educação que vai “pisar” todos os rankings : Paulo Pedroso . )

    Liked by 1 person

  4. Prova Indirecta permalink
    12 Dezembro, 2016 14:38

    ( E o Jesus está na calha para secretário de “Estadio” , se houver chicotada psicológica )

    Liked by 1 person

  5. Rogério Monteiro permalink
    12 Dezembro, 2016 15:46

    Muito bom Cristina, 100% na mouche. Continue a bater onde mais lhes dói. Talvez assim numa claque de fanáticos alguns abram os olhos, o que reconheço é muito difícil.

    Liked by 2 people

  6. Madame Satã permalink
    12 Dezembro, 2016 16:24

    A Cristina é ruim!*

    Então não se vê logo que isto só era possível graças aos esforços dos coitadinhos dos pais dos coitadinhos dos meninos que foram agredidos – pobrezinhos – com a imposição de saber ler, escrever e contar… por cada continha que acertavam nos TPC deviam levar um chocolatinho para consolo de tão grande sofrimento!

    E um grande presentinho depois de passarem por esse terror que foi fazer um exame! Chorou tanto na véspera, o pequenino! Foi uma dor no coração vê-lo assim… Não se faz isto às crianças, é que não se faz! (já educá-los para serem adultos ignorantes, imbecis e infantis, nada contra!)

    E aliás, tudo o que interessa agora é combater as elevadíssimas taxas de retenção que resultaram destas políticas do horrendo Crato! Zimbora, que para a frente é o caminho!

    * E ainda bem.

    PS | Tem de haver um lugar no inferno guardado para estes imbecis do BE. E que será guardado pelos abrolhos indigentes que eles insistem em fabricar,

    Liked by 1 person

  7. Senhor de La Palice permalink
    12 Dezembro, 2016 16:25

    Com o governo da geringonça muito se vai poupar no mundo do ensino.
    Para quê formar professores?
    Os objectivos propostos pelo Thiago e Companhia não carecem de formação.
    Passar rapazes com 7 negativas qualquer albardeiro o faz
    Ensinar as raparigas a abortar, qualquer parteira da Mata de Monsanto é mestra nisso.
    Fazer felizes os meninos… qualquer gajo porreirinho consegue
    Acabar com exames qualquer demagogo é capaz

    Agora ensinar e sobretudo educar é que é difícil mas não é para esta equipa de azeiteiros

    Liked by 1 person

  8. lucklucky permalink
    12 Dezembro, 2016 17:23

    E temos mais um texto de alguém já está infectado pelo vírus da Religião Política. Onde tudo ou quase tudo que acontece tem de ser por causa da política ou de um político.

    Gostar

  9. Arlindo da Costa permalink
    12 Dezembro, 2016 18:21

    Não reparei.

    Gostar

  10. Almeida permalink
    12 Dezembro, 2016 22:52

    Esta coisa de discutir educação como os comentadores de futebol é o que mantém a “cadeira de sonho” do Mário Nogueira. Onde é que a Cristina Miranda foi buscar esse “salto qualitativo” do período Crato? O período analisado e a idade dos alunos envolvidos, abrangem vários ministros e, de todos eles, o Crato é o que menos tem que ver com a história. Se continuamos a desculpar os erros cometidos pelos “nossos”, como se estivéssemos a discutir futebol à 2ª feira, é certo e sabido que os voltaremos a repetir.

    Gostar

  11. José da Costa permalink
    12 Dezembro, 2016 23:11

    O Ministro da Inducação é poucachinho, não acham?
    Ele foi formado na escola do “Não pagamos” e agora a paranóia dele é “Não examinamos”.
    Ele está a pedir é um pontapé nas nalgas, bem assente, e ser mandado para a Escola de Adultos, e ser obrigado a fazer exames sem copianço.

    Só me falta ver um porco a andar de bicicleta.

    Arre burro!

    E o 1º dele apresentou-o como investigador.

    Deve ser o investigador de Azeitão de participação assídua no debate das manhãs da Antena 1 apresentado pelo camarada António Jorge.

    É djimaiss!

    Liked by 2 people

  12. 13 Dezembro, 2016 00:00

    O Rui Rio perguntou hoje se “não seria bom criar um imposto para pagar a dívida pública”.
    Ora bem, esclareço: cheguei até há cerca de 2 anos a acreditar qb neste tipo; desde então, vários factores por si evidenciados fizeram-me desconfiar das suas reais capacidades e do que quer para o país; de há uns poucos meses para cá, tenho a certeza que para além de um flop como político e putativo (sempre auto-adiado candidato a líder do PSD) nunca terá o meu apoio. Cria e frequenta bastidores muitíssimo cinzentões. É um tipo sibilino, perigoso.
    Hoje, esta sua declaração. Assim e definitivamente, vá pentear macacos !

    Liked by 1 person

    • sam permalink
      13 Dezembro, 2016 10:30

      A proposta de Rui Rio é de se considerar. Seria uma forma de evitar que os xuxas, com o pretexto de que a austeridade acabou, andem a untar as mãos de funcionários públicos e pensionistas para garantirem a sua corja de eleitores. Enquanto a dívida vai subindo e asfixiando o país.
      Claro que um xuxa que se preze também descobriria, mais cedo ou mais tarde, maneira de desviar o dinheiro desse imposto…

      Gostar

      • 13 Dezembro, 2016 11:51

        Para verificar a adesão dos cidadãos a esse imposto, o RRio que monte uma banquinha nos Aliados. Inquira-os, crie um abaixo-assinado favorável à alegria de pagar esse imposto.
        E/ou então, ele, os seus familiares e amigos que deem o exemplo pagando voluntariamente e até final das suas vidas, 10 euros/mês — o MFinanças obterá uma maquia considerável logo após 365 dias, tamanha a vontade de milhões de tugas seguirem o exemplo.

        Gostar

      • sam permalink
        13 Dezembro, 2016 12:13

        Note-se que ele defende uma redução equivalente em outros impostos. Não se trata, pois, de obter mais receita, mas de consignar parte dela. Claro que isto só interessa para quem acha que as dívidas são para se pagar.

        Gostar

    • Cristina Miranda permalink
      13 Dezembro, 2016 17:02

      Subscrevo

      Gostar

  13. sam permalink
    13 Dezembro, 2016 10:20

    Que pena, o IAVE ter de desmentir a Mortágua aluarada…
    http://observador.pt/2016/12/12/iave-corrige-bloco-alunos-do-vocacional-tambem-foram-avaliados-no-pisa/

    Liked by 1 person

  14. 13 Dezembro, 2016 12:07

    Nos dias de hoje, graças às evoluções científicas e tecnológicas, os métodos contraceptivos dispensam o aborto como tal.

    Mesmo no caso das violações pode ser utilizada a chamada pílula do dia seguinte.

    Só é admissível o aborto como método contraceptivo em casos muito particulares e extremos.

    Não faz sentido gastar tempo a ensinar o aborto a crianças, embora entenda a empatia da geringonça: afinal têm todos a mesma idade mental.

    É curioso que estes mesmos que estimulam (ops! lapsus linguae!) o aborto atacavam o Governo de PPC por ser responsável pela queda de natalidade em Portugal.

    A natalidade deve ter deixado de ser uma prioridade.

    Liked by 2 people

  15. 13 Dezembro, 2016 12:24

    sam,

    entendo o processo e o objectivo, mas o RRio que apresente o projecto publicamente por exemplo nas suas conferências e jantares antes de se assumir candidato à presidência do PSD. Comunicação social não lhe faltará. Depois, apresente o projecto durante o Congresso e se o vencer, nas legislativas — terá uma receptividade unânime e entusiasmada dos tugas… A palavra “imposto” é muito cativante.

    Gostar

    • sam permalink
      13 Dezembro, 2016 15:08

      Se se diz o que o povinho gosta de ouvir, aqui d’el rei que vem aí o populista; se se mexe na ferida, cuidado com o gajo, que ele é perigoso.
      Não há quem nos ature.

      Gostar

      • 13 Dezembro, 2016 15:45

        O ideal seria que quem criou e aumentou a dívida pública (por incompetência e abusos vários), fosse severamente punido judicial e eleitoralmente. Mas o Sistema e a apatia da populaça permite tudo.
        Não devem –nem podem– ser os contribuintes a arcar com mais impostos para resolver desvarios doutros.
        RRio tem algum problema freudiano para resolver com o país.

        Gostar

  16. Colono permalink
    13 Dezembro, 2016 12:50

    Porra no tempo da minha escola não havia OCDES nem Pisas pra nos avaliar….

    Saber as serras de côr / Tabuada dos 10 de frente para tras/ as linhas férreas/ Rios e afluentes (Minho a Timor) ReiS e dinastias, saber a letra do Hino Nacional e da Mocidade Portuguesa ( hino que nenhum aluno hoje sabe)….Ir a pe para escola com uma “mochila” de sarapilheira…. reguadas, puxões de orelha, em casa levava mais! ( hoje levam os professores) , etc , etc PISA PISA ( se o post fosse de autoria de macho eu escreveria com 2 S)

    Gostar

  17. licas permalink
    13 Dezembro, 2016 14:18

    Um servo fiel, mas inepto

    Já Cunhal nada disto teve assim,
    Quase a merecer o galardão
    Na nossa chamada Revolução,
    Que para eles não chegou ao fim:
    Por ter ficado a meio caminho
    Os chefões acharam-no molezinho.

    Não obstante as fábulas que contou.
    Sol na Terra, e assim por diante,
    Boca para adormecer infante,
    Malgrado a vontade, tudo abortou;
    Ingratos foram seus compatriotas
    Que só lhe deram amargas derrotas.

    Quando em Praga de vez foi esmagada
    Gente feita pasta para croquetes
    P´los tanques dos amados sovietes
    Aplaudiu o feito duma assentada:
    (O que um adepto tem de suportar
    Para alguma coisa tentar ganhar)

    licas fecit

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: