Skip to content

para pior

5 Fevereiro, 2017
by

Restam-me cada vez menos dúvidas de que Marine Le Pen vai ganhar as próximas eleições francesas. O situacionismo, à esquerda e à direita, põe as fichas todas na segunda volta, e crê que a mulher ganhará à primeira e será esmagada na segunda. Não arriscaria nisso um cêntimo. O mau estado dos candidatos que se anunciam contra a líder da Frente Nacional, o desânimo que paira nas suas hostes e a falta de ideias claras sobre aquilo que mais preocupa os franceses – a insegurança, o islamismo e a crise económica – não valem muitos votos. Em contrapartida, Le Pen vende-lhes ideias claras e fáceis de entender: para acabar com o terrorismo, expulsão dos muçulmanos e restrições à emigração; para acabar com a crise, saída da União Europeia e do Euro. Infelizmente, ao longo das últimas décadas, os partidos democráticos recusaram-se a encarar, de frente, o problema da insegurança e da islamização de França. Agora, no desespero em que o terrorismo lançou o país, as ideias fáceis e a demagogia têm espaço para progredir e, até, para vencer. Até porque, desgraçadamente, nenhum dos candidatos dos partidos democráticos deu qualquer ideia de como resolver os problemas dos franceses e os últimos anos de governação não são, para eles, de boa memória. Acredito que, até ao fim do ano de 2017, a vida na Europa irá mudar profundamente. Para pior.

Advertisements
38 comentários leave one →
  1. 5 Fevereiro, 2017 21:31

    só não percebi como vão os franceses resolver o problema da islamização do país , do terrorismo e da crise económica derivada do euro sem votar na Marine. porque eles têm esses problemas , não é ? e são graves , não é? sugere que continuem aguentando , governados por uns sem tomates , até ao tiro de misericórdia ?

    Gostar

    • rui a. permalink*
      5 Fevereiro, 2017 21:39

      É um problema sem uma solução mágica. Pelo que não há «uma solução» para perceber. Nem a Marine a tem, como é óbvio.

      Gostar

  2. José Domingos permalink
    5 Fevereiro, 2017 22:02

    Uma esquerda que governou, no pós guerra, com dinheiro a rodos e crescimentos de 7/8% incapaz de gerar riqueza, servindo-se dos clientes para se manter no poder, como cá agora. onde um precário vale um voto, aliada a uma direita envergonhada e desacreditada por uma esquerda superior moralmente !!!! deu nisto.
    É o resultado de politicos incapazes, na grande maioria, estarem-se nas tintas para o povo, agora vem a factura. Temos pena.
    Aguardemos, eu já comprei as pipocas e a coca-cola.

    Liked by 2 people

  3. 5 Fevereiro, 2017 22:09

    “Temos uma coisa muito preocupante, já agora que estamos em dia de pessimismo. Eu nunca vi um bom romance de ficção científica que previsse uma sociedade liberal”

    Jaime Nogueira Pinto
    😛

    Liked by 1 person

    • rui a. permalink*
      5 Fevereiro, 2017 22:15

      O Robert Heinlein tem alguns e o Jaime sabe-o. Obviamente, ele prefere o Starship Troopers e eu também.

      Liked by 1 person

      • 5 Fevereiro, 2017 22:29

        Esse dá-me ideia que é uma variante rabelaisiana telemita.

        Estava a pensar numa coisa mais séria à la Galton que ficou na gaveta.

        Liked by 1 person

      • 5 Fevereiro, 2017 22:48

        Já que estamos numa “caseira” para pior, aproveito para lhe fazer uma pergunta de cabeleireiro virtual que demasiada gente há-de saber menos eu.

        Como é assim- vem agora no CM que afinal o tal Peixoto (dito Miguel Abrantes do Câmara Corporativa) foi contratado por outro amigo do Carlinhos e que já por cá andava e se finou.

        Ora, pela lógica óbvia só pode ter sido o João Pinto e Castro. Ou seja- o mentor de todo aquele esquema de lambe-cu bem pago foi organizado pelo mesmo do abortício por onde gente “mais decente” também andou.

        Porque é que nunca contaram?

        Gostar

      • 5 Fevereiro, 2017 22:49

        Não digo o Rui, claro, mas a Helena Matos, o CAA, o Rato, o maradona, o Vasco Barreto e mais gente sem ser socretina sabe quem organizou aquela trampa e sempre se calaram.

        E só pode ter sido o João Pinto e Castro – coisa que estupidamente e por não acompanhar a merda, nunca tinha pensado.

        Gostar

      • rui a. permalink*
        5 Fevereiro, 2017 23:00

        Não faço ideia quem seja aquela corja. Não fazia antes, nem agora, porque nenhum desses gajos me diz nada. Não sei quem são. Levei meia-dúzia de pauladas por lá, mas não fiquei traumatizado. Que se lixem!

        Gostar

      • 5 Fevereiro, 2017 23:23

        Eu também não mas a corja foi bem paga pelo 44 e o mentor era amigo do Carlos Santos Silva e tudo isso é mais que “palhaçada da blogosfera”.

        Ora o CM diz agora, de forma bem clara que este Peixoto contou que conheceu o Carlos Santos Silva por via do tal falecido e esse é que teve a ideia e lhe propôs um emprego.

        Como o falecido só pode ser o João Pinto e Castro que já por cá andava desde 2003 e esteve no abortício e depois seguiu para o Simplex, era ele o mentor do Câmara Corporativa.

        E demasiada gente sabia e sabe.
        Porque é que nunca contaram?
        Eu sempre pensei que não contavam por não ser ninguém com cv topo de gama e algum desconhecido.

        Mas era. E protegeram e sabiam.

        Porquê?

        Esta cena ainda vai dar que falar porque este tipo era outro ex- MRPP, amigo do do Emanuel e do Franklim da banca e coisas assim e não devia dormir em serviço.

        E isto foi tudo montado aqui- à frente dos nossos olhos e foi o tipo que também se meteu a organizar abrotícios por onde andou gente que agora nem deve querer recordar.

        Liked by 1 person

      • bst permalink
        6 Fevereiro, 2017 00:16

        Zazie, refere-se a quê quando escreve “Não digo o Rui, claro, mas a Helena Matos, o CAA, o Rato, o maradona, o Vasco Barreto e mais gente sem ser socretina sabe quem organizou aquela trampa e sempre se calaram.”
        A um blog pró aborto aquando do referendo? Essas pessoas tinham de saber necessariamente quem organizava a CC?

        Gostar

      • 6 Fevereiro, 2017 00:51

        Tinham de saber quem era o João Pinto e Castro e conviveram com ele tempo suficiente para acompanharem o resto.

        Sempre que se falava em Miguel Abrantes a HM e o CAA diziam que era “um colectivo”- mas sabiam que nesse colectivo estava o mentor e nunca o referiram.

        Ele está em todas as fotografias. Quando o Paulo Pinto de Mascarenhas mandou o nome do Jumento para os jornais, já esse nome vinha nas fotografias que ele tirava ao grupinho com o Pinto e Castro.

        Eu só não topei porque, de facto, devo ter sido das poucas pessoas que nunca ia ao CC e nem ligava ao Pinto e Castro.

        Mas deu-me agora para rever umas tretas e é óbvio que era ele. Era ele que até mandava informação em directo para o blogue dele antes de ela aparecer no CC.

        De duas vezes fui lá, está no Cocanha, apagou tudo. E uma era a denunciar o sujeito do CDS que denunciou o Freeport.
        Da outra a branquear em cima do acontecimento jornalístico o cv do 44, dizendo que também nem se lembrava de quem tinha sido um prof dele de faculdade.

        Uma imbecilidade que achei demasiado imbecil para um tipo que o não era.

        Agora saiu no Correio da Manhã e só dei por isso pelo facto do José do Portadaloja ter colocado o recorte. E o José então é que nem topou nunca nada porque nem sabia quem era o Pinto e Castro.

        Semdo tão óbvio o que está escrito no CM porque motivo é que então sou eu ainda agora a única pessoa a falar nisto?

        Gostar

      • 6 Fevereiro, 2017 00:57

        aqui.

        Escrevia no Causa Nossa, juntamente com a côncia, o Farinho e a Isabel Moreira. Era amigo do Carlos Santos Silva, foi por via dele que o Peixoto que dizem ser o Abrantes (tenho uma certa dúvida) conseguiu o emprego e já morreu.

        Morreu em 2013. Houve demasiado tempo para poderem ter contado. Não foi por “pudor para com o morto”.

        E de toda essa malta acho que só um se enojou e percebeu demasiado, apesar de ser escardalho.

        este

        Gostar

      • 6 Fevereiro, 2017 01:05

        O que eu estou a dizer que me parece que entra pelos olhos dentro é que este Peixoto que está agora a contas com a polícia e tribunais, pelo que recebeu, era um mero peão.

        Um tretas no meio do esquema. E quem o montou não era um peão. Era um sabido com traquejo políico bem antigo. Com carcanhol a rodos, tachos a rodos, ligações certas e a precisar de muito mais.

        Montou o esquema de propaganda ao 44 aqui na blogo e demasiada gente andou por lá e agora calam-se.

        Só pode ter sido esse. Não há mais mortos a terem escrito com est@s socretinos que também andaram a receber bónus. E ele não foi para o abortício para evitar a Clínica dos Arcos nem se meteu no Simplex só para simplificar.
        Andou em todas cá dentro e há-de ter andado em cavalarias bem mais altas lá fora. Caso contrário nem este Peixoto se aliviava agora assim. Com uma verdade óbvia para quem anda na blogo desde o início.

        Gostar

  4. ABC permalink
    5 Fevereiro, 2017 22:21

    É possível que a União Europeia se desagregue, sim. Há um grande desencanto.
    Quando entrámos foi-nos vendida a ideia de um grande bloco com livre circulação de pessoas e bens. Uma convergência de políticas e rendimentos. E se é verdade que empresas como a Apple tiraram bem partido disso, o resto ficou a ver passar o comboio.
    Ao tempo, ingénuo que fui, pensei que teria liberdade para comprar um carro na Alemanha ou abrir uma conta na Irlanda, ou mesmo mandar vir um camião cisterna com gasolina de Espanha – ou seja, a usar o espaço europeu sem constrangimentos. Isso forçaria os agentes nacionais a competir, e na teoria a melhorar.
    Acontece que nem posso ir aqui ao lado, a Espanha, comprar um caixote de tabaco para consumo próprio, para escapar à tremenda carga fiscal.
    Nunca houve esse tipo de integração. O grande mercado único é uma miragem e sempre foi, excepto para empresas e cartéis.
    Ora os votos das empresas e cartéis não chegam para manter colada esta estranha agremiação donde emanam muitas normas e poucos benefícios realmente sentidos pela população em geral.

    Liked by 3 people

    • 5 Fevereiro, 2017 23:38

      esqueceu-se de falar das cotas de produção, dos 50 artigos para regulação do tamanho dos pepinos… tudo isso em nome “livre mercado”.

      Liked by 2 people

  5. 5 Fevereiro, 2017 22:44

    e se ideias claras e fáceis de entender derem lugar a leis claras e fáceis de aplicarr é um grande avanço civilizacional , ah pois é 🙂

    Liked by 1 person

  6. Juromenha permalink
    5 Fevereiro, 2017 22:47

    Aqui para nós, que ninguém nos ouve : a “União” Europeia terminou assim que o Muro caiu – e a Alemanha se reunificou.
    Como , nestas coisas, as formas contam, e muito!, teria podido sobreviver se se tivesse ficado , mais modesta e realisticamente, pela designação de “Mercado Comum”, ou “Comunidade Europeia”, e dedicada prioritariamente aos “fluxos económicos”.
    Agora “União”, e união política, era, obviamente, anti-natural – não existe “Europa” ( a não ser em conceito geográfico e /ou cultural/civilizacional), existem países europeus, e a História dessa Europa é,na sua essência, a longa História das guerras entre esses países.

    Liked by 3 people

    • 6 Fevereiro, 2017 00:05

      Não há nação e suas fronteiras sem guerra:

      como sempre marchemos “presente”
      como sempre marchemos a par
      só tem pátria quem sabe morrer
      só tem pátria quem sabe lutar.
      hino dos fuzileiros

      Porque que é acha que eles andam tão desesperados em querer inundar a europa de imigrantes, sobretudo daqueles que não se integram nem querem absorvem a cultura dos paises que os aceitam ? Uma nação é a luta e cultura histórica do seu povo, sem cultura histórica e sem luta para a preservar, não há nações, nem soberania, não há resistência.

      Quem não luta não tem pátria e os povos europeus estão em risco de as perder .

      Liked by 2 people

  7. 5 Fevereiro, 2017 23:20

    estranho…

    Gostar

  8. 5 Fevereiro, 2017 23:20

    Tinha escrito isto que não entrou:

    https://gyazo.com/44bab1ad9d9436b79ceb59111f1af9e3

    Gostar

    • rui a. permalink*
      5 Fevereiro, 2017 23:49

      Esta coisa tem um sistema de controle dos comentários que me escapa em absoluto, Zazie. Volta e meia consigo ir aos «não publicados» e publico os que devem ser publicados. Mas ignoro os mecanismos de controle.

      Liked by 1 person

  9. Arlindo da Costa permalink
    5 Fevereiro, 2017 23:47

    Concordo. Tudo por causa do neo-liberalismo e do chavascal que ele causou nesta pútrida Europa.

    Se sois honestos entregai o vosso pescoço a um carrasco com carteira profissional.

    Gostar

    • lucklucky permalink
      5 Fevereiro, 2017 23:53

      O neo liberalismo foi a unica coisa boa.
      Ao invés o Socialismo colocou os Estado a custar muito mais.

      Gostar

    • 6 Fevereiro, 2017 00:46

      “entregai o vosso pescoço a um carrasco com carteira profissional.”

      Outra vez a falar na eutanásia?

      Liked by 1 person

      • BandoDeCorruptos permalink
        7 Fevereiro, 2017 18:33

        O palhaço do lindinho do bosta um dia destes acaba no lugar do peixoto.

        Gostar

  10. carlos alberto ilharco permalink
    5 Fevereiro, 2017 23:49

    Porque é que não há um partido de direita em Portugal?

    Gostar

  11. javitudo permalink
    6 Fevereiro, 2017 00:12

    Sim, sim, a UE em baixo, mas talvez se levante.
    Recusemos as mortes antecipadas.
    Agora para pior, mesmo pior está a notícia:
    “O antigo bilionário brasileiro, Eike Batista, parece disposto a contar tudo o que sabe sobre o esquema de corrupção com epicentro na petrolífera brasileira Petrobras, de acordo com pessoas próximas do empresário recentemente em contacto com ele. Recorde-se que Eike Batista foi detido em Nova-Iorque no final de janeiro por ligações à investigação da Lava-Jato e extraditado na última semana para o Brasil”.
    Por cá não é preciso extraditá-lo, ele pensa que compra tudo e todos. Será que consegiu chegar a trimilionário e ninguém deu conta?

    Gostar

  12. 6 Fevereiro, 2017 00:31

    “ideias fáceis e a demagogia têm espaço para progredir e, até, para vencer”

    kkkkk, ai a ironia…

    Gostar

  13. javitudo permalink
    6 Fevereiro, 2017 00:33

    Ainda pior, os emigrantes já nem mortos querem vir para o sítio.
    Os refugiados piram-se logo que podem.
    E que mais nos irá acontecer?

    Gostar

  14. 6 Fevereiro, 2017 01:34

    Scary movie.

    Gostar

  15. Buiça permalink
    6 Fevereiro, 2017 01:51

    Marine e os partidos serão derrotados. Por Macron.

    Gostar

    • 6 Fevereiro, 2017 09:35

      ” economista, banqueiro, funcionário público e político francês ” esse Macron é o ideal tipo do político democrático 🙂 se” isso” ganha , a teia de interesses entre banca políticos e empresas , a frança fica melhor? 😉 😉

      Gostar

      • Buiça permalink
        6 Fevereiro, 2017 23:57

        Também tirou filosofia, se isso ajudar a rotular…
        É frontal, sabe de contas, é patriota e europeísta sem lamechices, não decide por assessores, entre muitas outras coisas. Mas para o caso interessa que em qualquer debate com quem quer que seja da FN nem se levantam do chão. Se passa à 2a volta está garantido.

        Gostar

  16. PiErre permalink
    6 Fevereiro, 2017 08:02

    ” …os partidos democráticos…”

    Isto é para a gente se rir, não?

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: