Skip to content

afinal, julgam que o homem falava do quê?

7 Abril, 2017
by

71KpvfCqQzL._UL1500_

Só por ingenuidade ou ignorância se pode imaginar que a ordem internacional é anárquica, não no sentido de que, muitas vezes, possa ser confusa e imprevisível, mas que funciona harmoniosamente sem poderes tutelares. Pelo contrário, ela é o campo mais propício à monopolização do poder e da força, chamando-se esses monopólios «impérios». Como todos sabemos, a História está cheia deles, e quando um desaparece foi porque um outro o aniquilou. A ordem internacional é competitiva. Mas, decididamente, não é anárquica.

Foi isso que sucedeu em 1989, com a queda do Muro de Berlim, com o princípio do fim da União Soviética e da Guerra Fria: o mundo bipolar em que vivemos durante décadas terminou com o fim do império soviético e a emersão monopolista do do império americano,

A «pax americana» em que desde então vivemos terá vantagens e inconvenientes, mas tem certamente custos, goste-se ou não. Um deles é que quem desafia o império, mais tarde ou mais cedo, de uma forma ou de outra, tem que levar. E compreende-se, porque essa é a lógica de todo o poder monopolista. E, num mundo difícil e perigoso, não é possível ao «polícia do mundo» admitir faltas de respeito sucessivas, como o fez Sadam Hussein, por exemplo, que, não satisfeito com a coça que apanhou na primeira guerra do Golfo, mas tendo-o deixado no lugar, continuou a desafiar o império e, ainda por cima, o herdeiro do ceptro daquele que, por sua causa, abandonou prematuramente o lugar. Tinha que levar. E levou.

É neste contexto que Donald Trump deve ser lido e que qualquer outra interpretação sobre o seu governo será sempre ingénua ou maldosa. Trump está sentado no trono do mundo e não pode permitir que se ultrapassem certos limites. Sob pena de lhe perderem o respeito e, o império, a respeitabilidade. Ia acontecendo com Obama e com Putin, não acontecerá com ele. Afinal de contas, quando o homem lançou o slogan de campanha «Make America great again», acham que estava a pensar em quê?

Advertisements
47 comentários leave one →
  1. Filipe Costa permalink
    7 Abril, 2017 22:49

    O Assad testou, deve ter ficado convencido.

    O Putin queria testar os anti-misseis da Great Russia, acho que falhou.

    Se aquilo fosse na Russia, com ogivas nucleaes… o Putin percebeu.

    Gostar

    • 7 Abril, 2017 23:14

      Que patetice. A administração americana avisou os Russos dos ataques e os alvos com antecendencia. Isto é mais uma manobra para consumo interno americano. Existe uma guerra interna nas elites internacionalistas americanas, contra trump, é só olhar para a “imprensa” americana. Quando putin quis avisar para não se meterem dentro da siria, ainda com obama e depois do abate de um dos seus caça bombardeiros. Meteu lá os S400 e ninguem mais piou. Os misseis cruzeiros teriam sido abatidos pelos S300, S400 facilmente, se os russos quisessem, se é que tem noção das capacidades de uns e do sistema anti missil russo. Tal e qual já aconteceu anteriormente, mas que ninguem ousou noticiar para evitar a humilhação. E estranhamente. O camarada não tem noção nenhuma das capacidades nucleares russas e anti-missil pois não. Mas tem razão o Assad deve ser mesmo um idiota porque estupidamente decide sempre usar armas quimicas, e por a comunidade internacional contra ele no momento em que está em clara vantagem politica e estrategica militar. Por acaso não estranho o recuo e a perda de força dos chamados “rebeldes” cof cof que gostam de cortar cabeças a meninos de 12 anos assim o que o obama perdeu as eleiçoes, não ?

      Liked by 1 person

      • Tiradentes permalink
        8 Abril, 2017 07:37

        que patetice…se Trump avisou Putin e este “permitiu” foi porquê então. Evidentemente que Trump avisou Putin e que este “acedeu” porque qualquer interposição (intercepção ou mesmo perda de forças) poderia levar a uma escalada a que os dois não estão interessados. As guerras vão muito para além das capacidades de mísseis e neste caso (como perdeu Obama quando se acagaçou e o Putin começou a bombardear) quem perdeu foi o Putin.
        Ou vc acha também que se os americanos quisessem não teriam “colapsado” (electrónicamente) as acções da força área russa?

        Liked by 1 person

      • lucklucky permalink
        8 Abril, 2017 10:56

        Os S400 não são para destruir mísseis de cruzeiro, é um desperdício.

        Gostar

      • 8 Abril, 2017 15:46

        “…o Assad deve ser mesmo um idiota porque estupidamente decide sempre usar armas quimicas…”
        É duvidoso que o tenha feito e tenho sérias dúvidas que alguma vez o tenha feito. De outra maneira não teria imediatamente autorizado uma investigação independente. Nas “notícias” aparecem os famosos “capacetes brancos”. O costume; no Iraque os peritos também não encontravam nada de armas químicas. Foram “despedidos”.

        http://passaparedes.blogspot.pt/2016/08/mais-trapalhadas-da-quinta-coluna.html

        Gostar

      • 8 Abril, 2017 15:59

        “Ou vc acha também que se os americanos quisessem não teriam “colapsado” (electrónicamente) as acções da força área russa?”
        HAHAHAHA…. São só os americanos que têm a capacidade de bloqueio electronico seu idiota ? Tem razão se quisessem que as coisas escalassem e depois tivessem dispostos a verem o seu sistema de satelites a ir pelos ares, http://www.washingtontimes.com/news/2016/dec/21/russia-tests-anti-satellite-weapon-pl-19-nudol/…. E a levar com isto em cima http://www.telegraph.co.uk/news/2016/10/25/russia-unveils-satan-2-missile-powerful-enough-to-wipe-out-uk-fr/. Os tempos mudaram desde a queda da USSR, deixe de ser pateta, hoje em dia quando a Russia bate o pé os EUA e a Nato pôe-se em sentido. Veja lá o que a Nato conseguiu fazer na Ucrania e com a Crimeia. É bom que nos apercebamos disso cá no ocidente e a ter em conta os interesses russos e a dialogarmos ou iremos começar ter muitos dissabores e humilhações, sobretudo nos tempos que correm com o ocidente tecnicamente em banca rota.

        Gostar

      • Tiradentes permalink
        8 Abril, 2017 16:20

        HAHAHAHA….PORTANTESSSS o idiota pensa que os Russos podem fazer tudo ao americanos e que estes não conseguem fazer nada contra eles.
        Deve ter sido esta filosofia que teve o “aval” do Putin para deixar bombardear a base aérea.
        “Tou” cheio de medo com essa superioridade Russa
        E vc a cagar-se nas calças todo feliz porque supõe que o seu amigo Putin um dia lhe vai dar um beijo no c

        Gostar

      • 8 Abril, 2017 17:40

        “PORTANTESSSS o idiota pensa que os Russos podem fazer tudo ao americanos e que estes não conseguem fazer nada contra eles.”

        E eu que pensava que era antes, essa a posição e o comportamento das administrações americanas no mundo desde o colapso da USRR. Não ? Diga lá onde está a legitimidade americana de acordo com os tratados do conselho de segurança para as intervenções na Siria ? Quem começa a não poder fazer tudo o que lhe apeteça são as administrações americanas seu pateta. E os precedentes começam-lhes agora a morder-lhes o rabo. http://russia-insider.com/sites/insider/files/main/2017-Apr-8/58e7e663c4618801168b4591.jpg

        Gostar

      • LDM permalink
        9 Abril, 2017 19:53

        Que saudades da URSS.

        Gostar

    • 8 Abril, 2017 15:50

      Do que eu gostei mesmo foi de ouvir a Le Pen a declarar desassombradamente e em contra-corrente que o Assad é um assunto que apenas diz respeito à Síria e aos sírios.
      Aposto que somou votos.

      Gostar

  2. javitudo permalink
    7 Abril, 2017 23:30

    O mais importante do que se passa na Síria não está debaixo dos nossos olhos.
    O menos importante para os senhores do mundo são as vidas de gente inocente.
    Afinal sempre existem armas de destruição macissa lá para aqueles lados e não foram fabricadas ontem.

    Gostar

  3. licas permalink
    7 Abril, 2017 23:36

    Ocorreu um ataque aéreo na Síria em que as vítimas, algumas mortais, apresentam inalação de gases de guerra (serin, cloro?) O presumível agressor seria a aviação Síria (Bashar al-Assad), quiçá da Federação Russa. D. Trump “castigou” com 59 mísseis balísticos equipados em navios a base aéria de onde teriam provindo a agressão Síria. Nas UN a discussão destas ocorrências azedam-se: a FR defendendo Bashar al-Assad, os EUA atacando como é evidente. Tem que ser presevada a condição “colonial” por um lado, pelo outro os yanques continuam a depor ou apoiar presidentes a seu belo talante, segundo são “maus” ou “bons” “democr atas ou ditadores. A Federação Russa mostra-se indignada pelo ataque a um Estado “Soberano” julgando as pessoas já esquecidas dos ataquee e conquistas na Ucrania. O Governo do burgo afirmam “compreender” a acção dos aliados “states”, vejam só . . . o Mao-Stalinismo a engulir sapos, melhor, corcodilos, que arranham com mais força as gargantas.
    Keep calm: a 3ª Guerra Mundial ainda não vai ser desta.

    Gostar

  4. licas permalink
    7 Abril, 2017 23:38

    _________crocodilos

    Gostar

  5. Carneiro permalink
    8 Abril, 2017 00:02

    Trump mijou o território. E avisou os russos e os chineses com antecedencia que ia por a pila de fora, para o caso de algum deles ter curiosidade em espreitar ou querer fazer uma festinha. E escolheu o momento com (relativa) melhor imprensa – o suposto gás sarin. E o badocha da Coreia ficou avisado que basta um porta-aviões para o pôr a pão e água para o resto da vidinha. No fundo não foi Trump. Foi o Tio Sam. Durante o Obama é que andou por lá a Tia Maria Amélia a fazer tricot.

    Liked by 2 people

  6. licas permalink
    8 Abril, 2017 00:08

    Claro que as definições correctas de ditadores ou democratas
    são exclusiva propriedade dos poderosos, mais ninguém.
    Enquanto a guerra fria estiver a este nível____NÂO HÁ AZAR
    (a não ser para uns poucos civis que “levam” sem terem culpa)

    Gostar

  7. javitudo permalink
    8 Abril, 2017 00:41

    Ainda não vai ser desta, mas haverá muitos tremeliques para outras bandas. Aguardem mais um pouco. Camiões desarvorados também não vão faltar.
    Há uns anos a extrema esquerda sueca não hesitava em usar a violência para tentar intimidar e silenciar os oponentes com os merdia a não noticiar a violência, ou só nos rodapés. Deram abertura toda à invasão dos refugiados com os resultados que ainda só agora começaram. Contavam com os votos deles, mas a queda na urnas foi o resultado.

    Gostar

  8. 8 Abril, 2017 01:27

    O Jaime Gama previu.

    Liked by 1 person

    • rui a. permalink*
      8 Abril, 2017 04:30

      É um orácuio! Só não previu a geringonça.

      Liked by 1 person

    • carlos alberto ilharco permalink
      8 Abril, 2017 17:57

      Obrigado.
      Não sabia que ele ainda falava em público.
      Coitado, deve estar mesmo a Nestum.

      Gostar

  9. Aventino permalink
    8 Abril, 2017 08:15

    Texto interessante! Concordo.

    Gostar

  10. sam permalink
    8 Abril, 2017 09:17

    Já podemos voltar a gozar o Trump pelos twits sobre a Suécia?

    Liked by 2 people

  11. piscoiso permalink
    8 Abril, 2017 10:04

    EUA über alles!

    Gostar

    • Tiradentes permalink
      8 Abril, 2017 16:21

      e alguém comentou??? ” Portugal isolado nas criticas ao Presidente do Eurogrupo”?
      ahhhh nem com o Piscoiso lá

      Gostar

    • LDM permalink
      9 Abril, 2017 19:56

      Mas tens alguma dúvida que os EUA são superiores à Rússia…

      Gostar

  12. lucklucky permalink
    8 Abril, 2017 10:43

    É tão giro ver a geringonça os “europeístas” e uma parte dos media tugas a apoiar Trump neste caso.

    Gostar

    • lucklucky permalink
      8 Abril, 2017 11:25

      Trump provou para muitos com este ataque que está disponível para defender e pagar o Estado Social Europeu.

      Bastou isso, para o Jornal Publico lhe não lhe dar uma seta par baixo.

      Gostar

  13. 8 Abril, 2017 12:08

    Sempre que há um problema interno na casa branca a resposta È atacamos um país

    Gostar

    • Tiradentes permalink
      8 Abril, 2017 16:22

      Deve ter sido por isso que o Obama de dois países passou a bombardear sete…roblemas na casa branca….só pode

      Gostar

    • carlos alberto ilharco permalink
      8 Abril, 2017 17:59

      Olhe que isso era no filme Wag the Dog

      Gostar

  14. Anónimo permalink
    8 Abril, 2017 12:15

    Esquerdistas e demais pessoal automaticamente pró-Clintons/Obama, PSs, BEs … e sistematicamente anti-Trump e direitas em geral -tudo muito encaixadinho em estados de alma de formato seguidista- estão com as sinapses a fumegar.
    Gaguejam, suspiram, pausas angustiadas. O bom do Milhazes quase perdia o pio.Está bem acompanhado.
    Tempos difíceis até para a CNN a declarar que “Trump a partir de ontem é o Presidente dos EUA”. Salto mortal à retaguarda, seguido de rotação de 180º e saída empranchada fora do colchão. Muito mau. Zero point.
    Não admira. Um não-político de carreira, no poder, sai fora do ambito das bíblias marxistas com que abusivamente(?) baseiam os seus pensares e as suas análises. Quel dommage. Vai haver mais disto.

    Gostar

  15. Bal permalink
    8 Abril, 2017 14:47

    Fosga-se! Tanto especialista em política internacional!

    Gostar

  16. 8 Abril, 2017 15:10

    O Assad mandou gás sarin para o seu próprio povo para testar o Trump, como não é nenhum mansinho obama, o Assad entalou-se, bem feito. Por falar em Assads: https://portugalgate.wordpress.com/2017/04/08/a-europa-islamica/

    Gostar

  17. Arlindo da Costa permalink
    8 Abril, 2017 16:08

    Ainda bem que Trump não está para brincadeiras.

    Contudo, a América já entrou em
    declínio e nunca leva nenhuma guerra ao fim.

    Quanto à Rússia não há país nenhum no Mundo que os consiga vencer no seu espaço territorial e até estratégico.

    Gostar

  18. Arlindo da Costa permalink
    8 Abril, 2017 16:08

    a

    Gostar

  19. Arlindo da Costa permalink
    8 Abril, 2017 16:10

    O que aconteceu foi um acordo de cavalheiros entre Trump e Putin para desviar as atenções do processo político interno americano, nomeadamente os inquéritos que envolvem Trump com os serviços secretos russos 🙂

    Elementar, meu caro Rui a.

    Gostar

    • Tiradentes permalink
      8 Abril, 2017 16:25

      Quer dizer então que estamos safos….já que o Putin tem sido o garante mundial das liberdades contra o facho capitalismo americano e ao nazismo trumpista.

      Gostar

  20. PiErre permalink
    8 Abril, 2017 17:36

    “…não pode permitir que se ultrapassem certos limites.”

    Que limites é foram ultrapassados?

    Gostar

    • carlos alberto ilharco permalink
      8 Abril, 2017 18:01

      Parece que há um acordo de cavalheiros (cof cof) sobre o uso de armas químicas, isto se o senhor acreditar que aquilo que aconteceu foi com armas químicas.
      Já há versões que dizem que era um pó de talco fora de prazo.
      Acredite se quiser

      Gostar

  21. Artista Português permalink
    8 Abril, 2017 19:34

    Ao Trump bastou seguir a doutrina coelhone: “quem se mete com o PS, leva!” Nada de novo, portanto. E aproveitou para se ver livre de uma data de mísseis cruzeiro do tempo da Maria Cachucha. Por isso alguns erraram o alvo.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: