Skip to content

Sr. Primeiro Ministro, Não Somos Parvos!

14 Julho, 2017

Obviamente que não demite ninguém. Obviamente que não assume responsabilidades. Obviamente que não pede desculpas. Obviamente! Foi de férias tranquilamente e obviamente tranquilo, regressou com a narrativa óbvia de quem obviamente passa a vida a mentir.  Não se pode esperar mais de alguém que por deformação de carácter não vê os erros nesta conduta. É intrínseco. Logo assumir seja lá o que for não é para o Costa que continua convicto que é mais inteligente que o povo e por isso faz dele  parvo. 

Enquanto degustava de férias o seu mojito lembrou-se: “… já sei… chego lá reúno com o CEMGFA, inventamos que aquilo era sucata, não valia um “chavo”, era material para abate e que por isso, não há crise… fazemos depois  uma comunicação ao país com ar  muito sério e saímos fininho da história… Com Pedrógão insistimos na catástrofe natural que só foi pior por causa da operadora Altice (essa malvada que é preciso abater antes que compre a TVI) porque a outra esteve bem”. E está feito! Obviamente que pensando que o povo é parvo, não hesitou em seguir por esta via. Nem sequer ponderou a hipótese de cair no ridículo. Claro que não! Os parvos comem tudo cegamente. Então não tem sido assim ao longo dos anos?  E quem vai duvidar se a Comunicação Social dá cobertura à mentira?

O problema  é que até os parvos um dia deixam de o ser. Não é garantido que uma sociedade se mantenha cega e ignorante por tempo indeterminado. E por ser uma variável, muitos “Costas” acabam por cair no seu próprio lodo. Não é por acaso. Os embustes têm prazo. O problema é o tempo que muitas vezes é maior do que deveria até revelar a dura verdade e nesse intervalo, ser profundamente destruidor. Sem precisar de exemplos vindos de fora, veja-se o que 3 bancarrotas socialistas fizeram ao país. Contrariar isto é demencial.

O modus operandi desta gente está-lhes no ADN. Agem conscientemente convictos que na plateia a maioria é asno e a restante asseguram como clientela. Logo, devidamente “controlados” não hesitam em usar e abusar deste estratagema que já lhes rendeu muitos biliões nos bolsos dos camaradas. A técnica é sempre a mesma: primeiro é preciso dar, dar, dar, dar, dar sem limites. Agradar a uma sociedade de incautos crentes que o dinheiro do  Estado é inesgotável e não sai do bolso do contribuinte nem de credores a quem depois é preciso pagar (sim, ainda há gente que acha que o dinheiro do Estado é do Estado!!!). Aumentam depois os impostos dizendo que é para termos um Estado mais forte, mais social e mais justo mas… o dinheiro não chega nunca onde mais falta faz. E ficam bem na fotografia porque até ficarmos doentes ou morrermos incinerados numa estrada nacional, jamais saberemos que tudo não passa de fachada. Depois, acaba-se a festa, acusa-se a política externa, o Papa Francisco e os Marcianos, deixando um país completamente depenado para os seguintes resolverem. Com quê? Ora, com as medidas INEVITÁVEIS impopulares e injustas com que depois, ELES na oposição culpam o novo executivo por EMPOBRECER os portugueses!! E sabem que mais? Ainda há parvos que não vêem isto. E ELES sabem-no muito bem.

Porque além de serem políticos indecorosos sabem que temos um problema cultural muito sério. E é aqui o grande trunfo destes abutres.

Mudar isto leva tempo às vezes tempo de mais. Mas como todos os desafios que abracei na vida, não vou parar até conseguir retirar o maior número de pessoas possível desta letargia. Ajudar meu país passa em primeiro lugar por ajudar as pessoas a compreender como funciona a política e o que devemos mudar nela para depois melhorar Portugal. Dirão que sou louca, que ambiciono o impossível, que não vale o esforço. Eu respondo: na vida já vi o impossível acontecer e só aconteceu porque eu NUNCA desisti.

Tudo é possível até o impossível. Basta acreditar metendo mãos à obra e jamais desistir!

Porque não admito que me façam de parva! Muito menos um Primeiro Ministro!

 

Anúncios
116 comentários leave one →
  1. Manuel permalink
    14 Julho, 2017 11:10

    Brilhante!

    Liked by 1 person

    • José da Costa permalink
      14 Julho, 2017 17:02

      A Sra Cristina só errou numa coisa. Em dizer que o impossível é possível.
      O manhoso do Costa diz que as vacas voam.
      Mas não voam. Voam tanto como ele.

      Liked by 1 person

    • 14 Julho, 2017 23:22

      Dá-me a impressão que o Costa anda um pouco inquieto.
      Será verdade?
      Será que um sapo lhe mijou para os olhos?

      Liked by 1 person

  2. M.C. permalink
    14 Julho, 2017 11:23

    Mais uma que se julga a última bolacha do pacote…

    Gostar

  3. PiErre permalink
    14 Julho, 2017 11:27

    Cavaco Silva quis empossar Passos Coelho, mas este não aceitou. Preferiu que fosse dado a António Costa mais a sua geringonça, convencido que este governo duraria pouco tempo, mas enganou-se.

    Gostar

    • 14 Julho, 2017 11:58

      PPCoelho tomou posse dada pelo Cavaco !…

      Liked by 1 person

      • PiErre permalink
        14 Julho, 2017 13:57

        Isso foi logo após as eleições. Mas umas semanas mais tarde deu posse ao António Costa porque o Passos Coelho recusou o convite..

        Gostar

  4. Procópio permalink
    14 Julho, 2017 11:30

    Além de Medina Carreira, outros têm tentado esclarecer o tuga adormecido.
    Felicito-a pela determinação
    Na passada quarta feira José Gomes Ferreira convidou para debate João Salgueiro, João Ferreira do Amaral, Clemente Pedro Nunes, Tiago Caiado Guerreiro e Henrique Neto para análise do Estado da Nação.
    O debate foi por demais esclarecedor, só que os canais generalistas jamais permitem a revelação dos fatos. Ficam assim com o argumento de que existe liberdade de informaçãç ao mesmo tempo que a condicionam fortemente a todos os níveis.
    As mudanças no rectângulo vão ocorrer muito mais devido a influências externas.

    Liked by 1 person

  5. Expatriado permalink
    14 Julho, 2017 11:39

    O manobrismo está-lhe no ADN da metade da raça que o constitui. Mestres em teatro das sombras, movem o foco das luzes para projectarem o que sabem via entreter as audiências acéfalas e interesseiras.
    Quem viveu tempo suficiente com esta “gente” (?), sabe que assim é!!

    Liked by 1 person

  6. Alain Bick permalink
    14 Julho, 2017 11:47

    antónio das mortes
    é um chico-esperto

    Liked by 1 person

    • 14 Julho, 2017 12:19

      Infelizmente as mortes no incêndio, mas está certo: “antónio das mortes”.

      Gostar

  7. 14 Julho, 2017 11:57

    Cristina Miranda,
    Subscrevo.

    Se as aldrabices e incompetências deste governo culminar numa pré-bancarrota, o MCThomaz abraça-a também como sua ?

    Gostar

  8. Procópio permalink
    14 Julho, 2017 12:01

    http://www.jornaleconomico.sapo.pt/noticias/como-e-que-a-historia-nos-vai-julgar-184667
    A Cristina é das que não quer ficar mal na história.
    Entretanto “the period of ultra-low borrowing costs is at an end”. Está a chegar.
    https://www.theguardian.com/business/2017/mar/15/us-federal-reserve-raises-interest-rates-to-1

    Gostar

  9. Procópio permalink
    14 Julho, 2017 12:10

    A Camilo Lourença tanta mentira junta até choca.
    Lembra-se da solução de Diogo Lacerda Machado (perdão, do Governo) para os “lesados” do BES? Que não, não haveria dinheiro dos contribuintes à mistura. Esta semana foi o próprio Governo a admitir que o negócio pode acabar no bolso do contribuinte. JN.
    O tuga está a cair do 10º andar. Chegou ao 2º, viu a notícia, pensou: “Até agora tudo bem!”.
    O gajo foi para férias para menorca, e ao mais ardia tudo, porque não hei-de ir ao banco pedir emprestado para folgar em ibiza?

    Gostar

  10. Ricardo Janeira permalink
    14 Julho, 2017 12:10

    Cristina acho muito nobre esse seu objectivo, mas Portugal nunca foi uma nação particularmente consciente politicamente. Se reparar a esquerda só sai do poder neste país quando ele esta na bancarrota ou então transformou-se num ‘pantano’, se ao fim de 40 anos uma pessoa normal não consegue olhar para este reportorio e pensar que se calhar, aqueles gajos não servem, então é porque nunca o vai fazer. E ainda temos o problema da comunicação social ser militante esquerdista, se voltarmos ao passado estes só começaram a distanciar-se do governo corrupto de socrates poucos meses antes da 3 falência socialista e muitos deles ainda estão no bolso dele!

    Gostar

    • 14 Julho, 2017 12:33

      Exacto.

      Até estou convencido que se a Cristina Miranda formasse um partido (estou a ironizar) teria no início mais apoiantes do que um partido formado pelo Sócrates, caído em “desgraça” porque cada vez mais abandonado também pelos P”S”.

      Gostar

  11. piscoiso permalink
    14 Julho, 2017 12:11

    Muito bem Cristina. Funde o Partido da Cristina (PC). Com os bajuladores que há por aqui, não lhe faltarão apoiantes.

    Gostar

    • Cristina Miranda permalink
      14 Julho, 2017 14:59

      Não me desafie 😉

      Gostar

      • M.C. permalink
        14 Julho, 2017 15:54

        Os carneiros com a seca e a consequente falta de pastos, são cada vez mais uma espécie em vias de extinção…

        ” Inbestigue-se ” …

        Gostar

      • Tiradentes permalink
        14 Julho, 2017 20:17

        Em matéria de bajulação jamais haverá quem tenha obtido maior por tarte de quem a gente sabe ….o próprio José Sócrates.

        Liked by 1 person

    • Manuel permalink
      14 Julho, 2017 15:02

      Mais partidos para quê? O saque do Estado está esgotado e não cabem mais à manjedoura.

      Gostar

  12. 14 Julho, 2017 12:12

    Dinheiro do Estado ? Não tarda, por convicção ou necessidade de passar mais um atestado de estupidez ao maralhal, a vice-governadora do BdPortugal. Elisa Ferreira, dirá que “é dinheiro do P”S'”.

    Liked by 1 person

    • José da Costa permalink
      14 Julho, 2017 17:08

      Essa fez-me lembrar as dívidas que o PS tinha há 2 anos.
      Agora já estão saldadas.

      Gostar

      • 14 Julho, 2017 18:21

        Ocorreu uma inexplicável multiplicação de árvores das patacas…

        Gostar

  13. Anónimo permalink
    14 Julho, 2017 12:34

    Na verdade há poucas saídas para este Estado da Nação, constitucional e tudo.
    Além de este gestos, incontidos, de catarse só resta esperar pela próxima banca rota, esta a obra prima made in PS/Costa.

    Cristina. Além de este gestos de catárse haverá motivo para ter esperanças em melhor sina?. Lembro que o constitucionalista titular da Presidência em Belém já afirmou em público que teve que votar sim, esta Constituição, sobre ameaça de vida, de segurança pessoal …
    Linda Constituição … nunca sufragada. Imposta à foice e martelo. Percebeu?.

    Liked by 2 people

    • nacionalista permalink
      14 Julho, 2017 18:23

      “este gestos, incontidos ” ; ” este gestos de catárse ” ???

      Gostar

  14. 14 Julho, 2017 12:53

    A Altice anunciou formalmente a compra da Media Capital/TVI. O AC-DC fará uma conferência de imprensa para voltar a atacar a Altice e ameaçará qualquer investimento não estatal que lhe desagrade e preveja não-apoiante do P”S” ?

    Gostar

  15. Manuel A permalink
    14 Julho, 2017 12:54

    Cristina
    Os meus parabéns por mais um escrito cheio de verdades.
    Verdades que, lamentavelmente, muita gente não gosta de ouvir.
    Isto fez-me lembrar que, em tempos, fui coleccionando, em apontamentos, as minhas meditações a que chamei Máximas e, desse conjunto de 60 e tal, aqui deixo apenas as primeiras 12.

    As minhas Máximas
    Acredito que todos estes pensamentos já tenham sido expressos por outrem: ditos, escritos ou sugeridos por qualquer forma.
    O que é um facto real é que tudo isto me tem ocorrido durante as minhas cogitações!

    A Sabedoria
    1. Mau é não saber, mas pior é não querer saber.
    2. Já é mau não ensinar mas pior é ensinar errado.
    3. A pior ignorância é a orgulhosa.
    4. O pior que há na ignorância é a impossibilidade de poder avaliar-se a si mesma.
    5. O ignorante desconhece a dimensão da sua ignorância, qual prisioneiro na masmorra: este também ignora a espessura das paredes que o cercam e tudo aquilo que possa existir para além delas.
    6. O ignorante mesmo julgando-se livre é o pior dos prisioneiros.
    7. O pior cego é o que não quer ouvir.
    8. Todos nós sabemos muito de poucas coisas, pouco de muitas coisas e nada de quase tudo.
    9. Há mais burros que jumentos.
    10. A Felicidade só existirá quando não sentirmos dores: no Corpo e na Alma.
    11. Não crias amizades quando dizes as Verdades.
    12. Quem voa nas asas da Fantasia arrisca-se a aterrar na lama da Realidade.

    Liked by 1 person

    • M.C. permalink
      14 Julho, 2017 15:58

      Pensamentos tão profundos…mas tão profundos, que mais parecem a fossa do Mindanau …

      Gostar

      • Democrata com larga experiência — Vende-se permalink
        14 Julho, 2017 19:16

        Fossa do Mindanau?

        Actualize-se. A não ser que o partido não o permita.

        Gostar

  16. Elmano permalink
    14 Julho, 2017 13:10

    Cristina (desculpe a intimidade nem a conheço) parabéns. Há uma verdade que muitos esquecem, é que a mentira tem a perna curta. Este salvador que está o poleiro, está lá porque outros salvadores pensam de igual forma. Noutros países onde estiveram ou estão ainda no poder, deixaram esses países na maior das misérias ou vão no mesmo caminho.

    Liked by 1 person

  17. LTR permalink
    14 Julho, 2017 13:27

    Depois de semanas a ouvir dizer que a direita acabou com os guardas florestais, etc:

    http://expresso.sapo.pt/politica/2017-07-13-A-heranca-do-ministro-Costa

    Gostar

  18. oscar maximo permalink
    14 Julho, 2017 13:29

    Chame atraso cultural, ou o que quiser. Havendo grandes quantidades de gente que não percebe o significado da bancarrota e as consequências para o país, não há volta a dar, e a trajetória está traçada.

    Gostar

  19. Indignado da Silva permalink
    14 Julho, 2017 13:43

    Força Cristina, estamos juntos nesta luta. Everything is possible!

    Liked by 1 person

  20. Aventino permalink
    14 Julho, 2017 14:07

    Os patrões abdicaram. (Ver a CIP)
    Os vendedores (comerciais) mandam agora na Empresa.
    Os advogados tornaram-se vendedores comissionistas.
    Os funcionários públicos vieram para a gestão.
    E os operários andam contentes porque é tudo de esquerda.

    Gostar

  21. Manuel Dias permalink
    14 Julho, 2017 15:01

    Excelente artigo, parabens pela sua lucidez e seriedade!
    “Obviamente” tudo é permitido a este vendedor de banha da cobra, sempre com aquele ar cínico de mentiroso compulsivo. Das poucas vezes que o ouço é de ir ao vómito por tudo que sai por aquela boca fora, quer seja para desvalorizar (o que ele mais gosta de fazer), quer seja para culpar a,b,c,d,e,f, etc (mas nunca ele, nem a sua entourage), quer na sua melhor versão cínica de qualquer trica politiqueira!
    Espero que esses dias acabem rápido, receando no entanto que quando isso acontecer já será (talvez) tarde de mais. Junta-se a isto o restante mólho da geringonça, que tendo sentido o sabor do poder não mais irão querer largar, nem que tenham de engolir sapos do tamanho de vacas voadoras….!

    Liked by 2 people

  22. Expatriado permalink
    14 Julho, 2017 15:45

    No Oriente faz-se uma pergunta:

    “Se fores confrontado por uma King Cobra e um indiano, quem matas primeiro?”

    Go figure…

    Gostar

  23. Procópio permalink
    14 Julho, 2017 17:59

    O pequeno líder e a Altice. Algo a seguir com atenção.
    Quem mandava na tvi e na sic? O tuga não sabe. Não lhe interessa. Dêem-lhe futebol e telenovela, aumentem-lhe dois euros na pensão, o tuga esperguiça-se, é feliz.
    O tuga não imagina como se formata uma cabeça débil.

    Ora se estivéssemos na reunião anual do Club Bilderberg em Chantilly, Virgina (EU) encontraríamos gente fina. Gente fina é outra coisa. Na delegação espanhola poderíamos ver a presidente do Banco Santander, Ana Botín, e o presidente do Grupo Prisa, Juan Luis Cebrián e Rivera líder dos Ciudadanos, juntamente com Christine Lagarde e José M. Durão Barroso. O cherne ocupa agora o lugar do tio balsinhas sic, que durante muitos anos foi figura de proa.

    Quando o grupo Prisa começou a ver que a tvi se encaminhava para a falência tratou de despachá-la. A vida, mesmo no Bilderberg, não tem corrido bem a Juan Luis Cebrián

    Em novembro do ano passado numa missiva enviada ao primeiro-ministro, ao ministro do Trabalho e ao PS, Bloco de Esquerda, PCP e Verdes, o Sindicato dos Trabalhadores do Grupo Portugal Telecom pedia uma intervenção no processo de “reorganização da PT”.
    Quando gente desta pede intervenção, percebe-se onde querem chegar. Estariam em causa medidas e alterações que passam pela “mobilidade geográfica e funcional dos trabalhadores”, situação que “gera apreensão e depressão” e que está a “preocupar fortemente” o sindicato, uma vez que “tal clima, a continuar, acabará inevitavelmente por desenvolver graves problemas de saúde, psicológica e física, de muitos trabalhadores”.
    Podemos preocupar-nos por exemplo com a grande jornalista judite, por exemplo.

    O curioso é que o pequeno líder não conseguiu obstaculizar o negócio. Mau sinal.
    Com o nº 1 isto não aconteceria. Sendo o nº 2 o reverso da mesma moeda teremos que concluir que algo vai mal no mundo da pizza napolitana.
    Os fornos quentes demais queimam as pizzas.

    Gostar

  24. Procópio permalink
    14 Julho, 2017 18:05

    Negócios jng@negocios.pt
    14 de julho de 2017 às 17:54
    Marcelo Rebelou de Sousa revelou ter recebido “hoje ao final da manhã uma delegação da Altice, Prisa e Media Capital”, de acordo com o comunicado emitido pela Presidência da República.
    A mesma nota acrescenta que “o Presidente recebeu também ao início da tarde os Drs. Francisco Pinto Balsemão e Francisco Pedro Balsemão.”
    As reuniões ocorreram no dia em que a Altice anunciou um acordo de compra da Media Capital. A Meo, detida pela Altice, chegou a acordo com a espanhola Prisa para comprar a Media Capital por 440 milhões de euros. O preço final da operação está sujeito aos ajustes habituais, diz a Prisa, que estima poder receber 321 milhões de euros pela sua posição.
    No comunicado não é avançada mais informação.
    É de supor que houve beijos e abraços, não se sabe a quem.

    Assinala-se a intervenção do sr. presidente abelhudo nestas matérias e preocupa-me não terem sido convidados os sindicatos.

    Gostar

    • Manuel permalink
      14 Julho, 2017 18:47

      Dá ideia que desta vez não houve propina.Li que em Espanha as propinas no negócio do imobiliário rondavam os 3/4%, neste negócio(440) seriam entre 13,2 a 17,6 milhões, uma décima faz toda a diferença, dá quase para um apartamento no Chiado. Para um governante corrupto basta um bom negócio. Vamos acompanhar os obstáculos ao negócio por parte da entidade da concorrência, U.E., ERC, etc.

      Liked by 1 person

  25. Eduardo permalink
    14 Julho, 2017 18:28

    Muito bem comentado.
    Verdades como punhos
    Entretanto muitas patacas são metidas ao bolso
    O 44 é o exemplo acabado disso mesmo (não esquecer que este ainda se enCosta nele)
    Ao mesmo tempo vamos pondo ma manjedoura minis aos casais, minis pai e filha e agora até manos.
    E nem vale a pena falar nos “amigos” que entram com o único agumento de serem amigos
    … e filhos, e mulher, e genros, e afilhados dos donos do partido?
    Nem é bom falar.
    O único que não consegue entrar às escancaradas para a manjedoura é rapaz galamba
    Vá-se lá saber porquê .

    Gostar

    • Jose permalink
      15 Julho, 2017 07:41

      Paleio de tasco a acompanhar caracois e imperiais. Direita limita-se a aproveitar-se das catástrofes, até suicídios inventam. Não há uma ideia.

      Gostar

  26. rão arques permalink
    14 Julho, 2017 18:35

    Temos que ver entre todas uma:
    Costa denota comprometedora precipitação e indisfarçável pânico, tal é a intensidade com que o verniz lhe está a cair sempre que se agita. O homem mostra-se de tal maneira atrapalhado que nem consegue aliviar-se sem espalhar o mau ambiente pelas redondezas.

    Gostar

  27. carlos alberto ilharco permalink
    14 Julho, 2017 19:10

    O tuga não sabe. Não lhe interessa. Dêem-lhe futebol e telenovela, aumentem-lhe dois euros na pensão, o tuga espreguiça-se, é feliz.

    Dito de outra maneira, todos sabem qual é o problema, (este todos refere-se aos senhores intelectuais) mas ninguém mexe uma palha.
    Sentados num confortável salão em amena cavaqueira resolvem os problemas sempre com um gin de permeio.
    E no entanto a solução parecendo difícil não é fácil.
    Qual é ela?
    Aparecer um partido de direita, pura e dura, que corte a direito nesta bandalheira em que se transformou Portugal.
    Estou a pensar num golpe de Estado?
    Se for necessário porque não?
    Então estou a dizer que é necessário suspender as liberdades fundamentais, deter os comunista, suspender os sindicatos, ao mesmo tempo que se controla a comunicação social e instaurar um regime ditatorial?
    Sim.
    Já foi feito e resultou.

    Gostar

    • Rui permalink
      14 Julho, 2017 19:45

      Resultou? Para quem?

      Gostar

    • Rui permalink
      14 Julho, 2017 19:48

      nem a um golpe militar mal organizado com meia dúzia de badamecos conseguiram sobreviver. está certo. Era mesmo grande a capacidade desse regime….

      Gostar

      • Manuel permalink
        14 Julho, 2017 20:08

        Na queda da monarquia foi a mesma coisa. O exército não se mexeu e as 80 baixas (mortos) só 15 eram militares. No 25 de Abril as baixas(4) foram civis mortos pela PIDE.

        Gostar

    • Rafael Ortega permalink
      15 Julho, 2017 14:52

      “Aparecer um partido de direita, pura e dura”

      Num país onde os dois partidos de “direita” se chamam partido SOCIAL-DEMOCRATA e CENTRO democrático e social e, juntos, raramente chegam a 50% dos votos, um partido de direita a sério tem mesmo pernas para andar…

      Portugal é quase uma republiqueta comunista. Só não somos uma Cuba porque, em 1975, os cães grandes acharam que mais valia não andarem às turras por causa do rectângulo.

      Gostar

      • carlos alberto ilharco permalink
        15 Julho, 2017 20:53

        Obrigado.
        Não sei se tem pernas para andar ou não.
        O que sei é que muitos começaram do nada e Portugal precisa urgentemente de um partido de direita que afirme claramente aquilo que em surdina se ouve nos cafés nos autocarros, nos comboios, enfim onde anda o povo.
        Vai aparecer?
        Pode não ser durante a minha vida, mas fatalmente tal acontecerá.
        Quanto mais tarde, pior.

        Gostar

  28. Democrata com larga experiência — Vende-se permalink
    14 Julho, 2017 19:18

    Excelente post.

    Liked by 1 person

  29. Procópio permalink
    14 Julho, 2017 19:26

    Ilharco, não é preciso tanto. Se a palha faltar a besta foje.

    Gostar

  30. 14 Julho, 2017 19:50

    Ora aí tendes o que eu previ anteontem no Blas: uma Eurosondagem a surgir neste fim de semana do ROCosta para o amigo AC-DC. “Portugueses não querem demissão de Constança e de Azeredo”.
    …País maravilhante…

    Gostar

  31. Filipe Costa permalink
    14 Julho, 2017 20:19

    Cristina, você faz o que o povo quer, sabe que a memoria é curta, tenta mas isso morre em meia duzia de dias.

    Se quiser fazer politica, eu ensino, se quiser ser mais uma voz faça-o.

    Gostar

  32. M.C. permalink
    14 Julho, 2017 20:24

    @ Democrata com larga experiência – Vende-se 19:16

    Oh Democrata onde é que leu que eu me referia à fossa mais profunda do planeta ?

    Mais vale o exemplo que a doutrina, e o pior cego é o que não quer nem cão nem bengala ! …

    Gostar

    • Democrata com larga experiência — Vende-se permalink
      15 Julho, 2017 05:10

      Ena, enfiou a carapuça…

      Acesce que se advoga que »mais vale o exemplo que a doutrina« deve mudar de partido.

      Se pensa que »o pior cego é o que não quer nem cão nem bengala«, também deve de mudar de partido.

      Santinho.

      Gostar

      • M.C. permalink
        15 Julho, 2017 11:15

        Se há coisas que me encanitam é encarar farsolas e génios de óperas bufas…

        Amém !

        Gostar

    • Democrata com larga experiência — Vende-se permalink
      15 Julho, 2017 11:47

      Caro M.C.,

      Lamento não retorquir mas não compreendi o seu comentário.

      Desconheço o significado do verbo »encanitar«, da expressão »óperas bufas« e da palavra »Amém«

      Gostar

  33. LTR permalink
    14 Julho, 2017 21:25

    O idiota do Costa não deveria estar a atacar a Prisa? 🙂

    Gostar

  34. 14 Julho, 2017 21:30

    Se a dupla Sócrates/ Salgado não tivesse escavacado a PT, escusavam de se preocupar com a Altice. E com a TVI – grande fixação têm os socialistas com a TVI, aquilo tem mel?
    Há um grande ressabiamento de Costa nesta história. O governo socrático tentou controlar a TVI, a PT, o BCP, e falhou – e ainda bem, imagine-se os estragos que fariam com esses meios na sua alçada directa.
    Agora estão a tentar doutras formas, com o Montepio, por exemplo.
    O PS já não é bem um partido, é mais um hub de negócios da Maçonaria. O facto de ser tão óbvio, tão transparente, tão à descarada, e tão impune, até assusta.
    Mas hoje vi algo novo e gostei – um grafitti a dizer “O POVO NÃO DEVE TEMER OS GOVERNOS, OS GOVERNOS É QUE DEVEM TEMER O POVO”.

    Liked by 2 people

    • LTR permalink
      14 Julho, 2017 21:38

      “grande fixação têm os socialistas com a TVI, aquilo tem mel?”

      Tem a história do Banif 🙂

      Liked by 2 people

      • Manuel permalink
        14 Julho, 2017 22:56

        E, elegeu um presidente.

        Gostar

      • 15 Julho, 2017 14:24

        A história do BANIF passou-me ao lado. A do BES e a da PT não. Começou com a obscura reprivatização do BES orquestrada por Soares, Miterrand, e o Crédit Agricole – a troco de quê?
        Quando o BES se declarou o único banco mundial imune à crise de 2008 percebi que não queriam as contas vasculhadas – porquê?
        Depois, para um banco tão saudável, emitiram obrigações a juros muito altos quando tinham o BCE a emprestar a quase zero.
        Depois começaram a sugar a PT, que era a galinha dos ovos de ouro – e quando se mata a galinha dos ovos de ouro algo vai mal. E tentaram fazer o mesmo à Semapa.
        O BES estava falido, claramente a raspar o fundo a todos os tachos. O último aumento de capital foi só para roubar, aquilo já lá não ia nem com um AC dez vezes maior.
        E ainda vem o tamanco do Costa dizer que, se fosse PM tinha salvo a coisa – e acredito, com o dinheiro dos contribuintes salva-se tudo, e nós pagávamos e Costa & Cia ficavam com o poder.
        O povo precisa de saber quem eram os políticos e jornalistas pagos pelo BES, precisa de saber a quem a CGD emprestou biliões, e de caminho precisa de saber o que está a acontecer no Montepio, faz tudo parte do mesmo esquema.

        Liked by 2 people

    • Os corruptos que se cuidem permalink
      15 Julho, 2017 19:02

      O povo tem fraco préstimo. Já não vai a lado nenhum. Anos e anos de socialismo produzem os seus (nefastos) resultados, até na capacidade de reacção do povo, seja lá isso o que for neste momento.

      Parabéns, Cristina! Os seus posts são sempre admiráveis e certeiros! E funde lá o partido, que pode contar com mais um votante.

      Liked by 1 person

  35. cachecol permalink
    14 Julho, 2017 22:57

    não vale a pena remar contra a mare (pavarotti)

    Gostar

  36. Viriato de Viseu permalink
    14 Julho, 2017 23:12

    Bravo Cristina. Funde lá o partido que tem aqui um votante!

    Liked by 1 person

  37. José Domingos permalink
    14 Julho, 2017 23:28

    Mais uma vez obrigado pelo texto.
    Se cada um de nós mudar uma coisa, serão sempre muitas coisa mudadas.
    Pode ser que a Altice, seja a primeira pedrada no charco/pocilga.
    Continuemos então a não nos calar.

    Liked by 1 person

  38. maria permalink
    15 Julho, 2017 01:09

    “Dirão que sou louca, que ambiciono o impossível, que não vale o esforço. Eu respondo: na vida já vi o impossível acontecer e só aconteceu porque eu NUNCA desisti.

    Tudo é possível até o impossível. Basta acreditar metendo mãos à obra e jamais desistir!” (Cristina)

    Não, Cristina, não é nada louca. Loucos são aqueles que tão bem dscreve nos seus excelentes textos. E como diz, nada é impossível. Também eu tracei objectivos e estabeleci metas e tudo aquilo a que me propus alcancei. Nunca desista. Dos fracos não reza a História. Prossiga que vai no bom caminho.
    Maria

    Liked by 1 person

  39. Arlindo da Costa permalink
    15 Julho, 2017 02:12

    O Primeiro-Ministro nunca chamou-me de parvo. Qual é o vosso problema?

    Gostar

    • Democrata com larga experiência — Vende-se permalink
      15 Julho, 2017 05:14

      E era preciso chamar?

      Neste momento, e para ser franco, o meu grande problema tem a ver com as contratações do meu clube.

      Esclarecido?

      Gostar

    • Tiradentes permalink
      15 Julho, 2017 07:55

      O Primeiro Ministro não é redundante

      Liked by 1 person

    • 15 Julho, 2017 21:39

      Caro Arlindo,

      O Primeiro-Mentiristo (termo intencional!) também nunca me chamou de parvo a mim. Tal como o Arlindo, não tenho importância suficiente para isso.

      Mas não se preocupe nem perca o sono por isso. Eu ser-lhe-ei tão útil como possa ser, por bonomia e fraternal bondade. Vou ver se puxam uns cordelinhos de malta que eu conheço para que todo o Parretido Xuxalista, depois de reunir a Concussão Pulhítica, o chame parvo a si.

      Liked by 1 person

  40. Alexandre permalink
    15 Julho, 2017 13:24

    O caminho não é a irritabilidade permanente. O que é que a Cristina tem para oferecer, em vez da democracia? O que é que a Cristina propõe que António Costa faz neste governo? Porque é que a Cristina não critica o governo de Passos Coelho e Paulo Portas?
    Este caminho da irritabilidade não resulta. Houve quem o tentasse no passado e os planos saíram totalmente furados (Adolfo Hitler é um exemplo disso).
    Já propus a esta senhora começar o seu glorioso movimento cívico em Valência do Minho e terminá-lo no tenebroso triângulo Ponte da Barca, Ponte de Lima e Arcos de Valdevez, ao som de música pimba. Infelizmente, não recebi resposta.

    Gostar

    • sam permalink
      15 Julho, 2017 14:16

      Ó galdéria do Xanax, onde é que fica Valência do Minho?

      Liked by 1 person

    • Manuel permalink
      15 Julho, 2017 15:15

      Costa devia governar e não desgovernar. Que interesse tem para o país a devolução de rendimentos(pensões e salários) se depois corta com impostos indirectos em: bebidas, tabaco, combustíveis, etc. Por outro lado, porque incentiva o consumo com falsas expectativas (mentira permanente) e corta o investimento público para valores históricos. O trimestre de 2017 com poupança negativa, as importações a crescerem mais que as exportações e a dívida pública a crescer à Sócrates levarão a nova bancarrota.

      Liked by 2 people

      • Alexandre permalink
        15 Julho, 2017 17:09

        Sobre o governo corrupto de 2011-2015, nem uma critica. Ou seja, o Manuel quer voltar à tirania de Portas/Passos Coelho. Isso só é perceptível em pessoas falsas, como a dita Cristina Miranda que dizem nunca ter votado no CDS-PP ou apoiado esse governo. Na verdade, votaram nesse governo que retirou direitos às pessoas e ameaçou outras com falência económica, para depois virem aqui demonstrar a sua irritação hipócrita perante este governo. É altura de dizer basta a pessoas falsas, como a Cristina Miranda, esta muito mais perigosa do que os partidos que nos governaram entre 2011 e 2015, porque a sua irritabilidade não tem base. Os seus textos demonstram uma irritação doente, sem nexo e estúpida.

        Gostar

      • 15 Julho, 2017 21:42

        Caro Alexandre,

        O que se fez em 2011-2015 vaoi-se esfumar em breve. E mais cedo do que mais tarde, a este andar.

        Nesse dia, ou o Alexandre nos dirá ter estado errado, ou poderei com segurança considerá-lo um pulha, um doido ou um ignaro. Relizar-me-á a bondade nesse dia de escolher qual dos qualificativos para si deseja, e eu de boamente dos outros dois abdicarei.

        Liked by 1 person

      • Alexandre permalink
        16 Julho, 2017 10:14

        Aquilo que se fez entre 2011 e 2015 não tem descrição e não se vai esfumar tão cedo. Os seus intervenientes mereciam julgamento e prisão, mas andam livres. Pulha, doido ou ignorante é quem não os critica e vem aqui hipocritamente e com irritação acusar este governo. Pelos vistos, o Francisco está dentro do género.

        Gostar

  41. Manuel permalink
    15 Julho, 2017 17:38

    Alexandre: Passos fez erros e muitos e sempre o critiquei por fazer cortes nas pessoas e continuar a alimentar um Estado esbanjador com a sua nomenclatura quase toda corrupta. Mas, travou o caminho para a falência total e, para mim, nos dias de hoje, é um estadista face a Costa e respectivas famiglias. A governação de Costa vai levar a novo resgate, porque a governação não difere muito de Sócrates, o crescimento é baseado no consumo interno à base de dívida e no turismo, basta a situação normalizar na Tunísia, Egipto, Turquia, etc e entramos em recessão, de seguida nova troika e a culpa voltará a ser de Passos, Merkel e dos “raios” ou “fenómenos raros da natureza”.

    Liked by 2 people

    • Tiro ao Alvo permalink
      15 Julho, 2017 20:15

      Manuel, não vale a pena dar troco ao Alexandre. Não reparou como é que ele, a despropósito, veio falar no Hitler? Gente desta não merece resposta.

      Liked by 1 person

      • 15 Julho, 2017 21:45

        O problema desta gentalha vermilhóide ou xuxalista ou calhau é que não têm nenhum compromisso nem com a verdade nem com a inteligência. Dizem-me boas fontes que na apologia do socialismo nem verdade há na inteligência nem inteligência na verdade.

        Liked by 1 person

      • Alexandre permalink
        16 Julho, 2017 10:17

        A propósito, vim falar de Adolfo Hilter, que também usou a irritabilidade permanente para acusar os anteriores governos de nada fazerem. O mesmo se passa aqui. Este «blog» usa dos mesmos meios que o nazismo usou nos anos 30. Portanto, no seu caso, o tiro falhou.

        Gostar

  42. Procópio permalink
    15 Julho, 2017 17:44

    Os incomodados com a irritabilidade são os mesmos que adoram a xungaria contra os neo liberais e outras coisas que tais. Não há irritabilidade, há formas de protesto conta um projeto de ditadura que se vai lendo nas entrelinhas. A Cristina Miranda apenas exprime a forma genuína e pacífica de protesto. Mesmo essa causa engulhos aos trolls que têem vindo a decair desde o primo abrantes. Não serão tão bem pagos, acredito.
    O AB acha que “o povo precisa de saber quem eram os políticos e jornalistas pagos pelo BES, precisa de saber a quem a CGD emprestou biliões, e de caminho precisa de saber o que está a acontecer no Montepio, faz tudo parte do mesmo esquema”. Acha bem, mas o povo não vai saber de nada.
    Querem ter uma pálida idéia da intenção do pequeno líder de sufocar a livre informação? Dediquem algum tempo ao folhetim Altice. Reparem que perante voos tecnológicos mais altos se procura formar um muro a que o afetuoso já emprestou o cimento. É mais um capítulo negro da censura em marcha que o saudoso nº 1 procurou montar com alguma brutalidade. Como diz o AB “faz tudo parte do mesmo esquema”. Faz.
    Se não houver pessoas como a Cristina a denunciar parte dos esquemas o projeto do pensamento único avança sem cessar. Ele está presente aqui no blog, na sua forma mais tosca e imbecil mas explode em várias latitudes. Turquia, Venezuela, Coreia do Norte, Sudão, Bielopússia, Angola, Moçambique, irão.
    Não nos admiramos da referência à irritabilidade. O tio jeróimo ainda ontem defendeu ainda a necessidade de estabilidade na Venezuela.
    Estabilidade é que é preciso, nada de irritabilidades. O Botas ao menos dizia ao que vinha.

    Liked by 2 people

    • 15 Julho, 2017 20:10

      Devia haver uma entidade tuga que analisasse e punisse sondagens falsas. Este fim de semana, como eu previ, mais duas, oportunistas e claro, favoráveis ao AC-DC e ao P”S” , precisamente numa semana em que limparam as férias do tipo, ofuscaram as demissões e fizeram, decidiram, disseram disparates.
      Assim, com a parcimónia e apoio do MCThomaz, como foi previsto se (des)governa o país, não se projecta um futuro entusiasmante, não se reforma o Estado e formata a opinião pública da populaça-NADA, que efectivamente de quando em quando não merece mais do que bancarrotas e suas consequências.
      A geringonça que aproveite os próximos meses, diariamente replectos de futebolices.

      Gostar

    • Alexandre permalink
      16 Julho, 2017 10:20

      O tio jeróimo… O tio jeróimo… O tio jeróimo…
      Eu já sabia que era meio calino, mas tão burro assim que nem acerta com o nome?
      Irritabilidade, fúria… vai dar ao mesmo. É tudo uma grande hipocrisia da vossa parte, após o que sucedeu entre 2011 e 2015.
      A Cristina Miranda dá-vos o troco com a sua escrita «Pimba» e com as suas americanizações foleiras do «yes» e «everything» e mais o piroso «thanks».

      Gostar

  43. Procópio permalink
    15 Julho, 2017 18:36

    http://www.bbc.com/news/av/world-middle-east-40609255/joy-and-tears-for-families-reunited-in-mosul
    Reféns de todas as idades, mesmo depois de serem libertados, já não reconhecem quem os veio salvar. A situação atual, até já o cúmplice pacheco a classifica de estagnação, aponta para desejos incontidos de criar idêntico fenómeno.
    A geringonça não é mais do que um trabant irritado só ao ver um mercedes.
    Se pudessem já tinham expurgado os dissidentes e construído o muro.
    veja-25-fatos-sobre-o-muro-de-berlim.html
    Não faltam Honeckeres nas bancadas da central de negócios. Olhem bem para eles nas frequntes aparições nas têvês, ou quando são entrevistados com candura e entusiasmo pelas 3 damas, clara, judite e aninhas.
    Se continuarmos dormindo à custa da paz dos cemitérios corremos o risco de acordar sobressaltados.

    Liked by 1 person

    • Alexandre permalink
      16 Julho, 2017 10:22

      Bielopússia… O tio jeróimo… Honeckeres…
      Vai mais uma pinga, Procópio?

      Gostar

  44. piscoiso permalink
    15 Julho, 2017 19:46

    VIRÓdisko & TOCÁmesma.

    Gostar

    • 15 Julho, 2017 21:54

      No que nos toca, temos mais um aumento de impostos na calha.

      Tendo taxado o que se move, o que está parado, o que se bebe, o que se come e o que se respira, ouvi dizer que pensam neste momento taxar (ou impostar) a inteligência, cobrando por medida do respectivo quociente, ficando por regulamentar se vão usar a escala Welscher ou a Binet-Simon.

      Caro Piscoiso, sei que apoia a medida sicofanticamente, mas temo que eu e os meus correligionários liberais fiquemos sem tusto no bolso.

      Liked by 1 person

      • carlos alberto ilharco permalink
        15 Julho, 2017 23:07

        Muito melhor do que taxar a inteligência seria taxar a esperteza.
        Há muito mais espertos do que inteligentes.

        Gostar

      • 15 Julho, 2017 23:19

        Mas os inteligentes não são socialistas. Os espertos safam os espertos. No PS, por contraparte, não se encontrará os ajugados — aliás contribuintes — que serão afectados por esse imposto.

        No PS encontra-se um QI de 165. Dividido por todos os militantes, mesmo se em partes desiguais.

        Liked by 2 people

      • Alexandre permalink
        16 Julho, 2017 10:24

        O Francisco Miguel Colaço agora preocupa-se muito com os contribuintes. Entre 2011 e 2015, quando estava lá o seu governo, não se preocupou.

        Gostar

  45. LTR permalink
    15 Julho, 2017 20:25

    Já há culpado para Pedrógão: Altice.
    Já há culpado para a agência do medicamento:

    “a gota de água para António Costa terá sido a má condução do processo de candidatura de Portugal à Agência do Medicamento. Para Margarida Marques, não valia a pena candidatar a cidade do Porto por “razões técnicas”.”

    Com o Calimero é sempre assim.

    Gostar

    • carlos alberto ilharco permalink
      15 Julho, 2017 20:58

      Obrigado por me dar razão no diferendo que tive noutro lugar.
      Costa nunca diz, aproveita o que os outros dizem.
      Parece igual, não é.

      Gostar

    • 15 Julho, 2017 21:56

      «a gota de água para António Costa…»

      Como se atreve a fazer tal calúnia!? Posso assegurar-lhe que o Costa nunca tocará nessa substância incolor e inodora!

      Gostar

      • Alexandre permalink
        16 Julho, 2017 10:25

        É isso, Francisco, já deu para perceber em quem votou em 2011 e 2015.
        Laranja e azul.

        Gostar

      • Francisco Miguel Colaço permalink
        16 Julho, 2017 15:16

        Votei PAF e não tenho nada para me envergonhar. Não apoio ditadores como o Maduro nem jamais defendi totalitários marchistas como o Hitler e o Estaline e o Mao Mao.

        E o Alexandre? Venezuela ou Cuba? Que tipo de esbirros prefere?

        Liked by 1 person

      • Alexandre permalink
        17 Julho, 2017 13:15

        Votou PAF. Não há sítio melhor, como este blog, para tais afirmações. Não defende totalitários como Hitler, mas quase que adivinho que ainda gosta de ver documentários com alemães a marchar em Paris.

        Gostar

  46. Alexandre permalink
    16 Julho, 2017 13:02

    De onde virá esta irritabilidade de Cristina Miranda? De onde virá a fúria?
    Através de um texto publicado aqui neste blog, temos algumas notas valiosas que ajudam a perceber quem é a Cristina. Assim vejamos: «Ex-eleitora de Sócrates», ou seja uma vira-casacas. Porque votou em Sócrates, Cristina? Esta matéria dá que pensar.
    Depois, temos: «De um frustrado curso de jornalismo ao ISCAP…» Ora, aqui explica a dificuldade em escrever um texto e a dificuldade em investigar um facto. Na Cristina, temos a irritabilidade como maneira de corresponder.
    «Da condução de um empilhador à gestão financeira de uma empresa em overtrading…»
    Condução de um empilhador? Mulher de armas.
    «A ter de negociar com bancos e fornecedores, de fazer o papel do “homem do fraque” perante clientes relapsos…»
    Homem do fraque ou mulher do fraque? «O homem do fraque visitará os seus devedores», dizia um destes anúncios, onde aparecia um personagem vestido à época do século XIX, com chapéu alto e bigode repuxado.
    De que forma esta mulher de armas foi buscar as dívidas por pagar?
    Não haja dúvida que temos aqui uma mulher capaz de dirigir uma nova «Ku Klux Klan» em Portugal. Muito melhor que Assunção Cristas.

    Gostar

    • sam permalink
      16 Julho, 2017 13:23

      Como se vê, um autêntico controleiro pidesco e fascista, este Xandinho.
      A pulhice está-lhe no sangue.

      Gostar

      • Francisco Miguel Colaço permalink
        16 Julho, 2017 15:29

        É o modelo STASI.

        Gostar

      • Alexandre permalink
        17 Julho, 2017 13:12

        A isto que tu chamas de pidesco e controleiro (nova auto-crítica), eu chamo de investigação, com argumentos e fontes.

        Gostar

  47. 16 Julho, 2017 16:21

    Coitado do Alexandre (“pseudónimo”-de), tem de vir ao Blas para receber 20 euros/dia. Se o P”S” estivesse na oposição ganharia mais sob a cartilha do abrantes.
    Surgirá mais activo sempre que a geringonça falhe e muito mais activo e irritado quando o Sócrates conhecer o veredicto final.

    Liked by 1 person

    • Francisco Miguel Colaço permalink
      16 Julho, 2017 16:37

      É melhor então que se ateste de pastilhas Rennie. Desconfio que, em se passando o Verão, podem faltar. Por encomenda da Rato, Ratas e Rato, Geringonça Ilimitada.

      Gostar

    • Alexandre permalink
      17 Julho, 2017 13:13

      Sócrates, antes apoiado pela tua querida Cristina Miranda. Sic transit Mundo.

      Gostar

  48. Manuel A permalink
    16 Julho, 2017 16:35

    …e ninguém vai preso?

    Lista dos 9 maiores devedores que afundam a Caixa Geral de Depósitos
    O total da Dívida ascende aos 2.264,4 Milhões de Euros com imparidades registadas pelos nove maiores devedores de 912,1 Milhões de Euros. Seguem os nomes que surgem na lista dos maiores devedores da CGD, divulgado pela comunicação social.

    Grupo Artlant – 476,4 milhões de euros e 214 milhões em perdas de crédito (imparidades) reconhecidas. A Artlant foi criada para desenvolver um grande projecto industrial em Sines, com a construção de uma unidade do sector químico. O promotor era o grupo catalão La Seda, grupo que depois de entrar em crise chegou a ter como accionista de referência o empresário português Carlos Moreira da Silva, líder da Barbosa e Almeida (e accionista do Observador). A Caixa Geral de Depósitos começou por ser uma grande financiadora, mas acabou por se tornar accionista da La Seda, onde ainda tem 14%, e da própria Artlant. Um envolvimento que tinha também como objectivo assegurar a realização do investimento na fábrica de Sines.
    A empresa avançou com um processo de revitalização especial (PER) e em 2015, a Caixa reclamou créditos superiores a 520 milhões de euros. A última informação disponível já do início de 2015 é da que foi proferida a sentença de homologação do plano de recuperação.

    Grupo Efacec – 303,2 milhões de euros de créditos e 15,2 milhões de imparidades. A exposição resultará do financiamento à empresa, mas também aos seus dois maiores accionistas, o grupo José de Mello e a Têxtil Manuel Gonçalves. Os grupos portugueses venderam 65% da principal unidade do grupo Efacec, a Efacec Power Solutions, a Isabel dos Santos há cerca de um ano. O negócio, avaliado em 200 milhões de euros, foi mais do que uma simples venda, esteve enquadrado numa reestruturação de dívida dos accionistas e da empresa. A Caixa enquanto credora participou no financiamento desta operação.

    Vale de Lobo – 282,9 milhões de euros de exposição e 138,1 milhões em imparidades. É um negócio imobiliário polémico que se cruza com o inquérito judicial ao antigo primeiro-ministro José Sócrates e que envolve ainda Hélder Bataglia, o presidente da Escom. A decisão da Caixa Geral de Depósitos de entrar no empreendimento de luxo no Algarve data de 2006 e tem sido atribuída ao então administrador do banco público, Armando Vara. A Caixa é accionista da sociedade que explora Vale do Lobo, ao mesmo tempo que é a maior financiadora. Em 2014, a holding de imobiliário que detinha esta participação reconheceu perdas de 196 milhões de euros, parte da qual será atribuída a Vale do Lobo. Nas contas de 2015, a Caixa diz que a situação líquida era negativa em 137 milhões de euros. O banco do Estado tem uma participação financeira de 24%, mas é também o maior credor deste empreendimento que no ano passado foi posto à venda.

    Auto Estradas Douro Litoral – 271,3 milhões de exposição e 181,4 milhões de créditos perdidos. A concessão de autoestradas volta a cruzar os caminhos do banco do Estado com o grupo José de Mello que, através da Brisa, é um dos maiores accionistas desta concessionária que entrou em incumprimento dos compromissos financeiros assumidos com os bancos financiadores, nomeadamente ao nível dos rácios. A Douro Litoral é uma concessão com portagens cuja receita tem-se revelado muito abaixo do previsto e insuficiente para remunerar o investimento. A empresa tem em curso vários pedidos de compensação financeira ao Estado, no valor global de cerca de 1,4 mil milhões de euros que estão a ser analisados em tribunal arbitral.

    Grupo Espírito Santo – 237,1 milhões de euros em créditos e 79 milhões de imparidades. A Caixa Geral de Depósitos, enquanto maior banco português, foi também a instituição financeira que mais exposta estava ao Grupo Espírito Santo. O Observador fez um levantamento, em maio do ano passado, da exposição da banca ao GES, ainda com base em listas provisórias de valores reclamados pelos credores de sete sociedades que estavam em processo de revitalização ou insolvência. O montante era da ordem dos 1.300 milhões de euros. A Caixa reclamava cerca de 410 milhões de euros.

    Grupo Lena – 225 milhões de créditos e 76,7 milhões de imparidades. O grupo construtor com sede em Leiria foi um dos que mais cresceu durante o último ciclo de obras públicas em Portugal, durante os governos de José Sócrates. O Grupo Lena esteve nas autoestradas, na renovação do parque escolar, e no projecto da rede de alta velocidade (TGV), onde fez parte do consórcio que ganhou o primeiro contrato, e que entretanto foi cancelado. A Lena cresceu também para outros sectores — turismo, energia e comunicação social — e outras geografias, ganhando importantes contratos em mercados emergentes, como a Argélia e a Venezuela. A demora e incerteza na concretização destes contratos internacionais, alguns obtidos à boleia das viagens oficiais do ex-primeiro ministro, José Sócrates, e o asfixia do mercado de construção português apanharam o grupo em contramão, em plena aposta expansionista. A Lena teve que travar a fundo e fazer uma reestruturação do seu endividamento.

    Grupo António Mosquito – 178 milhões de euros e 49,2 milhões de euros de créditos perdidos. O empresário angolano está associado a dois investimentos em Portugal: a Soares da Costa e a Controlinveste. No caso da Caixa, a exposição a António Mosquito poderá resultar do financiamento ao empresário português que era o maior accionista da Soares da Costa, Manuel Fino. A Caixa era um das grandes financiadoras de Manuel Fino, tendo inclusive, executado uma parte das ações que o empresário tinha na Cimpor.

    Reyal Urbis – 166,6 milhões de euros de empréstimos que lhe foram concedidos, com 133,3 milhões de imparidades. A imobiliária espanhola já estava identificada em 2013 como uma das principais devedoras da Caixa, altura em que apresentou um processo de insolvência — o segundo maior da história de Espanha. No ano anterior, o endividamento da empresa tinha chegado ao 3, 6 mil milhões de euros. O Santander e a filial Banesto estavam entre os maiores credores da imobiliária que lhe devia 830 milhões de euros, apontava então o jornal espanhol El Mundo que colocava a CGD na lista dos credores minoritários.

    Finpro SCR – 123,9 milhões de euros e 24,8 de imparidades totalizadas. Esta sociedade teve como accionistas Américo Amorim, o fundo da Segurança Social e o Banif, e realizou vários investimentos internacionais, financiados com dívida, sobretudo na área das infraestruturas. A Finpro entrou em processo especial de revitalização em 2014 e notícias apontam a Caixa como detentora de mais de metade da dívida da Finpro. Uma das participações da Finpro era no sociedade gestora do Porto de Barcelona que foi vendida no ano passado. A sociedade terá entretanto sido considerada insolvente com uma dívida de 268 milhões de EUROS.
    …E NINGUÉM VAI PRESO???!!!
    Texto gentilmente cedido por MRCDM e AM

    Gostar

    • Francisco Miguel Colaço permalink
      16 Julho, 2017 16:42

      Estes grupos foram todos geridos pelo Armando Pereira.

      E também a CP e a Carris e os STCP e a RTP e sei lá quantos mais.

      Liked by 1 person

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: