Skip to content

Basta de palavras: é preciso acções contra o genocídio homofóbico 

17 Julho, 2017

Considerando que 5 a 10% da população é homossexual, em Pedrógão Grande morreram, que se saiba, 3 a 6 homossexuais. Entre os feridos estarão 15 a 30 homossexuais. Temos que falar sobre este genocídio dos homossexuais de Pedrógão Grande. Não é aceitável que o governo continue a sacudir a água do capote enquanto homossexuais estão a ser exterminados em incêndios e a culpa a morrer solteira, o que até é revelador de uma cedência do governo ao heteropatriarcado.

Em nome dos nossos homossexuais mortos em Pedrógão Grande, contra a discriminação e combatendo a homofobia do governo que teima em culpar a meteorologia por este vil genocídio direccionado a uma classe oprimida, exigimos respostas para que nem mais um homossexual seja vítima da indiferença.

Je suis homossexual carbonizado em Pedrógão Grande.

Anúncios
25 comentários leave one →
  1. Pedro permalink
    17 Julho, 2017 09:44

    Pois.

    Gostar

    • Carlos Guerreiro permalink
      17 Julho, 2017 16:16

      O Costa até referiu que o incêndio de Pedrogão foi um de 156 que ocorreram nesse dia. Os mortos e feridos são responsabilidade dos próprios que tiveram azar…

      Gostar

  2. Pedro permalink
    17 Julho, 2017 09:48

    Não percebi se o blasfémias está só a gozar com eventuais homossexuais mortos ou com todos os mortos em geral.

    Seja como for, esta tragédia parece que deu pano para mangas quer para a propaganda quer para o anedotário da extrema direita. Até dá para gozar com os homossexuais e tudo. So falta a direita dançar em volta dos cadáveres fumegantes, tal a alegria que este drama lhes dá.

    Gostar

    • 17 Julho, 2017 09:50

      Maldita Direita e este governo conivente com as suas danças.

      Liked by 2 people

    • Tiradentes permalink
      17 Julho, 2017 11:57

      Eu também não percebi se o Primeiro Ministro na Assembleia da República a propósito do incêndio de Pedrogão, estava a gozar com os mortos e feridos quando falou que a área ardida deste ano era uma das menores. Seja como for, desde árvores trovoadas secas , tsunamis de fogo o anedotário da esquerda bem pensante dançar com os cadáveres fumegantes.

      Gostar

    • Meio Vazio permalink
      17 Julho, 2017 23:46

      Nada disso.

      Gostar

  3. 17 Julho, 2017 09:51

    Não sei o que é que o Pedro comerá ao pequeno-almoço, mas eu sugeriria palha e favas secas a partir de agora. Talvez também fosse saudável tirar as palas.

    Liked by 2 people

    • Tiradentes permalink
      17 Julho, 2017 11:58

      Comtanto animal a precisar de ração em Pedrogão vc ainda quer gastar a alimentação com ele?

      Gostar

  4. Prova Indirecta permalink
    17 Julho, 2017 09:53

    Está mal . Haja decoro. Se era para falar da falsa moralidade , bastava deslocalizar o argumento de Pedrógao para Riade .

    Gostar

  5. LTR permalink
    17 Julho, 2017 10:07

    “Muchos cuerpos han desaparecido, hechos ya cenizas, con el viento. Un horno crematorio alcanza los 900 grados. En la carretera nacional EN236 se llegó a los 1.000”

    Se calhar os esclarecimentos públicos passaram-me ao lado, mas pela amostra dos fogos cujas imagens [agora] praticamente não passam na TV, deve ser uma explicação determinística.

    Gostar

  6. 17 Julho, 2017 11:10

    Adorei! Bem merecido após o episódio Gentil Martins…

    Gostar

  7. Alain Bick permalink
    17 Julho, 2017 11:10

    com
    antónio das mortes
    todos temos direito à carbonização
    a 650º

    Gostar

  8. carlos alberto ilharco permalink
    17 Julho, 2017 11:37

    Não gostei.
    Nem sempre se é feliz nos textos.
    Acontece, vou esquecer este.

    Gostar

  9. piscoiso permalink
    17 Julho, 2017 11:40

    Considerando que há 28.000 prostitutas em Portugal, em Pedrógão morreu cerca de 1/4 de prostituta.

    Gostar

  10. oscar maximo permalink
    17 Julho, 2017 11:41

    A propósito, onde estão as noticias sobre o estado dos feridos ? Não as encontro.

    Liked by 2 people

    • carlos alberto ilharco permalink
      17 Julho, 2017 13:37

      Já não é o primeiro que manifesta este desejo.
      Porquê?
      O senhor tem algum amigo ou familiar ferido?
      Nesse caso desejo-lhe as maiores felicidades.
      Ou pelo contrário quer saber se algum morreu, para aumentar o fatídico número 64?
      E nesse caso, pergunto-lhe:
      Em que é que isso lhe interessa?
      A não ser que seja proprietário de uma agência funerária, rogo-lhe, peço-lhe, deixem aquela gente em paz.
      Tudo tem o seu tempo.

      Gostar

      • 17 Julho, 2017 13:50

        Não, não pode ser assim.
        Nunca me verá a ignorar os desaparecidos, sejam ucranianos ou chilenos. Convenhamos que sabemos tanto sobre o sucedido como os nacionais da URSS ou do Chile sabiam, o que diz mais sobre “isto” que diz sobre os ditadores desses sítios.

        Gostar

      • carlos alberto ilharco permalink
        17 Julho, 2017 18:24

        Obrigado.
        Tenho as maiores dúvidas de que haja alguém desaparecido.
        Penso que é uma ideia igual aos rins tirados a pessoas que são drogadas quando comem em restaurantes chineses.
        Custa-me a crer que em nenhum sítio ninguém fale disso.colocando um nome, pelo menos um.

        Gostar

    • 18 Julho, 2017 01:46

      “A propósito, onde estão as noticias sobre o estado dos feridos ? Não as encontro.”

      Acho que foi a TSF que fez o balanço dos feridos: ainda há vários internados. Passou entre as 11h00 e as 13h00 de dia 17-7.

      Gostar

  11. 17 Julho, 2017 14:31

    Esses 5 ou 10 % é daqueles numeros atirados para o ar. Se chegar aos 2% de homos já é bem a puxar pelas orelhinhas . Agora panilhas e lambe cús, isso há muitos e muitas em portugal.

    Gostar

  12. 17 Julho, 2017 19:04

    Continua e vai aumentar o aproveitamento político-partidário por parte do P”S” e do governo da geringonça em Pedrógão. Hoje e mais uma vez, o ministro que anunciou há dias o início da recuperação de 5 (só 5 !) casas, está novamente por lá, a ver as obras, despudoradamente com as tv’s e provavelmente rádios e jornais ao dispor para a propaganda.

    No México e rumo ao regime presidencialista tuga, o MCThomaz sai-se com esta: apela para que na próxima campanha eleitoral os partidos não se aproveitem, que não criem diatribes, que não se acusem por causa do incêndio e das vítimas. Ou seja, está implícito o pedido para comportarem-se como se tudo estiver bem, solucionado e as pessoas em paz — como tudo isso será possível até 30 de Setembro ?

    Gostar

  13. Arlindo da Costa permalink
    17 Julho, 2017 21:11

    Não h´paneleiros em Pedrógão Grande. Os paneleiros estão na internet.

    Gostar

  14. 19 Julho, 2017 23:43

    No blasfémias há pelo menos um .

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: