Skip to content

A Brigada Anti-Racismo das Esquerdas Radicais

7 Agosto, 2017

Sempre que alguém tem uma ideia divergente no que concerne a minorias sejam elas quais forem, vem logo uma “Brigada Anti-Racismo” para atacar ferozmente as vozes dissonantes. O ataque que mais parece de cães raivosos enlouquecidos é sempre carregado de mimos insultuosos onde se repete até à exaustão palavras como racista, xenófobo, homofóbico e outras tretas. O objectivo é transmitir ao interlocutor sentimentos de culpa por ousar questionar as pobres minorias que simplesmente por serem minorias são uns pobres coitados postos à margem por uma sociedade capitalista. Chegamos ao ponto de não poder comentar factos. Falar mal de  criminosos é socialmente aceite se o criminoso  for branco, heterossexual , cristão, ateu ou judeu. Mas se tiver  outra  cor de pele, tendência sexual ou religião a “Brigada Anti-Racismo” vai conotar-nos de racistas, xenófobos e homofóbicos. Quem ousar dizer que o Islão é uma religião dominadora/invasora como o comprova a destruição de igrejas católicas na Europa para construir mesquitas ou a imposição da lei da Sharia em vários países, vai ser silenciado com ataques acusatórios de racismo mesmo sabendo-se que há uma perseguição aberta aos católicos, judeus e homossexuais por essa religião. Afinal em que ficamos? Quem são os racistas, xenófobos e homofóbicos?

Para sermos poupados a este enxovalho temos de aceitar tudo. Mesmo tudo. Assim, se umas senhoras resolvem querer utilizar uma piscina privada tapadas só com rosto visível, os proprietários terão de aceitar a indumentária sem restrições. Só porque são muçulmanas.  Mesmo que essa vestimenta seja um símbolo religioso que representa a opressão sobre as mulheres no oriente. Nós cultura ocidental temos de ser abertos a isso e apoiar. Temos de respeitar, dizem eles. Regredir se falta fizer, à idade média. Porém, estas Brigadas são as mesmas que berram a toda a hora que o nosso país é laico, que não pode haver uma imposição de uma religião sobre os cidadãos, que todos somos livres de ter ou não religião logo os símbolos como os crucifixos  nas escolas são proibidos ao abrigo da nossa Constituição. Ah! mas se for o islão a impor que não se sirva carne de porco nas escolas, que se use véu dos pés à cabeça ou  seja lá o que for? Temos de respeitar em prol da minoria, pois claro! Aí já não somos laicos e até usamos dinheiros públicos para financiar mesquitas expropriando particulares. Pois, coitados. Tudo pelo bem das minorias.  E se forem ocidentais a serem bloqueados numa discoteca pela indumentária,  ou quererem praticar nudismo fora de uma praia autorizada,  ou quererem entrar em piscina de hotel com fato de surf ou de mergulho? Há problema? Sim?! Não?! Decidam-se. Antes que eu vos chame de “racistas”.

Entretanto vai-se passando ás populações a ideia errada que quem entra num país pode impor sua cultura anulando a existente. Ou seja, eu posso no Japão  impor a não obrigatoriedade de tirar os sapatos quando entro em casa particular ou recusar-me a comer sentado no chão por achar pouco higiénico ou mesmo numa mesquita entrar de sapatos porque sou ocidental. Ah! Espera… não posso. Sou ocidental logo, nos países dos outros tenho de respeitar seus costumes, sua cultura, sua história. Só quem vem ao Ocidente é que não. A estupidez é tanta que breve seremos uma Europa descaracterizada onde chegar a França, Bélgica, Suécia ou Alemanha  será como visitar um país árabe. Deixarão de haver vestígios ocidentais.  Será, do género, “visite o Mundo árabe sem sair da Europa”. Não duvidem.

A verdade é que estas “Brigadas Anti-Racismo” não defendem coisa nenhuma. Instrumentalizam essas minorias para atacar indirectamente a sociedade capitalista onde elas se inserem, e quem a defende,  culpabilizando essa sociedade por estas desigualdades. Não passa de imposição de ideologia marxista camuflada. Francisco Louçã por exemplo está-se pouco lixando para os ciganos e os pobres. Não faz efectivamente nada por eles. Assim como Catarina Martins ou Jerónimo. A prova é que eles mesmos se segregam ao colocarem os filhos em colégios privados, não frequentando lugares acessíveis a ciganos ou beneficiários do RSI, nem vivendo sequer perto deles. São finos burgueses de casta alta que conduzem Porches, fazem compras e vivem nas melhores zonas da cidade como capitalistas. Não se misturam. Integrar é para os outros enquanto eles fingem preocupar-se com estas questões só para passar uma única mensagem (falsa): o capitalismo destrói sociedades. Ponto.

Não é racismo nenhum dizer que todas a comunidades são bem vindas desde que se integrem no país receptor, desde que não sejam invasoras. Porque impor limites não é coagir liberdades. É exigir respeito pelas culturas dominantes que caracterizam um país, um povo. Aceitar que se apague toda a história de uma nação é o mesmo que aceitar a sua extinção deixando que uma minoria de hoje seja a maioria amanhã fomentando o desaparecimento de toda uma cultura.

 

 

 

 

 

Anúncios
142 comentários leave one →
  1. 7 Agosto, 2017 14:43

    Excelente. Parabéns. A Cristina diz abertamente aquilo que seguramente uma maioria só o faz em privado. Obrigado pela clareza.

    Liked by 2 people

  2. Raghnar permalink
    7 Agosto, 2017 14:51

    Parabéns à Cristina Miranda, o pensamento no Ocidente está a ser policiado e desiluda-se quem pensa que isto acontece para construir uma “sociedade melhor”.

    Quem olha minimamente para as projecções demográficas sabe que, a este ritmo, ainda este século a comunidade islâmica será maioria. Imaginemos o que sucederá numa Europa onde o Islão é eleito “democraticamente”, sabendo-se dos inúmeros exemplos da “tolerância” que já demonstrou por esse mundo fora, sempre que passam de “minoria” a maioria.

    Ainda hoje passou de manhãzinha um ataque a uma igreja cristã na Nigéria, que parece ter sido por “obra e graça do Espírito Santo”. Já que não ouvi nada sobre o Boko “a educação não-islâmica é um pecado” Haram e claro que os nosso jornalistas, sempre comprometidos com a verdade, não teriam intenção de ocultá-lo…

    Liked by 1 person

  3. 7 Agosto, 2017 15:24

    Republicou isto em PortugalGate and commented:
    Sempre que se usa a mioleira, a extrema esquerda acusa de racismo. Sempre que alguém tem uma ideia diferente, a esquerda acusa de Satanás. Sempre que alguém pensa fora da caixa, a esquerda logo lhe chama de Neoliberal fascista. Enquanto uns trabalham e produzem riqueza, outros gostam de maconha e o que dizem serve só para encher melões.

    Liked by 2 people

    • 8 Agosto, 2017 02:17

      Sério ? O Relvas, o Salgado, o Dias Loureiro, o Duarte Lima produzem riqueza ?

      Gostar

      • 8 Agosto, 2017 17:01

        Pelo menos não a roubam à ponta d’arma, como a Cacarina das Causas Perdidas e o Jirónimo, o Último dos Malucanos. E o Costa, o Homem do Leme da Concórdia.

        Quem não gostava do Salgado, usava outro banco, como a sempre falida CGD.

        Liked by 1 person

      • Pedro permalink
        9 Agosto, 2017 09:00

        O senhor Colaço ainda não percebeu que vai pagar o bes de qualquer maneira ? Foi o que ganhámos com a privatização. Durante umas décadas os acionistas sacaram milhares de milhões até rebentarem com aquilo. Agora deixam a conta para a gente pagar.

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        9 Agosto, 2017 10:25

        Esqueceu-se da CGD… Ah! Espera… É pública… Essa é o “Estado” q paga e não o contribuinte 😂😂😂😂😂😂

        Gostar

      • sam permalink
        9 Agosto, 2017 09:20

        Pedrocas, combinemos uma coisita: eu pago o BES e tu pagas a Caixa.

        Liked by 1 person

      • Pedro permalink
        9 Agosto, 2017 15:05

        Cara Cristina.

        Sim, é o estado que paga os prejuízos da cgd.

        A diferença é que também ficou com os lucros, quando os houve.

        Já nas privatizações da banca, os privados ficaram com os lucros e agora o estado paga os prejuízos.

        Não está a ver a diferença pois não ?

        Gostar

    • 8 Agosto, 2017 22:45

      Francisco Colaço.

      Que é como quem diz, quem não quiser ser roubado que vá para uma ilha deserta, porque os bancos roubam todos. Entretanto, eu não era cliente do bes, mas parece que também estou a pagar aquilo, por mais que os cúmplices da alta finança como você digam que só é roubado quem quer.
      Daqui a bocado está a dizer que foi a velha que o Duarte Lima matou que lhe pediu para ser assassinada.
      A mentalidade da direita é a de um gang de narcotraficantes.

      Gostar

      • 8 Agosto, 2017 23:07

        Pergunte às vítimas do Che e ao Trotski. Pode ser que, com uma mesa de pé de galo e uma outra pitonisa, adquira alguma informação que não tenho.

        Quem queria salvar o BES era o PS. Se tem memória, é muito recente as críticas a Passos Coelho por não haver salvo o BES, inclusivamente dos acalhausados canhotos e dos vermilhóides.

        Liked by 2 people

      • Cristina Miranda permalink
        9 Agosto, 2017 08:41

        Ai Pedrinho mais tabaco nisso

        Liked by 1 person

  4. campus permalink
    7 Agosto, 2017 15:45

    Falam mal do comunismo e depois vão a correr comprar o bilhete da Festa do Avante.

    Gostar

    • sam permalink
      7 Agosto, 2017 18:10

      É de natureza: o vermelho atrai o gado taurino…

      Liked by 1 person

    • Manel do Vau permalink
      8 Agosto, 2017 22:28

      A intenção é contribuir com a respectiva percentagem do IRS, cobrada pelos jerónimos, e que religiosamente vão entregar para os cofres do Estado

      Gostar

  5. oscar maximo permalink
    7 Agosto, 2017 16:03

    Concordo com quase tudo, mas não no assunto das vestimentas, a cultura do ocidente é cada qual vestir como quiser. E cortar o cabelo como quiser, seja á Kim Il Sung ou “crista-de_galo”.
    Ah e tal, se não está habituada a despir-se diante familiares então fique em casa – depois do pagamento esta posição torna-se ilegítima.

    Gostar

  6. José Domingos permalink
    7 Agosto, 2017 16:04

    Mais uma vez, obrigado. Quando se sai da manada, aparece logo comitê da promoção da virtude e prevenção do vício.
    Em passos largos a caminho da destruição dos valores ocidentais.
    Veremos se isto acaba assim?

    Liked by 2 people

  7. 7 Agosto, 2017 16:10

    Se todos, mesmo todos os que pensamos assim, votássemos num só partido que nos defendesse e não ao politicamente correcto, quase que eliminávamos os do costume da AR. Era um terramoto político como foi o Trump nos EUA.

    Liked by 1 person

    • 8 Agosto, 2017 17:03

      Mas o terramoto do Trump tem-se vindo a revelar um delirius tremens.

      Se ao menos o homem fizesse o que disse que iria fazer…

      Gostar

      • 9 Agosto, 2017 10:07

        Mas que foi uma pedrada no charco, foi.
        Adorei ver os demo cratas a espumarem-se, revelaram um mau perder que normalmente querem associar aos republicanos.
        No entanto, quando o Obama ganhou, o outro lado acabou por aceitar o resultado, desta vez ainda não se habituaram ao resultado e investidura do homem.

        Liked by 1 person

  8. Luis permalink
    7 Agosto, 2017 16:18

    A Europa, va-se la saber porque, nao tem natalidade suficiente para ter trabalhadores jovens para trabalhos nao qualificados. Nos anos 60 e 70 o Norte recorria aos imigrantes do Sul. Depois com a queda da URSS vieram os imigrantes de Leste. Sucede que os paises de Leste estao ha muito tempo com indices de fertilidade pouco acima de 1. O unico pais que ainda tem uma natalidade decente na populacao nativa e a muito catolica Irlanda! Nem os paises de Leste ja tem jovens suficientes para si e para a emigracao. Dai que nao ha gente para trabalhar sazonalmente na agricultura, nas fabricas, limpezas, transportadoras, comercio, restauracao. Ora so ha tres solucoes. Ou pomos quem tem mais de 60 anos a trabalhar, como sucedia no passado, quando nao havia Estado Social; ou atacamos as causas de quebra da natalidade, e voltamos a ter indices de fertilidade acima de 2: ou comecamos a importar imigrantes de Africa e da Asia. A Alemanha, pelos vistos, nos ultimos anos escolheu a ultima opcao…

    Liked by 1 person

    • Rafael Ortega permalink
      8 Agosto, 2017 12:56

      “ou atacamos as causas de quebra da natalidade”

      Isso não é possível. Licenças de maternidade/paternidade, abonos de família, cresces, tudo esbarra num problema:

      não se pode discriminar por origem étnica e religiosa.

      Interessa aumentar para cerca de 2,1 a natalidade da população europeia nativa de classe média e média alta. Pessoas que trabalham, pagam impostos e têm níveis aceitáveis de educação e civismo.

      Mas para levar esse segmento da população (que ainda é a maioria) para os 2,1 com abonos, licenças de maternidade, cresces, etc. leva-se a população europeia nativa subsídio dependente e a população invasora para os 5 ou 6.

      Liked by 1 person

      • 8 Agosto, 2017 17:05

        Eles bem nos tentam f… com impostos, mas alguém tem que lhes dizer que a reprodução humana não acontece dessa maneira.

        Estes escarralhados são o produto do Colégio Moderno.

        Liked by 1 person

    • 8 Agosto, 2017 21:54

      A quebra da natalidade, como justificação para politicas de imigração em massa, em paises com altas taxas de desemprego, em depressão económica ou anémica, é uma falacia que apenas serve, grandes interesses para subversão, e subjugação politica. Sobretudo se estivermos a falar de imigração exclusivamente seleccionada de culturas milenarmente inimigas do ocidente.

      Liked by 1 person

  9. Luis permalink
    7 Agosto, 2017 16:22

    Para aumentar a natalidade sao necessarias medidas complexas e nao passa por mais Estado Social. O problema e cultural e seria necessario limpar o marxismo cultural.

    Estou convicto que uma das causas da baixa natalidade esta no facto de termos gente a estudar ate aos 30 anos, entre mudancas de curso, mestrados, formacoes, doutoramentos. Isto foi-me dito por um professor da Fac. de Letras de Coimbra ha uns anos, que se opunha totalmente a Bolonha. Para ele, cada um deveria acabar o seu curso por volta dos 21/22, constituir familia e ter filhos e mais tarde, ja com familia constituida e vida estruturada, e com outra maturidade intelectual, poderia entao fazer o mestrado e o doutoramento se assim o entendesse.

    Liked by 1 person

    • 8 Agosto, 2017 07:41

      Então a baixa natalidade é culpa do Marx e dos jovens tirarem doutoramentos.

      Até parece que isto é um país de doutores marxistas.

      Gostar

      • 8 Agosto, 2017 17:06

        O país de doutores marchistas é a Venezuela. Sai mais uma ode do Boaventura Neurónio Singular.

        Liked by 1 person

      • 8 Agosto, 2017 22:52

        Caro Colaço.
        Sim, o Marx também é o responsável pela baixa do preço do petróleo que lixou a Venezuela.
        O Marx também deve ser responsável pelas verrugas no nariz e a falta de tesão.

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        9 Agosto, 2017 08:40

        Internamento compulsivo, já!

        Gostar

      • 8 Agosto, 2017 23:10

        Mais um marchista que não sabe nada de Marx… nunca ouviu falar de autossuficiência?

        Leia lá os escritos dos vermilhóides primevos.

        Por que raio é que os socialistas têm sempre de comprar coisas aos malvados capitalistas? Não é suposto ser o socialismo cientificamente superior?

        Sgiro-lhe a leitura de Kondrontiev, «Fundamentos da Ideologia Marxista-Leninista». Edição MIR do fim dos anos 60.

        Liked by 1 person

      • Pedro permalink
        9 Agosto, 2017 09:08

        Caro Colaço.

        Não sou “marxista”, mas também não sou estúpido para acreditar que a culpa da baixa natalidade no ocidente ou da baixa dos preços do petróleo que abalou a economia da Venezuela seja por culpa do Marx.

        Concretamente considero os marxistas umas bestas. Mas também considero igual quem acredita em propaganda anti-marxista igualmente bronca.

        O marxismo já tem suficientes coisas más para ser criticado, não precisamos descer ao nível de burrice deles para os criticarmos. A menos que sejamos tão burros como eles – o que é o caso da extrema direita neoliberal.

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        9 Agosto, 2017 10:24

        😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😁😂

        Gostar

  10. Luis permalink
    7 Agosto, 2017 16:26

    Se continuarmos a renegar a matriz crista da Europa, e os valores dos Antigos, a chamada Tradicao, outros tentarao ocupar o espaco vazio. O mal e que em paises como Portugal bastam meia duzias de jacobinos na rua a berrar para terem logo direito a ser capa de jornal e ter toda a atencao mediatica. O jornalismo e parte do problema.

    Liked by 1 person

    • 8 Agosto, 2017 02:25

      Mas a matriz cultural da europa é precisamente a sua capacidade de assimilar as outras culturas. Vide o facto da maior parte da europa ter adoptado um carpinteiro judeu como seu deus. A tradição europeia é precisamente essa flexibilidade e estado permanente de revolução.

      Gostar

      • JgMenos permalink
        8 Agosto, 2017 10:35

        Assimilar é tornar semelhante; ´semelhante à minoria é a proposta revolucionária da esquerdalhada?
        Para tudo são as massas; se mudam cor ou vestes são as minorias!

        Palermas que se guiam por oposição ao senso comum e nisso se julgam revolucionários.

        Liked by 1 person

      • Pedro permalink
        8 Agosto, 2017 15:56

        Caro jgmenos.

        Então o senhor rejeita o cristianismo, essa religião de uma minoria perseguida a que a maioria resolveu tornar-se semelhante.

        Gostar

      • 8 Agosto, 2017 23:11

        Absorva-os na SUA casa, Pedro. Quantos migrantes tem a viver consigo?

        Liked by 1 person

      • Pedro permalink
        9 Agosto, 2017 09:18

        Caro Colaço.
        O ocidente é uma cultura mista, nesse sentido você já os tem em sua casa. o ocidente adora um deus que imigrou daquelas paragens, trazido por imigrantes daquelas paragens. Várias das principais cidades portuguesas foram fundadas por fenícios, outros imigrantes daquelas paragens. Se você escreve é graças ao alfabeto que eles ensinaram ás tribos primitivas da Europa. A agricultura e a vida em cidades também foram modos de vida que tiveram origem naquela parte do oriente. Aliás o próprio nome Europa tem a ver com esse povo de imigrantes orientais. Pode mandar bocas à vontade, que não deixa de ser um subproduto cultural dos povos do médio oriente que tanto despreza.

        Gostar

  11. Luis permalink
    7 Agosto, 2017 16:31

    Parte da Direita portuguesa nunca resolvera a questao da natalidade pois sao iguais aos bloquistas na questao dos valores. Sao uma Direita de negocios, neotontos, mas encostados ao Estado. Babam com a privatizacao da Saude e do Ensino, mas que seja uma privatizacao na qual depois o Estado pague todas as despesas do privado. Babam com a chamada Economia Social, mas que seja o Estado a pagar todas as despesas das IPSSs. Tudo uma valente chico-espertice para viverem a custa do dinheiro dos nossos impostos.

    Uma verdadeira Direita com valores cristaos, com gente que nao precisa da politica para ser abastada, de comerciantes, industriais, proprietarios, com valores rigidos, como ainda ha em Inglaterra, Italia ou Espanha, onde esta em Portugal? Gente com a recta intencao, e nao mocos de recados de intrigas, canalhas de esquemas chico-espertos para viver do Orcamento de Estado.

    Liked by 1 person

    • Pedro permalink
      9 Agosto, 2017 09:26

      Então não sabe que a baixa natalidade é um problema de todo o ocidente ? Agora culpa é do bloco ?
      E desde quando ser “abastado” foi impedimento a usar a política para roubar para ficar ainda mais abastado ?
      Meu deus…

      Gostar

  12. Luis permalink
    7 Agosto, 2017 16:35

    Desde que a Europa saiu do Norte de Africa e do Medio Oriente nunca mais acabou a perseguicao as outras religioes. Samaritanos, druzos, seguidores de Zoroastro, cristaos assirios e coptas, etc. Estes nao tem voz para as macacas de altifalante que vao para as ruas de Lisboa defender minorias.

    Gostar

    • 8 Agosto, 2017 02:37

      Olhe que não. O bloco já várias vezes defendeu minorias perseguidas pelos islamitas.

      Gostar

      • 8 Agosto, 2017 23:14

        As minorias devem agradecer então que a calhauzada lute por meter os ditos islamitas, a quem eles obviamente combatem, no meio da Europa.

        Se eu não tivesse a impressão de que seguem um plano bastante diabólico, diria que são a definição filológica da imbecilidade tacanha.

        Gostar

    • Pedro permalink
      9 Agosto, 2017 09:31

      Caro Colaço.

      A essência da filosofia ocidental é precisamente não fazer distinções entre raças, religiões, sexos, orientação sexual, etc, no sentido da valorização do conceito de humanidade.

      É uma pena que tenham de ser os marxistas do bloco a lembrar isso á extrema direita.

      Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        9 Agosto, 2017 10:19

        😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂

        Gostar

  13. 7 Agosto, 2017 17:46

    Ainda este fim semana numa roda de amigos, e aproveitando a conversa que se desviou para a politiquice, atirei ” o PCP devia ser proibido e os seus bens nacionalizados, pois um partido que apoia as ditaduras de Cuba, Venezuela e Coreia Norte não é um partido democrático “. Foi a risada geral e alguns sorrisos amarelos também. Porque no “PCP não há corrupção”, pq “em Cuba ao menos é tudo de borla” etc. Quanto à corrupção ela existe, como se pode ver actualmente. O domínio do PCP através dos sindicatos da administração publica é mais que evidente. E são tão ou mais corruptos que agora se calam todos pq o PCP apoia formalmente o governo, está com um pé no governo a troco de influencia sindical que estava esmorecer nos últimos anos. Quanto a Cuba, não é preciso uma ditadura para termos um ensino ou um SNS gratuitos. Em Portugal ambos são gratuitos ( só há pouco tempo é que pagamos a taxa moderadora, o equivalente ao que nós gastamos cada vez que vamos ao café com uns amigos ). Enfim, eles não estão habituados a ouvir a verdade e julgam-se moralmente superiores. Já chega de salamaleques. Eles têm que ser envergonhados em público.

    Liked by 2 people

  14. ABC permalink
    7 Agosto, 2017 18:53

    As minorias, que de facto sofreram, parecem não se contentar com justiça – querem vingança.
    Cristina Miranda, aparecem-me pop-ups publicitários a toda a hora. Um deles é da revista Máxima e o slogan principal é “perfeito é ser mulher”.
    Acha bem? Acharia bem se numa revista para homens aparecesse o slogan “perfeito é ser homem”?

    Gostar

    • Cristina Miranda permalink
      8 Agosto, 2017 08:06

      Acha mesmo q me incomodo com estupidez escrita 1 revista?

      Gostar

      • ABC permalink
        8 Agosto, 2017 11:00

        Acho que não.
        Acho que as pequenas coisas sobre as quais escrevia e que se relacionavam fortemente com a vida e o dia a dia de muitos de nós, já não lhe interessam. Ou, já não lhe chegam.
        Qualquer dia até compreende que António Costa, com Assuntos Muito Importantes para tratar, não se incomode muito com 64 anónimos queimados.
        E no entanto, a publicidade à Máxima reflecte o sexismo impune de quem é mulher, como outras coisas de que você fala mostram a intolerância impune de quem não é branco, cristão, heterossexual, etc.
        O que é que já perdeu?

        Gostar

      • 8 Agosto, 2017 23:07

        Cara Cristina, caso não tenha percebido, o abc está a metê-la no mesmo barco em você meteu a “brigada antiracismo das esquerdas radicais”.
        Daqui a bocado está a dizer que você anda de Porsche á custa dos pobres homens.
        É que você goza com os outros grupos discriminados, mas esquece que foram movimentos do tipo das esquerdas radicais que ataca que libertaram as mulheres. No tempo do predomínio da direita conservadora de que se faz porta-voz, você estava em casa a coser meias e não mandava bitaites que o macho de serviço não lho permitia.
        Brinque muito com o fogo, que os seus próprios amigos direitistas ainda fazem un churrasco consigo.

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        9 Agosto, 2017 08:40

        Vá tomar a sua medicação.

        Gostar

      • Pedro permalink
        9 Agosto, 2017 09:36

        Goze à vontade, que não goza tanto como eu ao vê-la a defender a ideologia que a quer em casa a coser meias.

        Portanto os tipos que lutam contra a discriminação, que curiosamente são os que lutam contra a discriminação contra as mulheres, são a “brigada” e tal… Os seus amigos da direita conservadora é que são os bons.

        Continue que eu estou a rir.

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        9 Agosto, 2017 10:18

        Lutaram muitos por esses direitos e nada tinham nem têm de comunistas.

        Gostar

      • Pedro permalink
        9 Agosto, 2017 10:56

        Sim cara Cristina.

        Mas com certeza esses que lutaram pelas “causas fracturantes” como foi a SUA libertação, não eram da direita conservadora que você defende.

        Mas entre eles havia muitos comunistas.

        Gostar

      • ABC permalink
        9 Agosto, 2017 12:12

        @Pedro
        A Cristina Miranda não me parece pertencer à demografia-alvo da Máxima, mas a minha pergunta não era sobre algo que estivesse escrito na revista em si, era sobre a publicidade à revista. Sobre o slogan sexista “perfeito é ser mulher”.

        Vamos estender esse slogan a outras demografias.
        – perfeito é ser homem – pode ser?
        – perfeito é ser branco – pode ser?
        – perfeito é ser heterossexual – pode ser?
        – perfeito é ser cristão – pode ser?
        – perfeito é ser de direita – pode ser?

        – perfeito é ser homem, branco, heterossexual, e cristão de direita – alguém pode escrever isso num pop-up que aparece constantemente no ecrã de milhares de pessoas?

        Voltemos então ao problemazito que não valeu a atenção dela – porque é que pode ser? Há sexismo correcto? Racismo correcto? Isso já merece atenção da Cristina Miranda?

        Mas as prioridades da Cristina Miranda são outras, são mais abrangentes, são maiores. O Islão, e a injustiça que é a esquerda radical tratar os muçulmanos em regime de excepção – e eu concordo, não vai haver churrasco Pedro, lamento, não gosto de excepções, nem para a esquerda, nem para a direita nem para homens, mulheres, religiões.
        Mas não vamos fechar os olhos ao resto, estive 15 dias no Algarve e não vi um único burkini, mas, relativamente perto, 600 ingleses embriagados destruíram uma rua e foi preciso polícia de choque – foi notícia durante dois dias, seria o quê se fossem 600 muçulmanos contra a polícia em Albufeira?
        A Cristina Miranda devia-se mandar ao ar, não? Mandou? Não.

        Não sei se a Cristina Miranda quer aproveitar o palanque que é o Blasfémias para percorrer a via sacra Movimento Cívico / Candidatura Independente / Assento Parlamentar / Estrasburgo. Há muito quem o tenha feito, como se sabe, e todos se perderam no caminho.

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        10 Agosto, 2017 18:57

        Meus caros senhores, eu não leio a Máxima nem revistas similares. Não me oponho a quem leia, nem acho que não devam existir só porque não aprecio de todo. Cada um sabe de si. Por isso o que nelas vem ou deixa de vir, nada me diz. Até porque há assuntos que não são assuntos. é só treta pra vender. Depois não tenho paciência pra discussões parvas do tipo: “perfeito é ser isto ou aquilo” pois para mim, perfeito é ser aquilo que gostamos de ser. Ponto. Cabe a cada um decidir. Gosto de ser mulher. Não trocaria essa condição por nada mesmo que fosse possível, mas se fosse homem de certeza que diria exactamente o mesmo. Essa mania de ver machismo e feminismo em tudo irrita-me profundamente. Adoro mulheres e homens. Acho que uns não ocupam o lugar de outros. A beleza está nas diferenças que se complementam e nisso a natureza foi perfeita. é claro que onde há sexos diferentes há desencontros, há atritos, tudo perfeitamente normal. Que seria do mundo se fossemos todos iguais, a pensar igual, a agir igual. Uma seca. Por isso não percam tempo a tentar colocar-me em discussões feministas ou machistas. Não gasto 1 neurónio nisso.

        Gostar

      • Pedro permalink
        9 Agosto, 2017 15:02

        Caro abc.

        Em parte concordo consigo.

        Mas olhe que a “brigada antiracista da esquerda radical” critica muito mais os excessos da religião muçulmana, por exemplo o que se passa na Arábia saudita, do que a direita tradicional, que se cala sobre o assunto.

        Quanto ao assunto que abordou, sim, concordo que existe um sexismo feminino tão mau como o masculino. Simplesmente temos de concordar que aqui as vítimas ao longo de toda a história foram elas. Não por elas serem melhores pessoas, que não são, mas porque nós tínhamos a força.

        O que nos remete para a minha observação à Cristina. Ela faz parte dos grupos que a “brigada antiracista da esquerda radical” defende, só por fanatismo esqueceu-se de referir o pormenor.

        Porque foram os gajos (e gajas) que levantaram as questões fracturantes que ela tanto critica que a libertaram.

        Por exemplo, tenho uma pessoa na família que, nos tempos em que reinava a direita conservadora que a Cristina defende com tanto orgulho (AHAHAH) concorreu a um emprego, tendo ficado em melhor qualificada, mas o processo foi anulado, porque alguém descobriu que, segundo a legislação conservadora em vigor, as mulheres não podiam ocupar aquela funções.

        Desculpe por me rir, quando vejo pessoas como esta Cristina a defender o conservadorismo desses bons velhos tempos e a urrar contra os defensores das causas fracturantes…que a libertaram !

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        10 Agosto, 2017 18:37

        “esta Cristina” Paulinho? Tens a mania que podes tratar-me aqui como te convém. Estás enganado. Não te aturei isso no meu perfil do facebook, aqui muito menos. E pára de mentir sobre as lutas porque nessas lutas havia muita gente não marxista. Se há coisa que me enoja e muito é virem aqui auto-proclamar que os marxistas são o ÚNICOS a lutar por liberdade, direitos e por aí fora. Que nojo de mentirosos.

        Gostar

      • 9 Agosto, 2017 21:09

        Bem Pedro, nesse caso as esquerdas fracassaram ou regrediram. Desde aquelas fotos de antanho do politburo soviético até aos comités centrais coreanos, cubanos, chineses, venezuelanos, e portugueses, não abundam mulheres.
        E não foram os comunistas que libertaram as mulheres, foram elas, a ferro e fogo (mesmo). Não foi nenhuma oferta. Ainda hoje não é.

        Liked by 1 person

      • Cristina Miranda permalink
        10 Agosto, 2017 18:21

        O Pedro é um aldrabão mentiroso.

        Gostar

      • Pedro permalink
        10 Agosto, 2017 14:10

        Caro abc.

        As esquerdas não foram as únicas, mas foram as principais defensoras das causas fraturantes das quais a pobre e mal agradecida Cristina beneficiou.

        A direita conservadora que ela defende com tanto orgulho (AHAHAH) sempre tentou manter as pessoas como ela como cãezinhos de estimação, quando não como animais de trabalho.

        Não me refiro apenas á esquerda comunista, mas a toda a esquerda, inclusive a democrática, que esta inteligente senhora também ataca.

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        10 Agosto, 2017 18:20

        Olha Pedro, para além de mentiroso o que és mais? Humm já sei… tendencioso, aldrabão… Gostas tu e a tua troupe toda de colar essas lutas a gente como tu. Não caro amigo. Isso foi o que os marxistas andaram a ensinar nas escolas para ignorante engolir. As lutas das pessoas por direitos envolveu muita gente sem ideologia marxista. Vai te catar tu e mais as tuas mentiras.

        Gostar

      • sam permalink
        10 Agosto, 2017 14:19

        “inclusive a democrática”

        AHAHAHAHA

        Gostar

      • 11 Agosto, 2017 13:55

        Cara Cristina, torno a dizer que, para mim, é a pub e não a revista o tema do que escrevi – e aqui vai um disclaimer: odeio a publicidade moderna, toda.
        Há muito que não leio uma Máxima – não faço parte do público alvo e só leio esse tipo de revistas em salas de espera. Mas olhe, um dia, por piada, leia uma coisa dessas, e depois fale comigo.
        Vai ver que está muitíssimo longe de ser uma revista inocente.
        Há causas a que me dedico, e procuro activamente saber mais. Outras coisas caem-me no colo sem eu pedir, mas também não as descarto sem dar uma vista de olhos – as coisas que se aprendem nos sítios mais inesperados são fascinantes.
        Por exemplo, antes de ignorar o “pedro” quero avaliar melhor o que é o “pedro”. E é interessante, não é?

        Liked by 1 person

      • Cristina Miranda permalink
        14 Agosto, 2017 10:41

        Sim, claramente. Tem razão.

        Gostar

  15. Manuel permalink
    7 Agosto, 2017 19:05

    Excelente!

    Liked by 1 person

  16. Luis permalink
    7 Agosto, 2017 19:14

    Um caso paradigmatico do quao nefasto e o marxismo cultural pode ser encontrado na America Latina, especialmente no Brasil. Hoje em dia existem exercitos de licenciados brasileiros com um odio profundo ao “terrivel” homem portugues (contudo sao mais condescendentes com os colonos franceses ou holandeses), devidamente doutrinados por professores amantes do marxismo e de todas as teorias da mesma familia.

    Liked by 2 people

    • 7 Agosto, 2017 19:32

      Sim, brasileiros tão parvos que não gostam de existir.

      Gostar

    • André Miguel permalink
      7 Agosto, 2017 22:53

      É como em África. Podem passar fome e viver na maior miséria, desde que governados por alguém da mesma cor.

      Liked by 2 people

  17. Arlindo da Costa permalink
    7 Agosto, 2017 19:54

    A Srª Cristina vive num mundo virtual.

    Gostar

    • Democrata com larga experiência — Vende-se permalink
      7 Agosto, 2017 22:32

      Caixa Geral de Depósitos
      Grandes devedores: 5 estão falidos, 4 não pagam.

      Tribunal de Contas
      Rigor e transparência das contas públicas em causa.

      SIRESP
      Todas as falhas do SIRESP desde 2010.

      É esta a sua realidade?

      Liked by 2 people

    • JgMenos permalink
      8 Agosto, 2017 10:38

      A ‘realidade’ do politicamente correcto é o conforto da esquerdalhada.

      Liked by 1 person

  18. nisof permalink
    7 Agosto, 2017 20:14

    Não tem coisa mais parecida com um cagão comunista do que um assustado antiracista!

    Liked by 3 people

  19. Manel do Vau permalink
    7 Agosto, 2017 22:54

    Muito bem observado e argumentado.
    Numa estilo linguistico mais baixo mas mais popular, permita-me dizer só isto:
    — P q P as esganiçadas e afins

    Liked by 2 people

  20. Manuel A permalink
    8 Agosto, 2017 00:26

    Parabéns Cristina por mais este escrito magistral.

    1000% de acordo.

    Para uns quantos contraditores que por aqui andam a despejar tonterias, aqui deixo o Decálogo que os Brasileiros não se inibem de dizer em público ao contrário dos Portugueses!
    Ora vejam se Cá não é igualzinho, sem tirar nem pôr!:

    Liked by 1 person

    • Pedro permalink
      10 Agosto, 2017 14:24

      Impressionante, com musiquinha de filme de terror e tudo.

      Quem vir isto até pensa que a direita rival do comunismo não faz mais ou menos exatamente a mesma coisa.

      Gostar

  21. 8 Agosto, 2017 02:08

    A Catarina, o Jerónimo e o Louçã andam de porche ?

    Estes sites de extrema direita para atrasados mentais são mesmo para rir.

    Gostar

    • Cristina Miranda permalink
      8 Agosto, 2017 07:57

      O louçã sim. Os restantes capitalistas do BE, não sei a marca dos carros ou motas q conduzem

      Gostar

      • Pedro permalink
        8 Agosto, 2017 16:08

        Granda menttirosa.

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        9 Agosto, 2017 08:50

        Voltas a insultar e trato-te da tosse

        Gostar

      • Pedro permalink
        8 Agosto, 2017 16:09

        Granda mentirosa.

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        9 Agosto, 2017 08:49

        Voltas a insultar e trato-te da tosse

        Gostar

      • 8 Agosto, 2017 17:09

        Por acaso não é. A Cristina tem razão, Pedro.

        É uma anedota coimbrã, um segredo mal guardado.

        Liked by 2 people

      • Pedro permalink
        9 Agosto, 2017 10:00

        Não posso expressar a opinião de que você está a mentir quando afirma que o Louçã anda de Porsche, que você “trata-me da tosse” ?

        Por tratar-me da tosse, obviamente que não espero de si, por exemplo, que apresente provas da sua afirmação. Isso seria da parte de alguém que não está a mentir.

        Por tratar-me da tosse eu sei que a única coisa que lhe resta é a censura, o que nestes sites de extrema direita acontece sempre mais cedo ou mais tarde.

        Faça favor que outra coisa não espero eu de si.

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        9 Agosto, 2017 10:16

        Pedrinho… Pedrinho… Já te disse q ainda tu andavas a borrar fraldas já eu carregava camiões de blocos. As provas estão com aqueles q têm conhecimento de causa. Ou acha q ele consegue ser invisível? Ah! E a “casita” dele, conhece? E o recheio da mesma, não? Tem de se fazer amigo dele e pedir pra q o convide pra jantar. Que injustiça. Logo você q é advogado de defesa ferrenho dele.

        Gostar

      • Pedro permalink
        9 Agosto, 2017 10:59

        Sim, imagino que você vá muitas vezes a casa do Louçâ e ele a convide para andar no Porsche, quiçá na coleção de Porsches dele…

        Ou seja, você não tem qualquer prova do que está a afirmar.

        Sendo assim eu estou no meu direito de ter a opinião de que está a mentir.

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        10 Agosto, 2017 19:45

        sim, sim, somos mentirosos. o homem é um ser invisível. não vive no meio da sociedade. vive como os ursos. e hiberna. logo é impossível por a vista em cima nem saber nada sobre ele. ó homem vá ver se eu estou no Polo Norte.

        Gostar

      • Pedro permalink
        9 Agosto, 2017 11:41

        Caro Colaço.

        Apresentarei imediatas desculpas à Cristina se me apresentarem provas, que o gajo anda de Porsche.

        Simplesmente essa do diz que disse, tipo os suicídios do Passos, não é suficiente. Porque, assim como os extremistas de esquerda são mentirosos, os extremistas de direita também inventam tudo o que for preciso na sua propaganda.

        Até lá estou no meu direito de expressar a minha opinião de que é mentira.

        Gostar

  22. 8 Agosto, 2017 02:13

    Com isto ficamos a saber que a Cristina não percebeu que aquilo que distingue a cultura ocidental é precisamente a capacidade de aceitar outras culturas. Este analfabetismo cultural é típico dos fanáticos da extrema direita.

    Gostar

    • André Miguel permalink
      8 Agosto, 2017 07:03

      Aceitar é uma coisa, subjugar-se é outra. Experimente entrar calçado em casa de um japonês para perceber a diferença.

      Liked by 1 person

      • Pedro permalink
        9 Agosto, 2017 10:07

        Agora também vão dizer que o bloco vos quer obrigar a andar de quimono ?

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        9 Agosto, 2017 10:10

        O bloco quer toda a gente a viver igual: todos pobres a depender do Estado.

        Gostar

      • Pedro permalink
        9 Agosto, 2017 11:05

        Caro André.

        Se é católico, mais uma razão para acolher de braços abertos os imigrantes que vieram da região que criou o cristianismo.

        Mas não vá por mim. Se diz que é católico, vá pelo que o PAPA diz sobre este assunto.

        Ou se calhar também vão dizer que o papa é marxista e anda de Porsche…

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        10 Agosto, 2017 19:04

        Pedro de quanto é o seu cheque pela avença? Fogo! Obrigada por toda esta propaganda ao meu post! Nota-se que é 1 homem muito ocupado a fazer… nada.

        Gostar

    • Tiradentes permalink
      8 Agosto, 2017 07:19

      Desde quando os euroeus tem a “capacidade de aceitar outras culturas”? Em mil anos de história nunca se aceitaram a si próprios e guerrearam-se dia sim dia sim entre eles, colonizaram e subjugaram outros povos por esse mundo fora. No último século foram os europeus que provocaram os maiores genocídeos da história da humanidade, com o nazismo e o comunismo. Onde descobriram esses europeus “aceitadores”?

      Gostar

      • André Miguel permalink
        8 Agosto, 2017 12:38

        E agora por causa disso temos de aceitar tudo e mais alguma coisa? Desde quando temos de ter complexos e sentimentos de culpa pelo nosso passado??! Eu não tenho complexo por ser branco, heterosexual, católico e liberal, como tal não aceito que alguém de fora entre em minha casa e queira impor as suas regras. Portanto pode-me chamar racista, xenófobo, homofóbico, islamofóbico e outras merdofóbicas. Estou-me borrifando.

        Liked by 1 person

      • Pedro permalink
        9 Agosto, 2017 11:03

        Entre muitas outras coisas os europeu aceitaram o cristianismo, uma religião de imigrantes do médio oriente.

        Gostar

    • Cristina Miranda permalink
      8 Agosto, 2017 07:56

      Pedro mais respeito por mim e menos deturpação das minhas palavras. Aceitacao é 1 coisa. Subjugação é outra. Já é crescidinho o suficiente pra eu não ter de explicar aqui a diferença.

      Liked by 1 person

      • Pedro permalink
        8 Agosto, 2017 16:13

        Você está a dizer que o PCP e o bloco a querem subjugar… ao islamismo ??????

        Não tem noção do ridículo por não ?

        Só falta dizer que a Catarina conduz um Porsche de burca.

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        9 Agosto, 2017 08:48

        A Catarina vai às compras na Zara 😉

        Gostar

      • Pedro permalink
        9 Agosto, 2017 10:10

        Quer dizer, você acusa tudo e todos do que quer e lhe apetece, que é o seu direito à liberdade de expressão.

        Mas se alguém discorda de si, que tenha muito cuidado. se não você “trata-lhe da tosse”.

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        9 Agosto, 2017 10:11

        Discordar é 1 coisa. Insultar é outra. O aviso está dado.

        Gostar

      • Pedro permalink
        9 Agosto, 2017 11:19

        Eu insultei em quê ?

        Por considerar que está a mentir ?

        Ao afirmar que os esquerdistas andam todos de Porsche, metem os filhos em colégios particulares e têm uma suposta agenda maquiavélica quando defendem as minorias você está a chamar mentirosos aos esquerdistas.

        Mas quando se diz o mesmo de direitistas como você já é insultar ?

        Já agora onde estão a provas do Louçã a andar de Porsche ?

        Deixe-me ver, foi como o Passos com os suicídios. Alguém lhe disse e tal. E Claro, se alguém da sua seita lhe disse, só pode ser de confiança. Que vocês são mesmo de confiar. Viu-se com os suicídios.

        Olhe, embora tenha razões para pensar que você está a mentir, quando diz que os esquerdistas andam de Porsche, também concordo que em muitas coisas eles são mentirosos.

        Simplesmente, nesse aspecto considero os direitistas radicais como vocês farinha do mesmo saco. Vocês não se ensaiam nada para inventar seja o que for como propaganda.

        Quanto ao seu aviso, obrigado, mas eu já sei que vocês expulsam regularmente quem discorde da vossa doutrina.

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        10 Agosto, 2017 19:01

        bla bla bla wiskas saquetas da vitimização…

        Gostar

    • Rafael Ortega permalink
      8 Agosto, 2017 13:05

      Não, não é.

      É a capacidade de deixar os de fora virem e serem como nós. Se não querem, voltem para trás. Ninguém os convidou.

      Liked by 1 person

      • Pedro permalink
        9 Agosto, 2017 11:51

        Peço perdão, mas em inúmeros exemplos históricos passou-se exatamente o contrário.

        Por exemplo, na adopção dessa religião de imigrantes orientais que é o cristianismo.

        Gostar

      • Zyrudin permalink
        9 Agosto, 2017 14:17

        O Cristianismo no Ocidente não foi trazido por imigrantes e aceite, foi sim imposto pelo Império Romano vigente. Foi o Império que chegou aos seus povos e lhes disse que a partir de então, os seus Deuses passavam a ser designados de Santos dentro de uma una estrutura eclesiástica que hoje se conhece como Católica. Com a divisão do Império Romano em Oriental e Ocidental, dividiram-se também as Igrejas, logo, não foram os imigrantes, mas uma opção e necessidade do poder da altura.

        Contudo, houveram de facto imigrantes que também impuseram a sua religião, costumes (e até genes) por aqui. Em Portugal, ao que parece, só se foram embora por volta do século XIII, saindo do Algarve para ir chatear os Espanhóis por mais um tempo.

        A influência de ambos os poderes ainda se sente hoje, claro, mas essas alterações culturais não ocorreram através de uma integração aceite livremente pelos povos em questão. Foi através da força e poder, tanto militar como político. E actualmente, a acontecer de novo, não será diferente.

        Gostar

      • Pedro permalink
        10 Agosto, 2017 14:34

        Caro zyrudin.

        O império Romano só adoptou o cristianismo quando este já era uma das principais religiões. Pelo que grande parte da população europeia já tinha adoptado uma religião de imigrantes do médio-oriente quando o estado a adoptou também.

        Gostar

      • Zyrudin permalink
        10 Agosto, 2017 18:01

        Pedro,

        Todos têm o direito de crer no que quiserem, logo também tens o direito de crer nisso.

        Ainda se dissesses que o Cristianismo Romano incorpora uma miscelânia de elementos de diversas religiões, exactamente para poder agradar a “Gregos e Troianos”, ainda era capaz de concordar contigo. Agora dizer que o Cristianismo já estava entre as principais da Europa aquando do mito de Constantino “ter a visão da Cruz”, não tem qualquer cabimento, mas, lá está, cada um crê no que quiser.

        Gostar

  23. Murphy permalink
    8 Agosto, 2017 08:29

    Outra consequência desta postura da esquerda é a radicalização no discurso público. Como se faz de conta que os problemas não existem, estes vão se agravando, abrindo caminho para fenómenos como Trump ou pior…

    Liked by 1 person

  24. Zyrudin permalink
    8 Agosto, 2017 09:57

    Cara Cristina,

    Antes de mais, agradeço o texto que espelha o que a maioria pensa mas tem receio de expressar devido, precisamente, à tal brigada.

    Ninguém quer ser visto como um racista, xenófobo ou homofobo. É suposto sermos boa gente, logo quando a brigada nos avisa, há que prestar-lhe atenção! O mais engraçado é como esta gente não entende que não há qualquer diferença entre quaisquer dos extremismos. Tempos houve por cá em que policiar os costumes era coisa Cristã. Agora é coisa Materialista. O Islão só é usado como arma, porque é visto pelo puto rebelde (que tem tanto mais valor quanto maior e mais radical for a sua negação de tudo o que lhe antecedeu) como sendo inimigo do pai mau e autoritário que é o Cristianismo. Logo a solução é não só ser muito mais autoritário, como ser estúpido ao ponto de promover uma autoridade muito mais castradora da sua própria rebeldia que aquela que originalmente ataca 🙂 Estes meninos são como granadas que, uma vez explodidas e feitas as vítimas, os estilhaços em que se tornaram são os primeiros a ser varridos.

    Curioso, por isso, como o comportamento nos comentários a este artigo se torna paradimático em relação ao que o próprio texto visa expôr: temos VÁRIAS pessoas diferentes com UM comentário cada, a concordar com o exposto e/ou até a acrescentar algo de seu ao debate. Depois temos UMA pessoa com VÁRIOS comentários a pretender contradizer a qualquer custo, mesmo com deturpação do próprio texto, pois o fim justifica os meios e vale tudo pelo “bem maior” de que se fazem ferramentas, soldados e adubo. Vá lá, por ora ainda sem berros, mas isto só porque 30 e tal comentários ainda não é uma participação suficiente para para dar o estalo no disjuntor.

    Cumprimentos.

    Liked by 4 people

    • Pedro permalink
      8 Agosto, 2017 16:23

      Sim, para vocês é um pesadelo ter nem que seja UM contraditor não é verdade ?

      Mas não se preocupe que nestes blogs propaganda de extrema direita é praticada censura e não devo durar aqui muito tempo sem que me cortem o piu. Depois já pode dormir descansado com a sua propaganda.

      Posto isto, tudo o resto que afirma também não faz qualquer sentido, porque o bloco e os comunistas em geral sempre criticaram os excessos das religiões em geral, islamismo incluído.

      Lembro que quem incitou à jiad, financiando, treinando e armando grupos terroristas radicais islâmicos foram os direitistas cristãos neoliberais EUA, no tempo da guerra soviética no Afeganistão. Todos os problemas que temos agora com o islamismo podemos agradecer-lhes.

      Gostar

      • Zyrudin permalink
        8 Agosto, 2017 16:59

        Vocês? Respondeu ao meu comentário, não sei quem é o “vocês”.
        Já esperava o lançamento da sua granada e também o bilis, como disse… contudo eu é que não posso ter um opositor. Até apelida a minha opinião de “minha propaganda”, veja bem. O Pedro é uma vítima da sua própria causa, não tanto da censura ou ataques do “outro”. Olhe que os seus estilhaços no dia em que a sua utilidade esteja gasta serão varridos pelos que considera serem os seus, não serão os outros, mauzões e que o censuram, etc, serão os seus. Mas até nesse dia se recusará a ver que os seus sempre foram afinal, os deles 🙂

        Pela parte que me toca, direita ou esquerda são o mesmo, vão pescar ao mesmo viveiro e vão alternando entre si com o mesmo resultado. Por isto, falar-me de extrema direita é-me tão indiferente quanto falar-me de extrema esquerda, tal como referi no meu comentário: «O mais engraçado é como esta gente não entende que não há qualquer diferença entre quaisquer dos extremismos». Digo-lhe mais até: Cristianismo, Islamismo e Ateísmo ou Materialismo vão dar ao mesmo para mim, todos têm a mesma linha em comum, em particular, se EXTREMADOS.

        O seu Satanás é o Capitalismo. Pronto, todo o mal veio dessa fonte na sua endoutrinação. Para outros, a fonte do mal é o Materialismo ou Ateísmo. E ambos actualmente praticam um relativismo moral ridículo, filtrando os seus pontos de vista por forma a projectar toda a causa do o tumulto à sua volta no inimigo favorito. Contudo, o que ainda não terá percebido é que o Pedro é igual a um qualquer extremista Cristão que lhe diz que se não acreditar na doutrina vai parar ao Inferno ou a um qualquer extremista Islamico que lhe diz que a única forma de viver é de acordo com a doutrina, sem alternativa possível.

        Quer mudar o mundo? Acho bem, há mudanças que são necessárias e até inevitáveis. Todos queremos mudar o mundo, assim ou assado. Só que primeiro há que aperceber-se em que mundo vive; fora e dentro de si.
        O seguidismo cego é igual, tanto para quem leva a Bíblia ou o Corão na mala, como para quem prefere andar com O Capital debaixo do braço.

        Liked by 1 person

      • Cristina Miranda permalink
        9 Agosto, 2017 08:47

        Cortar o Pio ao Pedrinho e ficar sem 1 bobo da geringonça aqui pra nos divertir? Never! Não se esqueça de passar na recepção do Costa pra levantar o cheque.

        Liked by 2 people

      • Pedro permalink
        9 Agosto, 2017 10:14

        Cara Cristina.

        Ná. Para mim o PS é basicamente igual a vocês, um partido de corruptos neoliberais. Neste momento considero que a geringonça é positiva, mas apenas por gerar um maior equilíbrio esquerda-direita, que fazia falta ao nosso país. O que não quer dizer que goste de nenhum dos partidos que a compõem. É o que se pode arranjar.

        Agora se quiser “trate-me da tosse” por divergir da linha da vossa propaganda.

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        9 Agosto, 2017 10:27

        O remédio da tosse só é aplicado a má educação e não a baboseiras

        Gostar

      • Pedro permalink
        9 Agosto, 2017 10:36

        Caro Zyrudin.

        Portanto, você comenta num post com o título “brigada anti-racismo das esquerdas radicais”, que, entre outras coisas, faz a afirmações sobre vidas privadas, sem apresentar qualquer prova, que a esquerda anda toda de Porsche e coloca os filhos em colégios privados, e você acha que aqui só eu tenho um “estilo abrasivo e concorda com a minha expulsão ?

        E como desculpa para a censura ainda apresenta a minha “”doutrinação” marxista e seguidismo dos líderes da extrema esquerda, quando eu já lhe disse que considero a extrema esquerda a mesma porcaria que a vossa extrema direita ? Você também não é nada “abrasivo” não senhor.

        Olhe, eu pelo menos não preciso de mentir para defender as minhas ideias.

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        10 Agosto, 2017 19:50

        louçã, soares, fidel, maduro, chavez, kim yong il, stalin, odete santos, camilo mortágua… encontre a semelhança 😉 se conseguir dou-lhe 1 doce pra Páscoa

        Gostar

      • Zyrudin permalink
        9 Agosto, 2017 11:44

        Pois, Pedro, tem razão. Fui mais um a injustiçá-lo. É tudo propaganda má que eu como sem pensar e tenho a agradecer-lhe por me querer dar a propaganda boa. Pena que eu seja cego, realmente. Ah e mentiroso, também. Eu afinal sou de “extrema direita” e tenho de ir ver se consigo exorcisar isto de mim, nem que seja a levar insultos ou mesmo porrada.

        Até porque eu escrevi que concordo que o censurem em qualquer circunstância, não foi? Foi isso com certeza, no meu estilo abrasivo, insultuoso e nada respeitoso de opiniões alheias. Talvez por isso, por não o respeitar e querer censurá-lo a qualquer custo (ou seja que o calem e páre de comentar) é que lhe tenho respondido sempre com curtos insultos, insinuações ou deturpações, ao invés de investir algum tempo a compôr uma resposta que uma conversa honesta e bem intencionada merece, com aquilo que eu penso.

        O Pedro, como único não extremista do mundo (ou pelo menos nesta caixa de comentários), veio aqui fazer o sacrifício de tentar conversar com as pessoas a bem e elas, de tão cegas, desataram logo a reprimi-lo.

        Liked by 1 person

      • Pedro permalink
        9 Agosto, 2017 12:01

        Caro Zyrudin.

        Para você dizer dar a entender que eu sou marxista, evidentemente que está a mentir e a insultar.

        Por concordar que me expulsem pela “agressividade” de não concordar com vocês ou considerar que estão a mentir obviamente que também.

        Onde é que eu insultei alguém ?

        Vocês podem dizer que os esquerdistas são mentirosos e corruptos, mas eu não posso acrescentar que o direitistas também são ?

        Está bem, pronto. O seu critério é o cúmulo da justiça. É isso que quer ouvir ?

        Expulsem-me então pelo insulto de ter a opinião que é mentira que o Louçâ anda de Porsche.

        Gostar

      • Zyrudin permalink
        9 Agosto, 2017 13:47

        o ¯\_(ツ)_/¯ o

        Gostar

    • Pedro permalink
      9 Agosto, 2017 08:51

      É curioso. Você pensa exatamente como eu. Para mim, no aspecto do seguidismo tolinho a extrema direita é exatamente igual à extrema esquerda.

      O que é extremamente engraçado é você associar-me à extrema esquerda e não conseguir perceber que está num site de extrema direita neoliberal.

      Quanto ao “varrimento”, espero-o d num momento para o outro e não é dos meus “camaradas” que eu não tenho, porque sou independente. É da censura habitual destes sites de extrema direita que acabam sempre por expulsar quem não expresse um seguidismo cego à linha do site, como o seu, nas caixas de comentários.

      Gostar

      • Zyrudin permalink
        9 Agosto, 2017 09:20

        «Para mim, no aspecto do seguidismo tolinho a extrema direita é exatamente igual à extrema esquerda.» – pronto, então já tem esse passo dado. O próximo é deixar de defender Louçãs e Jerónimos e companhia, que são tão capitalistas como os outros. É o chamado capitalismo-tacho, cada um trata do seu e rapa o que pode. Se pensa que tem por ali idealistas, então, lamento, mas é um seguidor cego, de facto.

        É a primeira vez que comento aqui, tendo aterrado de pára-quedas no site, orioundo de um link noutro. Não sei, nem quero saber qual é o alinhamento do mesmo, pois isso nada influencia o assunto que comentei. Eu comentei o assunto, em resposta à autora do texto, não comentei a linha editorial. E voltarei a comentar, se for pertinente e tiver algo a dizer. Comentei o texto, não a autora.
        O Pedro é que tem a sua causa, não eu, tem esses moinhos seus a combater. Todos nós, de uma forma ou de outra, combatemos moinhos quais pequenos D. Quixotes, uns mais agressivamente, outros menos. O Pedro enquadra-se nos que os combate à granada 🙂 é a sua escolha, o seu estilo. Contudo, não pode censurar se o censurarem (neste ou qualquer outro forum onde queira expressar-se), se o seu estilo for desrespeitoso e censurável. Este é o problema que apontei: chegou um rebelde de cocktail molotov na mão e desatou a querer incendiar a caixa de comentários com um estilo abrasivo (como se isso fosse resolver ou sequer puxar pessoas a prestar atenção à sua ideia) e depois começou a queixar-se que não tarda vem a censura. Pois com certeza que se alguém lhe for bater à porta e mal a abra para perguntar quem é e ao que vem, receber uma paulada na cabeça, seguramente tudo fará para que a porta seja fechada e que o agressor desapareça da sua vida.

        Se tem apreço pelas liberdades, como a de expressão, use-a. Agressão não é uma liberdade, é um dos métodos que a limita. O Pedro é instrumento do quê, afinal? Da liberdade, mas afinal agride quem pensa de outra forma? Ou é da agressão, para garantir que só a sua crença é tolerada?

        Não pode entrar numa conversa como quem vai para um combate (a “luta” não é assim a expressão?) e depois esperar que lhe levem a sério. No máximo recebe de volta a mesma agressão que ofereceu e que precisa para ir chorar aos quatro cantos do mundo que é vítima do papão que combate heroicamente.

        Liked by 2 people

      • Cristina Miranda permalink
        9 Agosto, 2017 10:26

        😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂

        Gostar

      • Pedro permalink
        9 Agosto, 2017 10:45

        Pronto Cristina. Pelo que vemos do zyrud, a sua claque já está desesperada a pedir a minha expulsão, pela terrível “agressão” de divergir da vossa seita política.

        Está na altura de você mostar a sua magnanimidade e cortar-me o piu, mostrando o seu apreço pela liberdade de expressão – salvando a sua ninhada política das “agressivas” influências exteriores.

        Olhe que eles estão mesmo aflitos !

        Gostar

      • Cristina Miranda permalink
        10 Agosto, 2017 19:47

        és um puto que gosta da conversa da treta…

        Gostar

      • Zyrudin permalink
        9 Agosto, 2017 11:49

        Gostar

  25. LTR permalink
    8 Agosto, 2017 10:11

    Isso mesmo! Distraiam-se com o Maduro e com os assuntos convenientes, enquanto os decretos regulamentares como o de 7 de Agosto vão entrando para a veia…

    “Este centro operacional, aprovado em Conselho de Ministros a 16 de Março, visa “satisfazer os compromissos de Portugal no quadro da União Europeia”, assegurando o encaminhamento dos pedidos de informação nacionais, a recepção, o encaminhamento e a difusão nacional de informação proveniente das autoridades policiais estrangeiras, a transmissão de informação e a satisfação dos pedidos que elas formulem. O facto de o PUC-CPI ficar “na dependência e sob coordenação” do Secretário-geral do Sistema de Segurança Interna já motivou protestos dos inspectores da Judiciária e também dos magistrados do Ministério Público, que em Abril alertaram para a potencial “intromissão do poder político na investigação criminal“. “A cooperação internacional trata de matérias em investigação criminal que não podem estar num gabinete dependente do primeiro-ministro”, disse ao DN o presidente do sindicato dos magistrados do Ministério Público, António Ventinhas.” (Negócios)

    Só falta o Lopes da morta.

    Gostar

  26. 8 Agosto, 2017 10:21

    Impor limites é por número. Em relação aos refugiados é simples- nem mais um.

    Ter coragem para isto é que não existe e depois deseja-se o impossível- “pintar os pretos de branco, para acabar com o racismo” (ou seja, que se integre o que não é integrável e é mais intragável)

    Liked by 1 person

    • Pedro permalink
      9 Agosto, 2017 10:49

      É estranho. Quando foi a Europa a estar em guerra, o mundo acolheu milhões de refugiados europeus.

      Gostar

    • Pedro permalink
      9 Agosto, 2017 12:05

      Uma life mais divertida do que ver os fanáticos extremistas neoliberais a perorar ?

      Impossível !

      Gostar

  27. carlos alberto ilharco permalink
    8 Agosto, 2017 22:47

    “visite o Mundo árabe sem sair da Europa”.

    Prefiro outro “Sinta o ambiente e cheiro do Mali andando no comboio de Sintra”

    Liked by 1 person

    • Pedro permalink
      9 Agosto, 2017 10:51

      É estranho, a Cristina e a sua claque de extremistas radicais acham que eu sou “agressivo” por discordar de vocês.

      Provocações racistas como as suas devem ser consideradas neste site como o cúmulo da urbanidade e boa educação.

      Gostar

  28. piscoiso permalink
    10 Agosto, 2017 14:45

    Muito bem, Pedro.
    Não estás só.

    Gostar

    • sam permalink
      10 Agosto, 2017 15:07

      Mas está mal acompanhado.

      Gostar

      • piscoiso permalink
        10 Agosto, 2017 19:56

        Isso que dizer que a sua moral não é a minha.
        Passe bem.

        Gostar

      • sam permalink
        10 Agosto, 2017 20:57

        Pisco amigo, aceita-te como és.
        Passa a ferro.

        Gostar

  29. 30 Agosto, 2017 01:41

    Gosto em geral de tudo o que a Senhora escreve.
    Há dias fiz referência a um post seu no meu blogue Partebilhas no Sapo.
    Este seu artigo está excelente e toca nos principais problemas que a Europa cada vez mais se confronta motivada pelo excesso de tolerância que tem tido.
    Gostei também da maioria dos comentários, não obstante alguns se afastarem do tema central.
    Escreva mais.

    Liked by 1 person

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: