Skip to content

Do lado de dentro da janela

20 Agosto, 2017

É no “Não temos medo” que por agora estamos.

Na verdade não é só é profundamente falso dizer que não temos medo como subjacente a essa aparente fanfarronice está a convicção de que a ameaça não é relevante. Ou pelo menos suficientemente grave para se poder assumir publicamente que se sente medo.

Afinal é no assumir do medo que está a grande clivagem do nosso tempo. Um mundo dividido entre uma casta privilegiada que legisla sobre tudo e que controla tudo desde o pensamento à linguagem mas que nos momentos cruciais falha rotundamente na sua obrigação de garantir a segurança dos cidadãos.

Nesse mundo da casta é proibido falar de medo. A criminalidade dita pequena por quem não a sofre directamente é um assunto para demagogos. Os paióis são roubados mas todos os procedimentos, dizem, foram cumpridos. Os atentados acontecem mas ficamos a saber que pelo menos um dos protagonistas já estava sinalizado pelas nossas polícias. O fogo chama-se incidente pirotécnico e no limite tudo resulta das ignições. Em conclusão, não há razões para ter medo.

Anúncios
23 comentários leave one →
  1. rão arques permalink
    20 Agosto, 2017 11:17

    Quem não tem guarda-costas nem casa guardada ou refugio protetor que tenha medo.

    Gostar

  2. 20 Agosto, 2017 11:26

    A heleninha tem um modelo de sociedade sem criminalidade e terrorismo ?

    Voltou aos tempos em que nos tentava impingir o estalinismo ?

    Gostar

  3. colono permalink
    20 Agosto, 2017 11:41

    E não há razão mesmo:

    Agora (quase nos finalmente da época) já temos um avião super-espião… detecta até os devedores ao fisco… Cuidai-vos povo!

    Ontem, o super passou por cima da minha casa, no preciso momento em que acendia um cigarro, passados que foram 4 (quatro) minutos tinha a policia a bater-me à porta…

    Cuidai-vos meu povo!

    Gostar

  4. 20 Agosto, 2017 11:41

    Medo ? Nenhum, desde a decisão do AC-DC ao convidar todos os estrangeiros a residirem em Portugal desde que tenham carta com promessa de emprego.

    Liked by 1 person

    • Francisco Miguel Colaço permalink
      20 Agosto, 2017 12:49

      E o empregador ou potencial empregador é responsabilizado se não honrar a carta?

      Vamos ver lojas do Martim Moniz a prometer seiscentos empregos.

      Liked by 1 person

      • 20 Agosto, 2017 12:57

        Responsável-mor: ninguém ! É uma benesse do AC-DC, portanto, consequências duma má decisão governamental serão omitidas…

        Seiscentos é pouco, a avaliar pela quantidade de “empregadores” não só no Martim Moniz.

        Liked by 1 person

  5. colono permalink
    20 Agosto, 2017 11:49

    Atenção TVI 24:

    Por favor não mandem estagiários para a boca dos fogos… é uma dor d’alma:
    Ontem no noticiário da da 01H00 – directo do fogo em Ribeira de Pena: —:” O fogo está perto da aldeia… pergunto a este senhor ( um idoso): ” Está preocupado”…?

    Gostar

  6. 20 Agosto, 2017 12:16

    A destruição da identidade cultural europeia está em marcha. Esta classe politica que governa os destinos da europa ficará na história por terem permitido a invasão islâmica da europa e a sua destruição. Atentados, imposição de culturas intolerantes, medo de morrer num atentado mas medo ainda maior que nos chamem de racistas ou xenófobos. Ainda sobre o atentado de Barcelona enviei a um amigo um vídeo com as primeiras imagens das inúmeras pessoas atropeladas no passeio…e a reposta foi ” não publiques isso “….os europeus que nasceram e viveram em liberdade estão prontos para a auto-censura e para a clandestinidade. Nunca se viu uma geração tão amorfa, tão cobarde e tão desinteressada como esta. O islão tem tudo a seu favor para ser bem sucedido na europa.

    Liked by 1 person

    • Francisco Miguel Colaço permalink
      20 Agosto, 2017 12:58

      O Islão nunca será bem sucedido na Europa. Nem os vermilhóides. Os que mandam nas migrações e nos Jirococós deste continente querem criar o caos para depois vir com a solução: um governo trans-nacional, securitário e de onde não se pode sair, com apenas uma ténue ilusão de liberdade — condição essencial para manter as massas submissas.

      Nesse dia, os muçulmanos serão taão odiados pela imprensa como hoje são tolerados. Perguntar-nos-emos então se os jornalistas, aliás, pasquineiros, são os mesmos. Os comunistas serão a seguir.

      O globalismo usa o comunismo para atingir os seus fins. Os comunistas estão iludidos se pensam que são o futuro. Brevemente serão passado do presente e futuro não terão. São descartáveis. Infelizmente, os que o descartam são de tal jaez pior que passaremos da frigideira para o fogo, se não agirmos agora.

      Gostar

    • 20 Agosto, 2017 13:02

      Não será por causa de atentados, mesquitas, quantidade de muçulmanos, etc, que a “identidade cultural europeia” será destruida. è mais forte do que possa concluir.
      A geração que nasceu e vive em liberdade não está amorfa, não é cobarde, está interessada no que acontece.

      Gostar

  7. Juromenha permalink
    20 Agosto, 2017 12:29

    “Acostumbrate.La falsa supremacia de la normalidad solo esconde la falta de coraje para tomar el problema en serio”.

    Ignacio Camacho, 19/08/17

    Gostar

  8. Expatriado permalink
    20 Agosto, 2017 13:14

    É por cá… será diferente?

    “Acogemos a inmigrantes que no necesitamos. Mejor dicho, aceptamos a inmigrantes sin ninguna cualificación profesional y sin ninguna utilidad social, mientras nuestros mejores talentos tienen que abandonar España ante la falta de oportunidades. Los inmigrantes llegan a territorio español sabiendo que les espera una vida ociosa y que todas sus necesidades serán atendidas con fondos públicos. Se trata de una inmigración inútil y subvencionada, portadora de problemas que AD ha desgranado en innumerables informaciones.

    Olvide por un momento que tengamos que mantenerlos por el privilegio que en España se le otorga a cualquier ilegal de origen africano o de confesión islámica. Lo cuestionable es que hayamos estado manteniendo a quienes literalmente quieren asesinarnos. En este caso, la inmigración en España habría que estudiarla como un síntoma de la esquizofrenia política de nuestros dirigentes. Enumeremos algunos ejemplos:

    -Saib Lachhab: yihadista de 41 años, fue detenido el pasado mes de febrero. Estaba cobrando 625 euros de la Renta de Garantía de Ingresos y 250 euros más como complemento de vivienda.

    – Samir Mahdjoub: argelino de 44 años, fue arrestado por la Guardia Civil el pasado mes de febrero. Estaba cobrando 650 euros al mes a través de las ayudas públicas y un complemento de 250 euros de ayuda al alquiler.

    – Redouan Bensbih: marroquí de 26 años, murió en Siria combatiendo en las filas del Estado Islámico mientras recibía una ayuda pública de 836 euros al mes. Siguió ingresando el subsidio en su cuenta bancaria después de haber muerto durante 5 meses más.

    – Ahmed Bourguerba: argelino detenido en julio de 2015. Estaba cobrando 625 euros en ayudas más 250 euros como complemento de alquiler.

    – Mehdi Kacem: marroquí de 24 años detenido por la Policía Nacional el pasado mes de enero. Al mes recibía en ayudas más de 800 euros mensuales.

    – Annas B: marroquí detenido por la Guardia Civil el año pasado. Se hizo pasar por refugiado para poder cobrar más de 600 euros al mes en concepto de ayudas sociales.

    http://indignado.es/los-yihadistas-detenidos-espana-cobraban-pensiones-publicas-recibian-ayudas-pago-del-alquiler/

    Liked by 1 person

  9. piscoiso permalink
    20 Agosto, 2017 14:03

    Convite à paranóia.

    Gostar

  10. Expatriado permalink
    20 Agosto, 2017 14:53

    Liked by 1 person

  11. licas permalink
    20 Agosto, 2017 15:21

    Paranóia é antes termos que aturar quem não gostamos e nos póe
    em risco de vida.
    Como o Povo é “quem mais ordena” vamos a um inquérito se
    esta teima em aceitarmos no país gente indesejável defende
    a maioria dos portugueses. Os resultados ditarão a conclusão….

    Gostar

  12. 20 Agosto, 2017 17:38

    Mesmo por aqui a ilusão é o estado normal. Vão a França, Inglaterra, Alemanha, Bélgica, Itália etc e contactem com os locais e com os portugueses que lá vivem, não em condomínios fechados mas perto das populações muçulmanas, que eles logo vos contam.

    Liked by 1 person

  13. Arlindo da Costa permalink
    20 Agosto, 2017 21:03

    É um milagre Portugal ainda não ter sido «contemplado» pelo letal terrorismo islâmico.

    Afinal foi nos Açores que se deu a infame cimeira das Lajes que precedeu a invasão criminosa do Iraque e não podemos esquecer que o governo português de então, chefiado por esse comuna MRPP Barroso, deu guarida a essa invasão.

    Ah… e não esquecer o contributo mediático, jornalístico e ideológico dos nossos «neo-liberais» e dos fanáticos de seitas evangélicas judaizantes que na altura estavam muito em voga, inclusive aqui no Blasfémias? Não é, Drª Helena?

    Gostar

  14. 21 Agosto, 2017 00:41

    também têm medo dos ciganos de loures?
    estejam descansados que o vosso andré ventura vai fazer uma milícia com a rapaziada white trash do pnr para lhes tratar da saúde
    a se o medo do papão continuar podem sempre comprar um cão
    https://www.olx.pt/animais/caes/lisboa/

    Gostar

  15. 22 Agosto, 2017 11:15

    Claro que não temos medo, basta ir hoje passear nas Ramblas . Cheias como um ovo. Curioso a ausência de referências aos movimentos nazis e ao ataque racista nos USA.

    Ps nunca os comunistas defenderam uma sociedade sem classes. Vá ver melhor para não distorcer as coisas.

    Gostar

  16. JP Ribeiro permalink
    26 Agosto, 2017 21:58

    Claro que tem medo. Estão cagados de medo. Senão:
    1. Icineravam o corpo dos terroristas mortos e deitavam fora as cinzas.
    2. Fechavam todas as mesquitas onde se alojaram os terroristas e expulsqavam os seus imans.
    Tão simples, para começar.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: