Saltar para o conteúdo

Deviam ter sido homens de vestido curto e saltos altos, isso é que era

26 Janeiro, 2018

O Financial Times, talvez para não ficar fora do grande comboio da indignação do momento, decidiu infiltrar duas jovens particularmente parvas, como que dotadas de uma inocência que nem Julieta aos 13 anos conseguiria ter, num evento londrino que pode ser descrito, na sua forma mais sucinta e precisa, como boys will be boys. Pois, parece que o Financial Times descobriu agora, assim como aquela parte do mundo que acha que os outros são parvos, que homens tendem a sentirem-se atraídos e são atrevidos com mulheres bonitas com vestidos curtos e saltos altos. O choque, o horror, o que diria a nossa avó§?!

Como nada disto tem ponta por onde se pegue e é mais demonstrativo da terrível falência da “tão necessária” educação sexual escolar, deixo-vos uma imagem tipo das que ninguém se incomoda que circule, que isto de usar a beleza feminina já foi chão que deu uvas e agora dá é delação e humilhação pública.

Hot-Cristiano-Ronaldo-Pictures


§ É melhor não se perguntar à avó, a resposta “tivesse eu o corpinho que tinha em 1940” poderá chocar com os soluços juvenis do mundo contemporâneo.

Anúncios
21 comentários leave one →
  1. lucklucky permalink
    26 Janeiro, 2018 10:49

    “Objectificação” da mulher. Proíba-se!

    Gostar

  2. Procópio permalink
    26 Janeiro, 2018 11:35

    Isto dos homens se sentirem atraídos pelas moças tem que acabar.
    As moças estão fartas de trocadilhos, só querem flanar à vontade.
    Obrigadas a transar com homens, a sorrir, ser simpática, amável, estar disponível, ouvi-los, ser pacífica com eles? Era só o que faltava!
    Gajas misândricas é o que está a dar, tipas depiladas heteras e amáveis, nunca!
    É preciso luto contra o patriarcado, sim senhor. O pai é sempre o primeiro sacana a dar cabo da vida da gente. Elas não gostam de homens, ninguém tem nada a ver com isso.
    O ódio tem que saltar cá para fora, não pode ser reprimido por palavrinhas doces de paz e delicadeza e amor, tá quieto! Amor é com a vizinha do lado, com a logista dengosa, com a amiga de quarto.
    Basta de obediências, ir para a porrada se for preciso é que é! Homens nunca. Reparem naquele gajo musculado, marca golos, sabe-se lá se não as marca, horrivelmente másculo, anda com uma, anda com outra, até enjoa. Arrenaga satanás!
    Normas de boa convivência heterosexual!
    Isso era no tempo dos avós delas que nunca deveriam ter existido.

    Liked by 1 person

    • 26 Janeiro, 2018 13:12

      “Financial Times”. Dizem que são os pé rapados dos “marxistas” que andam a empurrar todas estas agendas…

      Gostar

  3. 26 Janeiro, 2018 13:13

    (((Financial Times))).. Olha outros “marxistas”…

    Gostar

    • lucklucky permalink
      26 Janeiro, 2018 18:45

      Julga as pessoas pelos seus actos não pela tag,. Já há muito que o Financial Times e o The Economist são parte da cultura marxista.

      Liked by 1 person

    • 26 Janeiro, 2018 21:23

      Eu nunca vi tanto capitalista com cultura marxista desde a revolução ((bolchevique)) e os seus ((Capitalistas)) financiadores…

      Gostar

      • 27 Janeiro, 2018 07:19

        inevitávelmente, desde que o marxismo adoptou a sua via liberal económica que a parte do selgavem do captalismo adoptou um irmão

        Gostar

  4. Prova Indirecta permalink
    26 Janeiro, 2018 14:18

    Li algures – como cereja em cima do bolo – que a Administração do Hospital a quem se destinava a verba angariada , declinou aceitar o dinheiro recolhido no evento .

    Gostar

  5. EMS permalink
    26 Janeiro, 2018 14:21

    “Hostesses reported men repeatedly putting hands up their skirts; one said an attendee had exposed his penis to her during the evening. ”

    Olha pois, sorte tiveram estas jovem particularmente parvas em participar num jantar de caridade.
    Não fossem os convidados cavalheiros obviamente caridosos, estas atrevidas teriam no mínimo que se sujeitarem a uma gang rape como preço a pagar pela ousadia de envergarem saltos altos e os vestidos curtos fornecidos pelo empregador.

    Gostar

    • 26 Janeiro, 2018 15:16

      Jovens virgens que pensavam ir ao baile de debutantes para adquirir com romantismo e destreza no bordado um marido de sonho.

      Gostar

      • EMS permalink
        26 Janeiro, 2018 16:08

        Se calhar as pobres ingénuas julgavam que iam servir copos e canapés a distintos cavalheiros.
        Mas hoje em dia nunca se sabe. O mais certo esperar-se das empregadas de café que tirem bicas e façam bicos.
        E se não estão dispostas a serem tratadas como meretrizes lembrem-se que o lugar de uma mulher séria é na santidade do seu lar a cuidar do seu amantíssimo esposo e dos respectivos filhos

        Gostar

      • 26 Janeiro, 2018 16:32

        O que o faz pensar que eu acharia que o papel da mulher é essa coisa fascista? O papel da mulher é ser livre, como o do homem. Não é possível ser livre quando se é burro, como as toscas que não sabiam ao que iam. Se bem que eu não acredito que sejam burras, só oportunistas com a causa da moda.

        Liked by 2 people

  6. Arlindo da Costa permalink
    26 Janeiro, 2018 19:23

    Ó que é que isso interessa para a felicidade humana?
    Porque não falais de assuntos que engrandecem a nossa espécie?

    Gostar

  7. Procópio permalink
    26 Janeiro, 2018 20:07

    Era magrinha, vestido escuro, macilenta, um tanto vesga, cabelo avermelhado a denunciar tinta barata. Eu estava pacífico no Procópio a beber uma bujeca, já lhe tinha posto a vista em cima, mas depressa a desviei para longe.
    Os meus olhos há muito que sabem selecionar outro tipo de silhuetas.
    Ela percebeu a desatenção, quiçá o desprezo. Atira-me de chofre: “O ódio que sinto aos homens é um acto político nobre e viável, e fique a saber: os oprimidos devem odiar a classe que os oprime”!
    Bolas!
    Esta coisa do ódio contra as classes opressoras emociona-me sempre.
    Ó menina: ” Ok, a mim tanto se me dá. A minha garina é meiga, cozinha a preceito, lava a roupa e tem o tegúrio em ordem, tudo bem. Senão sigo para outra”!
    Olhos flamejantes da lingrinhas, feita Solana, o SCUM Manifesto (SCUM Society for Cutting up Men) a falar:
    “Vocês, sexo masculino, é para eliminar mais o sistema monetário que vos sustenta!”.
    “Tu, apontando para mim, fica sabendo, em breve vai ser possível prescindir dos homens, não prestam para nada, nem sequer como doadores de esperma”. E bateu com a porta.
    São estes momentos crítico que me fazem ver quanto ainda tenho que aprender.
    Para já estou contente com a minha Maria.

    Gostar

  8. carlos alberto ilharco permalink
    26 Janeiro, 2018 20:28

    Estou a pensar fazer uma festa de despedida de divorciado com um bolo donde sairão duas moças tipo namoradas de Pinto da Costa.
    Acha que posso ser processado?

    Gostar

    • 26 Janeiro, 2018 20:35

      Eu certificar-me-ia que nenhum jornalista com vontade de cavalgar indignações lesse este comentário.

      Gostar

  9. Procópio permalink
    26 Janeiro, 2018 23:56

    Ilharco, vai ter que arranjar uma sala muito grande para lá caberem todas.

    Gostar

    • carlos alberto ilharco permalink
      28 Janeiro, 2018 01:19

      Obrigado.
      Como não sou dirigente de nenhum clube de futebol, nem político, só tenho dinheiro para pagar a duas.

      Gostar

  10. JCA permalink
    27 Janeiro, 2018 09:30

    .
    O que também corre por aí sobre o tema,
    .
    Hillary Clinton reportedly shielded a top adviser accused of sexual harassment during her 2008 campaign
    http://www.businessinsider.com/hillary-clinton-campaign-adviser-sexual-harassment-2018-1
    .
    =Os ofendidos por qualquer coisa, não interessa o quê:
    #ICYMI: Feeling left out of Generation Snowflake? Here’s your guide to being offended by everything
    https://www.rt.com/uk/417075-icymi-snowflake-offended-guide/
    .

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: