Skip to content

A não perder!

15 Fevereiro, 2018

Cartaz_tertulia_9Mar2018_v3

Anúncios
21 comentários leave one →
  1. Procópio permalink
    15 Fevereiro, 2018 16:07

    Não perco, nem que seja pelo vinho verde, estou farto do carrascão da kapital.
    Como introdução já comecei a ler “The Origins of Stalinism: From Leninist Revolution to Stalinist Society” do Pavel Câmpeanu. Quero estar em condições de argumentar, a menos que esteja lá o inquisidor louçã ou o geróimo, especialistas em autoridade demucrássica.
    Sendo humildes, não se abrem muito, mas especialistas sobre o tema, são eles.

    Gostar

  2. André Miguel permalink
    15 Fevereiro, 2018 17:10

    Interessante e importante, tendo em conta que em Portugal todos os serviços estão a ser transformados em autoridades e as autoridades em serviços.

    Exemplos:

    Autoridade de Segurança Alimentar e Economica
    Autoridade Tributária e Aduaneira
    Autoridade da Mobilidade e dos Transportes
    Autoridade da Concorrência
    Autoridade Nacional das Telecomunicações
    Autoridade para as Condições no Trabalho
    Autoridade da Aviação Civil
    Autoridade Nacional da Protecção Civil

    Já chega? É que ainda há mais…

    Em contrapartida as fronteiras são guardadas por um “Serviço de Estrangeiros e Fronteiras” e a segurança nacional, ao nível do terrorismo e espionagem, por um “Serviço de Informações de Segurança”.

    Pelo menos podiam disfarçar a coisa, mas enfim, somos um país livre e tal e há quem acredite.

    Gostar

    • Arlindo da Costa permalink
      15 Fevereiro, 2018 21:32

      Não se esqueça das autoridades das «autoridades eclesiásticas»…

      Gostar

      • 16 Fevereiro, 2018 09:59

        ò filho. essas querem v. governar e usar a mando, na melhor das hipóteses, se não as quiserem enviar para Gulag

        Gostar

      • 16 Fevereiro, 2018 10:01

        V.s gostam mais das grandes autoridades que nem mandar sabem mas em roubo e oportunismo são Reis.

        Gostar

    • Monti permalink
      15 Fevereiro, 2018 23:27

      Assim conseguiram deixar de ser responsáveis pelo seu sector nos governos.
      Ministros & Ajudantes.
      Uma coorte em cada Alta Autoridade.
      Há tempos, na lista de uma delas:
      Perto de 50 cérebros, licenciados vencendo na ordem dos 4 mil euros mês.
      Todos juízes em início de carreira, todos generais perto do topo.
      A bem do Regime.

      Gostar

  3. Procópio permalink
    15 Fevereiro, 2018 19:30

    Não é com a autoridade que se regula a liberdade das pessoas. Apele-se à sua própria consciência. Caso se pretenda assegurar a sua liberdade. Os grandes progressistas da nossa praça inclinada não confiam nas pessoas, tomam-nas como seus semelhantes no baixo carácter, na mentira e na dissimulação. São porém gente inferior, não atingiram o ímpeto revolucionário.
    Daí concluem ser preciso exercer autoridade a qualquer preço.
    Paulatinamente estão a fazê-lo, sempre para bem do povo deles, contra os inimigos da classe operária e outras classes baris que pastoreiam.

    Gostar

  4. Arlindo da Costa permalink
    15 Fevereiro, 2018 21:36

    Acho bem essa Tertúlia. Espero que seja diferente da Tortura Liberal do governo neo-comunista do Sr. Passos. E mesmo daqui dalguns blasfemos com carreira contributiva na função pública…

    Gostar

  5. Procópio permalink
    15 Fevereiro, 2018 23:08

    A autoridade é imposta pelos que aceleram o colapso social, político, cultural e económico. A pilhagem descontrolada passa nas têvês e é aceite com a maior das naturalidades. Vil sobremesa dos teleespectadores, entre os futebóis e as telenovelas.
    Recursos naturais exangues, ninguém é responsabilizado. O nivelar por baixo tornou-se a norma, as terras com os incêndios, os químicos e as secas tornam-se desertos tóxicos.
    As instituições básicas, bancos, hospitais, escolas, autarquias já só funcionam à míngua e para encher os bolsos de alguns. Bendito o poder local.
    Nas infra-estruturas já ninguém confia. Água com legionellas, ar e solo envenenados.
    A ignorância disfarça-se em diplomas amarrotados, amarra os tugas ignaros, sem nada saber fazer, empobrecidos, fáceis de oprimir por arautos falsos das igualdades. assarapantados perante tiradas públicas de fanáticos precocemente atacados de paranóias.
    O suicídio silenciado infiltra as forças de segurança frustradas perante os actos ignóbeis das “famílias” e dos “alegados”.
    O estado captado por interesses inconfessáveis. A baixa política e a economia ponzi fê-lo falir. Estilos de vida opulentos, dinheiro para comprar meio mundo a começar pela presstituição larvar dos telejornais.
    Os ddt têm garras longas mas vão perdendo o contato com a realidade, escondem-se por detrás dos vidros fumados das suas bombas e dos condomínios fechados, até ao dia. A democracia faliu no meio do jogo engordurado da direita e da esquerda mal encenado com os repastos de luxo na central de negócios. Intervalos saborosos de sã convivência.
    Ao sorver o cafézinho consultam os telemóveis para os encontros de género da noite.
    Os mecanismos legais para evitar a descida à barbárie griparam. Atenção ao que se segue.

    Liked by 1 person

  6. Procópio permalink
    16 Fevereiro, 2018 00:38

    Hidróxido de alumínio + Hidróxido de magnésio + Simeticone? Nã!
    Prefiro andar com os olhos abertos.

    Gostar

  7. 16 Fevereiro, 2018 09:25

    Não querem vir cá abaixo- aos mouros- repetir a sessão?

    Gostar

    • Os corruptos que se cuidem permalink
      16 Fevereiro, 2018 16:26

      Isso é que era!! Descentralização já! “Fachavôr” de virem aqui a Lisboa!!

      Liked by 1 person

  8. Procópio permalink
    16 Fevereiro, 2018 12:15

    Perfis de autoridade em marcha. O tuga vai-se habituando a ajoelhar, agora que a austeridade do passos desapareceu para parte incerta.
    O pior é qundo os joelhos começam a doer.
    “Há um mês, 39 hospitais receberam 500 milhões para pagamento de dívidas a fornecedores mas o ministério de Centeno mantém a verba congelada — e não dá previsão sobre quando poderá ser usada”.DN.
    Há tipos que conseguem ir para a cama tranquilos, sorridentes, cheios de autoridade.
    O sofrimento de milhares de vidas, traduzido em atrasos fatais de diagnóstico, dores incontroláveis e angústias silenciosas, não lhes pertuba o sono.
    Muitos dos tugas que votam na geringonça estão a assinar o bilhete para o cemitério.
    O que tem de ser tem muita força.
    http://www.nunes3373.com/news/comissao-trilateral-em-lisboa-2016/

    Gostar

  9. Procópio permalink
    16 Fevereiro, 2018 16:55

    NEVOEIRO

    Nem rei nem lei, nem paz nem guerra,
    Define com perfil e ser
    Este fulgor baço da terra
    Que é Portugal a entristecer –
    Brilho sem luz e sem arder,
    Como o que o fogo – fátuo encerra.

    Ninguém sabe que coisa quer,
    Ninguém conhece que alma tem,
    Nem o que é mal nem o que é bem.
    (Que ânsia distante perto chora?)
    Tudo é incerto e derradeiro.
    Tudo é disperso, nada é inteiro.
    Ó Portugal, hoje és nevoeiro…

    É a hora!

    Fernando Pessoa regressou pela calada da noite.

    Gostar

  10. Procópio permalink
    16 Fevereiro, 2018 17:17

    “Caos total no hospital de Gaia”. Ordem alerta para “situação dramática”. DN.
    Estão a ver? O que é preciso é impor a autoridade.
    Na venezuela a situação ainda é pior e ninguém faz ondas.

    Gostar

    • André Miguel permalink
      16 Fevereiro, 2018 20:27

      “If you want a vison of the future, imagine a boot stamping on a human’s face”

      Profético. Cada vez mais real.

      Gostar

  11. PiErre permalink
    17 Fevereiro, 2018 08:36

    Autoridade?

    Carlos Esteban
    Oxfam y muchas otras organizaciones de caridad viven, por lo demás, de manipular los sentimientos de compasión y solidaridad.

    Gostar

  12. licas permalink
    18 Fevereiro, 2018 14:10

    Procópio PERMALINK
    16 Fevereiro, 2018 17:17

    Perfeito, caro Procópio.
    Na Venezuela não existe, de maneira nenhuma quebra do Estado de Direitosegundo Delcy Rodriguez, uma das cabeças do Governo do Nicolàs Maduro, Não passa de invenção da Direita Fascista, os doentes crónicos não morrem por falta de medicaments, os cidadãos não “batem a bota” por falta de alimento; até o Executivo possui dados de que o problema , afinal, é a obesidade. . .
    Há , maravilhoso Socialismo do sec. XXI de que Chávez é o progenitor, e o P.C.P. o
    entusiasta adepto.

    Gostar

    • licas permalink
      19 Fevereiro, 2018 13:05

      É ter em conta que foi apenas uma ala do Partido que encetou convivência com os anti-democratas. Se ocorreu uma deriva da totalidade do P.S. ou , pelo contrárrio continua maioritáriamente “Social-Democrata” é caso para se ver.

      Gostar

  13. licas permalink
    20 Fevereiro, 2018 10:48

    Mesmo admitindo que o Imperador Calígula tivesse nomeado Senador o seu cavalo incitatus apenas na intenção de estar invectivando o Senado de Roma, já não caberá, julgo, neste contexto a afirmação recente (13/02/2018) de Nicolàs Maduro de que “ felicito el país por celebrar un de los mejores carnavales de los últimos años en Venezuela y por dar un exenplo de paz e alegría al mundo”.
    Não, aqui, estamos em pleno acto de loucura, salvo melhor opinião, ou pelo menos, em completa negação com a realidade da vida dos concidadãos.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: