Saltar para o conteúdo

O homem que confundiu a mulher com o chapéu e a mulher que confundiu as mamas com o cérebro

6 Maio, 2018

No seu livro O homem que confundiu a mulher com um chapéu, o neurologista britânico Oliver Sacks descreve, na primeira história e que dá título ao livro, a agnose interna de um homem. O homem, professor de música capaz de interpretar magistralmente Dichterliebe de Schumann e de reconhecer com facilidade dodecágnos e icosaedros, não distinguia o pé do sapato, a cabeça da mulher do chapéu e a utilidade possível para uma simples luva. Perante a inquisição do médico sobre o que poderia ser o tal objecto, após examinar a luva, concluiu tratar-se “de uma superfície contínua dobrada sobre si mesma, com cinco extremidades — uma espécie de contentor”. Contentor para quê? “Para o que lá se quiser pôr. Há muitas possibilidades: pode ser um porta-moedas para moedas de cinco formatos diferentes”.

O Partido Socialista é uma superfície contínua dobrada sobre si mesma. Sócrates, uma das comuns luvas socialistas, ora serviu de aconchego para calçar no frio do Inverno, ora serviu para gerir a colocação em off-shore de moedinhas de valor diferente, ora serve, agora que chega o Verão, como rolo de papel absorvente de dupla face, bem dobradinho, para limpar fugazmente a trampa evacuada ao longo dos anos. Dir-me-ão que “os partidos são todos iguais”, o que pode ser verdade até um certo ponto, mas ninguém bate, neste país, em partes iguais de audácia e falta de vergonha, o partido do Largo do Rato. Da senhora tão perspicaz que ia ver casas que nenhum deputado ou primeiro-ministro sério poderiam comprar ao rol de swingers que agora se fingem de cornudos despeitados, desafio qualquer um a encontrar um pingo de moralidade nos inumanos drones de assalto ao poder que torturam os portugueses sérios com má pantomina em telejornais.

Tal como o músico do livro do dr. Sacks, os portugueses continuam a confundir o pé com o sapato e a cabeça da mulher com o chapéu ao encontrarem algum elemento redentor no redil de patifes que se associam ao partido. E tal como o músico do livro, também os portugueses não têm cura.

 

Anúncios
18 comentários leave one →
  1. Juromenha permalink
    6 Maio, 2018 13:05

    “Chapeau”!

    Gostar

    • 6 Maio, 2018 17:34

      Só Salazar teve tomates para malhar nos malandros e sem vergonha, vulgo Esquerda.
      E por isso, a maltezaria lhe chamava fascista.

      Isto já lá não vai com palmas, Carlos!

      Gostar

  2. 6 Maio, 2018 13:30

    VCunha,
    post excelente.

    Liked by 1 person

  3. LTR permalink
    6 Maio, 2018 14:32

    Daqui a umas horas esgotam-se os bilhetes no já apinhado comboio da decência e da vergonha com destino ao congresso do PS, em que repentinamente decidiram todos entrar, depois de anos de jejum oftalmológico. Os sacanas dos organizadores, sem mandato, aproveitaram a ausência do chefe da seita e, desferindo-lhe uma facada política nas costas, fizeram sócrates ascender ao altar, onde o esperava um sacrifício público, transmitido pelas televisões e iniciado por um romano centurião insular promovido a legado, designado a dedo e secretamente benzido por uma oculta entidade mal informada.

    Liked by 1 person

  4. Procópio permalink
    6 Maio, 2018 15:08

    Alguns portugueses têm tido cura e até sucesso fora do sítio. São milhões que sustentam as suas famílias no interior, abandonado à sua sorte.
    O problema só teria solução com a separação definitiva entre os tugas e os portugueses.
    Em condóminos fechados e em certos bairros os xuxialistas endinheirados vivem à grande com o dinheiro que roubaram. Lembram-se do rangel? Sabem onde vive o 44? Querem a lista de onde vivem os algozes? Punhamos a questão ao contrário.
    Bastaria o Norte juntar-se à Galiza.

    Atençãp: o partido xuxialista é a capa. A natureza do cancro não pode ser ignorada.
    Com quem casou o 44, com a benção do sogro? Foi a partir a partir daí que o marinho lhe deu a carta de alforria. Antes tratava-o como o labrego, nunca deixou de o ser, criado junto dos currais de vilar de maçada, acordado nas festas com os bombos dos indígenas.
    O partido xuxialista é apenas a enxovia onde se forjam os negócios e a corrução alastra até haver um bem para ser apropriado.
    O maior é a liberdade e ela já está em perigo desde que a geringonça desce a ladeira.

    Gostar

    • 6 Maio, 2018 15:32

      Se “o Norte juntar-se à Galiza” eu, do Sul (mas que gosto imenso também do Norte) peço isto: que não registem as tripas à moda do Porto como exclusivo, proibindo a sua confecção em restaurantes no Sul. Como dizia a Amália, “muito obrigado, muito obrigado… muito obrigado”.

      Gostar

  5. 6 Maio, 2018 15:42

    No Partido mafioso começa-se a carreira baixo, baixinho: João Galamba tinha o cargo de “cão pisteiro” pelo que avisa Sócrates de “qualquer” coisa se estava tramando contra ele, na altura em Paris.

    Gostar

  6. 6 Maio, 2018 16:36

    Uma perfeita explicação do fenómeno Arlindo…… não consegue distinguir a pessoa do chapéu e a luva para ele é um sapato kkkkkk

    Gostar

  7. 6 Maio, 2018 17:34

    Nunca e demais escrever sobre as atitudes de certos politicos. Gosto de sentir que não sou o único a condenar estes crimes, no entanto e sériamente o que penso é que se torna vão devido á génese dos “tugas”. Aposto que aquando das próximas eleições em vez de lhes darem uma grande lição os vão de novo pôr no poleiro. O meu descrédito ao actual regime é total e estou indignado!

    Gostar

    • 6 Maio, 2018 19:06

      Permita-me rectificar para que os arlindos não encham o peito de felicidade: o P”S”, a geringonça, não foi “posta no poder” pelos tugas. A coligação PaF venceu as eleições. A geringonça usurpou o poder, fez-se governo que deveria ter PPCoelho nova e merecidamente como PM.

      Gostar

  8. Arlindo da Costa permalink
    6 Maio, 2018 18:13

    Ó filho, passa pela São Caetano à Lapa e lá podes apreciar toda a fina flor do entulho nacional que por lá passou e que poluiu e corrompeu todo o Portugal.

    Não custa nada e faz bem à saúde…mental.

    Gostar

  9. 6 Maio, 2018 18:39

    “Em cúmulo jurídico, pelos três crimes de fraude fiscal e um de branqueamento de capitais, a Relação decidiu condenar Isaltino Morais a uma pena de dois anos de prisão.”
    Resultou surpreendentemente que o povo de Oeiras o elegeu novo Presidente da Câmara Municipal. Cá para mim concluo que ainda há uma anormalmente grande fracção de eleitores “demócrata-analfabetos”

    Gostar

  10. procópio permalink
    6 Maio, 2018 19:41

    Os tugas são no mínimo 50%. Querem boa vida, bons salários e boas reformas. Noutros locais também há tipos ignorantes, mas sabem que para viver bem há que fazer por isso.
    A esquerda acéfala garante que não, existiria uma arte de viver sem fazer nada. Os tugas acreditam até ao dia. Descoberta a marosca, já os aldrabões se sumiram.
    Pior ainda são os sugadores, de direita e de esquerda, por baixo e por cima, bem colocados nos bancos e empresas que exploram à doida, bem representados na central de negócios.
    Quem está no meio desta tragédia tem que se acautelar até porque há ligações entre os dois grupos. Os elementos chave do segundo grupo que gritam desalmadamentr pela democracia e desfilam com bandeirinhas de cor, são comprados pelo primeiro. O caso do ex ddt é paradigmático, se ele um dia fala… o ddt nunca foi visado a sério pela extrema esquerda que comenta baixinho, o assunto está a correr na justiça…
    Quem sabe dos financiamentos do Baader-Meinhof entende bem onde quero chegar.

    Liked by 1 person

  11. Lucklucky permalink
    6 Maio, 2018 23:54

    “…rol de swingers que agora se fingem de cornudos despeitados..”

    Ehehe

    Gostar

  12. Manuel Traquina permalink
    7 Maio, 2018 13:44

    Eu estou ansioso por ver os resultados das próximas legislativas…

    Gostar

    • 8 Maio, 2018 04:15

      Coloca uns míseros eurosinhos nos bolsos dos tugas indigentes, faz promessas, o AC-DC mostra-se duas ou três vezes no camarote presidencial do Estádio da Luz, o P”S” ostraciza outra vez e publicamente o Sócrates, o MarceloCarmonaThomaz reitera que “o país precisa de estabilidade governativa” e já tá, vence-as.

      Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: