Saltar para o conteúdo

entendam-se

3 Setembro, 2018
by

Não fosse suficiente o que já temos, esta ameaça de Catarina Martins, prometendo ir para o governo de Costa, se Costa precisar dos deputados dela (e Costa dar-lhe-à os lugares necessários no governo para o viabilizar) seria mais do que suficiente para a direita política começar a olhar para si mesma e preparar, seriamente, os embates eleitorais que aí vêm. Isso implica oferecer aos portugueses uma alternativa de bloco ao bloco das esquerdas que nos governam, e que se radicalizarão se a ameaça de Catarina se concretizar. PSD, CDS, Aliança, Liberais e o que houver por aí mais, entendam-se. O país pagará caro e não vos esquecerá se o não fizerem.

Anúncios
8 comentários leave one →
  1. 3 Setembro, 2018 09:07

    Fortíssimo e preocupado aviso de Rui A. Se realmente a direita política não se mexer, o país está tramado… Não me parece que com este engonhas do RR se possa ir longe.
    O desastre nacional espreita.

    Liked by 1 person

  2. JgMenos permalink
    3 Setembro, 2018 10:26

    É o PREC dos chulos do capitalismo, treteiros esquerdalhos,coirões estanhados.

    Gostar

  3. Andre Miguel permalink
    3 Setembro, 2018 12:07

    Em Portugal até a direita pensa à esquerda. Ninguém fala em reduzir divida, conseguir excedentes orçamentais, baixar impostos, liberalizar a economia. Como todos pedem mais Estado não passam de “a bunch of socialists” como diria Mises.

    Liked by 2 people

  4. Sérgio Gonçalves permalink
    3 Setembro, 2018 13:10

    “O país pagará caro e não vos esquecerá se o não fizerem.”

    O Rui conhece bem mal este país…então este país tem memória? Se a tivesse não teríamos esta espécie de gente a querer governar-nos.

    Liked by 2 people

  5. Expatriado permalink
    3 Setembro, 2018 20:39

    Este país só se endireitará quando sofrer as dores de “bater no fundo”. Para isso é necessário que sejam aqueles que causam as bancarrotas sejam os mesmos que tomem as medidas, duras, para sair do buraco. Vai doer? Vai!! Mas não há outra maneira de o povoléu aprender o que é o socialismo. Não há almoços grátis!!

    Gostar

  6. João Rainha permalink
    3 Setembro, 2018 22:22

    Este alegre cantar cigarras de abril já nos custou 3 bancarrotas, a quarta está ao virar da esquina e no fim quem paga é o mesmo, o mexilhão, pois estes bardamijas de politiqueiros que nós temos já fizeram passar as leis para se safarem, a eles e os amigos do peito, que são os banqueiros de pacotilha e outro ditos, grandes investidores (e/ou outros grandes amigos, disfarçados de empresários), siga o baile e quem vier atrás feche a porta e despeje o lixo.

    Gostar

  7. Arlindo da Costa permalink
    4 Setembro, 2018 06:39

    O sector mais estatista, socialista e colectivizador (de prejuízos, claro) em Portugal, é essa malta que folcloricamente se diz da «direita»… Leiam os clássicos, por favor!

    Gostar

    • becas permalink
      4 Setembro, 2018 19:37

      Não percebo, o sector mais estatista ,socialista e colectivizador é a malta de direita folclórica !. Bom a nossa direita é realmente muito socialista mas nem tanto AC

      Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: