Saltar para o conteúdo

Quando o animal raposa ou saca-rabos entra na capoeira é suposto o animal humano:

3 Outubro, 2018

a) convidá-los a entrar e a servirem-se à vontade sendo  que pode ser acusado de maus tratos psicológicos pelas galinhas sobreviventes;

b) fazer-lhes uma palestra sobre as vantagens do vegetarianismo:

c) ligar aos deputados Catarina Martins, André Silva e Heloísa Apolónia pedindo instruções

Anúncios
11 comentários leave one →
  1. lucklucky permalink
    3 Outubro, 2018 19:17

    c) nunca se sabe o que é conveniente ao Marxismo. Veja-se quantas vezes o Marxismo foi e é Racista.

    Liked by 1 person

  2. 3 Outubro, 2018 19:19

    O humano mata a raposa e vai dizendo: “estas galinhas são minhas, quem as come sou eu!”

    Liked by 1 person

  3. Mario Figueiredo permalink
    3 Outubro, 2018 19:41

    **Não aconselho a opção c.* Um mês depois e ainda há pessoas no átrio da sede do Bloco de Esquerda à espera de saber o que fazer agora que a Asia Argento foi acusada de assédio sexual e de pagar o silêncio da sua vitima. Isso, ou a julgar pelo Robles correm o risco de matar as galinhas todas só para depois perceberem que afinal a raposa é que estava a abusar.

    Não aconselho a opção b A palestra é longa e de difícil compreensão, com muitos rodeios, cheia de bulverismo e verbosidade. à falta de dados científicos é preciso apelar à fé. isso leva tempo. Não me entendam mal, dizer que o veganismo é bom só ocupa 2 minutos da palestra. As restantes 7 horas são para explicar porque é que é um pecado comer carne. E durante todo este tempo o saca-rabos lá vai fazendo o que lhe apetece.

    Não aconselho a opção aO colectivismo deve ser controlado pelo estado. Isto de cada um fazer das galinhas o que lhe apetece sem tirar senha ou pagar impostos não pode ser. Era só o que faltava.

    Aconselho a opção a2 O animal humano deve emitir perdão fiscal e cartão de sócio a ambos se o saca-rabos sair do armário e declarar o seu amor homossexual à raposa e esta aceitar. Com isto. o que depois eles fizerem com as galinhas é lá com eles. E as galinhas ficam impedidas de protestar.

    Liked by 1 person

  4. Procópio permalink
    3 Outubro, 2018 20:21

    Não vejo exclusão de partes, as tr4ês opções são aceitáveis para um animal que perdeu definitivamente o juízo. São cada vez mais.
    “The perfect dictatorship is not communism, not the Soviet Union, not Cuba, but a camouflaged dictatorship”. “It may not seem to be a dictatorship, but it has all of the characteristics of a dictatorship; the perpetuation, not of one person, but of an irremovable party, a party that allows sufficient space for criticism, provided such criticism serves to maintain the appearance of a democratic party, but which suppresses by all means, including the worst, whatever criticism may threaten its perpetuation in power.”
    MARIO VARGAS LLOSA

    Liked by 1 person

  5. Miguel Santos permalink
    3 Outubro, 2018 21:04

    O saca-rabos deverá, num futuro próximo, ser um novo género da lista LGBTxxx

    Liked by 1 person

  6. Prova Indirecta permalink
    3 Outubro, 2018 21:59

    … e só por falarem em animais , observai isto . Sugere-vos alguma coisa ou sou só eu que estou traumatizado com a substituição da Procuradora Geral e com o “ sorteio “ electrónico no TIC ?

    Gostar

  7. Procópio permalink
    3 Outubro, 2018 23:43

    O teatro foi montado a rigor.
    Lá estavam na sala, muito atentos para ver como tudo se passava.
    Uns fingiram, outros nem perceberam a marosca.
    No reino da aldrabice cabe aos anjos celebrar o senhor.
    Enquanto filósofos manhosos viram o olhar para o chão escorregadio.

    Gostar

  8. A. R permalink
    4 Outubro, 2018 06:47

    O ataque da raposa nunca aconteceria nos “amanhãs a cantar”: todos teriam lido o Manifesto Comunista e viveriam em harmonia para todo o sempre.

    Gostar

  9. 4 Outubro, 2018 09:20

    Esta malta desvairada e este país de brincadeira perderam de vez o tino.
    Porra que e’ demais!

    Gostar

  10. 4 Outubro, 2018 09:31

    A opção b) é a mais utilizada, mesmo fora do âmbito proposto. É mais comum assistir-se ao estado preventivo dos alarmes e, quando há tempo, ajuda-se a depenar os animais.

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: