Saltar para o conteúdo

A ficha não estava errada: a disciplina de Cidadania e Desenvolvimento é activismo puro

11 Outubro, 2018

A ficha distribuída aos alunos da escola Francisco Torrinha, no Porto, durante uma aula de Cidadania e Desenvolvimento, no âmbito do tema Igualdade de Género, não estava errada. Esta disciplina é que é um erro do princípio ao fim e quem a lecciona ou faz proselitismo da religião do activismo jacobino ou não cumpre o programa.

Anúncios
8 comentários leave one →
  1. 11 Outubro, 2018 19:08

    Na verdade somos um povo manso. Só assim se percebe que esta malta que nunca conseguiu impor aos portugueses o seu gayzismo, o seu ateísmo jacobino, a sua ideologia marxista , esteja a educar as novas gerações com a sua cartilha politicamente abjecta. Na verdade isto é uma guerra cultural que eles estão a vencer por falta de participação das pessoas de bem.

    Liked by 1 person

  2. Euro2cent permalink
    11 Outubro, 2018 22:16

    Eh pah, mas se os pimpolhos não vão para “Cidadania”, têm de se inscrever a “Religião e Moral”, e isso não, nunca, pode ser que lá lhes ensinem alguma coisa inventada antes do iluminismo, e não queremos isso …

    (Coitados, até esses andam com mais medo que galinhas numa capoeira de raposas …)

    Liked by 1 person

  3. Luis permalink
    11 Outubro, 2018 22:20

    Acabaram com as Técnicas Laboratoriais no Secundário, destruíram a Física, o Latim ou a Química do 12.º ano, mas esta treta desta disciplina? Não interessa…

    Gostar

  4. Arlindo da Costa permalink
    11 Outubro, 2018 22:48

    A direita «liberal» ainda não fez lobbie para as igrejas evangélicas de raiz judaizante entrarem nas escolas para substituir a Igreja Católica?

    Liked by 1 person

    • alex.soares permalink
      12 Outubro, 2018 07:20

      Oh! Lindinho tosta, andas a ver se apanhas gambozinos mas tens de trazer pacote.
      Se trouxeres pacote, levas no pacote, se não trouxeres pacote, levas mesmo no às. Depois mandas a conta ao Cris, riqueza.

      Gostar

  5. Rui Henrique Levira permalink
    14 Outubro, 2018 03:37

    Cidadania e Desenvolvimento é mais uma daquelas tretas inventadas em cima do joelho que tratam de tudo, não explicam nada, mas ocupam tempo e, supostamente, deveriam tornar os petizes imensamente felizes. A coisa anda, na esmagadora maioria das escolas deste país, pela “análise” muito humanitária da crise dos refugiados, pelo ensinar aos petizes que, reciclando uma garrafa de plástico, vão salvar o Mundo ou que a agricultura biológica vai ser a mina de ouro da espécie humana, tudo isso, claro está, embrulhado numa coisa em forma de assim que está imensamente na moda – o “empreendedorismo”. Ou seja: a coisa resume-se a trivialidades que têm um prazo de vida de dois anos, no máximo. É isto ensino sério? Não, não é, mas quem quer seriedade num sistema educativo é bom que a procure fora deste rectângulo.
    Já a obscena cretinice que a autora refere é fruto de cabeças já educadas no clima de relativismo demente, de narcisismo sufocante e de entronização do sexo como o eixo da felicidade à roda do qual tudo no mundo gira. Quando a saloios ignorantes lhes dá para se armarem em sábios modernaços, só pode sair… aquela coisa que atrai as moscas.

    Gostar

  6. Perigoso Neoliberal permalink
    14 Outubro, 2018 21:50

    Isso é o resultado lógico de deixar a esquerda no poder. Isso e bancarrotas. Temos o que merecemos.

    Gostar

Trackbacks

  1. A indignação veio tarde, e é insuficiente – Portugal Integral

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: