Saltar para o conteúdo

Mélenchon: “La République, c’est moi !”

17 Outubro, 2018

Apesar do desinteresse nacional pela França venho lembrar que o senhor Jean-Luc Mélenchon, líder radical de esquerda, reagiu furiosamente à investigação judicial  da sede do seu partido La France insoumise e da sua casa. Em causa estão as contas da sua candidatura.

Acham que se ue escrever que isto aconteceu na casa e na sede de candidatura da le Pen fazem umas breves  sobre o assunto?

 

Anúncios
11 comentários leave one →
  1. Nulo permalink
    17 Outubro, 2018 19:27

    Mélenchon XIV e “Touchez pas aux camarades” do melhor

    Gostar

  2. Procópio permalink
    17 Outubro, 2018 19:42

    Quem o vai apoiar?
    A actriz ou o dinossauro? Ou ambos.
    O padre louçã botará a benzedura sobre a república francesa, carcomida pelo caruncho.
    Agora no BdP é melhor deixar-se estar onde o puseram, não vá escorregar no soalho.

    Liked by 1 person

    • 17 Outubro, 2018 21:44

      Como diria o Salgueiro Maia, há o Estado assim, há o Estado assado e há o Estado a que isto chegou. O Estado em que a Esquerda meteu a Europa. O Estado bandalheira comandado por burgueses que se divertem a discutir política e a viver à conta dos que trabalham e criam postos de trabalho.
      Quanto mais se mexem mais força dão aos Nacionalistas.

      Gostar

  3. LTR permalink
    17 Outubro, 2018 19:56

    O jornalismo a arnaldar como habitualmente.

    Gostar

  4. Mario Figueiredo permalink
    17 Outubro, 2018 21:22

    A democracia da esquerda. É deles. A república também. Mélechon disse tudo. E é assim — e ainda pior — que a esquerda vai reagir à medida que vê dissipar-se o seu controle sobre o poder.

    Ainda não vimos nada, meus caros. A agressividade e a violência de Mélenchon naquelas imagens é apenas um prenúncio do que serão capazes de fazer quando se sentirem verdadeiramente ameaçados. Quando esses tempos chegarem, coisas como facadas aos bolsonaros são o pequeno-almoço do dia.

    Liked by 3 people

  5. Procópio permalink
    17 Outubro, 2018 22:47

    A escada sempre a guinar e sempre a descer. Ainda não vimos o chão.

    Gostar

  6. 18 Outubro, 2018 09:25

    Os canalhas de extrema-esquerda de fauces arreganhada de raiva e o’dio.
    Que pulhas!

    Gostar

  7. Prova Indirecta permalink
    18 Outubro, 2018 13:39

    Se ao menos tivesse chamado o Galamba …O Galamba tem energia .

    Gostar

  8. Jorge permalink
    18 Outubro, 2018 13:45

    Seria bom que lessem as notícias como deve ser. A questão é de empregos fictícios e já apanhou todos os partidos com alguma importância (até a senhora Fillon). Quando as pessoas desatam a espernear por todos os lados dá asneira e o caminho para o populismo abre-se.

    Gostar

  9. Arlindo da Costa permalink
    18 Outubro, 2018 23:15

    Claro. A república são os representantes do povo. Não a bófia nem os mandantes de criminosos que querem destruir a República Francesa!

    Gostar

    • José Ribeiro permalink
      19 Outubro, 2018 08:31

      Ó idiota útil!
      Enquanto não houver votos uninominais, ninguém representa povo algum!
      É a mesma coisa do Fernando Negrão representar a república e achar que é o representante do povo. Podes crer que meu representante não é e ele só representa o seu próprio umbigo!
      Arre que és burro todos os dias!

      Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: