Saltar para o conteúdo

Conversa da treta

5 Novembro, 2018

6

No desfile militar Marcelo disse aquelas coisas que se repetem há anos nestas  situações e inventou um passado:  “Esses heróis lutaram pela compreensão contra o ódio, pela liberdade, contra a opressão, pela justiça, contra a iniquidade, pela Europa aberta contra a Europa fechada, o mundo solidário contra o mundo dos egoísmos, das xenofobias, das exclusões.” Excluindo a parte heróica dos soldados, que obviamente não cabe discutir,  esta transposição da forma como Marcelo vê o mundo em 2018 para as trincheiras de 1918 é um exercício de grande imaginação.

Igualmente interessante é que nem no discurso presidencial nem em muito daquilo que por aí se disse e escreveu sobre a participação de Portugal na I Guerra   tenha sido referida a irresponsabilidade criminosa de quem então dirigia o país. Irresponsabilidade essa que atirou mal preparados e sem meios milhares de portugueses para o conflito. A operação de branqueamento das élites da época mantém-se cem anos depois. E já agora a participação portuguesa nesta guerra foi justificada pela necessidade de defender o império e defendida por aqueles que se reivindicavam depositários do verdadeiro espírito colonial. Que anos depois a agremiação se tenha dito anti-colonialista é outra conversa. Fiada.

 

 

Anúncios
16 comentários leave one →
  1. António Maria Lamas permalink
    5 Novembro, 2018 09:37

    Fiz 3 “10 de Junho’s” e os discursos de Américo Tomás não eram muito diferentes deste, com a agravante que Marcelo por não ter ido “à tropa”, não sabe do que está a falar. O costumes.

    Liked by 1 person

  2. Daniel Ferreira permalink
    5 Novembro, 2018 10:04

    Se esta caricatura infeliz de presidente não andasse a recitar r textos que a escumalha lhe escrever para ele ler, veria que foi com o fim da 1ª Guerra Mundial do século XX que se cimentou a mais assassina corrente política desse século, com mais de 70 MILHÕES de mortos apenas na 1ª metade do século, com a agravante de que os assassinados eram do mesmo país que os governantes assassinos. É assim que pretende acabar com a “xenofobia e a diferença” senhor Rebelo de Sousa? Assassinando os residentes dos países nativos senhor presidente para dar lugar aos diferentes??

    Liked by 3 people

  3. Artista Português permalink
    5 Novembro, 2018 10:13

    Banha de cobra pura! É disto que ele se alimenta, dieta que quer impor a toda a gente como se fossem imbecis.

    Liked by 2 people

  4. LTR permalink
    5 Novembro, 2018 10:37

    “Sabe-se também que durante este tempo as duas polícias judiciárias se escutaram e controlaram uma à outra” (CM)

    Por que será que agora ninguém se ri de Cavaco Silva e dos tempos políticos que precederam a sua alocução ao país? Ou melhor ainda, por que será que agora ninguém pia?

    Gostar

  5. Luis Lavoura permalink
    5 Novembro, 2018 10:49

    Que anos depois a agremiação se tenha dito anti-colonialista é outra conversa.

    Que agremiação?

    Que eu saiba, os anti-colonialistas de 1974 não tinham nada a ver com os colonialistas de 1914. Não faziam parte de uma mesma “agremiação”.

    Gostar

    • BandoDeCorruptos permalink
      5 Novembro, 2018 13:21

      Ah não??? então a esquerdalhada toda não passa a vida a dizer-se herdeira da 1ª república??????

      Liked by 1 person

      • Luis Lavoura permalink
        5 Novembro, 2018 15:03

        Não sei quem é que se diz herdeiro da 1ª república. Nem da 2ª, aliás.
        Penso que ninguém, na política atual, louva a 1ª (nem a 2ª) república por atacado. Praticamente todas as pessoas (de esquerda e de direita) concordam que a 1ª república fez algumas coisas boas, mas também fez muitas coisas más.

        Gostar

  6. becas permalink
    5 Novembro, 2018 11:00

    Que treta de discurso, que treta de desfile- policias e tropa misturados!, alguma tropa desalinhada, a formatura não era por altura dos homens , o levantar de braços desigual Efim os tempos do rebelo de sousa. E eu que participei em tantos desfiles militares

    Liked by 1 person

  7. Agripa permalink
    5 Novembro, 2018 13:44

    Não gosto de Portugal.
    Não gosto dos portugueses.

    Gostar

  8. José Domingos permalink
    5 Novembro, 2018 14:12

    O parlamentarismo continua na mesma. O jacobinos mataram milhares de portugueses para manter o status de “elite”.
    Continuam aí, a esfolar o povo com impostos autenticamente extorsionários, a beneficiar a nova elite o partido dos funcionários públicos.
    Uma naçãozinha.

    Liked by 1 person

  9. Daniel Ferreira permalink
    5 Novembro, 2018 15:00

    Para quem vinha aos domingos à noite recomendar livros para ler porque lia uns 20 por semana, levanta-se a dúvida se aqueles livros todos que dizia ler não seriam antes de colorir. Ainda mais dúvidas se nos questionarmos se o senhor Marcelo “Selfie mad man” Rebelo de Sousa conseguia pintar dentro das linhas.

    A 1ª Guerra do Séc XX serviu para:
    – ANIQUILAR o império Otomano (islamofobia!! gritam eles), a maior força militar da altura, que acabou com a assinatura da “Balfour Declaration” (o grande objetivo de quem patrocinou esta guerra), pela nunca suspeita família Rothschild;
    – DESTRUIR os Czars da União Soviética, a maior força Cristã da Altura (66 Milhões de Cristãos foram assassinados nos 40 anos seguintes por aqueles senhores que aparecem nas capas dos livros à venda da festa do Avante. O Feminismo fez 100 anos em 2017 e foi a principal causa para o total caos instalado durante décadas nesta geografia);
    – Destruir o império Austro-Hungaro.

    Da Alemanha para Este, praticamente toda a Europa viveu miséria e horror sem qualquer tipo de paralelo às mãos dos Comunistas até aos anos 50.

    Mas tudo bem senhor MRS, numa coisa dou-lhe razão, quando TODO o povo não tem o que comer, acaba-se com toda e qualquer iniquidade, ninguém se fica a rir, não é?

    Liked by 1 person

  10. weltenbummler permalink
    5 Novembro, 2018 15:27

    vítimas do ‘milagre de Tancos’

    Gostar

  11. Jaime Ramires permalink
    5 Novembro, 2018 18:06

    Há muito que aprendi que a História é escrita pelos vencedores….

    Liked by 2 people

    • Oscar Maximo permalink
      6 Novembro, 2018 12:24

      Ou não fosse o comunismo muito melhor que o fascismo. Mesmo oprimindo mais a classe operária.

      Gostar

  12. maria permalink
    7 Novembro, 2018 19:31

    Muito bem, Helena. Parabéns.
    Igualmente de parabéns está Daniel Ferreira pelo seu acertadíssimo comentário.

    Gostar

Trackbacks

  1. Ele não sabia, mas, às tantas, foi mesmo por isso | BLASFÉMIAS

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: