Saltar para o conteúdo

E os papéis a andarem de secretária em secretária

21 Novembro, 2018

Estrada de Borba em risco há 24 anos

 

Anúncios
22 comentários leave one →
  1. Luis Lavoura permalink
    21 Novembro, 2018 18:27

    Uau, está em risco há 24 anos, então quem é o criminoso? António Costa? Ou todos os primeiros-ministros e todos os autarcas daqueles concelhos nos últimos 24 anos? Ou – é a minha opção – ninguém?

    Gostar

    • Alberto Silva permalink
      21 Novembro, 2018 21:41

      Uma coisa é certa.
      Há um governo para governar Portugal.
      Há um ministério da tutela.
      Há uma secretaria de estado da Proteção Civil.
      Estas coisas são o governo.
      Proteção civil significa proteger os cidadãos.
      Os cidadãos que morreram em Borba deveriam ter proteção civil e não tiveram. A culpa não lhes pode ser atribuída porque a falha foi na estrada que era pública( publicazinha da Silva como a Esquerda gostava que tudo fosse em Portugal menos aquilo que pertence aos militantes de Esquerda). Num ápice a estrada foi-se. Um acidente na estrada por despiste ou choque de carros, em princípio não tem por causa a própria estrada. É diferente.
      Quando foi passada a estrada para a esfera do município de Borba, não foi passada a responsabilidade pela proteção civil dos cidadãos que a partir dessa data iriam circular na dita estrada.
      Portanto, o principal culpado do acidente de Borba existe.
      O 1º ministro delegou essas competências no ministro?
      O ministro delegou essas competências no secretário de estado?
      O secretário de estado delegou essas competências no comandante da proteção civil?
      Não é complexo investigar isso.
      Pior que complexo, impossível é restituir as vidas e os bens que foram destruídos por causa do acidente.
      Haverá quem investigue?

      Gostar

  2. Manuel permalink
    21 Novembro, 2018 18:41

    Querem ver que ainda sobra para o Passos?

    Liked by 1 person

  3. Daniel Ferreira permalink
    21 Novembro, 2018 18:44

    Para as TV’s andarem a massacrar o povo com isto é porque a escumalha anda a esconder qualquer coisa por trás… Quando soubermos o que é, já é tarde!

    Gostar

  4. 21 Novembro, 2018 18:44

    O culpado, que tenta passar de fininho, chama-se POVO que os elege!

    Liked by 1 person

  5. Velho do Restelo permalink
    21 Novembro, 2018 19:11

    O Passos talvez não, mas o Santana ou o Socas, talvez sim! Se em 2005 o assunto foi habilmente xutado para a CM de Borba …afinal já havia artistas a descentralizar problemas antes do Costa!
    Quando há dinheiro em jogo, a segurança das pessoas passa para 3º plano.
    Aquelas pedreiras, para além do mármore também já servem para fazer anúncios de TV, festivais de rock, desportos radicais… Pode ser que o Costa se lembre de fazer lá o próximo congresso do PS !

    Gostar

  6. vccqa permalink
    21 Novembro, 2018 20:50

    Helena, fez bem em trazer este assunto a debte. Podiam ter morrido muito mais pessoas, foi por milagre que isso não aconteceu. E lá apareceu o Costa a sacudir a água do capote, como é sua norma. Ele faz sempre a mesma encenação. O governo nunca tem nada a ver com quaisquer tragédias que aconteçam no País – primeiro foi Pedrogão, depois o Montijo e agora Borba. Como p.m. ele é uma nódoa e os seus incapazes ministros com um chefe destes estão sempre safos. Já não posso ouvir nem ver o homem, quando ele aparece mudo de canal ou tiro o som. O homem está sempre de tacha arreganhada (está visto que lhe interessa peva governar o País, o que ele gosta mesmo é de andar a passear pelo mundo (como o outro de má memória) e estar a representar uma comédia, só que esta é da mais reles qualidade) e a repetir a mesma palavra no início, a meio e no fim de cada frase proferida. E depois aquele físico horrível: a barriga enorme (parece estar grávido) e o rabo espetado e sempre a dar-a-dar… são de fugir.

    Gostar

    • vccqa permalink
      21 Novembro, 2018 21:01

      Helena, o comentário a propósito do que escreveu, é de minha autoria. As iniciais ‘vccqa’ que ùltimamente têm encimado os meu comentários, não me dizem respeito. Não percebo por que não aparece o meu verdadeiro nome como era costume.
      Maria

      Gostar

  7. 21 Novembro, 2018 20:57

    Entre-os-Rios não foi muito diferente e acho que, na altura, a v. opinião era outra.

    Com a cena da arriba a Calisto, lembro-me bem que tive de fazer gozo em força no Cocanha porque a HM achava que a culpa era dos descuidados dos banhistas

    E não era só. Porque a Câmara sabia e tinha andado para lá a querer deitar abaixo a arriba algarvia e ainda fez pior. E não interditaram o local.

    Gostar

  8. 21 Novembro, 2018 21:00

    Por acaso, acerca das arribas, acabei por achar que por cá até se culpa muito mais o poder local do que em Inglaterra,

    Andei pela Cornualha e aquilo, sim, é perigosíssimo e as pessoas deitam-se debaixo delas e até há cabines para mudar a roupa no mesmíssimo local onde às vezes abatem.

    Gostar

  9. 21 Novembro, 2018 21:04

    Aqui está a arriba da sinalética monga

    Na altura que fiz o post embirrava mais com a HM. Hoje em dia acho que está muito mais sensata. Já não lhe chamaria o que chamei na altura e a “ex-maoista” era meme que toda a gente dizia. Acreditei nele. Depois fiz as contas e acho que foi e é boato, ainda que imagine que com “raízes homónimas familiares”.

    Gostar

  10. José Monteiro permalink
    21 Novembro, 2018 21:15

    Paióis de Tancos 2017, em risco há 17 anos. 2004, acaba o SMO. Ministros, Ajudantes & Deputados, nenhum deu por isso. Falta de tempo para pensar/decidir. Os chefes da militar, seguem os iluminados políticos que os pastoreiam. Idem, descentralização/regionalização faz de conta. Very peculiar fuga.

    Gostar

  11. Velho do Restelo permalink
    21 Novembro, 2018 21:30

    O MP que trate de caçar rapidamente as actas das reuniões onde este assunto andou a ser discutido durante 24 anos, mas receio que por esta hora já sumiram todas …

    Liked by 2 people

  12. procópio permalink
    21 Novembro, 2018 22:52

    O primeiro-ministro garantiu nesta quarta-feira que “o Governo não sabia” que a zona onde se deu o acidente em Borba estava em risco. António Costa assegurou ainda que as responsabilidades do Estado estão a ser apuradas e que não compete ao Governo “retirar ilações” em relação a outras entidades.

    “Não foi por falta de aviso. O acidente que levou ao colapso da estrada municipal que liga Borba a Vila Viçosa na segunda-feira à tarde foi previsto, ou motivo de manifestação de preocupações, pelo menos cinco vezes. Mas nenhuma delas foi suficiente para evitar que o colapso fosse uma realidade e, pior do que isso, que o acidente acabasse por fazer vítimas mortais”.

    O padrão é sempre o mesmo, habilidade e cobardia a disfarçar a irresponsabilidade.
    Aguardemos mais umas semanas, nas pedreiras morre-se de repente, nos hospitais em desvario morre-se lentamente e sem saber porquê. Só à industria farmacêutica vai para biliões de euros.

    https://i-cdn.embed.ly/1/display/crop?height=300&key=fd92ebbc52fc43fb98f69e50e7893c13&url=https%3A%2F%2Fimagens.publicocdn.com%2Fimagens.aspx%2F1303668%3Ftp%3DUH%26db%3DIMAGENS%26type%3DJPG%26share%3D1%26o%3DBarraFacebook_Publico.png&width=636

    Liked by 1 person

    • Alberto Silva permalink
      21 Novembro, 2018 23:40

      O Governo não sabia?
      Como é?
      Então os cidadãos vulgares não podem alegar desconhecimento das leis.
      O 1º Ministro pode?

      Liked by 1 person

  13. procópio permalink
    21 Novembro, 2018 22:55

    Não se admirem com as risadas da foto anterior, tristezas não pagam dívidas.
    Sugere-se guardar a foto para comparar dentro de alguns meses.

    Gostar

  14. Leunam permalink
    22 Novembro, 2018 01:21

    O País entregue a umas nódoas de INCOMPETENTES.

    Se alguém da família deles lá tivesse ficado é que lhes doía.
    Assim, foram apenas uns pobres coitados…

    Faz-se lhe os funerais e é um pau por um olho!

    O Erário Público vai ter de pagar as despesas de recuperar os corpos dos desgraçados que lá ficaram (que deve ser uma conta calada) e, se calhar, nem um tostão vai para as famílias enlutadas.

    Liked by 1 person

  15. Rão Arques permalink
    22 Novembro, 2018 08:11

    ESTADO, CRIME E CASTIGO
    Uma situação que comporta altos riscos para cidadãos de qualquer ponto do país, como uma via de circulação escancarada ao trânsito, não pode ser deixada ao aleatório critério de um limitado, em poderes e meios, indefeso autarca local.
    O Estado central tem a obrigação de no mínimo acompanhar, avaliar fiscalizando e determinar em conformidade em função de obrigatória prevenção de riscos que deve acautelar em tempo útil.
    Temos assim esta coisa singularmente sinistra:
    Enquanto Marcelo confessa que por ali passou frequentemente, mas pelos vistos não reparou nem nunca ouviu falar daquela armadilha, Costa jura a pés juntos que desconhecia completamente aquele poço da morte sem taipais.
    As competências podem ser delegadas, mas as responsabilidades não, nunca.
    Carregue-os o Diabo.

    Gostar

    • Velho do Restelo permalink
      22 Novembro, 2018 21:06

      Pronto, estou lixado ! Passei lá em 1995 ou 96 e pareceu-me ver umas grandes crateras à beira da estrada. Parei e fui espreitar. Apanhei tamanho susto, que me meti no carro e pirei-me dali. Confesso, não avisei ninguém, não contei a ninguém, na altura a internet era muito rudimentar, não havia blogs, só “news group” , email e pouco mais. Pronto sou culpado mas vou pirar-me para o Brasil (espero que o Bolsonaro não leia este blog).

      Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: