Saltar para o conteúdo

Ainda as universidades

23 Janeiro, 2019

Bem sei que o assunto já estava a cair no esquecimento (agora anda tudo a debater a opinião daquele senhor estrangeiro que veio para Portugal porque o seu país é um sonho), mas resolvi escrever um texto longo (porque a dimensão da asneira o justifica) sobre o ensino universitário. A grande questão, sobre a qual o leitor deveria reflectir, é: porque é que um dos mais antigos negócios do mundo (o ensino), onde operam organizações com uma longevidade extraordinária (universidades, muitas delas centenárias), com uma capacidade de atrair clientes como poucos negócios (não há um único papá nem uma única mamã que não sonhem em colocar o zorro a ‘tirar um curso’, como diz o povo) não é capaz de ser sustentável financeiramente (isto é: porque é que continua com a muleta do Estado)? Aqui: ‘As propinas: uma história muito mal contada’

Anúncios
9 comentários leave one →
  1. Luis Lavoura permalink
    23 Janeiro, 2019 09:38

    O problema não é as universidades não serem sustentáveis financeiramente. (Algumas são-no, outras não.) O problema é não ser socialmente desejável que todas as universidades vivam apenas do dinheiro que os estudantes pagam (ou paguem) por elas.
    Isto é óbvio, e tanto é verdade para o ensino universitário como para o ensino primário. Custa a crer que o autor do artigo ainda não o tenha percebido.

    Gostar

    • weltenbummler permalink
      23 Janeiro, 2019 10:11

      ‘estão mexendo no meu bolso’

      Gostar

    • Zé Manel Tonto permalink
      23 Janeiro, 2019 14:40

      “O problema é não ser socialmente desejável que todas as universidades vivam apenas do dinheiro que os estudantes pagam (ou paguem) por elas.”

      Defina socialmente desejável neste contexto.

      Porque é que não é socialmente desejável?

      Quais é que se encaixam no socialmente desejável, e quais não?

      O Luís gosta tanto de escrever, não se acanhe.

      Gostar

  2. Pedro permalink
    23 Janeiro, 2019 10:01

    Como argumentação é fraquinho.

    Porque sem a muleta do estado metade da população estava a morrer de fome e de falta de assistência médica – o mercado nunca é capaz de assegurar as necessidades básicas de grande parte da população.

    Por isso é que surgiram os movimentos sociais.

    Não se lembram do vosso maravilhoso mundo liberal pré-estado social, em que grande parte da população dos países mais ricos do mundo vivia na miséria ?

    Gostar

    • Zé Manel Tonto permalink
      23 Janeiro, 2019 14:42

      Como argumentação é fraquinho.

      Não estamos a falar de fome, nem de assistência médica.

      Estamos a falar de eu pagar impostos para qualquer um poder ser “dôtôre” em estudos de género ou outra inutilidade do mesmo calibre.

      Gostar

  3. 23 Janeiro, 2019 10:50

    A minha teoria – onde haverá menos malucos é em gestão e direito; e suponho que neste ponto a dimensão teórico-aplicado será mais relevante que a ciências naturais – ciências sociais (muitos malucos em matemática, fisica teórico, filosofia, literatura e economia, poucos em medicina, na maior parte das engenharias, gestão, direito; e não nos esqueçamos da há muito estabelecida ligação entre a matemática e filosofia, com pensadores destacados nas duas ao mesmo tempo – Pitágoras, Pascal, Bertrand Russell, até certo ponto o Wittgenstein, etc.).

    Gostar

  4. 23 Janeiro, 2019 13:05

    as propinas deviam incidir sobre as cadeiras chumbadas, apenas, e agravadas num tanto por cento ao 2º chumbo, depois ao 3º e por aí. sustentar inúteis não dá.

    Gostar

  5. Zegna permalink
    24 Janeiro, 2019 00:13

    Não existe faculdades grátis tal como a escola pública obrigatória .

    Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: