Saltar para o conteúdo

A bem da Nação (europeia)

22 Fevereiro, 2019

De acordo com a sua Representação em Portugal, a Comissão Europeia defende o policiamento da internet para garantir a sua integridade.

reper

A ideia não é nova. O artigo 20.º da Constituição Política da República Portuguesa de 1933 (mais tarde artigo 22.º, n.º 1) já previa algo muito semelhante, com os resultados que se conhecem.
crp_33

Anúncios
14 comentários leave one →
  1. Os corruptos que se cuidem permalink
    22 Fevereiro, 2019 10:38

    O que se tenta fazer agora não é nada se comparado com aquilo que a Constituição de 33 permitiu fazer ou realmente se fez.

    Liked by 1 person

  2. Os corruptos que se cuidem permalink
    22 Fevereiro, 2019 10:42

    A censura durante o Estado Novo foi tão má, tão má que se criavam teatros experimentais no Porto, se publicavam as obras na mesma e etc e tal. Isto é outra coisa completamente diferente. É a Censura com todas as maiúsculas.

    Liked by 3 people

  3. Daniel Ferreira permalink
    22 Fevereiro, 2019 10:55

    Ainda falta esclarecer mas quem é que são os JORNALISTAS para determinar o que é verdade ou não

    Liked by 3 people

  4. Andre Miguel permalink
    22 Fevereiro, 2019 11:04

    A política está desorientada e a perder o controlo da plebe, pois a internet trocou-lhes as voltas, já que qualquer um tem voz e não apenas quem eles querem. Depois queixam-se do bicho papão do populismo, dos Trumps e Bolsonaros. Só têm o que merecem e isto ainda só agora começou…

    Liked by 5 people

  5. Daniel Ferreira permalink
    22 Fevereiro, 2019 11:10

    Esta praga de mentirosos compulsivos que são os agentes da escumalha sob a proteção sacro-santa da entidade legal “jornalista” – o jornalismo já morreu à mt tempo bem como os extintos jornalistas de investigação – ficam agora com poder de dizer se o que dizem é verdade e o que dizem outros que não eles é mentira. Sem qualquer contra-argumentação possível!! Quando diariamente se prova com factos que os que andam a avisar para os perigos das “fake news” são eles os únicos que andam a espalhar “fake news”. Estamos em tempos que a “verdade” é o que passa na TV. Orwell deve estar orgulhosíssimo.

    No passado fim de semana, duas notícias só um bocadinho interessantes:
    A senhora Lara Logan, cara de 1 dos programas mais vistos dos EUA, cometeu, segundo ela, “suicídio profissional”, quando teve o desplante de dizer a verdade uma vez em muito tempo (deixo algumas linhas, podem ler e/ou ver o video aqui https://bit.ly/2Eo16kC):
    – Lara Logan has broken ranks and admitted that journalists have lost their objectivity and become “political activists.”
    – “85% of journalists are registered Democrats,” (o facto de que os Publicos, Expressos e tudo o resto tem sempre opiniões dos BEs e PCPs, as TVs têm dementes como o Louçã a babar-se quando fala de genocidas do século XX e qualquer coisa que se pareça com conservadores nem vê-los, deve já mostrar que isto é “global”)
    – “Although the media has historically always been left-leaning, we’ve abandoned our pretense — or at least the effort — to be objective, today. … We’ve become political activists, and some could argue propagandists, and there’s some merit to that.”

    Obviamente esta senhora foi despedida na manhã seguinte.

    In a time of universal deceit – telling the truth is a revolutionary act.

    Liked by 3 people

  6. Daniel Ferreira permalink
    22 Fevereiro, 2019 11:25

    E relembro que tanto na UE como na ONU, já se assinaram vários acordos que impedem a divulgação de MÁS notícias sobre o Islão e o que os Muçulmanos fizeram, fazem e querem fazer aos Europeus (é mais as europeias). Se fizerem 99 coisas más e 1 boa, as TV’s só podem passar a boa e tudo se irá fazer para que NINGUÉM posso falar das 99 más. Já era quase assim, mas legalizado é muito mais fashion.
    É a total legalização de Propaganda, trazida a nós pelos filhos da Mentira.

    Gostar

  7. MJRB permalink
    22 Fevereiro, 2019 11:29

    Alguns políticos e regimes, aqui ou noutro país, querem controlar o que pensa, fala, escreve o maralhal ? E logo via “classe” de jornalistas …? Qualquer tipo de censura, de perseguição, não, obrigado. Já bastou e basta o que se sabe.

    Gostar

  8. LTR permalink
    22 Fevereiro, 2019 16:18

    Da desorientação contra a verdade na óptica das fake neusas:

    “Governo corta relações com a Ordem dos Enfermeiros”

    “As negociações nunca estiveram interrompidas” (Dra. inenarrável, hoje)

    Gostar

    • Daniel Ferreira permalink
      22 Fevereiro, 2019 17:02

      Como se já não fosse mais do que óbvio que as “manifs” que andam por aí é só circo maçónico para enganar a plebe e fazer de conta que há contestação, onde qualquer que seja o ramo de atividade a única coisa que pelos vistos está mal “são os anos de carreira” – o template é igual para todos, depois preenchem os anos e valores em questão e enviam para as TVs – eis que aparece um caso que é só a prova dos 9 desta hipótese, quando admitem isto ao dizer q DESTA manifestação eles não sabem de onde vem o dinheiro….

      Gostar

  9. Beirao permalink
    23 Fevereiro, 2019 09:15

    A canalha esquerdoide do politicamente correcto não desiste de nós impor a política do pensamento único… A lei da mordaça está aí.

    Liked by 1 person

  10. Jornaleco permalink
    23 Fevereiro, 2019 22:17

    Em 1933 era o honesto que falava, em defesa da verdade. Após os ditos “liberais” terem arruinado o páis por completo.

    Hoje em dia, é o mentiroso que não quer que a verdade venha ao cimo.

    É mais uma prova da perversidade e da decadência, existente em Portugal e de Portugal até à Alemanha, que ainda faz pior. E o Restelo, também é uma área perigosa.

    Foi com a mentira, que o comunista antes do 25 de Abril já começou pouco a pouco instalar os seus soldados nos escritórios dos jornais (ver jornalista) para poder tomar controlo do país, sem tiros. Nada surgiu por acaso.

    Agora que a galinha já não dá ovos, muitos começam a perceber.

    Gostar

  11. Jornaleco permalink
    23 Fevereiro, 2019 23:25

    A nação europeia que se f[..]!

    Eu quero uma Europa das nações com um Portugal independente e livre da influência alemã, francesa, e sobretudo, dos de Bruxelas, que odeio, de todo o coração.

    O tal “bem da Nação (europeia)” significa o novo fascismo, em pele comunista. Do pior que existiu sobre a terra.

    Não à escravatura. Sim à liberdade e ao respeito mútuo.

    Liked by 1 person

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: