Saltar para o conteúdo

Reconstruir a Direita

30 Março, 2019

O que a Direita tem de fazer para chegar ao ponto de poder disputar eleições federada como verdadeira alternativa ao grande muro de esquerda que denominamos por Geringonça — que é o que defende o Mov5.7 — é rejeitar o controlo da cultura da própria linguagem imposto pela facção culturalmente armada do Bloco de Esquerda. Para tal, tem a Direita de criar corpo cultural — em revistas, em jornais, nas redes sociais, nas artes e no entretenimento, em suma, na vida — que rejeitem a estética esquerdista que consiste em vender glamour na desgraça, algo que fazem sem pejo sobre o Brasil ou sobre a Venezuela.

Anúncios
42 comentários leave one →
  1. 30 Março, 2019 09:55

    Desde já o parabenizo por se expor e colocar em discussão as suas ideias. Quanto ao escreve, gostaria de manifestar a minha discordância com algumas das suas ideias:
    Não me parece que reconstruir a Direita possa passar por um movimento cujos contornos se confundem e se limitem tout court com os do liberalismo económico. Nos países da Europa os Liberais representam, na melhor das hipóteses,,15% do eleitorado.
    Ao contrário: às vezes penso que era importante que os Liberas deste país se assumissem e criassem o seu partido. Dito de outra forma: que as forças políticas assumissem as suas causas e se apresentassem ao eleitorado de forma mais límpida.
    Depois, seria preciso e, se calhar, já seria possível, que o PPD/PSD tivesse um programa político à séria. É uma tristeza que o maior partido do centro e centro direita do nosso país se confunda com o BE nesse aspeto.
    Feito isto, a(s) Direita(s) definiria(m) o seu público-alvo e dirigir-se-lhe-ia(m), através dos seus partidos, com outra acutilância.

    Solucionar-se-ia um dos maiores problemas da direita publicada: o erro permanente(e deprimente) do seu público-alvo.
    Repito: O problema, na minha modestíssima opinião, não é a mensagem,que é propalada muito suficientemente, é a falta de pontaria ao alvo.

    Gostar

    • Carlos Rosa permalink
      30 Março, 2019 23:28

      Só se combate a sério a Esquerda quando não houver medo de dizer coisas que parecem fora do normal.
      Depois do 25 de Abril, os comunas e companhia lançaram uma quantidade de palavras de ordem enganosas, que repetidas até à exaustão passaram a parecer verdadeiras e quem ouse dizer o contrário é logo catalogado de fascista.
      É preciso e urgente romper com isso.
      Não se deve ter medo de dizer que Salazar era um homem sério, trabalhador e amigo de Portugal e dos portugueses.
      Não se deve ter medo de dizer que quem se opunha ao Salazar eram na maioria aqueles que seguiam a política da Rússia que mais tarde, em 1989 se veio a confirmar que era uma política ditatorial sanguinária que só provocou miséria na Rússia e nos outros países que estavam subjugados pela ditadura soviética.
      Não se deve ter medo de dizer que a descolonização portuguesa foi um desastre para Portugal e principalmente para as ex-colónias portuguesas.
      Não se deve ter medo de dizer que a política portuguesa do pós- 25 de Abril de 1974 tem sido uma série de experiências esquerdizantes sem qualquer perspectiva estadista de melhoria global do território português e da vida dos portugueses como era a política de Salazar. O pós- 25 de Abril de 1974 trouxe muito dinheiro a Portugal mas que alguma vez vamos ter que pagá-lo com língua de palmo, sendo que muito dele foi mal aplicado por políticos incompetentes e sem escrúpulos como se vai vendo.
      E muito mais tem que ser dito……………………….
      para combater os que andam a dar cabo do que Portugal e o seu povo já foram em épocas passadas.

      Gostar

      • Pedro Dias permalink
        31 Março, 2019 12:03

        O melhor comentário de hoje. Parabéns.

        Gostar

  2. Martim Moniz permalink
    30 Março, 2019 10:07

    “Salvo por umas dúzias de excêntricos, a famosa “opinião pública” e a famosíssima opinião publicada não contestam o pagode socialista, na medida em que: a) acham que o pagode é normal; b) acham que o pagode é benéfico; c) esperam vir a beneficiar do pagode; d) já beneficiam do pagode. Entre a cretinice e o oportunismo, compreende-se a tendência do cidadão médio para a opinião informada. Se o “ABC”, o “El País” e os jornais que calhar realizassem com competência o seu trabalho, perceberiam que a notícia não é a rompante promiscuidade no governo: é a complacência de uma sociedade em peso perante a promiscuidade e perante o resto. O espantoso, na hipótese de ainda sobrar alguém que se espante, é a jovialidade com que os portugueses se permitem ser enxovalhados e roubados às mãos de uma legião de rústicos que nem possuem em manha metade do que lhes falta em vergonha.”(do artigo de Alberto Gonçalves hoje no Observador)

    Liked by 2 people

  3. MJRB permalink
    30 Março, 2019 10:20

    Óptimo, VCunha.

    O sucesso para banir “socialistas” & tais, para tentar recuperar o que for possível de modo a termos um país desenvolvido, progressivo e estabilizado, passa sem dúvida pelas diversas Culturas (“coisa” que eu advogo há tanto tempo) e pela Inteligência, incluindo uma “direita” inteligente, não retrógrada (não confundir com necessária defesa de patrimónios), nem patética. Uma “direita” evoluída, cosmopolita.
    Essa cultura deve ser também assumida por indigentes autarcas do espectro político-partidário. Para isso, outra tarefa quase impossível, a de convencê-los da necessidade de discursos cristalinos, entendíveis, assertivos e duma programação cultural local diferente e continuada.
    Nos próximos anos, muito terá a “direita” de fazer, recuperar, para impor-se ou sequer aproximar-se do “ambiente” cultural tuga, dominado por quem se sabe — último e público caso, há poucos dias, via transmissão directa da RTP de abusos descarados, a gala da SPAutores. Foi à fartazana, despudorada, a promoção dos P”S’s”, culminando com (mais um) prémio “vida e obra” ao MAlegre.
    Por exemplo nas duas últimas décadas, que têm feito o PSD e o PP em termos de Cultura ? O que esperar do assumido anti-cultura RRio ?
    Ah ! E um jornal, a urgente necessidade de um (inteligente) jornal com implantação no país. Sem ele…

    Liked by 1 person

  4. Olympus Mons permalink
    30 Março, 2019 10:23

    Finalmente.
    Esse, o dia em que se assumir ser de direita, que é uma preferência neurológica geneticamente pré destinada no essencial, será o dia em que valerá a pena olhar sequer para a política.

    Vejo um cartaz que diz… Um partido às direitas. Bom começo. Mas não vejo muita gente a elogiar.

    Gostar

  5. Expatriado permalink
    30 Março, 2019 10:49

    Tarefa difícil enquanto a maioria dos votantes disser “é melhor que nada” a um aumento de 10 euritos nas pensões…

    Gostar

    • Luis permalink
      30 Março, 2019 14:06

      Perto de 700 mil funcionários públicos. Os dois milhões de pensionistas. Os trabalhadores do Estado paralelo e das empresas públicas. As empresas que vendem «serviços» ao Estado. As empresas protegidas da concorrência com legislação favorável aos seus interesses. As fundações, IPSSs, colégios com contrato de associação, universidades privadas e saúde privada. As Ordens profissionais. As associações dependentes dos dinheiros públicos. Os beneficiários de RSI. O poder local. Os trabalhadores das empresas municipais. Tudo isto de forma directa ou indirecta depende do Orçamento de Estado.

      Gostar

  6. André Silva permalink
    30 Março, 2019 13:25

    OBRIGADO, Vitor Cunha. É só isso o que posso dizer.

    Gostar

  7. André Silva permalink
    30 Março, 2019 13:27

    OBRIGADO, Vitor Cunha. É só o que posso dizer

    Gostar

  8. Manuel Assis Teixeira permalink
    30 Março, 2019 13:41

    Concordo! E o movimento 5/7 já está causar engulhos! O Pacheco Pereira já começou a ataca-lo! Bom sinal…

    Gostar

    • 30 Março, 2019 13:52

      O pacheco pereira também começou por atacar o observador, aquele jornal da “direita” pro partido democrata(progressista), pro haddad. Promovendo fontes de informação de agências com vínculo politico de “direita”, como a lusa, a folha de são paulo, a cnn e o new york timese e a bbc .

      Gostar

      • Luis permalink
        30 Março, 2019 14:03

        O Pacheco é de centro-esquerda, e veio da extrema-esquerda.

        Vamos assumir de uma vez por todas que a social-democracia é uma forma muito moderada de centro-esquerda, e que o PSD é um partido estatista.

        Não temos nenhum partido verdadeiramente conservador nos costumes e nos valores e liberal no mercado. O PP, o VOX e o Ciudadanos em Espanha são muito, muito diferentes do PSD e do CDS.

        A Direita portuesa terá de ser construída com novos rostos e novos partidos e a Iniciativa Liberal é um bom começo.

        Liked by 1 person

      • 30 Março, 2019 15:07

        O inicicativa liberal está ligada ao ALDE, não me parece que seja um bom começo para o que acabou de referir, antes pelo contrário.

        https://alde.eu/en/news/1163-alde-welcomes-the-commission-s-decision-to-challenge-hungary-s-migration-policies/

        Gostar

  9. 30 Março, 2019 13:46

    Aproveitem que é época de saldos nas lojas de bricolage.

    Gostar

  10. Manuel Lopes permalink
    30 Março, 2019 13:53

    O “corpo cultural” de direita de que fala são toda a panóplia de revistas cor-de-rosa e jet-set já existente.
    E por isso é que a esquerda soma e segue.
    Que mais pode a direita escrever ou dizer de forma intelectualmente séria que possa interessar à classe trabalhadora explorada?

    Gostar

    • 30 Março, 2019 14:10

      Concordo em absoluto com o que escreve nos dois primeiros parágrafos.
      Quanto ao que diz: ‘Que mais pode a direita escrever ou dizer de forma intelectualmente séria que possa interessar à classe trabalhadora explorada?’. Devo concordar com o facto de a Direita dos escritórios de advogados e dos jornais não ter nada para dizer a estes portugueses.
      Seria interessante que se propusesse menos liberalismo, mais apoio à família, uma escola pública que garantisse uma educação que permita uma verdadeira ascensão social dos miúdos, a aceitação da doutrina social da Igreja, a reintrodução de verdadeiras políticas de apoio às famílias que trabalham e que produzem, o respeito pelos horários a quem trabalha, a assumpção de que as pessoas também devem ter direito â sua vida pessoal,…

      Liked by 1 person

    • Jornaleco permalink
      30 Março, 2019 19:37

      Com todo o respeito @Manuel Lopes, eu não percebo de onde parte e onde quer chegar.

      O que é que revistas cor-de-rosa e jet-set tem de haver com a direita? Eu não li o artigo do autor no Observador.

      Revistas cor-de-rosa, isso é tudo esquerda. Ou não?

      Estamos aqui a falar de valores augustos que já existiam antes de nós todos termos nascidos?

      Ou de criar um partido com o rótulo direita, e que ninguém sabe, o que vai querer defender?

      Eu só pergunto.

      Gostar

      • Tiro ao Alvo permalink
        31 Março, 2019 08:40

        Jornaleco tenha cuidado com o que escreve: “o que é que (…) tem de haver com” é erro. Escreve-se “tem a ver”. Já não é a primeira vez que dá o mesmo erro. Não se distraia que isso descredibiliza a sua mensagem.

        Gostar

      • Velho do Restelo permalink
        1 Abril, 2019 09:57

        Tiro ao Alvo, está mesmo preocupado com a credibilidade do “jornalito” ?
        Parece que não tem lido os comentários desse idiota …
        A função dessa criatura insignificante, é mesmo poluir o blog, espalhando a maior confusão possível !
        Ele tem tiques de dualidade: Ora se arma em cavalheiro bem educado, ora desata a insultar sem mais nem menos.
        Só a sua grande “religiosidade” e má escrita são constantes !
        É notória a perda de qualidade deste blog desde que esse rato de esgoto por aqui apareceu … mas é a verdadeira prova da tolerância do Blasfémias!

        Gostar

  11. Olympus Mons permalink
    30 Março, 2019 15:18

    @Manuel Lopes

    Que mais pode a direita escrever ou dizer de forma intelectualmente séria que possa interessar à classe trabalhadora explorada?

    Muito bom Manuel. Isto que escreveu verdadeiramente resume o que a esquerda, ok a esquerdalhada, pensa disto tudo….depois fica muito admirada quando os trump, salvini, Orbans, etc ganham as eleições.

    Tanto assim que os esquedoides como o Manuel depois elegem os inimigos mais estranhos. Sei lá, tipo Jordan Peterson: como se atreve alguém a dizer aos jovens que antes de quererem salvar o mundo devem saber arrumar o quarto, devem assumir a responsabilidade pela sua vida pessoal, devem ser responsáveis, dar algo de voltar às suas comunidades antes de pensar em salvar ou revolucionar o mundo… como se atreve alguém a falar estes dislates?

    Manuel, tem que perceber que para metade da população mundial aquilo que você acha “normal” é para nós uma dissonância cognitiva – A primeira vez que alguém tiver voz para ir tocando nas teclas correctas, você pode gritar populismo, demagogia, mas os votos vão cair á mesma lá, nesse sitio, que pode ser qualquer coisa, qualquer coisa que evite que tenhamos, pessoas como eu, de aceitar coisas que nos provocam dissonâncias cognitivas. Você pode ter essa capacidade de papar tangas mas alguns e nós verdadeiramente não as conseguimos papar. É neurológico. As mentiras da esquerda, essencialmente o “pretend not to see” não dá para fingirmos. Ou o entende, ou lamentavelmente vemos-nos de lados opostos da barricada. O que será uma pena.

    Liked by 1 person

    • Manuel Lopes permalink
      30 Março, 2019 19:17

      Era disto mesmo que eu falava. Não tem nada para dizer, verborreia pura sem conteúdo. Pensar que tem resposta melhor do qualquer outra e insistir que pensa melhor por mim que eu próprio…É esta a direita em Portugal

      Gostar

      • Jornaleco permalink
        30 Março, 2019 19:47

        @Manuel Lopes

        Ah!!!!!!
        Já percebi.

        Você não sabe definir.
        Isso do que você fala, não é a direita.

        Você está a ser profundamente injusto.
        A direita tem muito a dizer, só ela.

        A direita em Portugal é aquela que não tem voz.

        Isto é uma coisa de outro mundo, muito diferente. Você está completamente enganado.

        Porque só a direita é que vai poder endireitar o que a esquerda anda a destruir, desde o 25 de Abril de 1974 e já antes, com as suas mentiras, para enganar o povo. Por pouco não entramos na versão socialista, de aqueles de Moscovo, que diziam, que iluminava o mundo. Que ladrões.

        Gostar

      • Luis permalink
        31 Março, 2019 00:43

        Os Liberais mataram a nossa Direita quando o D. Miguel perdeu a guerra civil. Depois disso houve nova machadada com a República. O 25 de Abril foi o golpe final, basta ler a Constituição que temos.

        Gostar

    • Manuel Fernandes Lopes permalink
      31 Março, 2019 00:32

      Dissonância cognitiva é um bom cristão, como calculo seja o seu caso, aceitar e defender a exploração do homem pelo homem com o subterfugio de que não podemos ser todos patrões.

      Gostar

  12. Olympus Mons permalink
    30 Março, 2019 15:46

    Ou o entende, ou lamentavelmente vemos-nos de lados opostos da barricada. O que será uma pena.

    Manuel para que fique claro: …Ou vemos-nos de lados opostos das trincheiras.
    Para que não reste dúvidas. esta realidade em que vive, este jajão, este cafefe, este mundo “heishh” em que se sente confortável, ou se quiser, este fascismo cultural de esquerda, não foi um destino. Foi um apeadeiro em que pessoas como eu ficaram sem reacção. Mas a procissão ainda vai no adro. Não se iluda.

    Gostar

    • Manuel Fernandes Lopes permalink
      31 Março, 2019 00:39

      Pode bem crer… estamos mesmo nos antípodas um do outro.
      Encontra-mo-nos no inferno.
      Até lá … passe mal, morra, mas por favor não me responda.

      PS. Note que eu não entrei em dialogo com ninguém apenas com o autor do texto

      Gostar

      • Olympus Mons permalink
        31 Março, 2019 15:06

        Manuel.
        Perfeitamente entendido.
        Não responderei. Não faço questão de entrar em dialogo. Por razoes óbvias.
        Se por ventura me esquecer e um dia destes lhe responder, bastará lembrar-me. Amebas como você não me ficam na memória.

        Gostar

  13. Vítor permalink
    30 Março, 2019 19:35

    As ideias são giras e tal mas entretanto o Costa já começou com a introdução “experimental” das urnas eletrónicas nas eleições. Controlando as “sondagens” que depois irão bater certo com as “votações” eletrónicas dificilmente qualquer novo projeto com consequência se irá formar em Portugal.

    Gostar

    • Jornaleco permalink
      30 Março, 2019 19:41

      @Vítor, é verdade.
      O ladrão a querer enganar mais. Eleições electrónicas é a coisa mais corupta que pode existir.

      Quem tiver juízo tem a obrigação a dizer não a essa porcaria electrónica.

      Gostar

  14. Jornaleco permalink
    30 Março, 2019 19:57

    @Manuel Lopes

    O que eu quero dizer é isto:
    Não basta um partido afirmar ser da direita. Isso não chega.

    O partido tem que querer praticar ser “direita”, aplicar soluções de direita.

    Só assim é que podemos afastar-nos do abismo, que vai aparecer, sem dúvida.

    E quem não perceber os truques da esquerda, que eles mentem de propósito, querem controlar tudo, para poder enganar melhor, e subestimar a esquerda como inimigo, não vai ter a tarefa fácil.

    É preciso um plano de “guerra”. Eles não vão querer sair do poder de livre vontade.

    A esquerda só sabe destruir riqueza, criar nadinha. Roubar e tornar a vida de todos nós numa prisão. Roubar-nos a liberdade.

    Olha para a Grã-Bretanha. Eles fazem tudo para sair da União Europeia. Tudo. Apesar das intrigas de alguns, que pensam poder evitar a saída.

    Gostar

    • Manuel Fernandes Lopes permalink
      31 Março, 2019 00:06

      “Você não sabe definir.”
      “Você está a ser profundamente injusto”
      “Você está completamente enganado”

      Ouça lá…que sabe você de mim?
      Masturbação intelectual ???

      Qualquer um sabe usar a sua estratégia, quer ver?

      Você é um qualquer frustrado à procura de alguma projeção de identidade
      Sempre com a mania de que tem a razão toda
      A achar que tem a melhor das soluções
      E sobretudo que pensa melhor que todos inclusive o que é melhor para os outros

      Vá bater punhetas intelectuais para outra porta

      Gostar

      • Jornaleco permalink
        31 Março, 2019 10:03

        @ Manuel F. Lopes
        a. Vá dormir.
        b. Você mente e
        c. eu acertei em cheio.

        d. Eu ganhei!

        e. Não basta um partido dizer que é de/da direita, para o ser.

        f. Falo claro, seu mal-educado? Se for um desses parvos que passou pela faculdade dos burros da psicologia, vá foder-se. Okay?

        Você mete um nojo total. A falar assim, certamente. No Restelo gostam muito de si. Mas o Restelo não é nada que vale a pena mencionar.

        Gostar

  15. Jornaleco permalink
    30 Março, 2019 20:43

    Um Portugal inteligente devia apoiar a saída da Grã-Bretanha desta União Europeia.

    Um Portugal inteligente devia querer sair deste Euro.

    Um Portugal inteligente devia ter a coragem a dizer não às chantages da esquerda pornográfica.

    Um Portugal inteligente devia ter a coragem de dizer não à ONU. Com o incompetente e traidor António Guterres ou sem ele. Igual.

    Porque é que Portugal está como está?

    Porque é que de Portugal querem emigrar tantas pessoas?

    A esquerda tem a culpa por isto tudo.

    Onde é que se fala sobre os verdadeiros problemas que este país tem? A esquerda encobre os mesmos e finge, só finge poder resolver os mesmos, mas é mentira. Sempre foi. Desde Lenine, foi sempre assim. Desde Marx foi sempre assim. E esses cabrões vieram com um modelo do mais podre para controlar e roubar Portugal?

    Gostar

    • Luis permalink
      31 Março, 2019 00:41

      Marx? Antes disso já tínhamos tido um Marquês jacobino que correu com os Jesuítas e deixou mais de 20 mil estudantes do ensino secundário sem acesso à instrução gratuita dada pela Igreja. Ou uns aventaleiros liberais que venderam os conventos ou os bens da Universidade de Coimbra a preço de pataco. E em França fizeram a inenarrável Revolução.

      Gostar

      • Jornaleco permalink
        31 Março, 2019 10:09

        @Luis,
        @Francisco Miguel Colaço ,
        correcto!

        E obrigado(s).

        Mas sem socialismo teria sido (muito) melhor. 🙂 É um veneno perigoso e duradoiro.

        Gostar

    • 31 Março, 2019 07:49

      Não culpe a moeda pelos dislates nas finanças. Podemos ser asnos em escudos é azêmolas em euros.

      Gostar

  16. Jornaleco permalink
    31 Março, 2019 09:56

    @Tiro ao Alvo, obrigado.

    a. Eu não aprendi o meu português como você (talvez) em Portugal. E eu escrevo muito pouco português. Para já só aqui.
    b. Ninguém é perfeito. Ninguém.

    c. Só no Restelo, esses com os preservativos, que adoram a infidelidade, a traição, e que sonham eu não ter nascido, como um porco aqui uns dias atrás, pode e quis afirmar sem qualquer vergonha na cara, é que não me perdoa coisas dessas, que são insignificantes porque (!) independentes (!!) do pensamento.

    d. E você é polido e não deixa desviar a sua atenção, destes pormenores, de pouco valor.

    e. Só aqueles que adoram dividir cabelos é que procuram erros no adversário e (!) denigrir o memso. Vêem o cisco no olho do outro e ocultam a trave à frente deles.

    f. É evidente que eu não posso falar um português tão bom como os autores aqui, que escrevem artigos, ou publicam comentários.

    g. Acresce: eu sei escrever à pressa, com dez dedos e muitas vezes não faço correcção. Por preguiça. Vou mudar esse hábito desagradável.

    h. Por isso, quem quiser encontrar mais erros, para me encaixar, que o faça.

    i. Mas ensinar-me a pensar de uma maneira correcta? Sem (!) hipótese (!!) para aqueles que adoram a infidelidade e preservativos.

    j. Eu falo mais línguas. Muito mais.

    k. Não é aquele que fala complicado, que sabe pensar melhor. (Isto não é nada contra si, tome bem atenção, por favor.)

    Bom domingo. 😉

    Gostar

    • Manuel Fernandes Lopes permalink
      31 Março, 2019 23:10

      k. Não é aquele que fala complicado, que sabe pensar melhor
      O único que sabe pensar aqui é o jornaleco, ou melhor o frustrado jornalistazeco.
      (Isto não é nada contra si, coitado, você não tem nada de errado, eu é que sou muito bom)

      Gostar

    • Velho do Restelo permalink
      1 Abril, 2019 10:13

      Finalmente temos uma criatura capaz de fazer frente ao Costa !
      Assume que não sabe escrever em bom português, e que é preguiçoso, mas suficientemente presunçoso para ensinar os outros a pensar !
      Claro que conta com a ajuda divina … com um grande milagre ainda vai liderar a direita tuga!

      Gostar

Indigne-se aqui.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: